Supernatural voltou e já chegou com muitas tensões, lembranças e uns momentos de diversão.

Confesso que pelas promos reveladas antes do retorno da série, eu esperava um episódio mais bombástico, mas isso não significa que o episódio não foi bom. Foi bom e MUITO, muito tenso, angustiante e… já disse tenso? Rs
Bom, o episódio começou de onde paramos na season finale passada: Sam e Dean dentro do carro enquanto a Escuridão tava tomando conta de tudo, logo depois vemos Dean rodeado pela Escuridão e perguntando para uma mulher quem ela é, já deixando subentendido que aquela é a Escuridão, daí já pula pra Sam desmaiado no carro e Dean sumido e quando Sam acorda, ele relembra que após a Escuridão invadir o carro, Dean sumiu e ele apagou. Depois de um tempo procurando, Sam encontra Dean desmaiado bem longe do carro e ele conta o que aconteceu no papo que levou com a Escuridão e parece que ela o poupou porque ele a libertou (depois descobrimos que ele não contou tudo da conversa, pra variar né? Mas isso é assunto pra depois) e a partir daí, os irmãos saem à caça pra ver o estrago causado e ver o que fazer pra acabar com a festa da Escuridão.

1 2

Enquanto isso, vemos nosso querido Castiel passando por uns maus bocados, ele começa a relembrar quando atacou Crowley e, apesar de eu saber que não matariam o Crowley na série, fiquei desesperada com a possibilidade dele mudar de corpo temporariamente ou até definitivamente, mas confiei no bom senso dos roteiristas (e deu certo, ufa!). Cas tava preso em um “estábulo” e ainda sob o efeito do feitiço da Rowena, mas ao mesmo tempo consciente do que fez/tá fazendo e sem querer machucar ninguém, sendo assim escapa e entra em contato com os irmãos Winchesters já prevendo que ia ficar um tempo sem vê-los, já que pediu ajuda aos anjos para que ele não possa mais fazer mal a ninguém. Oh gente, tadinho 🙁
Só que na verdade esses anjos vão torturá-lo muito mais do que ele imagina e pelo jeito o negócio vai ser feio, pelo que lembro de ter visto na promo.

3

Falando em Crowley, não adianta em qual corpo nosso Rei estiver, que ele vai ser sempre maravilhoso não é minha gente? Ele foi responsável pelos momentos mais divertidos do episódio, os únicos que deu pra parar de roer um pouco as unhas haha
Crowley escapa do seu corpo original enquanto Cas tenta matá-lo e possui o corpo de uma mulher, cujo marido resolve ceder à sua vontade  e fazer uma orgia com os amigos. Gente, eu ri tanto naquela cena da animação do cara com os amigos super caretões e Crowley como? Pensando “Vou aproveitar um pouco disso e depois acabo com a raça de todo mundo” e foi exatamente o que ele fez, bom foi quando os demônios subordinados foram ajudá-lo e um deles perguntou porque ele demorou e só faltou nosso Rei mandar o demônio se botar no seu lugar e meter-se com a sua vida, porque né?
Lá no fim do episódio, quando ele finalmente volta ao seu corpo original, os demônios comentam que tá todo mundo desesperado com a volta da Escuridão e Michael e Lúcifer também alertaram eles. Awwwn, será que eles voltam? Já quero *-*

4

Voltando aos nossos irmãos queridos, eles se deparam com um verdadeiro genocídio na cidade e certas pessoas “infectadas” por alguma coisa que não sabemos o que é, mas que torna as pessoas assassinas e descobrimos mais pra frente que após um certo tempo, eles morrem. Quando Sam e Dean chegam no hospital para suturar a policial que eles conheceram, se deparam novamente com a destruição e Sam salva um pai e sua filhinha bebê, uma fofura só. Mike conta a história do que aconteceu aos dois e os irmãos vêem as veias pretas no seu pescoço indicando que ele foi contaminado, sendo assim Mike pede pra policial (que ele já conhece desde pequena) cuidar da filha dele e ele vai sumir até que chegue a hora da sua morte. Depois disso, Sam faz Dean pensar no papel deles atual e no que era pra ser, relembrando a época do “Saving people, hunting things” (que saudade!) e faz um discurso emocionante de como eles devem mudar o comportamento deles um com o outro e com os humanos, no geral. Já estava aplaudindo o Sam de pé, viu? Maaaaas… o combinado foi Sam despistar os infectados e Dean sair com a policial e a bebê Amara, tudo certo até que Sam se tranca num armário que, claro, tinha uma infectada dentro e quando ele a mata, respinga sangue nele, ou seja… ferrou. Então, quando Dean liga pra ele pra contar as novidades e pergunta se tá tudo bem, o que ele faz? MENTE! Mas e aquele discurso, meu amigo? Só que não bastasse ele, descobrimos que Dean também mentiu pra ele quando não contou que a Escuridão conversou mais com ele do que sabíamos, disse a ele que não conhecia a Morte, que eles estariam sempre ligados e mostrou a Marca de Caim no peito. Olha, o ódio que me deu dos dois, não agüento mais isso ¬¬

5

Mas, o melhor foi o final!
A policial está lá limpando a bebezinha no fraldário quando de repente… a Marca no peito dela, ou seja, a Amara é a Escuridão! Segurem esse forninho porque vai ser babado! E agora só semana que vem.

6

Será que meu coração agüenta a tensão dessa temporada, minha gente? Pelo que to vendo a tendência é só piorar. SOCORRO!

Carol2

Caroline Azevedo
Caroline Azevedo

Complicada e perfeitinha. Me tira tudo, mas não me tira minhas séries e a música. Já que não tenho o meu mozão, shippo os mozões do mundo seriador: Delena, Captain Swan, Olicity e Zade são os principais. Entre os meus vícios, estão The Vampire Diaries, Once Upon A Time, The Originals, Arrow e Supernatural.
Deixe-nos um comentário!
  • Oi, Caroline. Passando só pra dizer que espero a review de TVD, ok? Hahahaha.
    Terminei o episódio agora e espero seus comentários. Conte tudo e não esconda nada. Hahaha. Xeru!

    • Caroline Azevedo

      Pode deixar, sai amanhã de amanhã! Tão bom saber q gosta de minhas reviews, mto obrigada <3

%d blogueiros gostam disto: