Posts Populares

Supernatural – S12E18 – The Memory Remains

Achei que fosse ser um episódio focado no plot principal e…fui trouxa.

Teve vários episódios fillers nessa temporada que eu super curti, até porque eu geralmente gosto quando fazem um episódio desfocado do tema principal da série porque me relembra um pouco a 1ª temporada e porque, às vezes, é bom dar um “respiro” daquela loucura toda que você não sabe onde vai dar, mas esse episódio foi digno de um bom cochilo. Quando eu vi a promo eu já imaginei que fosse ser meio viagem, mas assistindo achei tão chatinha a história que criaram que fica até difícil de falar dele, mas vamos lá… vou puxar pelas partes que mais gostei do episódio ou que, mesmo que eu não tenha ligado muito, seja importante lá pra frente.

A história do episódio foi basicamente um ser vestido de bode (que claramente dava pra ver que era uma pessoa fantasiada e não um ser sobrenatural) que começou a atacar pessoas em uma cidadezinha que eu já esqueci o nome. Sam e Dean vão atrás do caso achando que foram enviados por Mick, mas na verdade é Ketch se passando por Mick para afastá-los do bunker e revirar a casa dos meninos todinha para ver se ele e o resto de alguns Homens das Letras britânicos encontram algo relevante ou até “o que deixa o cabelo de Sam com tanto brilho” rs. Eles não encontram nada e muito menos a Colt, que era objeto de consumo de Ketch, mas como Dean não é bobo nem nada e está apegadíssimo àquela arma, ele tá carregando com ele pra lá e pra cá. Fuxicando nas coisas de Dean, Ketch encontra aquela fotinha de Dean pequeno com Mary e o nojento carrega com ele, oh o ódio que me deu dessa bixa, afffff! Foi claramente porque ele ficou todo mexido por causa da Mary e blá blá blá, mas quem ele pensa que é para roubar algo tão importante pra Dean? Já quero Dean armando O barraco com ele!

Enquanto isso, Sam e Dean descobrem que os assassinatos estão ligados à família Bishop que é dona de um grande frigorífico e começam a desconfiar do xerife da cidade fazendo com que eles invadam a casa do Bishop Jr e descubram um porão bem assustador e quando o xerife os pega lá e é forçado a contar tudo, ele revela que sua família matava pessoas para alimentar um deus que se fortalece através de sangue humano e por isso todo ano tinham ocorrências de desaparecimentos, mas quando foi a vez dele ele abdicou de tudo e trancou o monstro. Mas, mal sabia ele que o irmão bastardo Pete, que gerencia o frigorífico, estava determinado a se vingar e revoltado porque não possuía nada em seu nome, descobriu o tal do deus e o libertou e resolveu voltar à antiga prática da família. Mais um louco pro caderninho dos Winchesters né? Por fim, Pete sequestra Dean, mas Sam rastrea ele pelo celular e vai atrás com o xerife e chegando lá, mata Pete antes que ele mate o irmão e, consequentemente, salva seu irmão de vira comida de um deus meio bode meio gente. E isso foi a história do episódio, bem legal… só que não 😛
O mais legal foram momentos aleatórios tipo quando Pete tá falando do negócio da família e usa aquela quote que define os Winchesters “Saving people, hunting things, the family business” e modifica pra falar do negócio da família Bishop e a cara de Dean de ódio + indignação definiu bem o fandom creio eu rs. Outros momentos engraçados foram quando Dean tava atrás daquela garçonete e Sam tentando fisgar a atenção dele e depois sabendo direitinho qual a cantada que ele ia dar na moça, depois no outro dia ele dando aquele sorriso safado pra Dean e perguntando como foi a noite e Dean como? Empolgadíssimo ahahahahaha.
E por fim, mais um momento bonitinho foi Dean constantemente preocupado com Cas e Sam tentando acalmá-lo, mas claramente com uma pulga atrás da orelha também. Inclusive vamos lançar a campanha aqui “Volta logo, Castiel!” porque a saudade já tá forte aqui no peito.
Pra fechar o episódio, vemos Ketch enganando os meninos e falando que Mick viajou pra Londres a pedidos e quem agora vai tratar com eles será ele e os dois me representaram bastante pela vontade (sqn) de trabalhar com ele e, principalmente, quando ele falou de Mary, arrghh… Sai pra lá, jaburu!
Aaaah! E claro, não podia deixar de falar de um momento bem fofinho que foi Dean e Sam marcando os nomes lá na mesa do bunker e tendo um paralelo com eles pequeninos. Awwwwn, tão meus ♥

Agora, ficaremos 1 semaninha sem Supernatural e parece que voltamos com tudo no próximo episódio no dia 27, com Cas, Kelly, a p*rra toda, ADORO! Me falem vocês se acharam bem parado o episódio assim como eu ou gostaram.

Está no ar o 2º recrutamento de reviewers do Panela de Séries! Venha se juntar a nós paneleiros! Saiba mais clicando AQUI.

gostou da matéria? deixe um comentário!

  • Bruno D Rangel

    Detalhe para os agentes Stark e Martell!

    Sobre a foto, entendi que Ketch ficou intrigado pelo fato de Mary ser a mesma pessoa de anos atrás. Talvez ele entenda que ela também é um “monstro”. Mas talvez eu tenha entendido errado e ele já saiba que ela ressuscitou e realmente guardou a foto de forma afetuosa.

    • Caroline Azevedo

      Esses nomes q eles inventam pros agentes são os melhores, não sei como o povo cai nessa haahahah

      aaaaah verdade, Bruno… não tinha pensado nisso, pode ser isso mesmo, dele ter ficado intrigado por ela não ter mudado nada. Boa sacada!

Caroline Azevedo

Seriadora de carteirinha. Shipper de plantão. Friendsmaníaca. Viciada em música. Feminista. Meu sonho é ser uma Sense8 e me dividir em várias partes para conhecer esse mundão afora, tudo ao mesmo tempo, agora.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu