Posts Populares

Supernatural – S13E21 – Beat the Devil

Supernatural, por que me matou? 

Minha gente do céu, quantos tiros em um episódio só, morri e ressuscitei exatamente como o Sam. Uns tiros foram bons, outros engraçados e outros não tão bons assim e para isso que estamos aqui né? Para falarmos de todos eles. Vou falar primeiro das cenas mais comédias desse episódio que envolveram Gabriel e Rowena. GENTE! Como eu ri com esses dois, nunca nessa minha vida que eu imaginaria esses dois naquele fogo todo um com o outro, dei até uma leve shippada, não pra ficarem juntos na real, mas pra rolar aquela pegação toda de novo. A cara deles quando Cas, Dean e Sam flagram eles saindo todos desajeitados de trás da estante e a cara dos 3 também foi impagável, ainda mais que foi logo depois de “escutarmos os pensamentos” deles um para o outro hahahahaah. É por isso que eu amo essa série, mesmo nos momentos mais tensos, eles tem o humor na medida certa, até na hora que a trupe toda “aterrissou” na realidade paralela eles conseguiram usar da dose de humor fazendo com que Gabriel caísse de cara nas partes íntimas de Castiel! E vamos combinar que o retorno de Gabriel está sendo realmente maravilhoso, não sabia que ele ia agregar tanto à série assim se não já tinha ido protestar a volta dele há muito tempo 😛

Gabena não se destacou apenas na safadeza não, mas a união deles como um todo foi um sucesso. A captura de Lúcifer feita por eles foi maravilhosa, de um poder só com Gabriel reinando demais. SAMBA NA CARA DELE, MIGO! A reação de Lúcifer ao momento ressureição do seu irmão e da bruxa ruiva foi ótima e só comprovou que esses três juntos sempre dão o que falar, mas desde o primeiro segundo que eles capturaram Lúcifer, usaram sua Graça para ir para a realidade paralela e deixaram ele amarrado naquela pseudo corda com Rowena, eu já tinha certeza que ia dar ruim e inclusive vibrei porque estamos caminhando cada vez mais para a realização do meu sonho: a reunião de Lúcifer, Gabriel, Miguel, Jack e Castiel. Só saberei gritar QUE HINOOOO!

Agora vamos falar da parte que SPN chegou e acertou direto no nosso coração, que foi a milionésima morte de Sam. Olha gente, quando eles já na realidade paralela, resolveram entrar naquele bendito túnel com os outros dois jovens, eu já sentia o cheiro da m*rda no ar, mas como com essa série é sempre assim, só me preparei pro tiro da vez. Quando aconteceu a fatídica morte de Sam daquela forma ridícula e rápida, eu inicialmente achei que fosse delírio do Dean com medo de perder o irmão, depois eu achei que tinha acontecido mesmo, mas ele não tinha morrido e que Dean ia trazer ele de volta e por fim, eu fiquei me questionando que jeito que dariam pra trazer meu Sam de volta. Voltando ao mundo real, quando Lúcifer se desprendeu das amarras de Rowena e partiu pra cima dela, aí eu previ tudo, exceto a parte que ele traria Sam de volta para ajudá-lo, eu achei que ele fosse possuir novamente o Sam e para isso, curá-lo antes. Então, até agradeço por não ter sido tão previsível e ter sido melhor ainda do que imaginei. Porém, o que mais me matou disso tudo foi a dor do Dean… minha nossinhora, QUE DOR! Ver meu bebê sofrendo daquela forma, tendo que largar o irmão entregue às moscas, jurando que não o veria mais e tendo a chance de perder sua mãe e seu irmão postiço (vulgo Jack) também, é demais pra minha pessoa. Por que maltratam tanto o meu amor, gente? Ele não merece isso 🙁
E a carinha dele quando encontrou a Mary e ela perguntou do Sam? SOCORRO! :'((((((((
Mas, a coisa mais maravilhosa foi ver a expressão dele quando vi Sam ali vivíssimo e de volta à sua vida, AAAAA ESSES DOIS EU AMO TANTO! *-*
Fora ele, destaco também o desespero de Jack em buscar o Sam e a “tranquilidade” de Mary ao saber da notícia, não é mesmo? Pelo que andei vendo por aí, não só sou que fico bem insatisfeita com esse “jeito maternal” dela rs.

O episódio acabou de uma das melhores formas que foi quando Lúcifer aparece logo atrás de Sam com cara de vencedor, se apresentando para o Jack (AAAAAA) e fazendo a gente ter certeza que Sam aceitou o pacto com ele para ajudá-lo a ter o filho de volta e deu pra sentir daqui o peso de Sam na consciência, mas a bixa não tinha escolha né? Era morrer ou “morrer”. Por que eu amo TANTO odiar esse Diabo, gente? Que ícone de ser espiritual!
Quais foram os momentos preferidos de vocês no episódio? O que esperam pro final da temporada? Comentem aí!

 

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Caroline Azevedo

Seriadora de carteirinha. Shipper de plantão. Friendsmaníaca. Viciada em música. Feminista. Meu sonho é ser uma Sense8 e me dividir em várias partes para conhecer esse mundão afora, tudo ao mesmo tempo, agora.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu