Posts Populares

The Flash – S02E11 – The Reverse- Flash Returns

Isso ai galera, The Reverse-Flash voltou e deu uma sacudida com o Team Flash. #ADEUSPATTYSó um adentro, uma coisa que me incomoda muito com séries de super-herói é a forma errada como misturam drama, ação e surrealismo. Para quem acompanha as reviews do Panela, sabe o quanto gostava do único casal que realmente mostrou uma química surpreendente e interessante, mesmo sabendo da história por trás dos quadrinhos. E o que aconteceu no final desse episódio foi decepcionante e triste. Infelizmente, assim como Arrow, The Flash erra muito nos dramas, e pra piorar, não sabe aproveitá-los direito quando dão certo. #Parry

normal_FLA211a_0429b

O episódio começa com Barry respondendo a um chamado de furto de caminhão sem freio e sem motorista(?). Nosso herói, claro, consegue pará– lo , mas pouco sabe que esta sendo seguido por Eobard Thawne do futuro. Enquanto isso, cisco e Wells tentam encontrar um jeito de ajudar o velocista a deter Zoom e então decidem explorar mais as “vibrações” de Cisco para tentar descobrir algo. Nessa tentativa, Cisco descobre que o Flash Reverso está de volta, o que confunde a cabeça de todos no Star Labs. Mas vamos a uma das mais interessantes explicações da série. Aquele Eobard Thawne seria a primeira vez que o vilão teria viajado no tempo, que no caso, era o tempo após ele mesmo já ter morrido no passado. Entendem? Pra ser mais claro, aquele era um resquício temporal, algo que aconteceria para permitir o passado, o futuro e o presente da realidade que vivem acontecer. Algum desses paradoxos malucos da física quântica.

1 2

E quando falamos de física, logo lembramos da química entre o casal Barry e Patty, dessa vez separados. Depois de todas as confusões e brigas internas de Barry, a detetive decide ir embora e se tornar uma CSI, mas é claro que ela esperava mais do herói. Como disse na review do ultimo episódio antes do hiatos de natal, como uma detetive diante a tudo que Flash fazia por ela, nunca desconfiou do próprio namorado? Eis o que aconteceu, enquanto Allen resolveu não contar sua verdadeira identidade, Patty já estava mais do que desconfiada e resolveu investigar seu namorado antes de ir embora de Central City. E é claro que ela descobriu que Barry era o herói e ela estava mais certa disso do que nunca. Então, a garota decide tentar arrancar a verdade e ficar ao seu lado na cidade combatendo o crime. Novamente, o drama terminou no desfecho do casal que aparentemente, chegou ao fim de vez com a ida de Patty, que cria uma situação para poder se despedir de Barry e Flash ao mesmo tempo. Sentiremos falta desse casal.

Catlin ainda tenta encontrar alguma forma de ajudar Jay a achar uma cura para sua doença. Uma das soluções que a pesquisadora encontrou foi tentar achar o “sósia” do ex velocista na Terra 1. Tentativa frustrada já que as células do personagem foram alteradas quando este ainda era um Flash e por isso, de nada adiantaria usar outras células. Seguimos com a storyline de Cisco e Harry que tem apresentado uma conexão maravilhosa e divertida, dando uma dinâmica diferente para a série. Cisco agora descobre que consegue ver além e ter visões sobre o futuro. Barry, sabendo dos planos de Eobard , decide agir e impedir o vilão de voltar ao seu tempo. Depois de uma briga um tanto quanto fraca, ele consegue prender o Flash Reverso, que finalmente conta sua história (Diga-se de passagem, bem parecida com os quadrinhos). Eobard era fascinado pelo Flash, seu sonho era ser ele. O cientista conseguiu remontar a explosão e obter os poderes de Barry, querendo então, não ser mais o herói, e sim melhor que ele. Por isso, decide voltar no tempo para descobrir a história do garoto e se tornar seu maior rival.

12-29

Ai chegamos ao paradoxo que foi o final desse episódio. Cisco foi o responsável por mudar algo que já estava para acontecer no futuro, prendendo o Flash Reverso. Entretanto, o que eles não esperavam que essa mudança no presente, iria alterar a linha do tempo do presente, mudando toda realidade como eles conhecem e fazendo Cisco “sumir” da existência. Logo, para salvá-lo, Barry decide ajudar Eobard a voltar ao seu tempo para que tudo voltasse a acontecer da forma que deveria acontecer. E foi a partir dai que o vilão decide matar Sarah Allen, roubar o corpo de Dr. Wells. Agora tudo faz sentido e me deixou fascinado e esse link temporal na história da série. Muita gente está criticando esse roteiro, mas continuo fascinado com essa loucura de viagem no tempo e paradoxo temporal que a série traz. Claro, quero deixar aqui minha revolta pela saída de Patty e espero logo sua volta. Por enquanto é isso, até a próxima review ! Não teremos considerações finais por luto a Parry, fiquem com a promo do próximo episódio!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Carlos Alberto

Estudante de Engenharia, amante de música, viciado em séries e programas de TV! Fã de carteirinha de The 100, Flash, Game of Thrones e etc, se arrisca escrevendo reviews de suas séries favoritas!


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu