Posts Populares

The Four: Battle For Stardom – S01E01 – Week One [SERIES PREMIERE]

É reality que você quer, @?

O ano começou e com ele as novidades na TV. E depois de ter passado o American Idol pra frente, a FOX foi atrás de um novo formato de reality musical pra preencher sua programação. The Four: Battle for Stardom é o reality que mistura um pouco do Six Chairs Challenge, do The X Factor, com os Knockouts, do The Voice. O resultado a gente confere já já.

Antes, vamos conhecer a bancada, que vem com DJ Khaled, Sean “Diddy” Combs, Meghan Trainor e Charlie Walk. Num primeiro momento, podemos dizer que a escolha pros nomes da bancada é ótima, do ponto de vista da qualidade, uma vez que tanto DJ Khaled quanto Diddy são produtores renomados, Charlie Walk representa a gravadora Republic Records, e Meghan Trainor ganhou o Grammy de Artista Revelação há pouco tempo. Logo, cada membro da bancada pode colaborar no desenvolvimento do artista revelado pelo programa. Mais no fim, analisamos como foi o desempenho da bancada nesse primeiro programa.

Apresentado pela maravilhosa Fergie, The Four tem a seguinte dinâmica: são 4 artistas pré-selecionados pela bancada que sentarão nas cadeiras que levarão os candidatos pra final. A cada programa, candidatos vem mostrar seu potencial pros jurados, a fim de buscar uma chance de desafiar um dos 4 escolhidos, que já estão sentados. O vencedor de cada desafio é determinado pelo público presente na plateia. Lembrando que cada cadeira pode ser desafiada apenas 1 vez por programa.

Sem mais delongas, vamos analisar essa estreia e espero que vocês possam acompanhar conosco. Após meus comentários, vou seguir meu sistema de avaliação com os “círculos” do programa. Se tiver apenas 1 círculo, quer dizer que não curti, enquanto se tiver 4 círculos, quer dizer que amei demais.

O programa começou com os 4 pré-selecionados se apresentando ao som de “Can’t Stop The Feeling”, de Justin Timberlake. Uma performance sem nada demais, mas que pudemos ver mais de Lex Lu, Elanese Lansen, Blair Perkins e Ash Minor. Nesse primeiro momento, Elanese foi a que me chamou mais atenção, porém uma pergunta fica no ar: como foram selecionados esses 4 iniciais? Na minha opinião, os 4 lugares poderiam começar vazios, e sendo preenchidos aos poucos, com candidatos de qualidade. Assim, ficou muito aleatório, uma vez que nem vimos o potencial de cada candidato selecionado. Segue o baile!

TYLER GRIFFIN – “TALK DIRTY” BY JASON DERULO

O primeiro candidato é Tyler, que vem de New Jersey e uma vez fez o tema de campanha pro prefeito de sua pequena cidade. Agora vejam aqui, eu achei a apresentação dele bem mediana, mas não sei se ele tem o que é necessário pra desafiar um dos pré-selecionados, pois não sei do que eles são capazes. Enfim, achou que faltou fôlego pra Tyler. Ele quis inovar, acabou saindo do ritmo e fazendo uma apresentação just ok, sem nada demais.

Pra ter a chance de desafiar um dos que já estavam sentados, Tyler precisava da aprovação dos 4 jurados, mas não convenceu Charlie Walk e acabou ELIMINADO.

ZHAVIA – “LOCATION” BY KHALID

Com apenas 16 anos, Zhavia tem um estilo diferenciado e uma voz de arrepiar. Muito bem afinada e com uma escolha musical inusitada, pra mim, ela surpreendeu os jurados e o público, entregando uma performance cheia de swing, atitude e qualidade vocal. Com isso, Zhavia convenceu os 4 jurados e teve a chance de desafiar um dos escolhidos…

ELANESE – “ÉCHAME LA CULPA” BY LUIS FONSÍ FT. DEMI LOVATO

VS

ZHAVIA – “UNFORGETTABLE” BY FRENCH MONTANA FT. SWAE LEE

E que desafio minha gente! Aproveitamos pra conhecer um pouco mais de Elanese, que quer trazer mais da cultura latina para o programa. E nessa pegada ela faz uma apresentação bem gostosinha do mais recente hit de Luis Fonsí e Demi Lovato. Eu gostei, senti ela bem segura, mostrando um potencial enorme, apesar da escolha musical comprometer um pouco. A proposta dela de ficar presa na música latina também me incomodou um pouco, porque isso acabaria fechando portas pra ela.

Zhavia seguiu na mesma linha que apresentou antes, embora com menos qualidade. Eu amo a música escolhida por ela, mas pareceu que ela fez a mesma apresentação de antes. Faltou um pouco mais de dinâmica de voz e de palco agora, além de se conectar mais à música e passar sua mensagem.

E o público decidiu que Zhavia deveria ocupar o lugar de Elanese, sendo ela a primeira dos escolhidos a ser ELIMINADA! Com isso, Zhavia não pode mais ser desafiada neste episódio.

ANTHONY HALL – “FEEL IT STILL” BY PORTUGAL. THE MAN

Se engana quem pensa que Anthony é mais um daqueles caras que curte ficar tocando baladinhas no violão. Natural da Flórida, Anthony trouxe uma música bem inusitada pra tentar seu lugar ao sol entre os escolhidos. Eu gostei do timbre dele, da desenvoltura dele no palco, mas por outro lado achei que ele estava forçando um estilo que não é dele. Algo naquela apresentação não encaixou.

Rolou um atrito ali no palco entre Charlie Walk e Anthony, já que o candidato já teve uma chance na gravadora de Charlie mas não deu certo. Enfim, com apenas 2 votos positivos, Anthony foi ELIMINADO!

ILLAKRISS – “LET’S GROOVE” BY EARTH, WIND & FIRE

Do Texas, Illakriss veio passar vergonha no palco. Com essa música da década de 80, ele fez uma apresentação pavorosa, parecendo mais um show de comédia. Olha, não sei se eu crítico o estilo dele, a presença de palco ridícula, o timbre chatíssimo… Eu odiei, assim como Charlie Walk. Mas aí a palhaçada começou. Diddy se achou o dono da bancada e quis por que quis dar uma chance pra Illakriss desafiar um dos escolhidos. Olha, coragem viu! Charlie foi na de Diddy e eles acabaram abrindo brecha pra qualquer merda ter chance de chegar ali e passar. Eis que Illakriss desafiou Lex Lu.

LEX LU – “WILD THOUGHTS” BY DJ KHALED FT. RIHANNA & BRYSON TILLER

VS

ILLAKRISS – “SPECIAL DELIVERY” BY G. DEP

Bom, esse desafio nem deveria ter rolado, mas já que rolou vamos falar que Lex Lu me surpreendeu. Ela segue o caminho de outras rappers como Nicki Minaj e Cardi B, trazendo seu gingado e sua atitude pro palco. Gostei da escolha musical, que já puxou um pouco do saco de DJ Khaled. Não foi minha apresentação preferida da noite, mas já era o suficiente pra massacrar o embuste.

Gente, me desculpa, mas eu nem vou perder tempo falando da apresentação de Illakriss porque seria repetitivo. Ele fez mais do mesmo, com aquela postura horrível no palco, escolhas musicais questionáveis e aquele timbre uó. Não dá pra defender.

Com isso, pelo bem de nossos ouvidos, o público decidiu manter Lex Lu entre os escolhidos, sendo Illakriss ELIMINADO! Tinha nem que tá aqui, queridinho! Lex Lu, assim como Zhavia, não pode mais ser desafiada nesse episódio. E ficou se achando horrores!

VALENTINA CYTRYNOWICZ – “GREEN LIGHT” BY LORDE

Filha de um brasileiro e com apenas 19 aninhos, Valentina chegou linda no palco exaltando a Bossa Nova. Já amei! Com esse hino do último álbum da Lorde, Valentina fez uma apresentação de respeito, pra apagar da nossa mente o desastre chamado Illakriss. Voz linda, com inflexões maravilhosas, Valentina se entregou no palco, rolando até uma dancinha. Notas perfeitas e segurança foi o nome da apresentação.

Infelizmente, a bancada se desentendeu de novo, com Diddy mais uma vez se achando o dono da razão e destruindo a menina ali no palco, falando que ela foi um lixo, deixando Charlie irado, uma vez que ele deu chance pro horrível Illakriss. Aí foi a vez de Khaled passar vergonha e meter Zhavia no meio, que só falou besteira também. Enfim, eu fiquei irado com a decisão, mas Valentina foi ELIMINADA.

SAEED RENAUD – “RUN TO YOU” BY WHITNEY HOUSTON

Do Brooklyn, Saeed foi uma das minhas decepções na noite. Calma, eu adorei a apresentação, a voz, o carisma, a emoção… Mas odiei a escolha musical. Até então estávamos vendo um programa que fugia do óbvio, que não pecava pelas escolhas musicais datadas, chatas, que estamos cansados de ver. Mas aí Saeed me vem com Whitney Houston? Socorro! Me ajuda a te ajudar, amigo. Como disse, a escolha musical acabou com a apresentação dele, pra mim. No entanto, pros jurados, só faltou lamber o pé dele, resultando na chance de desafiar um dos escolhidos.

BLAIR PERKINS – “STAY WITH ME” BY SAM SMITH

VS

SAEED RENAUD – “LOVE ME AGAIN” BY JOHN NEWMAN

Olha, Blair me surpreendeu. Com uma música bem emocional ele conseguiu colocar sua voz, fez inflexões muito legais, transbordou emoção e até se jogou no chão. A escolha musical dele me surpreendeu, e achei que encaixou bem. Aliás, posso comentar da semelhança física dele com o Thiaguinho? KKKKKKKKKKKKKK

Agora sim, Saeed! Com uma música atual, diferenciada, ele mostrou algo que vale a pena exaltar. Teve a emoção, teve o alcance vocal, teve a presença de palco, que antes havia sido ofuscada pela escolha musical terrível. Eu adorei, apesar de faltar fôlego em alguns momentos.

No último desafio da noite, o vencedor já estava definido antes mesmo de começar. Saeed acabou sendo preferido pelo público e Blair foi o segundo pré-selecionado ELIMINADO do programa. Agora só restam Lex e Ash pra defender seus lugares, apesar que acho que ambos não vão muito longe.

.

E dessa forma o primeiro programa termina: Lex Lu, Ash Minor, Zhavia e Saeed Renaud são os escolhidos por hora. Será que conseguirão manter seus lugares até a final?

Avaliando a proposta do programa, eu achei bem interessante. Em um primeiro momento temos o poder de decisão na mão dos jurados, mas depois na mão do público. Isso equilibra o poder de escolha e dá a chance de alguém popular chegar à final.

Por outro lado, odiei a interação da bancada. Que decepção foi o Diddy! Arrogante, forçando a barra em vários momentos, se sentindo o dono da bancada, não rolou. DJ Khaled em alguns momentos me irritou também, quando levantou pra andar pelo estúdio gritando, quando jogou a bola da eliminação da Valentina pra Zhavia… nada a ver. Por fim, Meghan e Charlie foram meus preferidos, se mostraram profissionais, apesar de Charlie ainda necessitar de mais carisma.

E o que vocês acharam da estreia? O programa tem futuro? Será que veremos outros estilos além do R&B e do Hip Hop sendo valorizados? Até porque todos os cantores pop que tivemos até então foram eliminados. Fiquemos de olho!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Gerson Elesbão

Um @gerson incomoda muita gente, um @gersonrealoficial incomoda incomoda incomoda muito mais! É DC, é Marvel, é Netflix, é reality. Se a série for boa, chama no probleminha, bebê!


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu