Posts Populares

The Four: Battle for Stardom – S01E02 – Week Two

O negócio esquentou!

Se na semana passada a estreia tinha mostrado potencial, dessa vez o programa pegou fogo! Teve desafio épico, teve pisão, teve surpresa e teve gente passando vergonha, pra variar. Calma, se você não tá entendendo nada, clica AQUI e confere o que rolou na semana passada!

Basicamente, The Four: Battle for Stardom é o reality que mistura um pouco do Six Chairs Challenge, do The X Factor, com os Knockouts, do The Voice. A bancada é formada por DJ Khaled, Sean “Diddy” Combs, Meghan Trainor e Charlie Walk, e o programa é comandado pela belíssima Fergie. A dinâmica é a seguinte: a cada programa, candidatos vêm mostrar seu potencial pros jurados, a fim de buscar uma chance de desafiar um dos 4 escolhidos, que já estão sentados. Para tal, eles devem ganhar aprovação dos 4 membros da bancada. O vencedor de cada desafio é determinado pelo público presente na plateia. Lembrando que cada cadeira pode ser desafiada apenas 1 vez por programa.

Na semana passada, as 4 cadeiras terminaram com Lex Lu, Ash Minor, Zhavia e Saeed Renaud. E eles começaram o programa com uma apresentação bem fraquinha, onde deu pra ver que Ash e Lex nem deviam tá ali mesmo. Confira:

Chega de enrolação! Lembrando que após meus comentários, vou seguir meu sistema de avaliação com os “círculos” do programa. Se tiver apenas 1 círculo, quer dizer que não curti, enquanto se tiver 4 círculos, quer dizer que amei demais. A partir dessa semana terei um comentarista me ajudando a analisar as performances. O comentarista de hoje é o Nicolas!

Você confere o episódio completo abaixo:

CANDICE BOYD – “I’M GOING DOWN” BY MARY J. BLIGE

Gerson: O programa já começou bom com Candice! Com uma voz linda, potência e controle vocal, ela escolheu um clássico do R&B e arrasou. Sinceramente, essas escolhas musicais muito clichês, assim como foi Saeed com Whitney semana passada. Mas em ambos os casos não dá pra negar que um bom trabalho foi feito. Nesse caso, gostei mais de Candice, pois ela conseguiu passar mais a mensagem da música e me emocionar. Com aprovação (lógico) dos 4 jurados, ela teve a chance de desafiar um dos escolhidos…

Nicolas: Achei o timbre dela maravilhoso, e a escolha da música melhor ainda. Eu pensei que ela fosse crescer um pouco mais durante a performance, mas na verdade isso era por puro gosto pessoal, gosto das versões mais exageradas dessa música… fora isso, Candice mandou muito bem nos vocais, e interpretou muito bem a letra da música. Foi uma ótima forma de começar o segundo programa

 

ASH MINOR – “ADORN” BY MIGUEL

VS

CANDICE BOYD – “DANGEROUS WOMAN” BY ARIANA GRANDE

Gerson: Olha… eu queria saber quem disse pro Ash que ele é bom. Que bosta de performance! Cheia de melismas, cheia de firulas, tudo desnecessário. Uma música incrível destruída dessa maneira. Ele não passou a mensagem da música e ainda fez a performance ser maçante. Odiei!

Nicolas: Sinceramente? não sei o que ele estava fazendo ali ainda… desde a performance em grupo do primeiro programa o timbre dele ja não me agradou, e depois dessa performance só tive mais certeza de que ele não merecia estar ali. Enfim, além de exageros, ele perdeu o folego em alguns momentos, foi tudo um desastre pra mim.

 

Gerson: Aí veio Candice, que também não foi bem como na primeira música, mas esmurrou Ash sem dó. Acredito que a escolha musical aqui não tenha sido uma boa, pois ela quis alongar as notas e faltava ritmo. Enfim, eu gostei, mas senti que faltou mais atitude, já que a música pede.

Nicolas: Não é uma música facil de cantar, e eu pensei que Candice não ia dar conta, mas novamente me surpreendeu. Gostei das mudanças que ela fez na música, pois isso ajudou ela a ir crescendo durante a performance, e teve um final ótimo. Concordo com a Meghan que ela precisa melhorar na presença de palco, mas achei apenas isso como “negativo” na performance.

 

Após as apresentações, o público decidiu quem seria o primeiro vencedor da noite. E não deu outra: Candice venceu e roubou o lugar de Ash, sendo mais um dos pré-escolhidos eliminado. Ash ELIMINADO, graças a Deus, e Candice garantindo seu lugar na próxima semana, não podendo mais ser desafiada hoje.

STEVIE BROCK – “SUGAR” BY MAROON 5

Gerson: Olha o pop aí minha gente! Stevie super simpático chegou e eu já gostei dele de cara. A escolha musical é maravilhosa, mas não deu certo pra ele. Acabou derrapando em algumas notas, e faltou aquele breakout moment, pra ele se destacar e fazer uma performance grandiosa. Mas o que mais me incomodou aqui foi as caras e bocas de Diddy. Meu Deus, que nojo tô pegando desse homem! Ele parece que abomina o pop e só o que vale é o rap, hip hop e R&B. Escroto!

Nicolas: Gosto muito dessa música, mas não acho que seja a melhor escolha para apresentar em reality, principlamente por não ter um momento marcante. Stevie foi bem nos vocais, conseguiu acertar nos falsetes que são mais complicadinhos, e teve uma boa presença de palco, mas fez uma performance muito linear.

 

Sem chance alguma, Stevie foi o primeiro candidato a receber 4 “nãos” e saiu ELIMINADO do programa. Tão simpático, mas tão cagado…

CHEYENNE ELLIOTT – “WINGS” BY LITTLE MIX

Gerson: Mais pop, amém! Tô gostando de ver o gênero ser mais representado no programa de hoje. Cheyenne tem uma voz incrível, também tem muito alcance e controle vocal. Porém, a escolha musical totalmente equivocada né, pois ela quis alongar as notas a todo momento e a música é rápida demais pra isso. Pelo trabalho bem feito (e por ser neta de Dionne Warwick e prima de Whitney Houston), Cheyenne conseguiu o direito de desafiar um dos escolhidos…

Nicolas: Cheyenne tem um timbre muito bonito, mas pecou na escolha músical. Não gostei muito das mudanças que ela fez na música, pois em algumas partes ela parecia se atrasar na música, e dps corria pra voltar pro tempo. Mas amei o vocal dela, tem um ótimo alcance, e acho que ela tem chances de ir longe.

 

LEX LU – “BAD AND BOUJEE” BY MIGOS

VS

CHEYENNE ELLIOTT – “TOO GOOD AT GOODBYES” BY SAM SMITH

Gerson: Vamos começar falando do desastre que foi Lex Lu. Primeiro que eu vejo zero autenticidade nela. Toda hora me lembra Nicki Minaj e Cardi B. Enfim, ela se cagou toda com a música, quis fazer as próprias rimas e foi uma bosta total. Eu estaria envergonhado, se fosse ela.

Nicolas: Ela é muito fraquinha gente. Eu adoro rap, mas não vejo nada de originalidade nela, além de me irritar bastante com o timbre. Pra piorar ela conseguiu esquecer a letra, foi pessima no improviso, e só salva a presença de palco mesmo.

 

Gerson: Já Cheyenne foi muito melhor do que na primeira música. Dessa vez ela conseguiu fazer o que se propôs, passando emoção na sua música, e colocando seu próprio estilo na interpretação. Mais uma amostra de um desafiante esmurrando um escolhido. Amém!

Nicolas: Agora ela se tornou minha preferida de vez! Escolha musical muito boa, focando mais no vocal e na emoção, e ficou claro que essa é a praia de Cheyenne, e não o estilo escolhido na primeira performance. Amei, e se ela não ganhasse esse duelo eu ia embora.

 

E lá se foi a última pré-escolhida. Cheyenne venceu o desafio e Lex Lu foi ELIMINADA, antes tarde do que nunca. Com isso, Cheyenne também não pode mais ser desafiada na noite de hoje. Mas deixa eu falar aqui do ranço que peguei pela Zhavia se metendo e falando que Cheyenne não merecia vencer, que Lex Lu era muito melhor. Meu Deus, minha filha! Se ponha no seu lugar! Já quero eliminada pra ontem!

COCOA SARAI – “JEALOUS” BY LABIRINTH

Gerson: Que moça linda! De cara, uma coisinha já me incomodou em Cocoa: ficar jogando a história da mãe morta por câncer a toda hora, pra comover os jurados. A apresentação ia bem, ela tem uma voz potente demais, mas acabou se emocionando e várias notas saíram rasgando, fazendo a apresentação terminar sofrível.

Nicolas: Amo essa música, e achei uma escolha muito boa para o timbre de Cocoa (lindo inclusive). Ela tem uma boa tecnica vocal, uma voz potente, e sentiu cada palavra da música. Entendo os erros vocais que ela teve, justamente por estar muito emocionada, e eu acabei me emocionando junto.

 

Os jurados não se deixaram levar pela emoção que Cocoa trouxe, e com isso ela foi ELIMINADA sem a chance de desafiar algum dos escolhidos.

KAYLA EMBER – “BAD AT LOVE” BY HALSEY

Gerson: Oh a bad bitch aí! Gostei muito da escolha musical de Kayla, e achei que ela segurou bem a marimba. Controlou a respiração nas estrofes mais rápidas, alcançou as notas corretas no refrão, se divertiu, dominou o palco. Na minha opinião, ela merecia fácil a chance de desafiar um dos escolhidos…

Nicolas: Gente, que escolha musical ótima, se diferenciou muito bem dos participantes anteriores. Kayla teve bastante presença de palco, tem um timbre maravilhoso, um alcance bom, e o melhor de tudo é que a voz dela é bem limpinha. Foi minha segunda preferida da noite.

 

Porém, os jurados discordaram de mim e Kayla acabou ELIMINADA. Olha, zero critérios né, porque Cheyenne foi bem pior e teve a chance de desafiar. Enfim, mais uma cagada da bancada, mas fazer o quê.

JASON WARRIOR – “LOVE ME NOW” BY JOHN LEGEND

Gerson: Candidato do The Voice na área, minha gente! Clique AQUI pra conferir a apresentação de Jason lá no outro reality. Mas falando de Jason aqui, eu até gostei dele. Apesar dos exageros, que as vezes soam até caricatos, ele é vocalmente muito bem e consegue entregar bem a mensagem da música. Agora, tô chocado que ele só tem 23 anos, com essa cara de velho… HAHAHAHA Enfim, ele conseguiu a chance de desafiar um dos escolhidos…

Nicolas: Aaaa, eu amava ele no The Voice Us, e essa performance aqui conseguiu superar tudo que ele apresentou lá! Eu amo exageros, ou seja, Jason ja é uma das minhas maiores torcidas aqui! Eu acho que ele é um artista pronto já, mas infelizmente não o vejo fazendo sucesso. Espero estar errado, pois quero ver ele por mais alguns eps.

 

SAEED RENAUD – “SUPERSTITION” BY STEVIE WONDER

VS

JASON WARRIOR – “RADIOACTIVE” BY IMAGINE DRAGONS

Gerson: Saeed conseguiu me contagiar mais uma vez. Arrasou na voz, na presença de palco, na atitude… Mas que porra de escolha musical datada foi essa? Eu não aguento essas coisas. A gente quer ver algo atual, algo que o mercado compre, que possa diferenciar The Four de outros programas musicais. Daqui a pouco vai ser festival de “I Have Nothing” e “I Will Always Love You” naquele palco. Deus me livre!

Nicolas: Acho o timbre do Saeed bem comum, talvez seja por isso que eu não tenha me apegado a ele. Mas enfim, não suporto essa música, e apesar dele ter tido uma boa presença de palco, e vocais consistentens, não me agradou muito.

 

Gerson: Aí vem Jason com algo diferente. Foi bem ousado, mudou totalmente a música e fez uma versão exagerada, como na primeira apresentação dele. Mas pelo menos ele saiu da zona de conforto, trouxe algo atual, colocou sua cara. Tirando que ele estragou esse hino, a voz tava boa, a atitude e presença de palco maravilhosas.

Nicolas: Como eu disse antes, eu amo exageros, mas não posso dizer o mesmo aqui kkkk. A escolha musical me surpreendeu bastante, mas não curto quando fazem muitas mudanças nessa música, e os exageros vocais dele não deram certo aqui. Novamente foi muito bem na presença, mas podia ter feito um pouco menos nos vocais.

 

Pra encerrar a noite, depois de DJ Khaled praticamente ter babado e babado em cima de Saeed (me poupa, vai), o público decidiu que Jason foi o vencedor do desafio. Com isso, Saeed foi o primeiro desafiante ELIMINADO das cadeiras.

.

E o programa terminou assim, com as cadeiras cheias de novos integrantes: Cheyenne Elliott, Candice Boyd, Zhavia e Jason Warrior. As mulheres dominando, mas será que alguma delas chega na final?

Bom, achei essa semana melhor que semana passada, com candidatos bons tendo a chance de desafiar alguns embustes que estavam sentados. Mas acho que ainda falta mais respeito dos jurados com os candidatos, principalmente Diddy e Khaled. E acho que falta dar mais abertura pra outros estilos musicais, como o rock, como o reggae e como o country.

No geral, o grande destaque pra mim segue sendo Fergie, que inclusive se emocionou com a eliminação de Saeed. Ela tá mandando bem no comando do programa e tá arrasando ali no palco. Gostei muito.

E o que vocês acharam dessa semana? Dá pra melhorar né?

Nos vemos semana que vem!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Gerson Elesbão

Um @gerson incomoda muita gente, um @gersonrealoficial incomoda incomoda incomoda muito mais! É DC, é Marvel, é Netflix, é reality. Se a série for boa, chama no probleminha, bebê!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu