Posts Populares

The Gifted – S02E01 – eMergence (SEASON PREMIERE)

Mutantes? Temos!

Pensaram que não iriamos cobrir ‘The Gifted’ este ano?  Pensaram errado, babys hahaha.  Finalmente a série derivada do universo dos X-Men, retornou para nós. Após fechar sua primeira temporada de forma promissora, ‘The Gifted’ deu início a mais uma season de uma forma tão intrigante quanto terminou seu primeiro ano.  Digo intrigante por questões explícitas (ao menos para mim): a série nos entregou um episódio que dá margens a tramas grandiosas.

Aqui, nos vemos seis meses depois de sua ‘season finale’ e vemos uma Polaris perto de dar à luz. Assim como na primeira temporada, por esse primeiro episódio que os roteiristas vão continuar com abordando de uma forma forte, o preconceito e o ódio, além da intolerância e reflexões, principalmente dos seus  protagonistas que questionam sua posição no mundo  o tempo todo. O que me faz ficar ainda mais satisfeito com a série. Essa é a premissa dos X-Men e é sempre necessário ter esses assuntos explorados.

‘eMergence serviu para trazer o quanto abalados estão os personagens da resistência após a partida de Andy e Polaris ao Clube do Inferno, além das evoluções grandiosas dos seus protagonistas. A série hoje, está ainda mais O fato seus personagens vestiram seus papéis e fazerem os mesmos acontecerem é massa de se assistir.  Em especial Caitlin e Eclipse. A veracidade passada por eles me fez ficar surpreso. Cait, no primeiro ano, tinha mostrado que sua personagem era necessária para dar um suporte que os personagens (principalmente sua família) precisavam. No entanto, sem Andy, ela se elevou a um  patamar e nos fez ver uma mãe disposta a passar por cima de tudo e de todos para conseguir pelo menos uma mísera resposta sobre seu filho.

Elipse, por sua vez, vem crescendo desde o fim da primeira temporada. Nesse episódio, eu consegui me conectar com a dor da saudade de Polaris e principalmente da sua criança. Sean Tale realmente fez um bom trabalho como ‘pai que só queria saber como anda seu filho’.

Os demais trouxeram mais segurança desenvoltura. Destaque para Lauren, que me pareceu estar dominando seus poderes perfeitamente bem.  Ah, não posso deixar de trazer que Any teve um retorno absolutamente radical. Seu novo visual quebra toda a imagem infantil que tínhamos dele e isso é bacana de se ver. Já que falei do drama em torno da família, tenho que comentar sobre o Reed. Seus poderes estão retornando. O que me faz feliz só de imaginar a grandiosidade dos mesmos.

O grande destaque do episódio ficou por conta de quem?  Dela mesmo, a dona e proprietária da série: Polaris e seu parto, claro. O nascimento da sua filha foi tão estrondeante que a mais nova personagem apresentada, Reeva,diretora do Clube do Inferno e uma vilã que nos renderá ótimos plots, juntamente as irmãs Cuckoos, tiveram de preparar um lugar forte o suficiente para Polaris e seu poder magnético gigantesco não destrua toda a cidade.Enfim, o que eu posso afirmar é que da pequena Dawn trará um novo rumo a série, rumo qual eu estou um tanto curioso para ser apresentado.

Por fim, vos digo que ‘The Gifted’ teve uma boa season première e eu já estou completamente animado para saber o desenrolar das tramas futuras da série. Obrigado por ter acompanhado a review, espero que tenham gostado da mesma, comentem o que acharam desse primeiro episódio e até mais. Tchau, tchau.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lucas Salles

Um baiano que é capricórniano, aspirante a jornalista, que ama festas, viagens assistir a sériados, ver uma boa treta e realitys shows! Ah, eu sou tirado a figura pública também, viu? Vão no instagram, busquem por @eulucassalles e vem seguir o paneleiro mais sã que já existiu, sqn!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu