Posts Populares

The Last Ship – S04E04 – Nostos

Que squad!

Com uma temporada bem “ok” para o que essa série já nos mostrou e tudo caminha para ser uma temporada fraca, talvez porque ainda não achei a história bem redondinha, mas tomara que venha essa reviravolta e mude tudo, mostrando o que a série pode nos proporcionar.

Com o sumiço do Mike, todos se concentram para encontrar ele e também as sementes que podem salvar o mundo, mas quando digo todos, não se limita a apenas aos marinheiros, mas sim também ao povo do Giorgio, que logo no início do episódio descobrimos que ele é capitaneado pelo seu pai, que até conheceu o Tom antes de uma luta. Para encontrar o Mike e os marinheiros mais rápido o Giorgio até se aliou ao povo do Omar em troca de dinheiro, mas a equipe da também tinha um plano, mais arriscado pelo número pequeno de pessoas com eles, que inicialmente deu tudo errado em um primeiro ponto de encontro, pois até o helicóptero foi atacado, fazendo todos eles recuarem, inclusive o helicóptero. O Mike que já estava pouco lascado, por onde andava estava deixando sua marca, até que ele invadiu uma casa e caiu desmaiando, de forma bem exagerada pela série o desmaio, nada natural.

O Mike já estava lascado, mas a mulher acabou ajudando ele muito até dando um chá alucinógeno para ele, só que logo em seguida o Omar e seus homens chegaram o procurando e ele começou a ter alucinações, que achei bem desnecessário mostrar isso e não mostrar ele fugindo, tampouco mostrar o Omar matando a mulher, mas aquilo foi uma dica para mostrar que ele estava perto. A Lúcia tinha como missão destruir o navio norte-americano e me surpreendeu com a aliança deles com os gregos ou helênico, mesmo já tendo mostrando antes, mas a influência era demais, tendo até um navio a disposição, mas sorte dos americanos é que o navio era mais antigo e não os rastreou rápido, ao contrário do americano que logo que o acharam, colocou o navio em defesa e silêncio 1. A Sasha estava bem desconfiada do Tom em relação a tudo, mas ao meu tempo eu via raiva, onde até a liderança ela queria tomar, apesar que o Tom não estava oficialmente lá.

As alucinações do Mike durante o episódio só serviram para deixar o episódio ainda mais chato do que estava e uma forçada sem tamanho, porém serviu para mostrar ele pegando um espelho na qual ele usou como reflexo para comunicar com o navio e levar todos que estavam na terra firme para o alto da catedral que depois de muitos tiros conseguem entrar, porém ficam encurralados e nesse momento o Giorgio comete um erro sem precedentes que é atirar no Omar achando que o mataria. O helicóptero que iria salvar a equipe em solo estava em maus bocados e achei genial como eles escaparam em uma cena muito bem-feita no ar, fazendo eles fugirem da mira do navio grego, mas não por muito tempo e ainda os colocando em risco pois foi mostrado o local deles. Uma coisa bacana que me surpreendeu foi a Lúcia mega entendida em assuntos de guerra.

Ao verem o navio, os gregos atacaram sem piedade, aí vem a inteligência da Sara, que arrasou fazendo com que o navio virasse tipo fantasma, chocando os gregos, que hino! Mas a minha preocupação estava no Mike louco de alucinações e todos os amigos cercados por inimigos, onde só o helicóptero podia salvar todos eles e na hora da batalha e com muitos tiros, o Mike só vivia tendo alucinações, fazendo com que a série nem mostrasse a derrota do pessoal do Omar/Giorgio e nem como subiram todos eles em um helicóptero, totalmente mal feito, mas deixou a equipe do Giorgio sem poder fazer nada, pois como derrubaria, porém, acho que vão tentar uma infiltração no navio. Por fim eles voltaram par ao navio, onde tentaram passar uma emoção que não existiu, infelizmente, mas gostei da parte que o Jeter fez continência para o o Tom, que na vida real creio que não voltaria ao comando do navio.

Talvez esse tenha sido um dos episódios mais fracos da história de The last Ship, porque além de ter certeza o episódio todo que o Mike iria morrer por causa das alucinações extremamente sem graça que aprecia uma despedida e nesse episódio tiveram fracas cenas de ações, porem tanto a parte do helicóptero quanto do navio achei ótimas e salvei, além de mostrar cada vez mais a importância das mulheres na marinha e também do trabalho em grupo, mas vamos torcer para melhorar e que não seja o britânico traindo os americanos.

Então é isso, um forte abraço e até mais.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Phelipe

Bacharel em Direito, Cruzeirense, polêmico quando deve ser, além de muito confuso, autêntico e um pouco louco. Começou o seu amor por série com Prision Break e depois disso virou vício.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu