Posts Populares

The Mist – S01E10 – The Tenth Meal [Series Finale]

 “Quando tudo isso acabar, todo mundo terá feito algo que não vai se orgulhar.”

Lembra que cantei a pedra na review passada que iriam concentrar tudo na Season Finale? Pois foi justamente isso que aconteceu. Foi um episódio recheado de reações, agressões, revelações e outros tipos de situações – tudo terminado com “ões”. Era de se esperar que todas elas seriam jogadas bem na nossa cara.

Mas chega de delongas e vamos para nossa review, porque para mim foi um dos melhores episódios e me senti de alma lavada por tudo que aconteceu. Vamos lá?

Conforme no último episódio, todos finalmente chegaram ao shopping: Kevin, Connor e Nathalie. Cada um deles atrás de Alex e Jay, respectivamente começam suas jornadas para localizarem os dois. Kevin encontra Mia no corredor do Shopping e revela toda a verdade sobre a faceta de Adrian. Enquanto Connor vai até os sobreviventes para saber onde está Jay. O xerife e o Gus entram num acordo: desde que entregue seu filho, a autoridade não iria interferir nas decisões internas do shopping. Que tal? Tá bom para você?

Enquanto isso na sala onde estão presos, Eve e Adrian se incomodam com a preocupação de Alex e Jay. A demonstração de afeto da garota, acaba despertando a fúria de Adrian que agride Jay fortemente e começa jogar o boato que ele estuprou Alex. Não demorou muito Connor chega e retira Jay de lá. Eve tenta convencer o xerife a ajudá-la, mas ele nem confiança para ela. É nos momentos de desespero que realmente descobrimos com quem podemos contar – #Fato.

E se você pensa que o ato corajoso de Connor era para salvar seu filho injustiçado, se enganou. Simplesmente o xerife e a fanática pela mãe natureza, Nathalie, colocam Jay do lado de fora do shopping como um sacrifício para cessar o nevoeiro, clandestinamente – quem tem um pai como esse, não precisa de mais nada. Trazendo apenas verdades.

Enquanto isso os “revoltados do shopping”, resolvem botar Alex para fora dali. O momento é recheado de tensão, porque existe uma parcela de sobreviventes que não concordam com este ato de crueldade – temos neste momento uma pausa para reflexões sobre o correto a se fazer. Só que de nada adiantou a manifestação de reprovação à Gus, porque o segurança atira em um deles, fazendo uma vítima fatal. Neste momento temos comprovada a atitude opressora q que todos estão submetidos no Shopping.

Sem muita conversa Gus determina que Alex e Eve sejam expulsas do Shopping. A presença de Xerife Connor era a única esperança que Eve tinha para evitar tudo aquilo. Então ela revela que a Alex é filha dele, fruto de um affair no passado. Mas de nada adiantou, porque os “revoltados do shopping” já tinham tomado a sua decisão. Nem a chegada furiosa de Kevin conseguiu impedir, além de saber toda a verdade sobre a paternidade de Alex, o pai justiceiro entrou na roda dos “exilados do shopping”, levando a Mia de brinde nessa brincadeira.

Como já fazia parte de seu plano, Kevin guia todos até o carro estacionado que está do outro lado do estacionamento. Durante a correria, o nevoeiro, captura Alex e passa a dominá-la – pausa para os mini-infartos. Quando achávamos que tudo estava perdido, Jay chega a tempo e consegue salvá-la e vira a vítima do “nevoeiro maldito” – que triste, porque os dois descobriram serem irmãos e nem tiveram tempo de processar a informação. R.I.P Jay.

Kevin, Mia, Alex e Eve finalmente chegam até o carro ao qual Vic estava à espera– Thanks God. Mas antes de irem embora, Kevin precisa lavar sua alma com os “revoltados do shopping”. Ele entra com o carro no shopping fazendo com que o nevoeiro invada o local e mate a todos – exceto Gus que se tranca em sua sala. Antes de partir Connor é poupado desse sofrimento e entra no carro, a pedido de Alex. É neste momento que conhecemos muito bem que “a vida devolve tudo aquilo que nós oferecemos à ela”.

Dando continuidade à corrida da sobrevivência, Kevin e todos que estavam no carro vão até uma estação de trem, para ver a possibilidade de se manterem seguros. Só que ao chegarem se deparam com descida de vários presidiários que estavam sendo entregues ao nevoeiro para alimentá-lo – WTF!!!

E para finalizar a temporada, é de costume ter um belo cliffhanger para uma possível segunda temporada. Terminamos com Jonah acompanhando Wes, o militar estranho, ao encontro de uma determinada autoridade, que estava à sua espera, e Adrian escondido no carro onde estavam Kevin, Alex, Eve, Mia e Vic. O que será que está por vir? Só no aguardo da segunda temporada.

Bem e chegamos ao fim desta primeira temporada de “The Mist”. Durante estes dez episódios tivemos um efeito montanha-russa, com altos e baixos. A Season Finale foi um fator essencial para comprovarmos que a série poderia ter sido desenvolvida em menos episódios e evitaria a sensação de que estava sendo empurrada com a barriga. É importante que os produtores estejam atentos a esse detalhe, para desenvolverem uma segunda temporada bem satisfatória.

Na review passada me preocupou bastante o fato de concentrarem os desfechos no último episódio. Além de ser algo perigoso, corria-se o risco de “The Mist” entregar essa primeira temporada aberta, mas Graças a Deus isso não ocorreu. Fiquei satisfeito com o final, principalmente por alguns personagens se enforcarem com a sua própria corda. Me sentindo satisfeito. E o que dizer da surra que Adrian levou de Kevin? Aquilo sim foi um hino.

Agora quero saber a sua opinião sobre este episódio. O que você achou? Deixe seu comentário e compartilhe com a gente a sua experiência. Estou curioso para saber.

Apesar deste episódio ter sido lançado ontem nos EUA, a série entrou hoje (25) no catálogo da Netflix com todos os 10 episódios. Corre lá e aproveite.

Até as próximas Reviews 😉

gostou da matéria? deixe um comentário!

Dandy Souza

Um libriano amante de um bom suspense casado com o belo terror psicológico, porque a vida precisa de emoções. Seu lema: "toda obra tem sua moral, então fique atento aos detalhes". Twitter: @dandysouza81


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu