Posts Populares

The Voice AU – S04E07 – The Blind Auditions, Part 7

The Blind Auditions Continues…

Ola Povo! o/ Sou o Lindomar, normalmente escrevo reviews sobre os The Voice UK e US, mas hoje farei minha estreia no Austrália na companhia da Clarice nos comentários. Em uma noite pouco inspirada para os australianos, o destaque ficou por conta dos coaches e com Delta e Jessie colocando todas as diferenças de lado e fazendo uma girl band no final. Vou falar um pouquinho de cada performance e no final comentar um pouco sobre o andamento desta temporada, que ainda acredito que vai surpreender.

Tamara O’Callaghan – “Diamonds Are a Girl’s Best Friend” by Marylin Monroe

Para ver a performance inteira clique aqui.

Uma cantora de Jazz, eu adoro quando esses artistas aparecem e adorei o toque mais clássico que Tamara apresentou em sua performance, porém, achei seus vocais frágeis e irritantes em certos momentos, além de pequenos problemas de afinação e se compararmos ela com outros artistas deste gênero que costumam pisar nos palcos do The Voice ela realmente ficou devendo. #Eliminada

Clarice: Voz ela tem, a música é ótima, mas achei a apresentação dela teatral demais pra uma Blind Audition!!! Me irritei em alguns momentos…

Mahalate Teshome – “Broken-Hearted Girl” by Beyoncé

Para ver a performance inteira clique aqui.

Mais uma voz irritante, me deu gastura nos ouvidos essa voz de Mahalate, eu não gostei e achei sua voz bem ‘infantil’ além de ela não ter feito nada de espetacular com essa música de Beyoncé, quando os Madden viraram pensei ok, será mais uma artista sendo jogada fora na próxima fase, mas fiquei surpreso com a virada de Jessie. Enfim, concordo com Joel que os nervos atrapalharam ela, mas eu definitivamente não viraria minha cadeira para ela. #Jessie

Clarice: Pra cantar Beyoncé em reality show você precisa ter personalidade e saber se jogar na música… fazer mais do mesmo não fica legal. E foi exatamente isso que a Mahalate fez: mais do mesmo. Foi uma apresentação comum, ela demonstrou muuuuito nervosismo e achei que se perdeu logo no começo. Por mim, nem passaria pra próxima fase.

Stephen McCulloch – “Father and Son” by Cat Stevens

Para ver a performance inteira clique aqui.

O tiozinho que canta aos finais de semana para sua família, resolveu tentar fazer algo mais profissional da vida, mas sinceramente foi bem fraco e os vocais deles são extremamente comuns, nem ele e nem a família acreditaram que Deltinha virou para ele, nem eu. Melhore Deltinha, seu time pode ser mais poderoso, mas parece que os talentos estão mais raros nesta temporada. #Delta

Clarice: Eu adoooooooooooro essa música… é old, eu sei!! hahahaha Foi uma apresentação comum, mas gostei do que ele mostrou ali. Foi consistente, a Delta super empolgada e ele ainda sem acreditar que seguiria no programa. Mas acho que não vai longe…

Hailey-Marie McFadden – “Wicked Games” by Chris Isaac

Para ver a performance inteira clique aqui.

Amei esse nome brasileiro de Hailey Marie, quase um Raily Maria, pulando esse comentário que não acrescenta em nada, eu gostei bastante de Hailey-Marie comparando com os colegas que foram aprovados nesta sétima noite de blind auditions, sinceramente, apesar de não ser uma grande voz, identifiquei que ela tem um timbre diferente e que se bem trabalhado poderia render algo a mais no show, espero que ela volte em uma próxima oportunidade e com os vocais melhorados.

Clarice: Não acredito que ninguém virou a cadeira pra ela!!! Sério… de todos até agora, ela é a que eu mais gostei!! Tem um timbre diferente, tava muito bem na música e melhoraria muito com as dicas que ganharia dos coaches. Uma pena!

Jeremy Ryan – “Time to say Goodbye” by Andrea Bocelli

Para ver a performance inteira clique aqui.

Mais um cantor clássico e indo para o Team Ricky, coincidência? Obviamente que não, Ricky fez fama com Luke Kennedy na Season 2 e vem colhendo frutos do ótimo trabalho que fez. Porém Jeremy não tem nenhum timbre diferenciado, é um artista comum que cantou a música da novela “Terra Nostra”. No final eu comecei a curtir mais foi mais pela nostalgia de ver a música de uma novela que eu amava tanto, enfim ele melhorou os vocais, mas tem que crescer muito para ser um artista que vá impressionar o público. #Ricky

Clarice: Impossível ver um cantor clássico e não lembrar de Chris Mann, da S2 do The Voice US!! hahahaha ☺ Maaaas falando sobre o Jeremy, gostei, tem um vozeirão. Não acompanhei outras temporadas do The Voice AU, então nem sei como foi o desempenho do Ricky como disse o Lindomar aí em cima!! Achei engraçado ele desesperado no final que ninguém estava virando… mas no fim deu tudo certo.

Jake Howden – “Call Me Maybe” by Carly Rae Jepsen

Para ver a performance inteira clique aqui. 

Jake propôs um novo arranjo mais lento e emocional do sucesso de Carly, eu particularmente gostei dessa abordagem mais emocional, ficou evidente que ele é um candidato frágil, e que tem vários aspectos que precisam ser melhorados, mas ele e Delta podem fazer um trabalho brilhante, ela costuma trabalhar bem com artista que tem um apelo emocional e um violão junto. #Delta

Clarice: Eu adoro quando vem um artista e muda completamente o arranjo de uma música, deixando-a praticamente irreconhecível. Acho que mostra muito sobre a personalidade do cantor que está ali… é arriscado, com certeza, mas eu gosto. Jake mesmo com seu nervosismo fez uma boa apresentação e se Delta souber trabalhar com ele, pode melhorar muito.

Tameaka Powell – “Landslide” by Stevie Nicks

Para ver a performance inteira clique aqui.

Em uma noite tão fraca Tameaka foi o grande destaque, uma voz rouca naturalmente e uma apresentação centrada e tocante, não foi UAUUU, mas me impressionou de certa forma. E acho que foi exatamente isso que os Maddens enxergaram nela, um artista mais experiente, madura e com um vozeirão que pode impressionar. #Maddens

Clarice: Discordo do Lindomar. Achei comum, ela estava nervosa e deixou isso aparecer na performance. O timbre rouco dela é muito bom, foi boa mas não achei que foi o destaque da noite não.

Elizabeth Rimbo – “Joyful Joyful” by Lauryn Hill

Para ver a performance completa clique aqui. 

Gente SOCORRO, foi bem fraco viu dona Elizabeth, mas valeu pela girl band que foi a performance da vida dessa garota, cantou com Delta e Jessie e as três arrasaram e fizeram mais um dos bons momentos desta temporada.

‘…have a difference between sing and SING!’ by Jessie J

Clarice: A apresentação em si não gostei não… mas genteeee, o que foi Delta e Jessie J cantando com ela??? Melhorou horrores! Adoro esse momento fofura dos coaches com os artistas!!! E tive vários mini infartos com Ricky MAGYA Martin subindo ao palco pra sensualizar dançar… ♥

Enfim, após essas 8 audições onde tivemos 5 aprovados, Delta ainda tem 2 vagas e outros coaches ainda tem 3 cada um, totalizando 11 vagas para os dois últimos dias de blind auditions. Os times ficaram assim:

Team Delta

[TEAM DELTA]: Aviida, Grace Pitts, Jo De Goldi, Keely Brittain, Jake Howden,  Lyndall Wennekes, Nicolas Duquemin, Nina Baumer, Rik-E-Ragga e Stephen McCulloch.

As grandes apostas do Team Delta se concentram em Grace Pitts, Nina Baumer, Lyndall Wennekes, alguns nomes como Nicolas Duquemin e até Avilda pode surpreender, falo em Aviida pensando na dupla que chegou na final da temporada passada que era muito ruim, e se for comparar Aviida é superior a eles.

Team Jessie

[TEAM JESSIE]: Cath Adams, Chris Hoskin, Ethan Conway, Fem Belling, Laz Chester, Mahalate Teshome , Ollie Kirk, Paris Cassar e Stewart Winchester.

Jessie tem ótimos acts, mas praticamente todos precisam ser lapidados em especial a incrível Paris, entre os outros nomes destaco Fem por ser uma artista única, Cath Adams pelo alcance vocal e Stewart Winchester como o melhor act desse Team Jessie.

Team Madden

[TEAM MADDEN]: Amber Nichols, Jason Howell, Joe Moore, Mikhail Laxton, Monty Cotton, Nathan Hawes, Peta Evans-Taylor, Sarah Valentine e Tameaka Powell

O #TeamMadden tá espetacular, tem Amber, tem Nathan, tem Sarah, tem Joe, tem Sarah, e agora Tameaka, alias já prevejo Tameaka vs Sarah na próxima fase. Joel pode finalmente largar o estigma de ser sempre quarto colocado e conseguir o título, basta não fazer besteiras e melhorar ainda mais seus pupilos.

Team Ricky

[TEAM RICKY]: Deanna Rose, Gail Page, Jeremy Ryan, Liam Maihi, Lizé Heerman, Mark Stefanoff, Naomi Price, Scott Newnham e Tim McCallum

O Team Ricky é o que menos me impressiona, Naomi Price é a única artista que diria que pode ir longe na competição, mas Ricky é sábio e sabe lapidar um artista como ninguém, por isso nome como Mark Stepanoff e Scott Newnham pode ganhar força, mas não vejo seus artistas clássicos vingando na competição.

Comparando todos os times, obviamente o Team Madden é o melhor até aqui, tem os melhores artistas e bate os outros três times facilmente, na sequencia vem o Team Jessie que tem alguns artistas incríveis e dos quais podemos esperar muito, na lanterna colocaria o Team Ricky e Delta juntos, ambos de artistas comuns com algumas qualidades e muita gente que não teria sido aprovado se a safra fosse melhor, enfim, mas jamais devemos esperar vendo eles na pior, Ricky e Delta são coaches incríveis e costuma fazer seus diamantes brutos brilharem e conquistarem o público e esperar para ver.

Sobre a temporada no geral, os candidatos estão bem abaixo do nível de temporadas como a 2 e a 1, vários artistas que estão sendo aprovados, não seriam em temporadas anteriores, mas foi a safra dos artistas que temos, e isso vai exigir um trabalho dos coaches para fazerem esses artistas brilharem e manterem o título dado pelos viciados em The Voice’s de MELHOR THE VOICE DO MUNDO. Percebi evolução em questões como interações entre os coaches da bancada, a experiência da produção em mesclar os melhores momentos dos coaches em episódios mais fracos como hoje, da uma impressão melhor ao episódio e consequentemente ainda prende o telespectador.

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

  • gabriel

    Acho chata essa Clarice

  • Henrique Passos

    Já não bastava estragar as review com comentários no The Voice EUA, no The Voice Britânico, recentemente no superstar, agora vem estragar até o The Voice Austrália.

Lindomar Albuquerque

Canceriano com ascendente em Sagitário, ou seja UMA ÓTIMA PESSOA! Atualmente um louco que faz Doutorado e que já se formou em Química. Viciado em The Voice, séries e Indie Rock. Gosta de gastar o tempo que não tem para escrever sobre The Voice, The Flash, Bates Motel, Orphan Black, The Vampire Diaries e Westworld.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu