Posts Populares

The Voice AU – S04E18 – Final

The Winner is….

Após várias semanas com muito sofrimento, surpresas, decisões questionáveis e erros da produção, chegamos a final do The Voice AU, que teve uma temporada com altos e baixos, mas terminou de forma grandiosa e com belas performances e optando mais uma vez por um grande vencedor, provando que não importa o caminho que o show tome, os aussies sempre saberão escolher o melhor vencedor.

Antes de comentar sobre as performances e o resultado, uma análise bem rápida da temporada, tivemos blinds longas e arrastadas, com um talento cru e o foco na interação e conflitos da bancada, a fase de battles apresentou uma leve melhora e todos ficaram ansiosos para as super battles, que foram o grande fiasco desse show, a forma como tudo foi feito, rápido e desorganizado, alguns cantores avançando sem cantar, outros sendo eliminados após uma performance de apenas um minuto, enfim foi ali o maior pecado desta temporada. Após isso vieram os lives, aonde normalmente o público tem o poder e decidiram mudar, os coaches tiveram o poder até o top 6, e somente no dois últimos dias de lives, os aussies poderam escolher totalmente sem influência de votos dos coaches, enfim, os erros estão claros, as mudanças que a produção tomou desde a season 2 não tem funcionando, então talvez olhar para o formato adotado no passado seja a melhor opção para futuras temporadas.

Outra pedra que irei atirar na produção é o fato de não disponibilizarem os vídeos no youtube e ainda não colocarem as músicas dos lives no Itunes, e sim em uma outra plataforma local que somente australianos podem acessar para fazer o download, fico me perguntando então porque trazem Jessie J, Ricky Martin, para chamar a atenção do mundo e fazem essas bobagens de não uparem os vídeos, senti muito a falta disso nessa temporada e espero que eles repensem para a próxima.

Agora sem mais ‘textão’ vamos aos comentários, hoje acompanhando de Jean e Valber, comentarei as performances pela ordem de colocação dos candidatos e terminando com os dois que pisaram nesta temporada (Joe e Ellie). Já ia esquecendo tivemos a tradicional performance do candidatos que chegaram aos lives, com um grande destaque para os finalistas que estiveram presentes em 75% da performance sozinhos e os outros 12 entraram como um coro no final.

Joe, Ellie, Liam, Nathan e Top 16 – “I Lived” by OneRepublic

Para ver a esta performance no site oficial clique aqui.

Lindomar: Como já citei foi uma performance do top 4 e não do top 16. hahaha.. sobre a forma como foi realizada, divisão de versos e a introdução da história dos artistas remetendo as blinds foi brilhante, aliás a produção finalmente acertou nessa final.

Jean: Foi muito linda com cada finalista falando um pouco sobre seus sentimentos no início da apresentação e em seguida os 4 aparecendo juntos para logo todo o TOP16 se juntar a eles no palco. Achei muito bem dividida a letra e não tenho nenhuma reclamação acerca das vozes.

Valber: Achei um clipe bem legal, cada um dos 4 finalistas estavam bem colocados na música, quando vi que era o top 16 que ia cantar esperava que cada um ia cantar uma parte ou um verso da música não que fosse eles todos juntos, mas foi legal de se ver.

4º Colocado, Liam Maihi, Team Ricky

Liam Maihi

“…quarto lugar para alguém que nem se esperava na final, é uma grande vitória…”

Liam Maihi – “Fix You” by Coldplay

Para ver a performance no site oficial clique aqui. 

Lindomar: Dos 4 finalistas Liam é o único que lá no inicio eu não apostaria que chegaria tão longe, ele vem de uma trajetória que alguns questionam, pois apesar de sempre entregar boas performances, se você me perguntar qual o melhor momento de Liam, eu não saberia te responder, sinto falta justamente do buum dele no show, mas enfim, sobre “Fix You” foi mais uma boa performance, mas que será esquecida

Jean: Cantando Coldplay Liam se superou nessa final, foi uma belíssima apresentação. Sem muitos adendos, ele soube cantar com toda carga que a música exigia. Mesmo embora eu não curtindo muito sua voz, ele adequou a música a seu modo. Não acredito ele uma ameaça para Ellie e Joe na disputa de ser a voz da Austrália.

Valber: Liam tem uma característica que Ricky sabe trabalhar muito bem, que é uma voz carregada de emoção e em Fix You não foi diferente, por mais que teve momentos da performance que ficou tão calma que pareceu que ficou em off mas para uma final foi bem.

Ricky e Liam

Liam Maihi & Ricky Martin – “You’re Nobody Til Somebody Loves You” by James Arthur

Para ver a performance no site oficial clique aqui. 

Lindomar: Para mim houve um grande desiquilíbrio aqui, a música exigia uma certa velocidade, certa rapidez entre os versos que Ricky Martin tem de sobra e que falta em Liam, e isso ficou bem visível, apesar de Ricky tentar fazer com que Liam brilha-se, acabou ocorrendo o contrário, mas isso não impediu que tivéssemos um bom dueto.

Jean: Ricky se destacou demais nessa apresentação e fez com que Liam também se destacasse. Foi uma performance muito legal, a mais enérgica de todos duetos. Dentre os 4 duetos foi o que deu mais liga entre coach e finalista junto a Ellie e Jessie.

Valber: Não sei como descrever essa performance não foi boa, entretanto não foi ruim. Ricky como um performer cantou legal mas vi mais a presença de palco mesmo, a voz na música em si foi de Liam. Um complementou o outro, caso fosse uma battle seria até legal de se ver, mas num dueto na final, foi legal.

3º Colocado, Nathan Hawes, Team Maddens

*AMEMMMMMM, UHUUUUU
Nathan Hawes

“… terceiro lugar para o favorito WGWG das blinds e que não mostrou diversidade e evolução em suas performances, está ótimo….”

Nathan Hawes – “Don’t Think Twice It’s Alright” by Bob Dylan

Para ver a performance no site oficial clique aqui. 

Lindomar: A sutileza em sua voz, seu jeito simplista e intimista de transformar as canções, basicamente isso são as duas grandes características que levaram Nathan até aqui, no começo eu gostava, no meio desgostava e nas semi finais tive o vislumbre daquele Nathan das blinds, hoje, foi um misto dessas duas sensações, aquela primeira de um cantor que pega qualquer canção e toca em uma abordagem calma e lenta e a daquele cantor folk que consegue fazer trabalhos brilhantes, com algo calmo, mas inserindo sua singularidade na canção, vi vislumbres de ambos os Nathan nessa performance.

Jean: Gostei de Nathan nessa música, é o jeito dele né pessoal, eu tive que me acostumar e aprender a ouvir. Das que ele cantou até hoje teve umas 2 ou 3 que gostei. Ele tem uma voz, com já comentei, muito calma, muito baixa, isso faz dele ser tipo um “queridinho” do público. Nathan é bom, mas no meu ranking estaria longe, bem longe da final. Ao ver Nathan e Liam na final eu lembro de Naomi, Caleb, Nina, Sarah, Grace. Enfim, ele não vai ganhar.

Valber:Eu realmente não sei como ele chegou na final, desde as battles eu não vejo o porquê de ele continuar. Nessa performance não vi nada de novo como nas outras semanas. Para mim não passou de um ok.

Benji e Nathan

Nathan Hawes & Benji Madden – “Wonderwall” by Oasis

Para ver a performance no site oficial clique aqui. 

Lindomar: Só deus sabe o quanto eu amo essa música, Wonderwall faz parte de diversas fases da minha vida, adoro o jeito como Noel aborda na versão original e gostei do contraste de vozes que ocorreu na mistura entre Benji e Nathan, aliás que bom que a combinação foi Benji e Nathan, porque Joel aqui iria acabar com a canção. HAHAHA, eu gostei bastante, e sinceramente queria ver um cover de Benji Madden solo dessa canção.

Jean: Eu senti Nathan um pouco deslocado nessa apresentação junto com Benji, o qual diferente do Joel cantou muito bem. Wonderwall é uma música histórica, fez parte da juventude e adolescência da maioria dos meus amigos. Gostei bastante mas nesse caso Benji se destacou mais que Nathan, cujo estava numa calmaria tão relaxante, com sua voz com tempo de pausa pouco acima do tempo da música ou cantando um tom abaixo.

Valber: Um dueto bem contrastante né kk. Enquanto Nathan foi bem suave na música Benji mostrou a força que a música tem que ter. Ambos tiveram momentos de brilho na música, pela música a performance foi bem legal.

Joe e Elle

Ellie vs Joe

Após o anúncio da saída de Liam e Nathan da disputa, eu fiquei feliz, mas muito feliz, porque tanto Ellie e Joe fizeram por merecer estar nessa final, sempre fizeram grandes performances, até mesmo nos dias em que as songs choices não eram boas para eles, séria uma disputa que prometia e fiquei ansioso pelo resultado, de um lado um grande talento, uma voz singular, uma jovem de apenas 16 anos que começava sua carreira e que com as dicas de sua coach cresceu na competição, do outro lado um jovem de 24 anos, que buscava a redenção, participou de um outro show de talentos 3 anos atrás e chegou longe, mas que queria mais, impressionou desde o início e fez a uma das passagens mais sólidas que um participante pode fazer em um reality, um artista pronto para brilhar, com voz, presença de palco, simpatia e tudo mais.

Vice-Campeão, Joe Moore, Team Maddens

Joe Moore

“… um segundo lugar que poderia ser o primeiro, mas que não ira impedir ele de brilhar após o programa, um artista pronto e que já pode lançar um cd, um ep, que com certeza tem tudo para vingar..

Joe Moore – “Scars” by James Bay

Para ver a performance no site oficial clique aqui. 

Lindomar: A abordagem de James Bay é tão incrivel, tanto nas partes suaves como nas partes um pouco mais fortes, a música tem uma mensagem tão profunda e nisso Joe é especialista, ele mais uma vez inseriu seu timbre um pouco mais nasal na canção de uma forma incrivel, ainda me admiro a forma como ele consegue passar aquela sensação da carga emocional que a canção tem, enfim, mas uma grande performance.

Jean: Cantou muito bem. Joe tem uma caminhada nesse programa incrível. Desde quando ele cantou The Blower’s Daughter eu fiquei encantado por ele, e a cada apresentação ele foi mostrando seu lado mais romântico. Ele tem a cara da Austrália. Se ele ganhar vou ficar muito feliz. Que seja entre ele e Ellie.

Valber: Joe Moore, pra mim, foi um dos melhores participantes dessa temporada, em momento nenhum deixou a desejar por mais que a voz dele não seja a mais original. É um tipo de cantor que tem abertura vocal para vários estilos, nessa música foi bem mas esperava um pouquinho mais.

Joel e Joe

Joe Moore & Joel Madden – “Demons” by Imagine Dragons

Para ver a performance no site oficial clique aqui. 

Lindomar: Eu sempre temo pelos duetos em que Joel participa, lembro até hoje daquela tristeza que foi quando ele tentou cantar “Pompeii” na segunda temporada ao lado de Danny Ross, nada combinou… hoje não posso dizer que foi uauuu, mas não pagaram mico, e graças a Joe, que cantou lindamente e já quero uma versão solo dele.

Jean: A música é maravilhosa, a melhor songchoice dos duetos de hoje. Mas que foi isso Joel? Joel teve que cantar pouco durante a apresentação para não estragar a performance de Joe, o finalista. Joe conseguiu salvar a performance com louvor, foi linda na voz dele.

Valber: Nem é preciso dizer o quanto essa música é top e ambos foram muito bem na música, exceto Joel nas partes baixas da música, foi um verdadeiro dueto e pra mim foi o melhor nessa final.

Joe Moore Original

Joe Moore – “Invincible” – Original Song

Para ver a performance no site oficial clique aqui. 

Lindomar: Eu simplesmente amei esse single, desde o começo mais lento e tocante, apenas a voz e o violão, até o momento em que ele explode no refrão com Invicible.. Invicible… eu gostei, comparando as duas originais apresentadas nesta noite, foi a que mais gostei e acredito que faz muito sentido no artista que Joe pretende ser e nas músicas que ele disponibiliza em seu canal no youtube, enfim, me resta torcer pelo seu futuro e acompanhar sua caminhada pós the voice, espero que ele consiga muito sucesso. E só uma curiosidade, ele que compôs a própria música.

Jean: Joe realmente merecia estar nessa final, ele é a cara, a voz da australia. Sua pose de violão meio a esse palco remete muito a esse país. Adorei a original song, a melhor das apresentadas nessa final, coube muito bem na voz dele. O refrão foi lindo, e a melodia teve seus incrementos nos momentos certos que o tempo da música exigia.

Valber: Mostrando seu single, ele teve um desempenho dentro do esperado e a música é boa mas para um estilo que ele quer seguir já é bem batido e com muitos cantores desse estilo.

Campeã, Ellie Drennan, Team Jessie

Ellie Drennan

… quando o vencedor do The Voice é realmente um vencedor com A VOZ…

Ellie Drennan – “Nothing Compares 2 U” by Sinéad O’Connor

Para ver a performance no site oficial clique aqui. 

Lindomar: Quando Ellie apareceu em sua blind cantando Adele, não me impressionou tanto, mas os poucos versos de ”Royals” a capela que ela fez a pedido de Jessie mostraram o quanto de potencial aquela jovem tinha. Nessa música especialmente ela teve a liberdade de usar os falsetes que me impressionaram, nunca tinha visto ela usar eles dessa forma, e foi a grande marca desta apresentação, que entra para uma série de apresentações onde Ellie simplesmente sambou.

Jean: Linda de mais gente, ela é demais. Quando fiquei sabendo das songchoices da grande final eu pensei que Ellie iria cantar Wonderwall, isso pois sigo ela no youtube e vi que ela canta e canta divinamente essa música. Mas não, fui enganado. Enganado, não decepcionado. Ellie e Joe fizeram as melhores apresentações desta final.

Valber: Ellie cresceu tanto na competição e na performance foi visível isso, ela cantou muito bem, mostrou emoção, falsetes muito bem usados, sem dúvidas foi uma ótima performance.

Jessie e Ellie

Ellie Drennan – “Halo” by Beyoncé

Para ver a performance no site oficial clique aqui.

Lindomar: Em todos os outros duetos tive alguma pequena crítica, mas neste não, adorei a abordagem não gritada que Jessie e Ellie fizeram, SIM, gritada já vi várias vezes interpretações de Halo com as candidatas gritando, quase berrando, aqui não se tratou de grito, se tratou de talento e timbres diferenciados, que as duas souberam aproveitar muito bem, Jessie admitiu após a performance que esqueceu algumas palavras, mas Ellie foi super profissional e simplesmente salvou a performance, e ela foi tão bem nesta tarefa que nem percebi. HAHAHA.

Jean: Quando durante a semana eu assisti o ensaio das duas cantando Halo eu fiquei eufórico. Na apresentação, o cenário foi simples e incrível e a sobreposição das vozes da Jessie e Ellie foi sensacional. Jessie arrasou, sambou de mais, não é de espantar, dado que Jessie sambou a temporada inteira. As duas juntas fizeram uma belíssima apresentação.

Valber: Beyoncé card presente em todo reality musical não é novidade. Jessie e Ellie deram um show cantando de uma forma contida e bem controlada a música, o que é bem já que a tendência é usar notas altas e potentes. Foi legal também de ver Jessie toda preocupada com Ellie, dando espaços para ela brilhar, foi muito bonito.

Ellie Drennan Original

Ellie Drennan – “Ghost” – Original Song

Para ver a performance no site oficial clique aqui.

Lindomar: Quando vi o nome da música e tudo escuro, jurava que séria uma música darkness, com Ellie mostrando um lado obscuro, mas me decepcionei um pouco, esperava uma canção que permite-se a Ellie mostrar mais de sua voz naturalmente, seu timbre, talvez algo mais acústico, e vi exatamente o contrário, ela tentando usar falsetes em boa parte da apresentação e deixando um pouco da identidade que ela construiu até aqui de lado, mas isso naõ quer dizer que a música é ruim, acredito apenas que uma versão acústica da própria Ellie séria ainda melhor.

Jean: Quando começou a melodia eu já comecei a amar, adorei os toques de piano no início. A medida que Ellie começou a cantar foi também muito lindo. Alguns momentos da música acredito não terem sido momentos ideais para uso de falsetes, ou foram feito um tom abaixo da música. Mas no geral, essa música bem trabalhada vai ficar show.

Valber: Um single muito bom, e pode fazer bastante sucesso ao meu ver. Ellie chegou no programa como “a menina do Royals” e sai como campeã da competição o que acho justo mas não concordo, Joe desde as blinds teve meu favoritismo e pra mim merecia vencer, mas se fosse pra perder para um dos outros 3 finalistas que fosse para Ellie. Ela tem uma ótima qualidade vocal é jovem e com singles como esse com certeza irá longe.

rainhas

Ellie Drennan e Jessie J, Campeãs do The Voice Austrália 2015

Sim, minha gente apesar de todas as curvas e buracos que essa temporada parecia que iria tomar, ela acabou de forma grandiosa, com uma grande vencedora e com alguns pontos positivos para a próxima temporada, como…

Queens

…ser a primeira grande franquia do The Voice a colocar duas mulheres na bancada, e que apesar da produção usar isso no início para promover picuinha e tentar alavancar a audiência, as duas superaram suas diferenças e passaram a admirar o trabalho da outra, e viraram BFF’s, e já digo que quero um feat de ambas, por que se tem cantoras que sabem cantar ao vivo, sem medo, essas cantoras são Jessie J e Delta Goodrem…

… eleger uma vencedora que os Brasileiros AMAM, isso não é tão importante, mas para mim que venho escrevendo reviews nessa fase de lives, é importante saber a opinião do público e Ellie era a favorita, a última enquete apontou mais de 60% dos leitores do blog torcendo por ela…

… e só para acrescentar, agradeço a todos os leitores e principalmente ao pessoal do Panelas que fez um verdadeiro multirão para cobrir as blinds dessa franquia, em especial a todos que em algum momento escreveram sobre The Voice AU: Icaro, Lucas P, Valber, Clarice, Michel, Fernando Zingler, Rick, e claro principalmente a Jean que me acompanhou nessas reviews finais e que sempre respondeu meus coments inbox falando sobre The Voice AU, e me mandava os spoilers e respondia quando eu mandava HAHAHA…

… enfim espero vocês todos nos comentários e até 2016… e para quem acompanha The Voice US até o fim do mês,

P.S. Existe uma teoria que Jessie deve ganhar ano que vem de novo, ou quem substituir ela HAHAHA, vejam Seal ganhou nas duas primeiras temporadas, Will I Am veio substituir ele e ganhou, e Jessie J foi a substituta de Will e GANHOU! HAHAHA

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

  • Vinicius Ribeiro

    Ahhh minha favorita vencendo que lindo*-*, otima review como sempre, parabéns pela cobertura!

  • Tiago D.

    Gosto muito do Joe, quero seguir a carreira dele após o programa, além de outros como Grace, Lyndall e Caleb, mas sempre tenho essa dificuldade, não sei aonde acompanhar o pós-programa, alguém tem sugestões?

    • Oi Tiago, eu costumo seguir as redes sociais (instagram, facebook, twitter), procurar material autoral que esteja disponível free para download hahahah… um site que ajuda muito é o Grupo Sub Voice, eles disponibilizam material autoral dos candidatos do US… https:// gruposubvoice .wordpress. com/ (retira os espaços)…

      To segundo o Joe por exemplo em todas essas redes sociais e ele prometeu lançar o ep dele logoo…!

  • Rosemary Magalhães Sevciuc

    Lindomar muito legal os comentários tanto positivos como negativos. Você e a turma dar uma dinâmica no programa. Valeu adorei. Meu candidato era Nathan cada fã com seu estilo não é mas Joe com esse single arrasou amei a canção. Concordo o vencedor dessa temporada seria ele…foi até surpresa ainda achava que ele ganharia da Ellie que começou bem mais para mim não terminou legal. Joe deu um giro de 360 graus e acabou com todos. Mas fazer o que vencedor é vencedor!!!! Sempre temos escolhas. Os 4 merecidamente ganharam, conquistaram milhões de novos fãs e seguidores para sempre! Se depender de mim já estou curtindo no tt e fb todos. O Nathan desde o começo. Faço o mesmo com muitos que já passaram por todos os The Voices….Até breve, estarei com vocês no USA esse mês. Abraços da galera de João Pessoa. Venha conhecer Jampa!!!!!

    • Oi Rosemary, obrigado pelo comentário.. eu sempre tento deixar minha opinião clara, e tentar tirar alguma birra que eu possa ter pelo candidato hahaha, sobre Nathan achei ele incrível em sua blind, mas senti falta de ele crescer na competição no estilo que ele se propunha cantar, vi uma evolução nas semi finais, pois ele além de trazer aquela letra mais acelerada para uma calma, ele mostrou variações no timbre, e algumas inflexões, dando uma cara ainda mais diferente a canção, e nessa final vi um pouco disso novamente, mas fiquei feliz que não foi ele que venceu! hahaha

      Espero você nas reviews do The Voice US, do The Voice UK, e vamos lá, eu já conheco Recife, Caruaru, mas para a Paraíba nunca fui.

  • Jean César Marinozi

    Eu que agradeço a parceria e amizade Lindomar! Foi muito bom dividir o TV AU com você. Ainda temos muito pela frente! Até mais tarde no Dança dos Famosos hahaha

    PS.: Ellie minha amada, muito merecida essa vitória. Joe, muito merecida a 2ª colocação. Nathan e Liam, obrigado! haha

    • To aqui tecendo meus comentários do Dança já hahaha, e queria muito a vitória de Joe, mas fazer o que!! Sobre Nathan e Liam, Lyndall e Naomi fariam duetos e performances mais marcantes pela sequencia, mas ok!

Lindomar Albuquerque

Canceriano com ascendente em Sagitário, ou seja UMA ÓTIMA PESSOA! Atualmente um louco que faz Doutorado e que já se formou em Química. Viciado em The Voice, séries e Indie Rock. Gosta de gastar o tempo que não tem para escrever sobre The Voice, The Flash, Bates Motel, Orphan Black, The Vampire Diaries e Westworld.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu