Posts Populares

The Voice AU – S04E01 – The Blind Auditions, Part 1

E chegou o grande dia!!!!

E começou o tão esperado The Voice AUS e na bancada contamos com Ricky Martin, The Brothers Madden, Delta Goodrem e a INCRÍVEL JESSIE J. E hoje quem comanda a estreia sou eu, Valber, com os comentários do meu amigo Michel. Sem mais, vamos a review. 

Coaches – “Bang Bang” by Jessie J

O episodio começou com uma ótima performance dos coaches da música “Bang Bang“. Jessie J perfeita como sempre, Delta me surpreendeu com a propriedade e segurança que ela cantou a música, ficou dificil para Ricky aparecer na performance até pq a música era bem alta para a voz dele e The Brothers Madden fizeram apenas uma parte bem rock da musica. O conjunto em si ficou bem legal e foi o suficiente para marcar a volta do The Voice AUS.

Outros comentários:

Michel: Amei a performance, mas ali só teve espaço pra Jessie J e Delta, kk. O Rick estava totalmente avulso ali e os Madden só apareceram para dizer um OI. Delta me surpreendeu, estava super confortável no palco, toda sexy e a sua voz estava impecável. Achei que os coachs estavam super entrosados, curtir a parte inicial acústica, só faltou mesmo mais a presença do Rick e dos Brother’s Madden na performance, mas em resumo achei uma ótima performance dando boas vindas a Jessie J ao programa.

[Team Jessie J] Paris Cassar – “Out Here on My Own”

Antes de começar a cantar mostrou tamanho nervosismo que pensei que fosse travar, mas na hora que ela soltou a voz foi muito bem. Com um timbre lindo, cheia de emoção na voz, bem segura de si. Jessie J e The Brothers Madden viraram e achei legal ela ir com Jessie J, acho que ela vai trabalhar bem alguns quesitos que faltaram nela nessa blind como presença, comunicação com o público, resumidamente tirar ela do próprio mundo e apresentar o mundo dela ao público.

Outros comentários:

Michel:Gostei da escolha musical, música icônica do filme FAME dos anos 80 interpretado por Irene Cara e uma música pouco cantada em realities. Bem, falando da Paris, eu curtir bastante o seu timbre, mas acho que a música exigia mais do que ela ofereceu. Fiquei esperando um refrão mais forte, entretanto pelo seu timbre, apesar do nervosismo todo eu viraria por uma questão de achar que ela tem potencial. Não sei se Jessie J foi uma escolha certa para ela, eu apostaria nos Madden Brother’s, mas não descarto que seja uma boa parceria.

Annaleese Fuda – “Clarity”

O início foi bem legal mas na parte alta da música ela não foi bem, a nota alta ficou ruim, não funcionou, ficou anasalada e deveria ser a voz do peito, a voz mais forte. Nervosismo também tomou conta e deixa a competição sem virar nenhuma cadeira.

Outros comentários:

Michel:Começou até bem e controlada, porém nas partes mais agudas da música sua voz soou muito anasalada e percebe-se sua falta de controle nos agudos. Eu não viraria a cadeira, acho que ela precisa amadurecer mais a voz principalmente nos agudos, que nessa performance ficou muito a desejar.

[Team Delta] Nicolas Duquemin – “XO”

A surpresa maior dessa blind foi descobrir que quem cantava era homem kkk. Pra ser sincero não curti, achei vocalmente fraco, não tem potencia e nem foi capaz de segurar uma nota alta no refrão, fez muitas firulas desnecessárias, o único ponto positivo dele é o timbre. Acho que vai ser cordeiro na próxima fase, não o vejo indo longe, pra mim só entrou para compor time.

Outros comentários:

Michel: É um homem???PQP, jurava ser uma mulher, kk, acredito que todos pensaram isso. Nicolas tem uma voz bem peculiar, chega a ser um tom bizarro até, mas um bizarro que soa muito legal dependendo da escolha musical. Eu sentir que ele manteve sua apresentação muito linear, faltou mais ousadia nas notas e percebe-se que ele estava muito nervoso, mas eu viraria pelo seu timbre incomum, mesmo antes de saber que se trata de um homem. Delta tem bons trabalhos com artistas com timbres incomuns e acho que ela pode ajudar muito e Nicolas e ajuda-lo a usar da melhor forma o seu timbre, fazendo escolhas musicais mais ideais para ele e o ajudando na sua falta de presença de palco e o nervosismo incontrolável, sinto que ele será uma grata supresa.

[Team Jessie J] Chris Hoskin – “Fall At Your Feet”

O primeiro 4chair da temporada Chris realmente tem um tom único, indo do grave até o falsete fez uma performance linda. Espero que na próxima fase ele mostre 100% do que ele seja capaz de fazer, acredito que ainda tenha mais a oferecer. Escolheu Jessie J, porém, Delta ou Ricky seria o mais indicado para ele que tem uma voz cheia de emoção.

Outros comentários:

Michel: De longe essa foi a melhor blind audition de hoje, apesar do nível de hoje não ter sido tão acirrado. O Chris com sua voz doce, fez inflexões maravilhosas, soube transitar bem nos falsetes além de ter tido uma conexão incrível com a música. O seu estilo musical me lembra muito cantores como o Jason Mraz, James Morrison, James Blunt, Chris Martin, cantores que acho incrível e que apostaria como boa escolhas musicais pra ele. Eu fiquei muito surpreso com ele escolhendo a JJ como coach, eu apostaria ele com o Rick ou com a Delta, mas espero que Jessie saiba trabalhar bem com ele e explore sempre esse seu lado mais intimista.

Tanya George – “Seven Nation Army”

E vamos a performance da noite, com certeza ela merecia uma vaga. Atitude, presença, voz potente e ela até improvisou uma firula com “oohh Jessie J”  e realmente seria uma forte candidata no team dela. Ricky e Delta curtiram a apresentação e não viraram, Jessie pareceu curtir a atitude dela de chamar o público para a apresentação entretanto não virou e os irmãos Madden se surpreenderam por ninguém virar mas não viraram também. Eu realmente acho uma candidata digna de 4chair mas ninguém virou e nos despedimos dela precocemente do programa.

Outros comentários:

Michel: Amei a Tanya, seu carisma é incrível. Infelizmente acho que a música não a favoreceu nem um pouco, a música exigia uma agressividade vocal no qual ela não podia oferecer na performance. Amo essa música e talvez tenha cobrado mais, a Tanya foi até bem, jurava que JJ ia virar, mas ok, acho que ela poderia ir bem melhor nas demais fases, insistindo em dizer que o que a prejudicou foi a escolha musical. É o típico candidato que vemos potencial, mas que somos obrigados a concordar que não fez uma performance boa o suficiente para virar uma cadeira, pena por que eu me entusiasmei muito com ela.

[Team Delta] Rik-E-Ragga – “Get Up, Stand Up”

Sobre ele prefiro não opinar muito, achei ele bem comum, e por mais que ele curta reggae, acho que não é o estilo mais apropriado para ele. Mas vamos esperar para ver.

Outros comentários:

Michel: O cara tem atitude, fez uma boa performance, não desafinou, tem uma ótima presença de palco, mas não me convenceu. Durante toda sua performance não me surpreendeu, fiquei esperando algo mais forte. Achei sua performance linear, eu não viraria a cadeira, mas eu não achei injusto ele ter passado para a próxima fase. Estou curioso pra ver no que vai dá a parceria dela com a Delta, não tenho a mínima noção do que esperar disso, rsrs, mas isso que é bom ser surpreendido.

[Team Ricky] Gail Page –  “(You Make Me Feel Like) A Natural Woman”

Momento tente outra vez do programa. Curti bastante a apresentação, bem forte e emocionante. Gail tem uma voz bem diferente, quando você acha que ela vai desafinar você se surpreende com uma nota. Escolheu Ricky, que realmente foi a melhor escolha para ela. Acho difícil ela ir longe mas pode surpreender.

Outros comentários:

Michel: De volta ao The Voice AU, a tiazinha foi bem melhor nessa sua volta. Mostrou vocais consistentes e controle durante toda sua performance. Particularmente eu senti falta de uma nota poderosa durante a apresentação, talvez por já ter ouvido várias versões maravilhosas dessa música. Eu achei a performance digna, porém no fim da apresentação senti que algo ficou faltando na sua performance. O Rick tem um bom histórico no programa e acho que a parceria pode dá certo, apesar que tiazinha não costumam avançar muito nas franquias do The Voice, a única que recordo ter conseguido chegar longe foi a Sally Barker do TVUK, sdds <3, mas espero que a Gail volte com tudo nas próximas fases e supere as minhas expectativas. 

Considerações Finais:

Não sei se as minhas expectativas estavam muito grandes mas achei as blinds fracas para um episódio de estréia. Apenas 3 me agradaram e 2 entraram na competição. E agora ja temos uma noção de como serão as equipes, Ricky tem 1 integrante, Delta tem 2, Jessie J tem 2 e The Brothers Madden nenhum. E amanhã ja tem outro episódio.

Curtiu? Gostou? Não gostou? Sugestões ou críticas? Deixem nos comentários que eu respondo. Até a próxima review.

valber

gostou da matéria? deixe um comentário!

  • gente, Jessie J é muuuuuito rainha, só comecei a assistir por causa dela, mas já gostei dessa outra cantora Delta, bem dos lacres. Vou continuar acompanhando, apesar do nível dessa noite ter sido baixo, foi mais legal do que assistir as blinds do UK.
    Obs: Não gostei desses irmãos não

    • Também gostei muito de Delta, acho que o nível vai crescer durante os episódios.

  • A Jessie percebeu na hora que o Nicolas era um guri!

  • gabriel

    Nossa amei essa Gail <3

  • ricksouzalyra

    Chris e Gail foram a salvação do ep porque olha …. foi bem fraquinho. E claro, Tanya tinha que ter passado :/

    • Paris e Chris pra mim salvaram. Eu fiquei decepcionado que Tanya não entrou

  • Só uma frase para essa estréia: Melhoree Voice Austráliaa!

    Achei a estréia bem abaixo do esperado (comparando com as três temporadas anteriores), nessa estréia Jessie J estava bem bitch, e queixinho duro, se achando, querendo pisar na Deltinha e no Ricky, mas mal sabe ela que os dois são os melhores coaches da Austrália e vão sambar nela se ela não se cuidar.

    Sobre os candidatos, o nível foi baixo, tirando o moço com voz de moça e a roqueira que foi eliminada, o resto por mim foi bem descartavel!

    Boa review valbs e michel

    • Eu achei Jessie J um pouco se achando msm, Delta e Ricky se mostraram ótimos coach. To curioso para ver como vai ficar o team dos Brothers Madden e como eles vão trabalhar juntos

    • O Lindomar descreveu o que eu gostaria de comentar,principalmente em relação a Jessie J,portanto RT.

Autor

Valber

19 anos, atrapalhado, distraído e começando agora (Não tem paciência, a saída e logo alí). Aqui comentarei todo tipo de reality musical em especial The X Factor, The Voice e Superstar. E como diz uma grande pensadora atual "Quem não gostar do que eu falo, me dá um tiro na cara!"


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu