Posts Populares

The Voice Of Holland – S07E16 – Live Shows (Semifinal)

Os melhores finalistas!

E aí pessoal, trazendo aqui mais uma review do The Voice Of Holland. Tenho gostado muito dessa temporada, principalmente por conta das eliminações que foram justas em sua maioria. Todos os seis que chegaram nessa semifinal, chegaram merecidamente até aqui, a única injustiça feita nessa temporada foi com Kirsten, que saiu precocemente e pra mim tinha tudo para ser uma finalista no programa. Falando dos semifinalistas, a Pleun com certeza é o nome dessa temporada e a provável vencedora dessa temporada, logo atrás dela vem o Vichenzo que tem tido apresentações bem consistentes e obtido notas altas do público e dos jurados. Entre os outros quatro que restaram, a Isabel e o Thijs são os meus favoritos, sendo que ela tem surpreendido bastante em suas últimas apresentações e ele tem tido uma grande evolução desde o início dos lives.

A dinâmica do jogo essa semana será diferente das rodadas passadas, não houve notas, as votações foram abertas para votar no seu favorito da primeira rodada, depois dos votos da primeira rodada computados, um entre os seis deixariam a competição e os demais cinco iriam pra segunda rodada com mas uma música, para assim eleger os quatros finalistas da temporada. Como de costume, trouxe aqui novamente o Lindomar e o Jean para comentarem comigo mais esse episódio. Então, vamos lá para mais uma review!

RODADA 1

[Team Sanne] Isabel Provoost – “Hurt” by Christina Aguilera

A princípio achei estranha a escolha dessa música para Isabel, aliás achava que ela tinha muito mais a cara da Pleun, mas Isabel fez uma belíssima performance. Amei os momentos mais suaves da apresentação, já as notas mais altas achei que ela ficou devendo um pouquinho, mas olhando num geral, a performance foi maravilhosa, até porque cantar Christina não é nada fácil. Gostei muito da performance, só o refrão que achei que pedia mais força e atitude, porém as demais partes da música compensaram bem. Nota: 9,0

Jean: Muito, muito, muito boa, Isabel e Pleun são as donas dessa temporada. Isabel fez ótimos vocais, fieis, extensos, marcantes, foi quase perfeita, algumas leves desafinações. Nota: 9,5

Lindomar: Que vocais maravilhosos, que entrega, que roupa linda, Isabel segue surpreendendo e cantar Hurt tão bem foi uma prova do quanto ela melhorou e cresceu na competição, ela estava imersa e entregue, conseguiu colocar sinceridade e profundidade e por fim ela mostra aquele sorriso lindo no final que apesar de não combinar com o tom da performance, mostra a forma como ela estava feliz com o seu próprio desempenho. Nota: 8,8

[Team Ali B] Dwight Dissels – “All My Life” by K-Ci & JoJo

Essa é a música que combina com ele, essa pegada romântica e com essa levada R&B que é a cara dele. Amei a performance inteira, os vocais e o instrumental, foi uma apresentação beirando ao brega mais que amei e o que realmente representa o Dwight. Com certeza essa é uma de suas melhores performance no programa, uma pena que tirando essa performance, não lembro de nenhuma outra de destaque dele na fase dos lives. Nota: 9,0

Jean: Outra apresentação muito boa, mais dosada, intercalando altos e baixos, eu prefiro canções assim, destaca mais o artista. Gostei bem mais dessa que da anterior. Nota: 9,5

Lindomar: Olha gostei de ver ele saindo das performances estilo dança, mas vimos Dwight entregar uma performance bem mais ou menos com esse bregão, acho que o excesso de backing vocals prejudicou o brilho que ele poderia vir a ter, mas vale ressaltar que vocalmente ele foi bem, teve emoção e tal, mas acabou sendo bem esquecível. Aquela nota no final também acho que não saiu como ele queria. Nota: 7,0

[Team Guus] Leon Sherman – “Dirty Diana” by Michael Jackson

Olha a performance até que foi boa, porém depois de Kimberly Nichole (The Voice US – season 8) eu sempre espero muito dessa música e o que Leon fez foi apenas entregar ótimos vocais pra música, mas faltou mais atitude e ousadia na performance. O Leon é um bom cantor, mas peca pela falta de originalidade, todas performances dele eu acho legais, porém fico sempre na sensação que faltou algo e nessa performance não foi diferente. Nota: 7,5

Jean: Essa música é muito conhecida, logo, ou vamos gostar ou vamos odiar. Eu odiei a apresentação de Leon, achei sem “liga”, achei desconexão em vários momentos, e faltou algo que não sei o que é, algo mais verdadeiro. Nota: 7,0

Lindomar: Que responsa hein? Dirty Diana é uma das músicas mais difíceis que conheço para se cantar, até hoje vimos apenas Kimberly Nichole entregar uma performance aceitável dessa música. Leon até tentou, usou suas cordas vocais ao máximo, mas não impressionou, por outro lado a sensualidade da performance com as bailarinas foi bem explorada, mas impacto e vocais foram esquecidos no churrasco. Nota: 6,5

[Team Ali B] Vinchenzo Tahapary – “The A Team” by Ed Sheeran

Olha eu gosto muito do timbre do Vichenzo e achei a música uma ótima escolha pra ele, já que tem essa batidinha acústica que valoriza mais o timbre e menos da potência vocal. A apresentação foi muito legalzinha de assistir, apesar de não ter tido nenhum destaque, me agradou bastante, a única crítica que faço é que achei ele meio desconectado, o seu visual e palco também achei que não combinou muito bem com a música, porque olhando o cenário e visual eu diria que seria uma apresentação de rock e não indie, mas ok. Nota: 7,5

Jean: Nossa cansei, não consegui assistir inteiro, e só percebi quando me atentei que estava disperso olhando o horizonte de casa. Nota: 6,0

Lindomar: Ed Mozãoo Sheeran ❤ ! Pra quem não sabe Vinchenzo já cantou Thinking Out Loud, I See Fire, Sing e agora veio com sua quarta performance de Ed Sheeran hahaha! Coach inove nas song choices por favor. Sobre a performance apesar do timbre maravilhoso de Vinchenzo senti falta de uma verdadeira conexão do garoto com a música, foi tão cru sua performance, não conseguiu sentir o impacto, enfim, hoje não! Nota: 6,0

[Team Guus] Thijs Pot – “This Town” by Niall Horan

Nossa, se gosto do timbre do Vicenzo, eu amo ainda mais o timbre do Thijs. Ele tem um timbre lindo e as escolhas de músicas feitas para ele tem o ajudado muito, amei a música e todo o cenário, aliás o mais bonitos desse episódio. Ultimamente tenho reparado bastante que ele tem um timbre rouco que fica em mais evidência nas notas mais altas, outra coisa que elogio nele é a entrega e conexão com a música que ele apresenta em todas suas performances, o tipo de performance que enche seus olhos. Nota: 9,0

Jean: Não curti muito não, foi bem, mas bem pombo. Vocalmente estava bem, cumpriu com a melodia por ele proposta, mas não deu o destaque merecido a canção e muito menos a sua voz. Nota: 8,0

Lindomar: Chocado, dessa primeira rodada foi a performance que mais gostei, Thijs mostrou que menos é mais, mostrou que deixou de ser um péssimo vocalista, trouxe emoção, vulnerabilidade, vocais, enfim AMEI FORTE! Nota: 9,5

[Team Waylon] Pleun Bierbooms – “One Last Time” by Ariana Grande

Eita que essa menina só me enche de orgulho <3. Amei a escolha da música e a forma como ela a apresentou, optando por uma performance mais baladinha e menos emotiva, assim mostrando versatilidade. Gostei que aqui ela arriscou uns passinhos da coreografia e tava toda soltinha no palco, vocalmente foi impecável como sempre. A gente sempre espera o melhor da Pleun e aqui como sempre, ela deu um show e fez bonito, se tornando cada vez mais merecedora de vencer essa temporada. Nota: 9,5

Jean: Ela cantando baladas é incrível gente, ela tem total domínio da música. Vocais perfeitos, presença ótima, destacou muito bem a voz, tudo muito bom, não tem o que comentar. Nota: 10,0

Lindomar: Entendi a necessidade da Pleun sair das performances paradas no centro do palco, com microfone e emoção, mas realmente não conseguiu gostar muita dessa aqui, ficou parecendo que ela queria se soltar e ficava presa ali no centro, ficava no vai ou não vai, enfim, não foi ruim, longe disso, mas ela poderia ter ousado mais, se soltado mais. Nota: 8,0

RESULTADOS – RODADA 1

Abertas as votações, um dos seis deveriam deixar a competição. Se dependessem das notas dadas pelo panela de séries o eliminado seria o Vichenzo, pra mim junto com o Leon foram os que tiveram as performances mais fracas dessa primeira rodada, porém levando em conta o histórico no programa, preferia muito ver o Leon saindo ao invés do Vichenzo que tem tido performances que me surpreenderam. Sendo assim, como era de se esperar, o candidato eliminado na primeira rodada que não teve a chance de se apresentar mais uma vez, foi:

 Leon Sherman

A nível de curiosidade, a próxima música do Leon seria “Not Over You” do cantor norte-americano Gavin DeGraw. Aliás, julgando pelo estúdio a performance seria muito melhor que “Dirty Diana

PERFORMANCES ESPECIAIS

A semifinal contou com a presença de dois artistas, a maravilhosa cantora norte-americana Bebe Rexha que dividiu os vocais com os participais num mashup unindo dois hits de sua carreira e logo depois se apresentou em solo com o seu recente single “I Got You“. O segundo convidado especial, foi o cantor inglês JP Cooper com seu single mais recente.

Bebe Rexha – “In The Name Of Love / Hey Mama” (feat. Isabel, Pleun, Vinchenzo and Leon)

Bebe Rexha – “I Got You”

JP Cooper – “September Song”

RODADA 2

[Team Sanne] Isabel Provoost – “Set Fire To The Rain” by Adele

Se a Isabel me surpreendeu cantando Adele, me surpreendeu ainda mais cantando Adele. O que mais amei nessa performance é que nenhum momento eu fiquei comparando com a Adele e achei que Isabel apesar de não ter mudado o arranjo da música, ela conseguiu cantar de uma forma que em nada lembra a original. Os agudos aqui foram maravilhosos, ela mostrou muita potência vocal e muita entrega na apresentação. Amando que a Isabel vêem surpreendendo nessas últimas rodadas. Nota: 9,0

Jean:  Se eu gosto de tirar pontos quando cantam Adele? Não é minha intenção, mas acabo tirando pois conheço de mais as canções dela. Bem, ela cantou muito, muito, muito, mas muito bem Adele, um dos melhores covers de SFTR que eu já ouvi, vocais ótimos e extensão muito boa. Talvez, um pouco mais de maturidade na sua voz a canção sairia ainda mais perfeita. Nota: 9,9

Lindomar: Adele? A senhora veio com tudo Adele e Xtina! Se em Hurt Isabel passou a mensagem da sofrência, nessa ela veio para a superação, novamente em um lindo vestido e com a voz um pouco mais rouca ela mostrou um bom desempenho, mas aqui foi bem mais difícil, em alguns momentos senti como se ela estivesse prestes a errar, enfim ela foi bem, e no conjunto final fez um dos melhores combos de performances desta semi-final. Nota: 8,0

[Team Ali B] Dwight Dissels – “Another Day” by Jamie Lidell

Essa segunda performance eu não curti tanto, como já disse em outras reviews, não acho legal essa pegada mais animada para ele, principalmente numa semifinal onde as pessoas esperam performances mais emotivas e conectadas. Vocalmente foi muito bem, porém faltou um clímax na música, a música foi toda numa nota mais alta e não teve aquele passagem suave do grave do agudo, meio que já começou demais e não tinha como surpreender muito. Assim, eu não gostei e achei bem esquecível, mas vocalmente foi muito bem executada. Nota: 7,5

Jean: Foi uma apresentação muito uniforme, muito alta, logo, bem contagiante. Acredito que ele fez o certo, mesmo embora não conhecendo essa música. Ainda penso que ele tem pouco domínio do palco e parece um calouro com pouca experiência, mas a voz do cara é muito surpreendente. Nota: 8,5

Lindomar: Ai que coisa mais chata gente, parece música de especial de final de ano, Dwight acabou ficando pra trás por conta das song choices fracas feitas nesses lives. O homem até mandou bem, mas foi esquecível . Nota: 7,5

[Team Ali B] Vinchenzo Tahapary – “Pillowtalk” by ZAYN

Essa música é um grande sucesso e é o tipo de música ideal para o Vichenzo, já que ela não exige uma puta extensão vocal e ao mesmo tempo também não é uma música linear, tem toda uma nuance e clímax. Quando ele cantar música nessa pegada mais pop/romântico ele costuma ir muito bem, por conta que tem um timbre muito bonito. A única crítica que deixo é que ainda não consigo vê-lo tão conectado, principalmente nessas performances com uma letra mais emotiva, porém gostei muita dessa segunda performance dele. Nota: 8,0

Jean: Essa música é maravilhosa e Vinchenzo saiu do “inferno para o céu”, ótima escolha. Não é o melhor vocal, mas ele superou uma péssima apresentação de The A Team, qualquer coisa poderia ser melhor, pode ser. Eu pelo menos ouvi tudo e gostei. Nota: 8,5

Lindomar: Chocado que AMEI ISSO AQUI! Kkkk, foi muito melhor que The A Team, o foco da câmera no rosto de Vinchenzo foi uma bela jogada, a produção usada com o jogo de câmeras funcionou muito bem, apesar de vocalmente ele ficar devendo, no conjunto final Vinchenzo foi bem e mostrou porque merece uma das 4 vagas na final. Nota: 8,0

[Team Guus] Thijs Pot – “Just The Way You Are” by Bruno Mars

 

Depois de uma mais lentinha e contida na primeira rodada, Thijs veio com uma música mais animadinha. Inicialmente achei que seria apenas uma boa performance, mas quando chegou no refrão e ele soltou a voz com vontade, a performance ficou simplesmente maravilhosa. Venho comentando o quanto seu agudo é bonito e rouco, aqui nessa performance ele abusou dessa qualidade que venho observando nessas suas últimas performances. Thjis é a maior evolução dessa temporada, chegou de mansinho, não prometia nada e agora está aí entre os semifinalistas e provavelmente um finalista, porque o garoto simplesmente deu um show nas duas rodadas! Nota: 9,5

Jean: Foi muito bem, dominou muito bem a música, se apropriou, muito legal. Vocais ótimos, boa extensão, adorei assistir, e posso assistir mais vezes. Só o final que poderia ter sido melhor. Nota: 9,8.

Lindomar: Uma das músicas mais cafoninhas de Bruno haha, mas contrapos muito bem com a primeira de Thijs, ele vocalmente foi bem, não fez nada de uauuu ou arrasador, fez um bom arroz com feijão, mas ele poderia ter se soltado mais, uma daquelas bailarinas que estavam com Leon poderiam ter participado, senti falta de uma produção em sua performance. Nota: 7,5

[Team Waylon] Pleun Bierbooms – “The Voice Within” by Christina Aguilera

Amando que os jurados mesclaram em performance mais intimistas e mais animadas. Pleun tem uma afinação impecável, uma voz toda angelical e uma ótima extensão vocal. Aqui eu amei muito, toda a forma que ela foi levando a canção, foi tudo tão suave e ao mesmo tempo foi crescendo e ficando mais forte. A música é complicadíssima, porque é da Christina Aguilera e apresenta a suavidade e potência vocal tudo ao mesmo tempo. Achei que Pleun foi competentíssima nesse quesito e arrasou novamente aqui. <3. Nota: 10,0

Jean: Cantando longas divas da história da música. Bem, ela não é mais que uma diva, pode cantar de tudo que fica bom. The Voice Within foi boa, não foi maravilhosa por falta de alguma coisa, talvez destacar mais a voz em alguns momentos. Mas o problema talvez foi comparar com Xtina. Nota: 9,0

Lindomar: É nisso que essa garota é boa, e que lacre meus amigos! Xtina deve ter ficado feliz! Pleun transbordou emoção e trouxe os vocais limpos e claros, um show meus amigos! Resta apreciar a campeã moral desta ediçãooo! SAMBOU VIADAAAA! Amei os efeitos do palcooo! Nota: 9,5

RESULTADOS – RODADA 2

Bem de longe aqui, o pior da rodada foi o Dwight, seguido do Vichenzo, já que Pleun, Isabel e Thijs simplesmente detonaram nessa rodada e trouxeram o seu melhor. Todos nós paneleiros, concordamos que a pior performance realmente foi do Dwight e seria ele o mais justo de sair nessa rodada. E pra final ser perfeita, novamente nessa rodada tivemos mais uma justa eliminação, sendo que o eliminado dessa segunda rodada foi:

Dwight Dissels 

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Nossa, os resultados apesar de muito comemorado por mim, foi ao mesmo tempo muito chocante, eu não esperava. Apesar de Isabel e Thijs serem um dos meus favoritos ao lado de Pleun na competição, acreditava que dificilmente eles chegariam na final e principalmente eliminando o Dwight que era um dos grandes favoritos dessa temporada. O público holandês nessa temporada votaram muito bem, os finalistas são um dos mais justos que já vi em competições, sendo que esses quatro são realmente os melhores dessa competição e mereceram muito chegar até aqui. Provavelmente e felizmente também, acredito que Pleun será a grande vencedora dessa temporada e vejo o Vichenzo como seu principal oponente na competição, por conta do favoritismo que tem sido mostrado a ele. Estou muito ansioso por essa final, gostei muito de todos os finalistas. Essa sétima temporada começou bem morna, porém tem se mostrado bem justa e surpreendente, espero que a final seja tão boa quanto foram as performances de hoje e que a justiça seja feita dando o prêmio pra dona da porra toda nessa tempora Pleun!

Bem, encero aqui essa review. Próxima semana, estou de volta trazendo tudo que aconteceu na final. Fiquem a vontade para comentarem aqui embaixo e espero vocês ansiosamente na próxima review! Um abraço e até mais.

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

  • Gabriel Carvalho

    Amo a Pleun e a Isabel. Melhor ainda é quando minhas candidatas favoritas da competição cantam músicas da minha cantora favorita de sempre, Christina Aguilera, <3 continuem princesas, continuem se inspirando na rainha!

Michel Araujo

Baiano perdido em Aracaju, fã de realities show musicais e séries. Uma personalidade misturada a humor, sarcasmo e uma leve ousadia.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu