Posts Populares

The Voice Of Holland – S07E17 – Live Shows (Final)

The winner is …

 Hi guy, começando aqui a última review da sétima temporada do The Voice Of Holland. A temporada começou bem morna, mas depois dos knouckts começou a mostrar ao que veio. Os quatro finalistas realmente foram os grandes destaques dessa temporadas, a Pleun e o Vichenzo desde o live 1 tem sido consistentes e sempre com as melhores notas dadas tanto pelos coaches, quanto pelo público. Já a Isabel e o Thijs, ambos começaram com menos destaques, sendo que Isabel enfrentou três bottons para cair nas graças do público, já o Thijs penou ainda mais estando em 4 rodadas como um dos menos votado. Minha torcida eu sempre deixei claro que seria para Pleun, desde a sua blind audition, após cada fase do reality ela foi tomando mais destaque na competição, com uma trajetória bastante sólida e admirável. Outra que torci desde sempre, foi a Isabel e o Thijs, ambos me surpreenderam muito, em especial nessas últimas semanas do show. Por fim o Vichenzo, nunca foi um dos meus favoritos, porém reconheço que ele tem talento, é carismático e acabou criando grande popularidade na competição.

Nesse último episódio da competição, os acts cantaram duas músicas cada, sendo uma reprise e outra um dueto, após as performances seria anunciado o competidor que recebeu menos votos e assim ficando com o quarto lugar dessa sétima temporada. A última rodada, foi com as músicas originais, na verdade o single que cada candidato lançaria. Pra encerrar com chave de ouro, novamente trago meus comentaristas de sempre, o Jean e Lindomar, desde já agradecendo a eles pela participação nas reviews. Bem, agora vamos ver tudo o que rolou nessa final maravilhosa.

RODADA 1 (REPRISE SONG)

[Team Waylon] Pleun Bierbooms – “Writing’s On The Wall” by Sam Smith

Um lacre é um lacre, não importa quantas vezes for cantada. Essa música parece que foi feita para a Pleun, encaixou perfeitamente com o timbre espetacular dela. O grave ficaram maravilhosos e os agudos tão maravilhosos quanto, amo que aqui a Pleun vai desabrochando na medida que a música vai se desenvolvendo, tecnicamente é a melhor performance da Pleun sem dúvidas, aqui ela dá um show de afinação, falsetes e potência vocal. Amei a primeira performance e amei ainda mais essa segunda, só posso dizer que foi sensacional e super merecida de ser reapresentada nessa final. Nota: 10,0

Jean: Essa foi a apresentação que mais gostei dela na temporada, amei que ela foi reprisada. E a danada arrasou ainda mais. Nota: 10,0

Lindomar: Pleun optou por reeditar sua performance da primeira noite de lives, e amei muito, apesar de achar que seu melhor foi “What Now”, ela voltou no inicio e onde assumiu o posto de favorito que até então era de Dwight. A música é grandiosa e Pleun apresentou emoção e vocais para cantar a canção com toda sinceridade e marimba necessária! AMEI FORTE, mais do que a primeira vez! Nota: 10,0

[Team Sanne] Isabel Provoost – “Big Girls Don’t Cry” by Fergie

Nossa, que performance linda da Isabel, sinceramente não recordava que ela tinha cantado essa música e minha favorita dela é a emotiva “Sweet Goodbyes”, mas confesso que acabei gostando mais dela ter reprisado uma performance mais antiga e ter feito uma apresentação muito melhor que da primeira vez. Ela tava toda linda, o timbre ficou super valorizado com o arranjo, além do palco que estava lindo e ela super conectada com sua performance. Amei forte, foi tudo muito bem executada aqui. Nota: 9,5

Jean: Amo essa música. Isabel cantou muito bem ela, ela tem uma facilidade para cantar essas músicas, e foi muito esperta em usá-las. Só digo que faltou alguma coisa na voz dela para a apresentação ser perfeita, mas não sei como escrever isso. Nota: 9,8

Lindomar: QUE TIROOO DA PORRA! Isabel pegou a song dos KOs onde ela lacoru e nos deu uma linda versão completa do tiro dela! Amei forte a escolha e condiz muito com a trajetória dela até aqui, se for ver Isabel foi a artista que ganhou mais força, segurança e evolução entre todos, ela estava linda, plena e maravilhosa e entregou uma performance digna de bater com Pleun! Nota: 10,0

[Team Ali B] Vinchenzo Tahapary – “Say You Won’t Let Go” by James Arthur

Essa é com certeza a minha performance preferida dele e novamente gostei muito do que ele apresentou. A música é linda, bastante emotiva e tem umas nuances maravilhosas ao longo da música. O Vichenzo conseguiu ser ainda melhor que na primeira vez, seus vocais foram impecáveis, mandou bem no grave, agudos e principalmente nos falsetes, que aliás era algo que reclamei nele. Me surpreendeu e me fez gostar ainda mais dessa performance. Nota: 9,0

Jean: Foi legalzinho, foi calminho, não faz muito meu gosto, porém ele cantou bem, conseguiu dar um destaque pra música em algumas notas mais altas, mas foi pouco. Nota: 8,0

Lindomar: Olhaaa Vinchenzo reeditando a performance dele que mais AMEI, bem melhor que a farofa que foi o dueto com Ronnie… teve falsetinho, teve emoção, Vinchenzo precisa aceitar que cantar paradinho música romantica ou da bad é o seu destino e largar as farofas dançantes! Nota: 10,0

[Team Guus] Thijs Pot – “Let Me Love You” by Justin Bieber

Poxa, o Thijs tinha tantas performances legais, não entendi o motivo dele ter reprisado uma das menos impactantes dele. Assim, não foi uma performance ruim, mas ficou muito atrás dos seus concorrentes, foi uma performance legalzinha, entretanto nada impactante. Poderia ter reprisado a maravilhosa “Dancing On My Own” ou “Another Love” que são maravilhosas, mas essa achei apenas corretinha. Nota: 7,5

Jean: Olha, essa música é muito boa, mas com ele cantando parece que não curti, parece que a música não é boa para concurso musical, porém vi outras apresentações dessa música melhores. Ou seja, faltou alguma coisa em Thijs, que mesmo ele tendo potencial, tendo uma boa voz, a melodia o desfavoreceu. Nota: 7,5

Lindomar: Sem dúvida “Another Love” ou “Dancing On My Own” caberiam melhor nessa reprise, lembro que essa performance foi bem sofrivel e ele quase foi eliminado hahha. Enfim, Thijs mostrou evolução vocal e performática e entregou algo bem legal nessa final, mas achei que foi longe do que poderia ter sido para uma final, a música não é muito marcante, mas foi legalzinho feat. pombo. Nota: 7,0

RODADA 2 (DUETOS)

[Team Guus] Thijs Pot & Guus Meeuwis – “Dat Komt Door Jou” by Guus Meeuwis

Foi uma performance com uma melodia emocionante e um arranjo bem meloso. Achei que ambos foram muito bem na performance, a música foi ganhando mais vida aos poucos e no fim até que curti bastante. Achei que uma performance perfeita para dueto, uma vez que ambos tiveram espaço pra brilharem e a música mais lenta e acústica, acabou valorizando seus vocais. Nota: 8,5

Jean: Essas músicas em holandês que entendo tudo e mais um pouco (rs). Achei uma apresentação bem bonita, harmoniosa, um casamento muito legal das vozes e a canção também parece ser legal, a melodia é a melodia que tenho costume de ouvir. Favorece bastante os bons cantores. Nota: 9,0

Lindomar: Uma música holandesa, não vamos fazer a louca dizer que compreendi algo que foi dito aqui, mas achei lindo a interação dos dois, a verdade que ambos transparenciam, parecia ser uma song tocante. Enfim, achei fofo e a voz dos dois casaram muito bem! Nota: 9,0

[Team Sanne] Isabel Provoost met Paskal (Bløf) – “Omarm Me” by Bløf

A performance parecia que seria apenas boa, mas depois foi ficando maravilhosa e a Isabel mandou muito bem com seu convidado especial. Amei do refrão em diante, a música ficou muito melhor e a conexão entre eles foi aumentando e deixando a performance cada vez mais interessante. Gostei bastante desse dueto, que aliás não esperava grande coisa. Nota: 9,0

Jean: Foram uns putos vocais nesse dueto, inicialmente achei que não ia rolar nada entre os dois, isso porque achei eles um pouco desconectados no tom, porém, do meio pro fim, nas partes mais altas achei muito superior, como se fosse outra música, que mesmo sem entender nada, adorei. Nota: 9,0

Lindomar: Que dueto do caralhooo, não conheco o moço e novamente não entendi nada, mas achei lindooo! Teve vocais, teve lacree e teve a Sanne loucaaa na cadeira dela, foi FODÁSTICO! Nota: 10,0

[Team Guus] Pleun Bierbooms en Waylon – “From This Moment” by Shania Twain

Que dueto mais maravilhoso foi esse? Tão conectados e entregues na performance, em vários momentos pareciam até um casal se declarando com vários olhares. A música favoreceu ambos e novamente aqui nesse duetos, ambos brilharam igualmente e juntos também, amei as partes que suas vozes se combinavam lindamente. Melhor dueto dessa final e melhor relação coach/act. <3 Nota: 10,0

Jean: Conexão sentimos nessa apresentação toda, gente, que lindos estavam. Foi um tiro atrás do outro, os falsetes, as extensões vocais de ambos. E claro, Pleun se destacando, como essa mulher me encanta mais a cada dia. Nota: 10,0

Lindomar: Cantando um hino de Shania Twain, vemos um dos melhores duetos de coach-act de todos The Voice, temos que admitir que Pleun pisa um pouco, mas o timbre diferenciado de Waylon se destaca também, mas o que mais me admirou foi a interação dos dois, fiquei no final se BEIJEM caralhooo! Foi um lindo momento para ambos eu tenho certeza! Nota: 10,0

[Team Ali B] Vinchenzo Tahapary en Ronnie Flex – “Energie” by Ronnie Flex ft. Frenne

Achei bem farofada, estilo meio kuduro, eu particularmente acabei gostando muito. Foi uma performance cheia de gingado e energia. Assim, eu preferia mais um  dueto emotivo e com uma música que valorizasse vocalmente ambos, porém posso dizer que essa foi satisfatória pra mim. Nota: 8,0

Jean: Apesar de eu ter achado um dueto que combinasse entre eles, achei a apresentação um pouco estranha. Os vocais foram bons, ao que a música pedia deles, mas eles cumpriram com o que a música propunha, toda uma diversão farofada, mas não é o que gosto de ouvir e reouvir. Nota: 7,8

Lindomar: Não sei quem é o famoso que acompanhou Vinchenzo, mas ele tem uma vibe bem de cantor brasileiro de funk haahaha, achei a performance bem caliente e bonita, mas vocalmente não foi tão boa assim, a voz de ambos não casaram, enfim, foi legalzinho, mas só isso. Nota: 7,0

RESULTADOS – PARTE 1

Julgando pelas performances das duas primeiras rodadas, o eliminado dos paneleiros seria o Thijs que apresentou o combo mais fraco, mas julgando pelo histórico no programa, o Vichenzo seria o merecedor do quarto lugar segundo a nossa opinião. Levando em conta que o Thjis tem vindo de vários bottons e como hoje foi o mais fraco dentre os quatro demais, apostaria no Thijs como o eliminado e assim o quarto lugar dessa sétima temporada do TVOH. Sendo assim, o quarto lugar do The Voice Of Holland 2017 é:

Thijs Pot

O quarto lugar já dava como certo para ele, mas o que importa mesmo é que o Thijs conseguiu mostrar seu talento e carisma durante sua trajetória. Eu nunca esperaria que ele fosse chegar tão longe, mas ele chegou nessa final por muito merecimento. Com sua vibe toda pop contemporâneo, ele trouxe frescor na competição, com músicas mais contemporâneas e românticas, priorizando mas a beleza de seu timbre que a potência de sua voz. Deixo aqui a sua performance que considero uma de suas melhores, até porque poderia ser “Just The Way You Are” ou “Dancing My Own”.

PERFORMANCES ESPECIAIS

Armin van Buuren & Top 4 – “Heading Up” 

Lukas Graham,  Isabel Provoost & Pleun Bierbooms  – “7 Years”

Armin van Buuren, Thijs Pot & Vinchenzo Tahapary – “I Need You”

Lukas Graham – “You’re Not There”

RODADA 3 (ORIGINAL SONG)

[Team Ali B] Vinchenzo Tahapary – “Steady Love”

Velho, eu gostei muito dessa performance, tem uma vibe bem atual e uma pegada eletrônica que amo muito. O single tem bastante a cara dele e ele foi super corretos nos vocais. Novamente elogio os falsetes que estavam melhores do que nunca, também gostei que ele ainda fez umas coreografias e mostrou o tipo de artista que quer se tornar. Gostei pra caramba e confesso que dei replay aqui haha. Nota: 9,0

Jean: Uma boa escolha para Vinchenzo, uma balada romântica. A música é ótima e ele teve muito a ver com a música. Gostei bastante das partes mais altas que a melodia proporcionava. O que eu acho que poderia ter sido melhor é marcar melhor a música, ter transformado numa canção sua. Nota: 8,5

Lindomar: A música casou tão bem com Vinchenzo, foi perfeito ❤! O garoto brilhou aos poucos e fez uma versão delicinha dessa song que desconheco, usou uns falsetinhos e foi ótimo! Teve até espaço pra dancinha! Nota: 9,0

[Team Sanne] Isabel Provoost – “Nothing”

Mais uma performance maravilhosa, amei a música que combinou muito com o timbre delicioso da Isabel. A música é bem pop atual, amei que ela veio com uma música mais levada pra balada eletrônica e que mesmo assim valorizou bastante os seus vocais. Se eu amei o single do Vichenzo, amei ainda mais o single da Isabel, aliás dei replay diversas vezes e já quero a versão estúdio. <3 Nota: 9,5

Jean: Isabel manda muito bem gente, ela tem um aura muito pop, espero que ela faça muito sucesso. Pena que ela veio numa temporada onde a única dona foi sempre Pleun. Isabel tem uns recursos vocais ótimos, tem versatilidade, domínio de palco, beleza, o que lhe falta é mais segurança, e se apropriar das músicas. Nota: 9,8

Lindomar: Como lacrar e encerrar com a última performance destruidora? Pergunte a Isabel! Que samba da garota e toda sexy naquela roupa azul com as pernocas pra fora, achei uma vibe bem Tori Kelly! Adorei! Nota: 9,5

[Team Waylon] Pleun Bierbooms – “What Hurts The Most”

Que músicão, Pleun veio pra lacrar de vez e assumir seu posto de dona dessa temporada. A música é mais emotiva, Pleun estava bastante conectada e soltou a voz com vontade. O que amei é que a música apesar de ser originalmente country, a Pleun trouxe a música para si, deixando a música mais com sua cara. Fiquei todo bobo vendo a última performance no programa da minha favorita desde sempre, amei cada nota muito bem executada e fiquei todo emocionado e orgulhoso por Pleun está encerrando sua trajetória com chave de ouro. Nota: 10,0

Jean: Que pose de vencedora, viu! Vemos aqui o quanto vale a pena fazer uma audição histórica e um começo de programa impecável, um reconhecimento e um domínio até o fim do programa, a candidata mais querida, e claro, auxiliado a uma voz e domínio de palco consistente. Nota: 10,0

Lindomar: Gente que coisa mais linda e tocante foi essa? Song choice perfeita para a final, Pleun mostrou vulnerabilidade, mostrou conexão e os vocais mais bem ecnaixados até aqui, AMEI FORTE! Nota: 10,0

RESULTADOS – PARTE 2

Aqui, nossos votos da final e de todo o programa combinaram, em ambos o primeiro, segundo e terceiro lugar seriam os mesmos. Pleun reinou absolutamente hoje, aliás reinou a temporada inteira né? Logo após, temos a doce e surpreendente Isabel que começou a competição despercebida e depois desabrochou de vez na competição e tornou-se uma das finalistas com muito mérito. Por fim o Vinchenzo, que apesar de nunca ter estado entre um dos meus favoritos, teve uma trajetória bastante consistente na competição.

Então vamos lá, descobrir com quem ficou o 3º lugar do programa, que foi:

Vinchenzo Tahapary

Olha, confesso que apesar de ter achado que ele merecia esse lugar, não esperava vê-lo no terceiro lugar, holandeses mandarem muito bem nessa votação. Acho que Vichenzo teve uma trajetória de altos e baixos na minha opinião, porém ele sempre foi muito querido pelo público, tanto que nunca ficou entre os menos votados. Ele é um ótimo artista, canta, dança e é bastante carismático, tem tudo pra fazer sucesso por aí.

Bem, anunciado o terceiro lugar da competição, restavam no palco apenas Pleun e Isabel com seus respectivos coaches. Sendo assim, a vencedora da sétima temporada do The Voice Of Holland (2017) é:

Pleun Bierbooms

Resultado mais que merecido e esperado durante toda a temporada. Pleun foi maravilhosa durante toda sua trajetória. Amei demais a Pleun e Isabel como primeiro e segunda lugar, super concordo que elas realmente foram os grandes destaques dessa temporada. Achei muito fofo a Isabel abraçando e visivelmente feliz pela Pleun, além do abraço mais carinhoso e cheio de amor da Pleun com o Waylon. Para comemorar esse título maravilhoso, deixo aqui embaixo a melhor performance dessas duas cantoras maravilhosas que merecem muito sucesso.

Bem pessoal, encerro aqui essa review de despedida dessa temporada maravilhosa. Amei ter acompanhado com vocês essa temporada, em especial essa final maravilhosa e tão justa. Provavelmente, na próxima temporada estaremos de volta, espero que vocês tenham curtido com a gente e continue ligados no nosso site que está sempre cheio de novidades. Um abraço a todos que acompanharam, até mais!

 

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Michel Araujo

Baiano perdido em Aracaju, fã de realities show musicais e séries. Uma personalidade misturada a humor, sarcasmo e uma leve ousadia.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu