Posts Populares

The Voice Of Holland – S08E12 – The Knockouts 01

Começando os Knockouts com ótimas performances e difíceis decisões!

Finalmente, está no ar a review da minha fase favorita do reality, os cruciais Knockouts. Nessa fase é quando realmente conhecemos os acts, porque aqui eles escolhem suas músicas, ensaiam com seus respectivos coaches e mostram aqui ao que veio, além dessa fase já ser a responsável de diversos lacres, não só da franquia holandesa, mas de todas espalhadas. Diferentemente dos tradicionais Knockouts exibido pelo TVUS, na TVOH os candidatos não são colocados em duelos, eles disputam entre si as vagas, cada um se apresenta individualmente e o coach poderá dá ou não uma das três cadeiras disponíveis para o participante, sendo que as escolhas podem ser mudadas a cada performance e os que permanecerem nas cadeiras ao fim das apresentações serão os escolhidos para formar o top 12 para os Lives.

No primeiro episódio de Knockouts, os times de Waylon e Anouk vão se apresentar e disputar uma das vagas disponíveis para a próxima fase, os Lives. Tanto Waylon quanto Anouk, formaram um ótimo time desde das Blind Auditions e conseguiram extrair um ótimo time depois das Battles. Acredito que aliás, serão esses times que mais sofreremos com as eliminações, porque tem muito candidato talentoso que dará adeus ainda nessa fase, principalmente porque mais da metade vai ser eliminado ainda nessa fase. Para sofrer comigo com as sofríveis eliminações, contarei com os comentários dos meus amigos paneleiros e viciados nas franquias do The Voice, Lindomar e Lucas. Além de comentar cada performance, no final de todas as apresentações do time, opinaremos sobre quem seria os nossos escolhidos dessa fase. Let’s go, babies!

TEAM WAYLON

Kimberly – “Who You Are” by Jessie J

Michel: Meu amor por Kimberly foi à primeira audição, ela tem uma poderosa voz e ao mesmo tempo ela tem tanto controle e técnica que nunca tenho o que criticar algo em suas performances, além de ser bastante carismática e ter star quality. Sua escolha de música aqui foi muito inteligente, uma vez que ela cantou duas músicas seguidas dos anos 80, apostar numa canção mais contemporânea seria uma ótima forma de mostrar sua versatilidade e potencial para o mercado musical nos dias de hoje. Sua apresentação teve vocais absurdamente afinados como sempre, teve uma ótima presença de palco e conexão com o que cantava, tornando sua performance impecável, apesar de ainda preferir sua performance da Blind Audition. Eu simplesmente amei sua performance e acredito que seja muito difícil alguém tirar sua vaga dos lives, até porque ela é de longe a favorito do team Waylon, além de não ter facilitado nada para os seus concorrentes. A minha única observação aqui, seria que ela podia ter mudado um pouco o arranjo ou ter arriscado mudar um pouco mais da melodia da canção, deixando mais a cara dela como fez em “Hello“, porém ela seguiu a versão original e mandou muito bem.

Lindomar: Que voz amigos! Kimberly é um dos grandes destaques até aqui e manteve o favoritismo com ela com uma performance forte e impactante. A música foi perfeita, uma das melhores composições de Jessie J! Kimberly se entregou e conseguiu ser consistente a todo tempo, tecnicamente impecável e com confiança. Arrasou.

Lucas: Voz muito bem colocada, acertando todas as notas e tudo com execução perfeita. Kimberly tem uma presença natural muito boa e se impõe bem mo palco. Minha crítica negativa fica por conta de eu ter achado que faltou “o momento ” em sua performance. No mais, muito bem executada.

KIMBERLY GANHOU A CADEIRA 1

Silayio – “Runnin’” by Naughty Boy ft. Beyoncé

Michel: Que pisão meu povo, essa mulher deixou bem claro que queria muito prosseguir para a próxima fase. Silayio tem uma voz poderosa, suas interpretações são sempre carregas de muita emoção e entrega, impossível não se conectar com suas performances, além de que adoro as variações em sua voz, incrível o quanto ela oscila lindamente entre o grave e agudo. Eu inicialmente achava que a música limitaria a Silayio vocalmente, porém me enganei muito e achei que ela conseguiu extrair o seu melhor nessa apresentação, sendo para mim a sua melhor performance no programa, em especial vocalmente. Amei sua performance, amo o visual dela e ainda mais a forma que ela se move no palco, uma act diferenciada e que tem muito a oferecer ao reality.

Lindomar: Pobre de quem vem depois de Kimberly e Silayio, porque duas vagas das três já estariam preenchidas. Silayio destruiu no palco, dando conta de umas das canções mais dinâmicas e atuais que conheço. Mostrou que pode subir o tom, descer, dar uma gingada! Ela sambouuu e já é minha favorita nesse time.

Lucas: Ela foi super inteligente nas suas escolhas vocais. Explorou bem a rispidez da sua voz, assim como seus graves e soube até onde colocar sua potência vocal. Além disso, ela apresentou um controle vocal ótimo e adorei a intensidade que colocou na sua apresentação. Foi muito bem.

SILAYIO GANHOU A CADEIRA 2

Julia van Bergen – “Be The One” by Dua Lipa

Michel: Eu gosto muito da Julia, porém entre as mulheres do team Waylon ela é a mais fraca vocalmente, apesar de ser a mais comercial do time. Gostei muito da sua escolha musical, Dua Lipa é muito acertada para ela que não tem uma grande extensão vocal, tanto que achei sua melhor performance no programa, vocalmente foi muito superior que as performances passadas e pareceu muito mais confortável no palco, curti bastante sua performance e fui surpreendido positivamente aqui. Uma pena que acredito que aqui nesse time ela acaba sendo a mais fraca, porém no team Sanne acho que ela teria grandes chances de ir para os lives, mas ela fez uma ótima performance e não acharia injusto caso ela prosseguisse para a próxima fase da competição.

Lindomar: Dua Lipaaa AAAAAAAAAH. Nem só de Novas Regras vive nossa diva! Com uma das melhores songs de 2017, Julia se divertiu no palco e mostrou todo seu potencial. A apresentação não teve um momento uauuuu, mas foi sólida e permitiu a ela mostrar seu talento. Julia não tem uma voz especial ou é uma cantora espetacular, acredito que vai rodar logo mais, mas por enquanto mereceu sentar naquela cadeira.

Lucas: Julia tem algo que infelizmente o The Voice não costuma valorizar, que é a identidade musical muito bem definida. Ela se dá muito bem nesse pop com influência eletrônica e aqui ela escolheu um hino da rainha Dua Lipa e fez uma noa performance. A voz dela super combinou com a música, me empolgou quando se arriscou mais, mas confesso que ela poderia ter explorado melhor algumas partes da música.

JULIA GANHOU A CADEIRA 3

Tessa Looijen – “Because Of You” by Kelly Clarkson

Michel: Amo muito essa música, porém não entendi bem a escolha da Tessa, não vejo ela nesse estilo mais pop baladinha, sempre apostei nela com uma cantora alternativa, mas são choices, né? Não achei que a música foi uma boa escolha para ela, vocalmente teve alguns deslizes que me incomodaram, em especial o refrão que achei que ficou muito baixo, faltou a explosão vocal que a versão original tem, achei que talvez ela optou em diminuir algumas notas, porém com isso perdeu um pouco da força da música, não sentir o sentimento de desespero e dor que a original me passa. Não foi uma performance ruim, ao contrário foi ótima, entretanto esperava mais da Tessa e ainda mais cantando Kelly Clarckson que tem vocais poderosos, assim achei que foi uma performance correta, mas não muito cativante como das outras colegas.

Lindomar: Eu amoooo tanto essa músicaaa AAAAAAAAAAHH. Tessa que interpretação foi essa? Fiquei impactando com a verdade que ela conseguiu transmitir e com as notas que ela fez. Tessa escolheu certo as armas para vir a essa batalha e mereceu a cadeira que tomou!

Lucas: Olha, me surpreendi com Tessa. No começo eu realmente viajei na voz dela, que estava super gostosa e agradável. Do meio pro final ela conseguiu crescer dentro da performance, mostrar potência na sua voz e muita capacidade vocal. Porém, esperava mesmo que ela estivesse mais livre no palco, mas isso não comprometeu essa ótima performance.

TESSA GANHOU A CADEIRA 3/ JULIA ELIMINADA

Simon van Rooij – “Message In A Bottle” by The Police

Michel: O Simon é aquele act cativante que a gente torce, sem nem saber muito o motivo. Gostei muito que ele apostou em The Police para essa fase, quebrando a sequência de músicas pops cantadas anteriormente, além de que essa música é maravilhosa. Gostei muito de ver ele usando mais do arranhado de sua voz, apesar que o grave achei que ficou um pouco baixo demais para ele, mas seu carisma no palco é surpreendente, além de achar que ele tem evoluído muito a cada fase, apesar de vocalmente ainda ficar a dever para alguns competidores. No geral, gostei muita da sua apresentação e queria muito que ela fosse para os lives, mas entendo os motivos de Waylon não ter escolhido ele por conta de sua inexperiência vocal comparada aos outros do time. PS: Nítido o carinho do Waylon por ele, tanto que foi a performance que o vi mais animado, subindo até em sua cadeira e agitando a platéia.

Lindomar: Meu bebê Simon AAAAAAHHH! Com um dos clássicos do The Police ele veio tentar a sorte de conseguir uma vaga nessa seleção. A vida de Simon não estava fácil, mas ele tinha um perfil totalmente diferente das três garotas que estavam sentadas nas cadeiras e acredito que Waylon deveria ter levado isso em conta. Simon mostrou consistência, uns rasgados, foi dinâmico e deu conta do recado. Talvez a música poderia ter sido outra que explorasse mais ele e o valorizasse, mas ele mostrou o artista que ele é.

Lucas: Olha, se ele escolhesse um Ed Sheeran e viesse com o violão, teria mais chances, porém eu ADOREI isso aqui. Esse timbre, essa entrega, essa voz <3. Ele é muito bom, muito fofo e estaria no meu top 3 com certeza, principalmente depois dessa performance cheia de intensidade e presença de palco com vocais versáteis.

SIMON ELIMINADO

Silke van de Klundert – “Scars To Your Beautiful” by Alessia Cara

Michel: Nossa, eu amo tanto essa timbre da Silke, minha voz favorita dessa temporada. Depois de ter feito a melhor battle dessa temporada, minhas expectativas nela eram enormes, até porque é uma das minhas favoritas do time. A música escolhida é lindíssima e uma das minhas favoritas, porém achei que não foi a melhor escolha para ela, deveria ter apostado em algo mais acústico que valorizasse melhor a particularidade de sua voz, voz e piano para ela seria perfeito, com a banda total achei que acabou ofuscando ela um pouquinho. A performance foi muito boa, porém acredito que ela poderia ter ido muito melhor, até porque achei que o nervosismo atrapalhou um pouco também, mas ainda assim um dos destaques desse time.

Lindomar: Depois daquela batalha fantástica eu fiquei bem ATENTO com a Silke, queria muito ver do que ela seria capaz. Silke escolheu bem a song, mas fez uma performance muito morna, sem emoção e sem entrega a altura do esperado, de certa forma me decepcionei um pouco com ela hoje, esperava bem mais, acredito que o nervosismo atrapalhou um pouco, mas nesse time a vida dela não seria fácil.

Lucas: Eu adoro essa garota, mas ela precisa ser muito inteligente nas escolhas musicais, pois possui uma voz muito limitada, apesar de eu achar sua voz linda. Aqui a escolha combinou com o timbre da Silke, mas infelizmente a música não tinha muito pra onde ir e a performance ficou, apesar de legal e gostosinha, bem linear. Regrediu depois do hino de performance em “Wings“.

SILKE ELIMINADA

Kelly Kockelkoren – “Shape Of You” by Ed Sheeran

Michel: QUE TIROOOOOOOOOOOOOOOOOO. Achei essa versão de “Shape Of You” simplesmente sensacional, Kelly foi muito inteligente em mudar o arranjo da música e deixá-la mais sua cara, amei o solinho de guitarra e seus vocais roucos casaram perfeitamente, sem mencionar toda essa atitude rock star. Com certeza essa foi sua melhor performance no reality e a melhor dos Knockouts até aqui. Me surpreendeu muito, não esperava que o lacre dessa fase viria da Kelly, que sempre foi ótima no programa, mas nunca esteve entre um dos destaques. Sinceramente não entendi como o Waylon não deu uma cadeira para ela, primeiro porque ela foi a melhor do time e segundo porque a Tessa fez uma performance mediana. #Chateado #JusticeForKelly #KellySeason9 <3

Lindomar: Você quer versatilidade? Kelly entregando um “Shape Of You” no Rock e tentou se destacar. Eu gostei do que ela fez e da coragem, mas acabou que mostrou várias fragilidades da voz dela no meio do caminho, o solo de guitarra foi o momento alto da apresentação e depois disso ela melhorou muito mas não tiraria Tessa da cadeira para por Kelly.

Lucas: Interessante ela utilizando a guitarra, a presença de palco dela e tudo mais, mas confesso que não curti muito a versão e convenhamos, a voz é bem básica e não chama atenção em nada. Achei bem esquecível, apesar de inteligente, já que ela tentou chamar atenção na criatividade.

KELLY ELIMINADA

Marchiano – “How Am I Supposed To Live Without You” by Michael Bolton

Michel: O único do time que realmente não gosto é Marchiano, acho ele tão datado e com zero diferencial que fica muito difícil me conectar em suas performances, por outro lado confesso que ele é um excelente vocalista. Sua performance foi ótima, os vocais foram consistentes e estava bastante conectado com o que cantava, além de que dessa vez ele mostrou um lado mais emocional seu, não tenho muito o que criticar sua performance dessa fase, apenas que foi muito linear e previsível, poderia apostar numa música mais contemporânea e que fugisse de sua zona de conforto.

Lindomar: Eu tava feliz com o TOP 3 do Waylon e não esperava muito do Marchiano, acho ele bem datado e não vejo muito futuro para ele na competição. Mas ele veio e calou minha boca, entregou uma performance consistente, cheia de emoção e certeza que comoveu as tias do sofá da Holanda. Eu não levaria ele para a próxima fase por não ver muito futuro nele, mas se Waylon o escolher para o lugar da Tessa não seria exatamente injusto.

Lucas: Meu Deus do céu! Se a pessoa for datada, ok, mas que seja ótimo, pois é isso que uma música dessas pede. Aqui ele foi bem mediano, com bons vocais, mas nada além disso. Não surpreendeu em nenhuma parte e é mais do mesmo que vemos toda temporada em várias franquias. Enfim, não curti e chutaria pra longe do meu top 3.

MARCHIANO GANHOU A CADEIRA 3/ TESSA ELIMINADA

RESULTADOS

Kimberly, Marchiano e Silayio

Meu top 3: Kimberly, Silayio e Simon

Top 3 (Lindomar): Kimberly, Silayio e Simon (ou Tessa)

Top 3 (Lucas): Kimberly, Julia e Simon

Waylon fez ótimas escolhas apostando na Kimberly e Silayio, ambas tem vocais poderosos e são bastante carismática, além de que são de longe as mais preparadas do time. A escolha do Marchiano achei um tiro no pé, não só porque não gosto dele, mas também porque não vejo ele tão carismático para o público, não teve uma performance de destaque no programa e ainda acabou levando para os lives três acts com o mesmo estilo musical. Entendo que ele não quis levar um time completamente feminino, mas poderia bem ter apostado Simon que tem um estilo mais autêntico e original, mas acho que depois dele ter tido problemas com a Romy que deixou a desejar nos lives, talvez ele ficou com medo de apostar novamente em um act mais jovem e inexperiente. Eu levaria a Kimberly, Silayio e outra vaga poderia ser a Tessa, Simon ou Silke que amo, porém julgando pelas performances dos Knockouts, as melhores performances foram Silayio, Kimberly e Kelly. Kimberly e Simon foram unanimidade em nossas opiniões, seguido de Silayio que é uma das grandes favoritas minha e do Lindomar, por fim Júlia que seria uma aposta de Lucas por conta do seu estilo comercial. Outra coisa que foi unanimidade em nossas opiniões, foi a discordância do Marchiano nos lives.

TEAM ANOUK

Gideon Luciana – “Sexy Als Ik Dans” by Nielson

Michel: Eu sempre tive um ranço enorme no Gideon, sempre achei ele muito fraco e até acho que ele tem sido arrastado demais pela Anouk, até porque ele era o nome mais fraco do seu time, mas vou dizer que depois dessa performance o meu ranço nele diminuiu um pouco. Vocalmente ele deu uma grande melhorada, mas o destaque dessa performance mesmo foi sua presença de palco que fez toda diferença, ele dançou no palco e interagiu muito bem com a platéia e os demais coaches, também gostei muito dessa vibe mais divertida para ele, até porque vocalmente ele é muito fraco, sendo assim apostar mais em danças e interação com o público, será um bom diferencial para ele.

Lindomar: Gideon tem presença de palco e apostou nisso sua passagem ao próximo round. Com limitações vocais que impedem ele de bater de frente com o resto do time, o jovem colocou sexualidade, gingado e se mostrou comercial se formos pensar. Gideon foi extremamente esperto pois fez algo que dificilmente outro artista to time irá fazer e talvez com isso ganhou um espaço no Team Anouk.

Lucas: Não conhecia a música, não entendi nada da letra, mas que hino de escolha! Tudo encaixou muito bem, com ele soando extremamente divertido e muito solto no palco. Os vocais foram bons, versáteis, com grave e falsetes bem executados. Curti!

GIDEON GANHOU A CADEIRA 1

Lilly-Jane Young – “Break Free” by Ariana Grande

Michel: Julgando pela sua Blind Audition, eu não dava nada pela Lilly, mas das Battles até aqui consigo vê-la como uma das melhores vocalistas dessa temporada. Ela fez uma excelente performance, os vocais estavam ótimos e fez uma excelente escolha quando escolheu esse arranjo mais acústico, que deu mais foco nos seus vocais e deixou a música mais emotiva. Como a maioria, aqui também ela teve o seu melhor momento na temporada e um dos destaques dessa rodada.

Lindomar: Meu Deusss que destruição da Lilly-Jane, ela começou um pouquinho trêmula no início, mas totalmente entregue. Amei a afinação dela em todos os momentos, o controle e ela me surpreendeu muito. Anouk fica de olho nessa garota que ela é promissora.

Lucas: Apesar de a apresentação não ter tido um momento uau, ela conseguiu ser bem consistente, com vocais precisos, sem exageros e sem muito risco. O ponto negativo fica por conta de que a performance ficou um pouco esquecível, então não seria fácil ela manter sua vaga.

LILLY-JANE GANHOU A CADEIRA 2

Kevin Fullinck – “Love Never Felt So Good” by Michael Jackson ft. Justin Timberlake

Michel: Kevin foi outro act que espertamente apostou na interação nessa fase, aliás amei toda espontaneidade e ousadia dele dançando com o Ali B, divertindo todo mundo. Vocalmente eu tenho que dizer que ele foi bem ok, a performance apesar de dançante, foi bem linear nos vocais e não teve um momento de destaque. Claramente ele e Gideon brigam pela mesma vaga no time e sinceramente falando, eu preferia ele, mas confesso que Kevin nessa rodada não foi tão bem, além das outras performances anteriores ter sido melhores que a dele, achei que essa foi sua performance mais fraca no reality.

Lindomar: Puxou o Ali B para a dançaaa e se divertiu, mas foi tão genéricooo que não podemos considerar que Kevin chegou a ter chances nessa seleção de estrelas do team Anouk. Em alguns momentos ele chegou a ter sua voz igualada em altura com as backings e em outros seu timbre soava um pouquinho irritante, mas o rapaz mandou bem e mostrou que tem bons movimentos, encerrou bem sua passagem no TVHolland.

Lucas: Apesar de todo o entretenimento ali no palco junto com o Ali B, Kevin foi bastante básico, além de eu ter achado a voz dele enjoativa, principalmente com essa música. Não teve momento de destaque e nem mostrou potencial para continuar na competição.

KEVIN ELIMINADO

Jim van der Zee – “Without You” Avicii ft. Sandro Cavazza

Michel: Jim é um artista único e bem diferentes dos tipos que encontramos nos realities, apostando no seu grave e músicas mais acústicas, ele tem feito excelentes performances e se tornado uma dos grandes destaques dessa temporada. A performance nesse episódio foi fantástica, com uma excelente execução vocal, ele fez um arranjo bem autoral para música e fez da canção sua, num estilo mais folk. Jim fez para mim a melhor performance do seu time e com certeza é um grande nome dessa temporada, por conta de toda sua singularidade na competição. PS: Já quero ele cantando Hurt do Jhonny Cash.

Lindomar: Que Deus Holândes é esse minha gente? Esse graveee, essa voz rouquinha e esse moço de uns 2 metros tocando esse violãoooo me levaram a um lugar cheio de paz e amor. Amei demais a apresentação de Jim e ele tem tudo para ir muito longe no show. Anouk sensata em dar a cadeira para ele.

Lucas: QUE HINO!! Juro que na hora que começou a apresentação eu me arrepiei todinho. O grave dele dando introdução à música ficou lindo e mesmo quando ele saiu do grave, teve execução vocal muito boa. Foi uma performance muito linda e, por incrível que pareça, uma apresentação voz e violão foi a que mais me empolgou até aqui.

JIM GANHOU A CADEIRA 3

Renée de Gruijl – “Something’s Got A Hold Of Me” by Etta James

Michel: Outro grande destaque do team Anouk com certeza é a maravilhosa Renée que é dona de uma grande vozeirão e que apresenta sempre uma técnica vocal admirável, talvez seja por conta de suas experiência em musicais. Sua performance dos Knockouts foi ótima, vocalmente ela novamente foi super afinada e controlada, porém sentir falta de mais agressividade nessa música, talvez porque ela já me remete as poderosas Etta James e Christina Aguilera, mas dentro do que seus vocais podem oferecer, ela fez o melhor trabalho possível. Acho que uma música mais emocional poderia ser melhor para ela, até porque essa é a fase decisiva para eles, então apostar na emoção costuma sempre dá certo.

Lindomar: Que LACREEEEEEE foi esse da Renné nos primeiros versos? Você quer extensão vocal? Você quer uma notaaa alongada? Renné veio mostrar que voz não falta para ela, mas apesar desse começo fodástico depois ela acabou caindo em uma zona da música que impedia ela de crescer ou mostrar algo diferente das notas alongadas, fiquei me pensando se foi uma song correta, ela impressionou nas notas, mas poderia ter trabalhado outras aspectos se a música fosse diferente.

Lucas: Pra começar, já vi melhores interpretações dessa música. Ela foi bem, mostrando que manda bem nos agudos, que conhece bem a voz e utilizando bem o palco, mas algo nela me soa muito genérico. Confesso que não me empolgou e pra mim ela não estaria no top 3.

RENÉE GANHOU A CADEIRA 2/ LILLY-JANE ELIMINADA

Nienke Wijnhoven – “Turning Tables” by Adele

Michel: Nienke é uma act que tem feito boas performances no reality e fez uma ótima escolha cantando para mim a melhor música da Adele. Ela é dona de uma voz bem suave, mas que carrega muita emoção e força quando canta, aqui amei o quanto ela se entregou na performance e fez o máximo para não soar igual Adele, fazendo uma performance com muita personalidade e emoção. Gostei de como ela explorou mais sua voz nessa performance, conseguir ouvir melhor as particularidades de sua voz, foi inteligentíssima em mostrar o seu melhor aqui nessa performance, muito por conta de suas mudanças na melodia da música. Amei, fez jus a essa música que amo tanto <3.

Lindomar: Uma rodada sem song da Adele não pode existir minha gente! Nienke pegou uma das songs mais emocionais dessa rainha britânica e colocou toda sua sensibilidade e emoção em cada verso. Nienke fez uma apresentação emocionalmente e vocalmente correta, não me arrepiou mas foi muito boa.

Lucas: Além de eu gostar muito dessa música, consegui me conectar ao que Nienke cantou e gostei da imposição vocal dela na música. Bem firme, foi até onde podia e demonstrou bastante entrega. Gostei mesmo dessa performance do início ao fim.

NIENKE GANHOU A CADEIRA 2/ RENÉE ELIMINADA

Heavenly – “Pillowtalk” by  ZAYN

Michel: Heavenly veio todo mudada para os Knockouts, tanto visualmente quanto até mesmo em sua atitude, achei ela mais solta e confiante no palco, gostei muito da mudança. A performance eu achei boa, porém diante da ótimo desempenho que ela teve na sua battle, confesso que eu esperava muito mais dela. Sua apresentação foi apenas correta, com bons vocais, porém achei que ela ficou muito limitada vocalmente, principalmente porque seguiu a versão original, sendo assim fico uma performance muito genérica, queria ter ouvido ela soltar mais seus vocais como fez em sua batalha, porém continuo dizendo que a sua presença no palco melhorou muito, teve uma grande evolução.

Lindomar: A última do #TeamAnouk entrou com toda pressão, todas cadeiras preenchidas e muita responsa. Nos primeiros versos percebi que Heavenly estava bem tensa e não conseguiu explodir com a música, não que foi ruim, ela fez uma apresentação correta vocalmente, mas a música dava abertura para ela explorar mais o palco, presença de palco e a competição dela era justamente com Gideon que arrasou nesses quesitos. Em resumo foi bom, mas passou longe do ótimo e o que faria Anouk mudar sua decisão.

Lucas: Totalmente básica. Estava bem no começo, mas quando chegou no refrão e ela não subiu como eu pensei que subiria, me perguntei o porquê dessa música. Ela foi bem linear, sem versatilidade vocal e perdeu a chance de demonstrar que realmente pode fazer mais coisas dentro da competição.

HEAVENLY ELIMINADA

RESULTADOS

Gideon Luciana, Nienke Wijnhoven e Jim van der Zee

Meu top 3: Jim van der Zee, Reneé de Grujil e Nienke Wijnhoven

Top 3 (Lindomar): Lilly-Jane Young, Jim van der Zee e Nienke Wijnhoven

Top 3 (Lucas): Gideon Luciana, Nienke Wijnhoven e Jim van der Zee

Sinceramente eu não entendi qual motivo, razão ou circunstância que levaram a Anouk escolher o Gideon para os lives. Acho ele um candidato fraquíssimo e não sendo o bastante, muitos dos competidores pisaram nele nessa rodada. O Jim e a Nienke são escolhas muito acertas, apesar que fico muito dividido entre ela e a Renée, mas na verdade o erro foi todo da Anouk em dispensar uma excelente vocalista e apostar num cantor genérico. O Jim é sem sombras de dúvidas o melhor do time e um dos melhores dessa temporada, acho ele super talentoso e amo o quanto ele soa tão autêntico em todas suas performances. Nesse caso minha preferência pessoal ficaram iguais ao time que julgaria justo pelas performances, no caso seria Jim, Nienke e Renée. Anouk podia ter levado um timão, mas acho que ela e Waylon combinaram de levar um embuste pra gente odiar nos lives. Novamente aqui dois acts foram unanimidades em nossas opiniões e também da própria Anouk, no caso os maravilhosos Jim e Nienke, porém um terceiro nome foi discordância entre a gente, mas já deu pra ver que Lucas amou os resultados, enquanto eu detestei, hahha.

Encerro aqui a review, próxima semana teremos os times de Ali B e Sanne disputando suas vagas para os lives, estou muito curioso para ver como eles formarão seus times, porém acredito que Demi, Tjindjara e Bram são as certezas dos aprovados. Até a próxima semana, aguardo vocês aqui e espero que a segunda semana dos Knockouts seja tão boa quanto foi essa primeira. Até mais!

gostou da matéria? deixe um comentário!

  • Gabriel Carvalho

    Apaixonado pela Silayio <3

    • Michel Araújo

      Como não se apaixonar por essa deusa? Muito amor por Silayio <3

Michel Araujo

Meio baiano, meio sergipano, já passou dos 20 anos e um sofrido estudante de engenharia, com uma personalidade cheia de atitude e uma leve ousadia. Viciado em séries, realites e músicas, vai me encontrar sempre por aí escrevendo reviews, numa diversidade de gêneros de série e programas de TV.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu