Posts Populares

The Voice Of Holland – S08E14 – Live Shows 01 (Top 12)

Primeiro dia de lives com os favoritos sendo os destaques da noite!

Finalmente chegamos aos lives do TVOH, o top 12 formado nas fases anteriores foi até legal, porém tem algumas presenças bem desnecessárias. De longe, o team Sanne é o mais fraco da competição, desde o início eu já via o seu time bem atrás dos demais, mas as suas decisões nas Battles e Knockouts, acabaram piorando a sua situação. Os demais times, acredito que estão bem equivalentes, cada qual com seus frontrunners e com outros bons nomes da competição, sendo que acredito que Ali B levou o melhor top 3, já Anouk e Waylon vacilaram muito levando os inexpressivos Gideon e Marchiano para os lives. 

O TVOH tem uma dinâmica um pouco diferente nessa fase dos shows, onde os coaches dão suas notas para todos os acts e a média de suas notas serão somadas as notadas dada pelo público de casa. Após todas as notas contabilizadas, será então formado o bottom 6 com as menores notas, começando as votações pelo público na qual os três menos votados irão se despedir do programa. Sendo assim, nós também vamos seguir essa dinâmica na qual serão somadas as notas dos meus comentaristas com a minha nota, assim no final vamos comparar as notas oficias com as notas do Panela, além de voltarmos com os nossos queridos selos. Falando em comentaristas, essa semana contarei com a presença do meu amigo paneleiro e reviewer de diversas franquias do The Voice, Lindomar,  além do meu amigo Roddie que sempre aparece por aqui como comentarista.

Para começar a review com o pé direito, vamos começar com a performance em grupo do top 12 que apostaram num grande hit do Ed Sheeran com participação da grande diva Beyoncé.

Top 12 – “Perfect” by Ed Sheeran ft. Beyoncé

Michel: Eu amei essa performance em grupo, num clima mais intimista e suave, achei que todos conseguiram ter seu momento na música, além desse começo maravilhoso com esse grave do Jim, ficou muito lindo e as harmonias estavam maravilhosas, aliás meu momento favorito foi quando eles cantaram juntos.

[Team Waylon] Kimberly – “Came Here For Love” by Sigala ft. Ella Eyre

Michel: Não gostei nem um pouco da minha Kimberly no death spot, mas ok, que seja agora do que numa semifinal. Eu amei que o Waylon apostou num estilo diferente que a Kimberly vinha apresentado no programa, com uma música mais pop e dançante, onde ela até arriscou uma coreografia com o balé, mostrando muita versatilidade e força para o mercado musical atual. Vocalmente ela foi impecável como sempre, porém preciso dizer que foi sua performance mais fraca no quesito vocal, por conta de ter limitado um pouco, não permitindo que ela soltasse seu vozeirão e seu agudos precisos, por outro lado, repito que foi uma ótima performance porque mostrou um outro lado dela que amei e que sinceramente não esperava. Nota: 8,5

Lindomar: Já amei que Waylon tentou quebrar aquela visão de diva dos vocais poderosos que Kimberly tinha dando uma música atual com espaço para ela ser mais espontânea e trabalhar com a presença de palco. A performance foi sólida, mas sinceramente não acho que essa vibe mais dance-pop casou bem com Kimberly, definitivamente ela é melhor sendo apenas diva das notonas! Achei muito morno no final da história. Nota: 8,0

Roddie: Que bom ver a Kimberly com um upbeat pra mostrar versatilidade, e essa é uma música que gosto muito, mas acho que ela limitou um pouquinho a Kimberly vocalmente. Porém, não deixou de ser uma ótima performance como sempre. Nota: 8,0

[Team Anouk] Gideon Luciana – “Love Me Now” by John Legend

Michel: Gideon tem uma voz muito limitada e a escolha de música feita aqui, só tornou isso muito mais evidente. Eu nunca gostei do Gideon desde sua audição, justamente por conta dos seus vocais que são muito genéricos e suas performances eu sempre sinto falto de algo mais, talvez o melhor fosse apostar num estilo mais dançante como da semana passada, onde ele pudesse interagir mais com a música, porém aqui novamente achei uma performance fraquíssima, sem impacto nenhum e com vocais muito lineares. PS: Odiei a atitude da Anouk ter levado o garoto até aqui e agora dá um 5 pro garoto, sendo a menor nota de todos e criticando-o de várias formas, senti até pena do coitado ali quase chorando, desnecessário, mas vindo dela nem é surpresa. Nota: 6,0

Lindomar: O que Gideon tá fazendo aqui? Ninguém sabe e nem a Anouk pelo jeito já que ela deu 5 pro menino…Anouk sua louca! Gideon é limitadíssimo nos vocais e precisa apelar pra presença de palco e certa sensualidade para algo decente como fez nos KOs… mas hoje ele pegou uma música que exigia mais vocais e não conseguiu segurar a marimba, fez a básica versão do karaokê! Mas quem passou vergonha mesmo foi a coach dele neh… que micão tour foi essa dela dar um 5 pro act dela e falar algo escroto em holandês que eu não entendi nada, mas pelo vídeo vi o climão e as quase lágrimas do Gideon. Nota: 6,0

Roddie: E nessas horas que eu amo a Anouk, hahahah. Tá que o cara já tava fadado à eliminação, mas a própria coach detonar o Gideon desse jeito foi pra acabar. Deu até dó, mas ele realmente não foi bom. Nota: 5,5

[Team Ali B] Ronald Klungel – “For The First Time” by The Script

Michel: AHHHHHHHHHHH como amo The Script e essa música, amei a escolha. Eu amo o timbre do Ronald, porém ele é um pouco limitado vocalmente, sendo assim quando ele escolhe uma música que exige vocais mais fortes, ele acaba decepcionando um pouco nos agudos. Porém, apesar disso, gostei muito da sua performance, vi entrega na música e na maior parte da performance eu gostei muito dos seus vocais e também gostei da presença de palco dele, tentando interagir com a platéia. Bem, o dono da música Danny, parece que curtiu muito a performance dele nos bastidores, então como não gostar, né? Nota: 7,5

Lindomar: Mas gente eu estou surpreso com Ronald! Eu nem lembrava dele e ele fez uma performance mediana que me agradou! Como Gideon talvez ele tenha certa limitação vocal e não pode fazer notonas ou algo muito diferente, mas ali no básico ele mandou bem e conseguiu agradar até Danny O’Donoghue que estava ali na plateia. Eu realmente curti apesar de concordar que não foi algo uauuuuu, foi okay! Nota: 7,5

Roddie: Com The Script na casa, o Ronald tinha que ir bem. E felizmente foi, fez uma ótima performance e fez um bom do seu falsete que eu achei uma das melhores facetas de sua voz. Mas faltou ele realmente se impor na música e se destacar. Nota: 7,5

[Team Sanne] Samantha Steenwijk – “Always” by Bon Jovi (Versão holandesa)

Michel: Samantha continua levando a bandeira de cantar músicas na sua língua nativa, espertamente até porque sobrou apenas ela nesse estilo, mas esperta ainda foi apostar num hit mundial, mas numa versão holandesa. A performance eu gostei muito, os vocais estavam ótimos, fortes e cheios de personalidade, com aquele estilo que só a Samantha oferece no programa. Gosto de suas performances, porque ela sempre se mostra muito conectada em suas performances e canta com uma verdade e paixão, até parece que ela está cantando algum hino nacional ou discursando algo poderoso. Gostei muito, apesar de não ser um tipo de performance que eu me identifique tanto. Nota: 8,0

Lindomar: Aquela coisa a gente não entende nada mas vê que ela mandou bem! Que energia e carão que Samantha tem, AMOOOO demais! E quando chegou no refrãoo a gente cantou a versão em inglês sim! Samantha se conectou e mandou ver nos vocais e até aquelas fogueiras no meio palco combinaram! Adorei! P.S. Amoooo que Sanne é muito rainha com seus acts, veja a animação dela na cadeira! Nota: 8,5

Roddie: Algo me diz que a frontrunner do Team Sanne vai ser a Samantha. Mais uma vez, a mulher mandou muito bem, fez uma interpretação intensa e entregou vocais sólidos e fortes. Eu ainda não a vejo como uma finalista, mas como uma dark horse, talvez? Nota: 9,0

[Team Anouk] Nienke Wijnhoven – “Paint It Black” by The Rolling Stones

Michel: Uau que performance maravilhosa, amei a escolha da música, achei que mostrou um lado mais poderoso e agressivo da Nienke, que particularmente amei. Ela estava linda e toda poderoso no seu look de mulher fatal, os vocais estavam ótimos e gostei muito de toda agressividade nos vocais que ela mostrou na performance, além de sua performance de palco cheia de atitude que achei que encaixou perfeitamente com a música. O que mais gostei nisso tudo é que fui surpreendido, não esperava ela vindo de rock e no primeiro live e confesso que foi minha performance favorita dela e espero que ela siga nessa vibe, sempre apostando em performances fortes e nessa linha mais alternativa e versátil. Nota: 9,0

Lindomar: AAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHH QUE DEUSA! Nienke veio com uma proposta diferente, cheia de energia e com uma certa rouquidão nos vocais ela arrasou demais! E o cenário minha gente? Que pisãoooo! Nienke apresentou vocais consistentes, conexão e lacrou amigos! Amei que no final ela deixou o pedestal pra lá e se soltou ainda mais! Acho que ela poderia ter aproveitado um pouco mais o palco apenas, mas no geral AMEI FORTE! Nota: 9,0

Roddie: Nienke tem crescido na competição e entregou uma performance muito boa! Seus vocais continuam muito bons e agora ela tem melhorado sua presença de palco, como pode se perceber aqui. Espero que ela continue assim, e que Anouk de a ela músicas boas assim. Nota: 8,5

[Team Waylon] Marchiano – “Can’t Stop The Feeling” by Justin Timberlake

Michel: Poxa Waylon, você traz esse embuste aqui para chegar na primeira semana de lives e apresentar isso? Não gostei de nada nessa performance, achei que a música não combinou em nada com ele e sua performance no palco eu achei meio vergonha alheia, era claro ver que ele estava muito desconfortável no palco. Outra coisa que achei ruim foram seus vocais, pela primeira vez vi ele soando um pouco desafinado e ofegante demais na performance, talvez por conta dos seus esforços de arriscar alguns passos de dança. Achei um grande erro, de longe sua pior performance e a mais fraca até aqui. Nota: 5,0

Lindomar: Mas gente que coisa mais caótica e fraca foi essa? Marchiano não segurou a marimbaaa e passou vergonhaaa! Problemas nos vocais, na dança, na presença de palco e na pífia tentativa de um falsete! Foi uma sucessão de erros! Espero que rode hoje! Nota: 5,0

Roddie: Esse é outro que já tava eliminado antes mesmo de cantar. E ainda pega uma música que já tá ficando saturada em realities, aí não dá pra defender. Essa performance foi genérica assim como Marchiano, sem chances de passar. Nota: 4,0

[Team Sanne] Aïrto – “Dive In” (Original Song)

Michel: Aïrto espertamente apostando em uma música original novamente, eu até gostei da song, porém as performances dele nunca conseguem me cativar, acho ele pouco inexpressivo, deixando suas performances com a sensação de todas serem iguais, mesmo sendo autoral, não consigo me conectar com ele. No geral, achei seus vocais fracos, ele é bem limitado vocalmente, porém o que acho pior é que seu timbre é tão comum, por conta disso não vejo diferencial em suas performances, um candidato mediano e que não vejo potencial para passar disso. Nota: 7,0

Lindomar: O moço veio pronto  pra arriscar, veio de original song e mandou bem até! Eu não curto o Airto, sinto que a voz dele não sai muito da boca, e como se saísse meio abafada e não vejo nada de muito especial em seu timbre também, hoje foi aquela performance de barzinho que ninguém presta atenção, mas com certeza foi melhor que algumas outras @ que vieram antes. No geral okay! Nota: 6,5

Roddie: Airto é meu favorito do Team Sanne e fiquei feliz de ver ele com outra original. Mesmo sendo uma jogada arriscada, eu gosto de ver ele se arriscando, e além de ser outra ótima música, ele também entregou uma performance muito boa. Por um momento achei que não tava na competição, apenas curtindo um artista se apresentando. Nota: 9,0

[Team Ali B] Demi van Wijngaarden – “Skin” by Rag ‘N Bone Man

Michel: Nossa, como eu estou amando essa garota, acho ela uma act tão versátil e talentosa, cada performance sua no reality vem me fazendo criar ainda mais amor por essa linda. O que mais tenho amado na Demi são suas escolhas de músicas, sempre apostando em música menos óbvias pra sua voz e o quanto ela imprime sua personalidade em todas suas performances. A performance de hoje eu amei, aliás minha preferida até o momento, seus vocais estavam maravilhosas, mostrou uma técnica incrível, flutuando com as notas, com uma afinação impecável do início ao fim. PISOU MUITO, AMEI <3. Nota: 10,0

Lindomar: PORRAAAA QUE PISÃO DA DEMI FOI ESSE! De longe a melhor performance até aqui, Demi pegou uma música forte e entregou a altura, os vocais foram ótimos, ela estava conectada e imersa na canção e totalmente entregue. Foi lindoo cada momento e ela se coloca como uma das favoritas da competição! Pisão AMORES! Nota: 10,0

Roddie: Finalmente uma performance de Demi onde eu pude ver originalidade e uma cantora que sabe de sua identidade musical. Gostei muito, achei o falsete de Demi lindo e muito bem usado aqui. Espero muito que ela continue assim daqui pra frente. Nota: 9,5

[Team Sanne] David van Rooij – “Sorry” by Nothing But Thieves

Michel: Eu tenho gostado muita da crescente do David nessa temporada, fazendo boas escolhas nas suas songchoices.  Fez uma boa performance, gostei muita da escolha da música, essa vibe mais puxada pro roque combina mais com ele, aliás gostei muito de uma notinha que ele soltou no meio da música. No geral, ele fez uma boa performance, teve bastante atitude e os vocais foram corretos, arriscando umas notas mais agudas, apesar de algumas vezes ter achado que ele foi engolido pela banda, mas até que curtir bastante essa performance. Nota: 7,5

Lindomar: Obrigado David por apresentar esse HINOO do Nothing But Thieves ao público. Sobre sua apresentação foi okay, eu curti em vários momentos, especialmente nas notas mais longas onde ele se jogou, mas senti que ele poderia ter se doado mais em diversos momentos, além disso David não é lá muitoo uauuu, nem deveria estar aqui neh… mas no geral ele fez uma boa apresentação com uma boa energia. Nota: 7.0

Roddie: Eu até curti a performance de David por mais que tenha sido um pouco monótona no início, quando ele começou a soltar a voz no final ficou bom, agora me chocou o 4 de Anouk aqui. Se ele já não tinha muitas chances, foram destruídas aqui. Nota: 7,0

[Team Anouk] Jim van der Zee – “Vincent” by Don McLean

Michel: Essa vibe folk me cativa tanto, toda essa suavidade e clima introspectivo, me fazem conectar com o que ele canta. Jim é um artista genial e que foge dos tipos mais comuns dos realities musicais, apostando em vocais mais graves e performances mais acústicas, sendo um frescor nessa temporada e o único desse gênero. Novamente amei a performance do Jim, ele tem uma voz muito linda e sabe usar sabiamente na música, valorizando seus graves, além de ser um ótimo instrumentistas, deixando sua performance ainda mais pessoal. Mereceu muito todos os 10 dos coaches e leva o meu, porque não tem como não ser 10 para essa performance apaixonante <3. Nota: 10,0

Lindomar: QUE LACREEEEE DO MEU BOY MAGIA! Jim veio com uma música mais calma e dedilhou cada pequeno momento para que se tornasse especial para todos que estavam assistindo, os vocais foram magníficos, a conexão e o fato dele vir tocando no violão, o cenário lindo ao fundo, enfim ficamos todos hipnotizados por cerca de 2 minutos assistindo Jim! Ao lado de Demi, meus favoritos da noite! Nota: 10,0

Roddie: Eu gosto de Jim, mas não consigo entender todo o hype em cima dessa performance. Foi corretinha, bonitinha e segura, mas parecia gritar ‘WGWG genérico’ o tempo inteiro, e quando eu esperei pelos graves de Jim, que são o seu forte, só foram sair lá pro final. Eu espero ver uma performance do nível de sua blind de novo, senão vou achar que ele está sendo extremamente superestimado. Nota: 7,5

[Team Waylon] Silayio – “Wolves” by Selena Gomez ft. Marshmello

Michel: O team Waylon veio todo no pop atual, a escolha da Silayio confesso que a princípio eu fiquei bem receoso, mas até que curtir bastante. Acredito que Waylon sabiamente apostou num estilo mais diferente do que as meninas vinha fazendo, apostando em balé coreográfico e cenários mais produzidos, uma tática ótima quando se tratando na primeira semana de lives. Eu amo Silayio, a voz dela é bem marcante e característica e ela sabe imprimir bem sua personalidade em tudo que canta, além de novamente elogiar em sua presença de palco maravilhosa, amo vê-la no palco. Gostei muito da performance, mostrando que ela pode cantar de tudo, porém já está bom de Silayio pegar uma música poderosa como nas blinds e soltar toda essa potência vocal que tem. Nota: 8,5

Lindomar: Minha Deusa Silayio veio no pop-dance igual a Kimberly também e olha acho que casou muito melhor com ela do que com sua colega de time! Silayio veio tão natural, sensual e cheia de energia, foi uma performance completa e que permitiu a ela mostrar uma desenvoltura no palco. Entretanto, apesar de ter amado essa vibe mais pop dance eu realmente preferi todas as performances anteriores da Silayio, acredito que uma mudança de songchoice poderia encaixar melhor. Nota: 8,0

Roddie: Cantar Selena Gomez geralmente nunca é bom sinal, mas é incrível que Silayio consegue tirar leite de pedra e fazer uma ótima performance, além de também mostrar versatilidade e que não é nenhuma diva datada. Nota: 8,0

[Team Ali B] Tjindara – “Thriller” by Michael Jackson

Michel: Olha essa performance da Tjindjara me deixou muito dividido, porque gostei muita por uma parte, mas por outra eu não curtir muito. Bem, no lado vocal eu achei que a Tjindjara foi prejudicada porque a música era rápida e a como a banda era completa, achei que ofuscou um pouco sua voz, porque ela apesar de ter uma ótima extensão vocal, sua voz não tem tanta potência, mas gostei do lado mais artístico da performance, ela mostrou um lado mais coreografado e reconheço bem o seu esforço em dá um show mais completo para o público. PS: O VT com o apresentador ali no meio da performance achei meio vergonha alheia, hahaha, talvez no XF eu ia amar a performance, mas no The Voice acredito que a gente acaba esperando performances melhores executadas vocalmente do que a produção em si. Nota: 7,5

Lindomar: Olha quem foi a primeira escolhida para vir de Pimp Spot! Tindjara veio toda cheia de confiança com um dos hits do Michael Jackson e mostrou que tem carão para cantar e performar ao mesmo tempo. Eu realmente curti ela toda sexy, solta e mandando ver na presença de palco, mas acabou que ela pecou um pouco nos vocais e não acho que tenha sido uma boa song choice no final pra ela, mas curti muito! Nota: 8,5

Rodrigo: MEU DEUS, TJINDJARA PRECISAVA ARRASAR TANTO ASSIM!? Que pimp spot, meus amigos! Tjindjara pra mim só tem crescido na competição, e essa performance foi simplesmente o pacote completo, eu vejo muito isso sendo um sucesso numa Hollywood Week do The X Factor UK. E o melhor de tudo é que Tjindjara não se esqueceu do essencial, a voz, e fez umas modulações muito boas (especialmente quando ela usou a voz de cabeça e a glory note do final) e fez um ótimo uso de uma técnica vocal arriscada, a timbragem! E além disso, a coreografia e presença de palco imponente também estavam on point. Adorei, por favor, Tjindjara, por mais performances desse nível até a final! Nota: 10,0

CONVIDADO ESPECIAL

Na primeira semana de Lives no TVOH, convidaram o talentoso, ex coach do TVUK, dono de vários hinos e umas de minhas bandas favoritas, The Script. Danny e sua banda divulgaram o seu single mais recente “Arms Open” e ainda gentilmente dividiu os vocais de “Rain” com Aïrto e Ronald, aliás o próprio Aïrto cantou a mesma música nos Knockouts e o Ronald cantou outra música deles ainda nesse primeiro live, o que explica a escolha deles, porém podia ter escolhido o hino maior “Breakeven”, mas ok. Já estava com muita saudade deles, agradeço muito o TVOH por ter me proporcionado esse momento lindo. PS: A performance em trio não foi disponibilizada pelo programa.

The Script – “Arms Open”

RANKING E RESULTADOS

O ranking original do programa e o do Panelas de Série ficou bem parecido, os destaques e as piores notas foram quase que as mesmas, o que mostra a coerência das votações, a única diferença foi a Kimberly que lá foi a terceira melhor colocada, já no nosso ranking estaria empatada com Silayio como a uma das 6 menores notas. Realmente Gideon, Marchiano, Ronald, Aïrto e David foram as performances mais fracas dessa rodada, já o sexto nome seria mais pelo motivo dos outros terem ido um pouco melhor. Então, um dos seis menos votados participaram de uma votação para definir quem seriam os três que seriam eliminada nessa primeira semana, para mim não saindo a Silayio e saindo o Gideon e Marchiano que não suporto, os resultados seriam ótimos.

Votações encerradas, os eliminados menos votados e que não seguem para o top 9 foram:

Gideon Luciana (team Anouk) , Marchiano (team Waylon) e David van Rooij (team Sanne).

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Achei o resultado muito justo, o público holandês me orgulhou muito votando certo nessa primeira semana de lives. Antes mesmo das apresentações desse primeiro live, já tinha dito que considerava Marchiano e Gideon os piores desse top 12, o que só foi confirmado com as suas eliminações, além de que foram de longe as piores performances desse top 12. O terceiro eliminado eu ficaria muito na dúvida entre David, Ronald e Aïrto, os três fizeram boas performances, porém foram performances medianas e atrás dos demais competidores, por preferência pessoal eu eliminaria o Aïrto, mas entendo bem a eliminação do David, aliás os três fizeram parte do bottom 3, o que mostra ainda mais coerência do público. Bem, amei que os embustes foram eliminados logo de cara e agora sim temos um excelente top 9, com bons acts e que acredito que farão uma ótima disputa nessa temporada, em especial a briga pela vitória, acredito muito que até então está entre Demi, Jim e Kimberly, todos os três tem tido uma trajetória consistente e foram os mais votados pelo público, logo atrás tivemos Nienke e Tjindjara que são outras duas acts que amo e espero muito que todos eles durem no programa. Eu não vejo ainda um nome com vantagem, como via na temporada passada com Pleun, porém tenho que dizer que até então os favoritos do público têm sido os mesmos que e espero muito que sejam os finalistas.

Aguardo vocês na próxima semana, abraços a todos e até breve!

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Michel Araujo

Meio baiano, meio sergipano, já passou dos 20 anos e um sofrido estudante de engenharia, com uma personalidade cheia de atitude e uma leve ousadia. Viciado em séries, realites e músicas, vai me encontrar sempre por aí escrevendo reviews, numa diversidade de gêneros de série e programas de TV.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu