Posts Populares

The Voice Of Holland – S08E17 – Live Shows Finale [Season Finale]

The Winner is …

Pessoal estou de volta, depois de uma pausa para o carnaval, voltei para finalizar a última review dessa temporada, antemão agradeço o Lucas por ter assumido a última review. Bem, eu viajei putíssimo bem chateado com a eliminação da Kimberly, até agora não entendo como ela saiu sendo a melhor performance daquela rodada e logo depois daquele pisão com “Earth Song“, com certeza é essa a pior injustiça que já aconteceu na franquia holandesa, o público mandou muito mal eliminando a dona da melhor performance da temporada e com certeza merecedora moral dessa final, uma pena ver uma segunda Kimberly sendo injustiçada no The Voice, pior ainda ver o coitado do Waylon fora dessa final.

Injustiças à parte, amei demais a presença da Nienke nessa final, ela tem sido uma artista bem interessante dessa temporada, nunca achei que podia vê-la na final e comendo pelas beiradas chegou nessa final, o único problema é apenas que achei que faltou mais identidade musical na sua trajetória no programa, apesar de ter gostado muito de todas suas performances. A Samantha eu nunca fui muito fã, me surpreende ela nessa final, mas acredito que finalmente o público resolveu abraçar uma artista que canta na língua nativa, porém pra isso tivemos que perder a talentosa Kimberly que merecia muito mais essa vaga. A Demi foi o maior boom dessa temporada, porém em alguns momentos Ali B deixou muito a desejar com ela, sinto que a Demi podia ter uma trajetória muito mais grandiosa no programa, mas algumas songchoices ficaram bem abaixo do seu potencial, sinto que com Waylon ou Anouk a menina Demi poderia ter ido muito melhor. Por fim o Jim fez uma trajetória impecável no programa, alternando entre boas e excelentes performances, vejo ele como o favorito dessa final e preciso dizer que Anouk fez um trabalho impecável com ele e sinceramente antes de ver as performances dessa final e sem a Kimberly aqui, diria que ele é o realmente o merecedor dessa temporada.

Apostas feitas, depois da semana passada tudo pode acontecer e qualquer um pode levar essa final. Para encerrar essa temporada, teremos os comentários dos nossos leitores e meus colegas, Ives e Thiago. Sem mais, partiu para review!

[Team Ali B] Demi van Wijngaarden – “Still Got The Blues” by Gary Moore

Michel: Que maravilhoso relembrar essa música que marcou o início da Demi no programa, aliás estava sentindo falta dessa Demi mais poderosa, cantando músicas menos óbvias e que acho que tem tudo a ver com ela, até porque Ali B bem tentou fazer dela uma diva pop, mas não rola. Amei o palco, a introdução com a guitarra foi uma boa sacada e ela lá sentada naquela cadeira ficou lindo também, vocalmente a Demi conseguiu ser tão maravilhosa e impecável como foi na sua audição. Já começou o programa pisando e lembrando pra gente o motivo da gente amar tanto essa linda <3.

Thiago: Reprisou muito bem escolhendo a música da performance que eu mais amo dela que é a blind ❤ olha foi uma performance bem boa, mas vendo essa performance eu só tenho a certeza que a Demi caiu muito do início dos Lives Shows ate aqui, como disse achei bem bom, mas a blind massacra real essa reprise, aqui ela veio sem força, deu uma mudada não muito legal em algumas partes etc. Eu curti mas foi bem abaixo do que eu imaginava infelizmente 🙁

Ives: Quando começou a temporada e a Demi apareceu, eu não curti muito, pois achava que a temporada já estava ganha por ela e desde então vim odiando, mas a partir do knockout tudo mudou e hoje me vejo torcendo por ela igualmente ao Jim. Achei essa performance flawless o tempo todo, ela tinha controle de cada parte do seu corpo e seus vocais estavam perfeitos, ficou ainda melhor que em sua audição.

[Team Anouk] Nienke Wijnhoven & Waylon – “Somebody That I Used To Know” by Gotye ft. Kimbra

Michel: Own, o programa não deixou o Waylon de fora e deu para ele a oportunidade de se apresentar com a querida Nienke, uma grande surpresa da temporada. Eu gostei bastante da performance deles, eles estavam se divertindo no palco e bastante conectados, deixando a performance bem cativante e gostosinha de se ver. Amei também o cenário criado, lembrando um show ao ar livre com uma fogueira, dava até para ouvir os grilos no fundo, hahaha, ficou legal esse “luau dark“.

Thiago: Ai eu to muito apaixonado pela Nienke, muito fofa, dueto ótimo, as vozes dos 2 juntos ficaram ótimas juntas e eu amei muito. Como não se apaixonar pelo Waylon? Muito fofo bixo aff haha

Ives: Achei bem sem graça de novo, o timbre dela nessa final tá mais sem graça que nunca, alguém sabe se ela estava gripada.

[Team Anouk] Jim van der Zee – “Vincent” by Don McLean

Michel: Jim é o tipo de artista que ouço e sinto uma vibe tão gostosa, fico viajando em seu grave e me conecto fácil com todo o clima intimista que ele mostra no palco. Sabiamente ele reprisou a música que ganhou 10 de todos os coaches e o momento onde ele se despontou como um favorito dessa temporada. Eu amei a performance, vocais impecáveis, a única coisa que me incomodou foi que usaram o mesmo cenário da primeira vez que ele cantou a música, podiam ter caprichado bem mais no cenário, porém no mais foi mais uma bela performance do Jim e foi bom revê-lo cantando essa música.

Thiago: Essa reprise foi ar reprise mais idêntica ever hahaha curti, é uma performance bem linear mas ainda sim é gostosinha de se ouvir e o Jim sempre vem perfeito vocalmente falando, tava muito afim de uma reprise de “Wicked Game” mas não foi dessa vez.

Ives: Graças a Deus torci para o certo dessa vez, apesar de ter o mesmo problema da Nienke, o Jim te prende ao cantar, não consigo desviar os olhos dele, com certeza é alguém especial.

[Team Sanne] Samantha Steenwijk & Gerard Joling – “Eenzaam Zonder Jou” by André Hazes

Michel: Que duetão da porra, foi tão bom que eu não curto esse estilo musical mais bregão, mas amei os dois. Desde da primeira performance a Samantha teve bem seu estilo musical muito bem definido e único nessa temporada, cantando sempre grandes clássicos da Holanda e na língua nativa, algo bem incomum na franquia. Gostei bastante de sua performance, o cara não tenho ideia de quem seja, mas juntos formaram uma bela dupla e fizeram um bregão digno de palmas, tenho certeza que as tiazinhas de casa amaram.

Thiago: Olha eu achei o dueto bem bom, n curti a parte desse cara mas a Samantha anda pisando muito nessa competição só provando que a presença dela nessa final é mais que merecida.

Ives: Lindíssima, falou tudo.

[Team Anouk] Nienke Wijnhoven – “The Power Of Love” by Céline Dion

Michel: AHHHHHHHHHHH amei a reprise, na audição a Nienke por conta do nervosismo fez uma performance cheia de deslizes nos vocais na sua Blind Audition, mas aqui adorei forte sua performance e os vocais estavam muito melhores. Amo a suavidade da voz dela, quando canta músicas mais românticas fica tudo tão lindo que sinceramente nem sentir tanta falta dos vocais poderosos da canção original, ao contrário, amei a música na voz da Nienke. Foi tudo lindo, música brega, palco brega, combinando bem com o espírito apaixonado do reviewer que vos fala, haha, amei forte <3.

Thiago: A Nienke tem uma voz muito agradável, adorei a performance, é uma música que eu gosto, foi perfeita vocalmente e o cenário tava lindo. Ate agora curtindo muito a participação da Nienke na final.

Ives: E voltamos para aquele bregão da audição e continuei achando meu, muito sem graça, nada que se destaque, quando acabar programa nem lembrarei.

[Team Ali B] Demi van Wijngaarden, Ali B & Vinchenzo – “Finesse” by Bruno Mars ft. Cardi B

Michel: Que legal o Ali B convidar um act da temporada passada, gostava muito do Vichenzo e fiquei feliz de vê-lo nessa final, porém achei que a música não favoreceu tanto a Demi, mas como trata-se de um dueto, eles fizeram uma boa performance, estavam bem animado e conectados. Eu acho que uma música mais romântica, puxando mais para o lado emocional e com vocais mais desafiadores, me agradaria muito mais, até porque essa vibe mais animada não combina muito com a Demi.

Thiago: Adorei também, ai to amando a final. Essa performance foi ótima, me diverti bastante assistindo, curti bastante.

Ives: Eu amo tanto a versão original dessa música, Bruno super solto, Cardi arrasando como sempre e aqui eu senti falta dessa leveza, a Demi tava nervosa, a parte holandesa ficou uma merda, só o who salvou.

[Team Sanne] Samantha Steenwijk – “Ik Leef Mijn Eigen Leven” by André Hazes

Michel: Olha foi complicado para saber qual música a Samantha tinha reprisado, por não conhecer as músicas que ela canta e achar suas performances bem características do seu estilo, mas ela reprisou a sua audição que foi muito bem elogiada por todos os coaches. Repito que não curto tanto o estilo dela, porém não posso negar que ele é um competidora bastante competente e faz com maestria tudo o que se propõe cantar, amo como ela canta com tanta firmeza e paixão, fica sempre nítida sua entrega no palco. Confesso que eu preferiria que reprisasse “Papa“, a performance dela que mais amo e a que marcou para mim a trajetória dela no programa, em especial por conta de toda emoção.

Thiago: É aquilo né, eu não entendo porra nenhuma mas gostei pra caralho. A Samantha foi MUITO competente nessa final, foi incrível e conseguiu entregar mais um lacre de performance.

Ives: Não entendi nada como sempre, mas amei.

[Team Anouk] Jim van der Zee & Jennie Lena – “Bridge Over Troubled Water” by Simon and Garfunkel

Michel: Eu estou amando essa volta dos acts de outra temporada, gostei muito de ver a Jennie de volta no programa. À princípio eu não colocava muita fé nesse dueto, até porque o Jim tem uma vez mais grave, enquanto a Jennie tem uma voz absurdamente aguda, porém eles inteligentemente souberam dosar isso e manter um ponto de equilíbrio para a voz de ambos. Foi um dueto bonito, simples e tocante, tornando uma performance cativante.

Thiago: MINA JENNIE AAAAAAA ❤❤❤ amei o dueto, ficou ótimo mesmo a Jennie limitada por conta do Jim. Ficou um dueto bem bonito e super correto, adorei ver os 2 mais famosos do Team Anouk duetando na final, não esperava por essa haha, amei.

Ives: Maravilhoso né? Ninguém mais merece o prêmio, 3 perfomances hoje e nenhuma igual a outra, rei que se fala né?

RESULTADOS (4º LUGAR)

Depois dos duetos e reprises de todos os acts, as votações foram encerradas e anunciaram o competidor menos votado e que consequentemente seria o quarto lugar dessa temporada. Eu apostaria que o quarto lugar seria a Nienke, vejo os demais com mais força nessa final, mas foi mero engano de minha parte. O público novamente me surpreendeu aqui e o menos votado dessa rodada acabou sendo:

 Demi van Wijngaarden (team Ali B)

Infelizmente a Demi foi a azarada dessa temporada, lembrando bem a Jennie na sexta temporada. Ambas começaram o programa como favoritas, porém nos lives não conseguiram segurar o favoritismo e também foram vítimas de trabalhos preguiçosos de seus coaches. Ali B pisou muito na bola em querer transformar Demi numa diva mais popular, com isso ela foi perdendo sua identidade e aquela autenticidade que tinha no início da temporada, porém lá nas minhas primeiras reviews eu já previa que ele não seria a melhor opção para ela, talvez com Anouk ou Waylon ela pudesse ter um destino diferente, até porque ela tinha tudo para levar essa temporada.

PERFORMANCES (SINGLE WINNER)

[Team Anouk] Nienke Wijnhoven – “Ex’s & Oh’s” by Elle King

Michel: Olha que criei fortes expectativas com essa performance, porque amo a música e acho ela perfeita pro candidato brilhar no palco, uma música mais dançante e oferece bons momentos no quesito vocais. Dito isso, achei que a Nienke pecou em não ter usado o palco ao seu favor, aqueles backing vocals achei que não combinou muito bem com a música, limitando ela a ficar imóvel no palco. Vocalmente, dessa vez eu realmente sentir falta de vocais mais agressivos e fortes, em especiais no refrão. No geral, acho que ela fez uma boa performance baseado no que ela propôs a fazer, porém eu preferiria algo mais agressivo e menos suave.

Thiago: Olha eu curti bastante a pegada da música, achei ela bem gostosinha de se ouvir e o vocal da Nienke estava ótimo. Curti a performance ao todo mesmo achando um pouco morna pra uma final.

Ives: Amo essa música e o único cover que eu havia gostado era o da Ellie Lawrence e depois dessa performance continua sendo apenas o dela. A Nienke sempre foi pra mim uma presença questionável nos lives, mas ela me conquistou com angel, infelizmente a coach resolveu cagar logo na agora com uma música agitada, foi ruim? Não, mas foi sem graça, ela não deu conta, o que acabou expondo sua falta de versatilidade.

[Team Sanne] Samantha Steenwijk – “Let Me Try Again” by Frank Sinatra (Versão Holandesa)

Michel: Além de apostar em clássicos holandeses, a trajetória da Samantha também foi marcado por versões holandesas de músicas americanas, dessa vez ela apostou novamente nessa estratégia. O engraçado é que a Samantha consegue transformar a música em algo que é muito próprio dela, talvez isso incomode alguns como para mim mesmo já foi, mas ela consegue imprimir sua personalidade em todas as músicas e com isso todas suas performances são muito parecidas, porque ela tem um estilo muito característico, cantando de forma mais declamada, com vocais fortes e presença de palco mais dramatizada. Foi mais uma bela performance que encerrou muito bem seu combo impecável, repetindo que não curto esse estilo dela, mas inegável que ela fez uma trajetória impecável no programa.

Thiago: Mano do céu, Samantha foi a minha maior surpresa nessa competição, na primeira semana de lives eu nem lembrava dela pra ser sincero, ela evoluiu tanto que conseguiu me agradar real. Essa performance foi linda, na hora que ela sobe o tom eu me arrepiei inteiro. Ela pisou muito, adorei real essa performance.

Ives: Lindíssima, falou tudo!

[Team Anouk] Jim van der Zee – “I’m On Fire” by  Bruce Springsteen

Michel: GENTE DÁ O PRÊMIO LOGO PRA ELE VAI! Eu amo essa vibe folk do Jim, amei essa performance meio country, a escolha da música foi acertadíssima e como sempre, os vocais dele estavam impecáveis. Nessa última performance eu vi ele tão solto, tava claramente se divertindo no palco e conectado com a sua performance, eu dei replay várias vezes, não tem coisa melhor que fechar os olhos e imergir nesse clima intimista que ele sempre propõe em suas performances. Estou muito feliz de ver a Holanda se rendendo a um estilo musical menos popular, além de apreciar vocais mais suaves, quebrando o mito que a melhor voz é a que tem a melhor extensão, aqui o menos é mais e muito bem feito. Amei muito, Jim realmente me ganhou nos últimos programas e sinceramente não tem ninguém melhor que ele e que foi tão competente nessa temporada como ele, dono real da temporada <3. PS: Eu ia reclamar do palco sem nada, mas o Jim é tão na vibe mais simplista, que só ele e o violão são o suficiente no palco.

Thiago: Não tenho muito o que falar dessa performance, ela é boa, o Jim sempre é ótimo vocalmente e sempre costuma entregar boas performances.

Ives: AAAAAAAAAAAA eu amo essa música e serviu para mostrar um lado mais divertido do Jim, realmente amei amei amei.

CONVIDADOS ESPECIAIS

As participações especiais dessa semana ficaram por conta de Anne-Marie e Lil Kleine que é o coach já confirmado para a próxima temporada do TVOH, no lugar da querida Sanne que não volta para a próxima temporada. Além deles, ainda contamos com a nossa linda e injustiçada Kimberly que fez uma performance poderosa ao lado de Candy Dulfer, Berget Lewis, Glennis Grace e Edsilia Romble que juntas formam o grupo Ladies Of Soul.

Anne-Marie & Talenten – “Ciao Adios”

Anne-Marie – “Friends”

Kimberly en Ladies Of Soul- “River Deep Mountain High” by Tina Turner

Lil’ Kleine – “Loterij”

RESULTADOS (WINNER)

Finalmente chegou a hora de saber quem é o vencedor da oitava temporada do The Voice Of Holland. Mas antes disso, foi anunciado o terceiro lugar do programa.

Nienke foi aquela participante que foi comendo as beiradas em todas as rodadas, surpreendendo todo mundo e ainda passando a frente de favoritas como Kimberly e Tjindjara, ela conseguiu cativar o público holandês e merecidamente leva o terceiro lugar dessa temporada.

Agora sim, vamos descobrir quem é o vencedor do TVOH. Acredito que o resultado não tinha como ser outro e quem venceu o The Voice Of Holland foi realmente a pessoa que foi destaque durante todos os lives e que ganhou com muita competência o favoritismo dessa temporada.

Jim van der Zee (team Anouk)

Achei a vitória do Jim mais que merecida, ele realmente teve a melhor trajetória dessa temporada. Depois que a Kimberly foi barrada da final, sinceramente achei que Jim reinou absolutamente nessa final, não tinha como ser outro resultado. O Jim começou a ganhar minha torcida nos Knockouts e felizmente foi só fazendo uma performance boa após a outra, ele e Anouk fizeram um ótimo trabalho nessa temporada e conseguiram quebrando a sequência de mulheres vencendo na franquia depois de seis temporadas, detalhe que Jim é o segundo homem a vencer, antes apenas Ben tinha vencido na primeira temporada.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

No geral eu gostei muito dessa temporada, em nível de talentos acredito até que tivemos acts mais interessantes do que na anterior, o problema foi o formato dessa temporada, preferia muito mais o formato anterior que oferecia 6 lives e menos Blind Auditions e Battles. Outra coisa que pecaram nessa temporada foi o excesso de acts por time, as audições ficaram muito longas e cansativas, além de terem cortado dois lives para isso, impedindo que os acts mostrassem mais do seu potencial e talvez assim evitasse eliminações precoces, como foi o caso de Silayio e Kimberly. Próxima temporada Anouk, Ali B e Waylon retornam como coaches, porém Sanne depois de três temporadas seguidas e as três vezes vice, resolveu deixar o programa e com isso temos o rapper Lil’ Kleine substituindo o seu lugar. Gostei da mudança na bancada, apesar que sentirei falta da doçura e a loucura que Sanne dava na bancada, mas ver um coach mais jovem na bancada pode vim a ser bem interessante. Gostei também da volta de Anouk e Waylon, mesmo com toda sua arrogância, preciso dizer que ela foi uma excelente coach e fez um belo trabalho nessa temporada, tanto que chegou na final com dois acts. Já o Ali B, já pode tirar umas férias, porque depois desse vexame com Demi, deve tá bem desacreditado por lá.

Bem pessoal, provavelmente estarei cobrindo novamente a próxima temporada, sendo assim aguardo vocês novamente na próxima temporada. Agradeço as suas visualizações e comentários, espero que tenham curtido acompanhar essa temporada comigo. Até a próxima e fiquem ligados nas próximas reviews!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Michel Araujo

Meio baiano, meio sergipano, já passou dos 20 anos e um sofrido estudante de engenharia, com uma personalidade cheia de atitude e uma leve ousadia. Viciado em séries, realites e músicas, vai me encontrar sempre por aí escrevendo reviews, numa diversidade de gêneros de série e programas de TV.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu