Panela de Séries » Arquivos The Voice - S08E17/18 - Top 12 - Panela de Séries

Posts Populares

The Voice – S08E17/18 – Top 12

E quem diria que depois de Playoffs mais que justos teríamos um Top 12 cheio de surpresas? Perdeu alguma coisa? Quer dar sua opinião? Corre aqui pra gente conversar!

Com performances surpreendentes e outras nem tanto, o Top 12 fez o que podia, deu seu recado e resultou em pontos que discutiremos mais pra frente. Nesse ponto da competição, Reba McEntire se tornou assistente de todos os técnicos, e contribuiu muito mais que Nate Ruess. Quem me ajudará hoje é Carol, que entende tudo de The Voice e adora gongar, assim como eu. Só para relembrar, os três candidatos com menos votos são mandados para o Bottom 3, onde têm mais uma apresentação e o público vota para salvá-los durante 5 minutos pelo twitter (#VoiceSave). Sem mais enrolação, vamos ao death spot (se você não sabe o que é, olhe AQUI).

Hannah Kirby – “Edge of Seventeen” by Stevie Nicks

Começando pelo Team Blake, gostaria de ressaltar como AMEI a mãe de Hannah conhecendo Reba! Gente, melhor pessoa AHHAHAHAHAHA Sobre a songchoice, achei bem inteligente, pois é uma música muito famosa aqui nos EUA, algo meio clássico. Conferindo a apresentação, vejo em Hannah uma pessoa que se diverte 100% no palco. Ela canta (muito bem, a propósito), dança, interpreta… Enfim! Ela se joga de cabeça. Aqui, mais uma vez, ela foi muito bem e trouxe uma apresentação deliciosa de ver. Uma pena ela ter sido o death spot, o que a colocava em risco quanto à eliminação.

Carol – Não gostei de Hannah. Pra mim, Blake fez a escolha errada de prosseguir com ela. Acho que Sarah se sairia muito melhor nos lives. Enfim, pra mim essa foi a pior apresentação dela até agora.

Brian Johnson – “If I Ever Lose My Faith in You” by Sting

O primeiro candidato do Team Adam perdeu seu encanto comigo há muito tempo. Brian tinha uma coisa de emoção e conexão com a música que perdeu ao longo da competição. Aqui, apesar de vocais regulares, vi uma apresentação vazia. Acredito que a escolha da música tenha sido parte do problema da apresentação. Enfim, já tinha Brian como membro do Bottom 3, antes mesmo de ele subir no palco.

Carol – Sempre adorei a voz de Brian, nunca desgosto completamente de uma apresentação dele. Mas acho que essa apresentação dele foi bem morna. Vi uns errinhos de afinação, será? Momento delicado pra ele não se destacar, o colocando em grande risco de estar entre os eliminados.

India Carney – “Take Me to Church” by Hozier

Bom, sou fã assumido de India, e acho que ela tem um potencial e um carisma sem iguais. Quando vi a songchoice de Xtina pra ela, fiquei apreensivo, pois nunca vimos India no lado rock. Apesar de achar que a voz dela não combinou muito com a música, a emoção que ela colocou aliada aos vocais impecáveis valeram a pena a apresentação. Não esperava que ela se destacasse muito, por conta da apresentação perfeita que tivemos com Matt na temporada passada (clique AQUI para relembrar), mas com certeza estaria fora do Bottom 3.

Carol – Pra mim, essa música foi eternizada por Matt McAndrew na 7ª temporada. Só isso já me torna resistente a outro concorrente cantando ela. India tem uma potência incrível na voz, fazendo a apresentação dela nunca decepcionar. Porém, acho que ela não passou a emoção necessária que a música pede. Acredito que deva ser suficiente para mantê-la no Top 10.

Mia Z. – “Miss You” by Rolling Stones

Mia é uma candidata jovem com um talento e um alcance sem iguais. Eu adoro as notas dela, e acredito que ela seja uma promessa forte no blues. Essa semana, Pharrell designou uma música mais dançante dos Rolling Stones para a garota cantar no programa. Achei um tiro no pé A apresentação foi muito apagada, crescendo só no fim. Ela é muito boa nas notas altas, mas pecou nos graves. Além disso, o uso excessivo dos gritos me deixou um pouco incomodado. Mia não esteve nos seus melhores momentos, mas não a vi como presença no Bottom 3.

Carol – A melhor do Team Pharrell, na minha opinião. Adoro a voz de Mia e acho que ela tem uma elegância no palco que sempre me cativa. Porém, dessa vez, acho que ela foi bem abaixo do que é capaz de fazer. Acho que a música não proporcionou isso a ela também. De qualquer forma, não merece sair por conta de uma apresentação não tão boa assim. E não acho que vá.

Deanna Johnson – “Oceans (Where Feet May Fail)” by Hillsong

Sou um grande fã da voz de Deanna! Acho muito bom o que ela é capaz de fazer. Mas acredito que a songchoice aqui tenha sido um tiro no pé Outra música gospel? Adam vê uma coisa dando certo e quer insistir nisso sempre. Os vocais da moça foram bons, longe de serem os melhores que ela já apresentou. A emoção veio junto na performance, mas insistir novamente numa música gospel não parecia boa ideia pra mim. Não gostei não.

Carol – Pelo que havia visto do preview no iTunes, esperava bem mais de Deanna. Achei que ela foi bem, mas mediana. Não teve grandes momentos de destaque, exceto por um ponto na música. Senti um pouco seu nervosismo voltando. Não acho que ela tenha risco de sair, pois é muito querida. No entanto, receio por ela nas semanas mais à frente.

Sawyer Fredericks – “Imagine” by John Lennon

Sawyer passa longe de ser um candidato que gosto. Acho a voz dele diferente, mas um diferente chato, que não me atrai. Além disso, ele não consegue passar emoção e conexão nenhuma com a música. Acho que isso acontece por ser muito novo. Pensem na minha cara quando vi que ele cantaria “Imagine”. Achei péssimo! Um assassinato a todo o significado que a música tem! Os vocais não conseguiram me atrair, pois parecia um robô cantando. Foi difícil de assistir.

Carol – Sawyer nunca me chamou a atenção como a dos coaches. A única vez que gostei dele foi na semana passada, mas nessa semana voltei ao meu sentimento inicial. Pra mim, ele estragou “Imagine”, que foi representada muito bem por Matt McAndrew na temporada passada. Não adianta, não consigo gostar dele assim. John Lennon se revirou no túmulo depois disso.

Rob Taylor – “I Put a Spell on You” by Annie Lennox

O candidato que está fazendo hora extra no programa, trouxe outra música da trilha sonora de 50 tons de cinza. Não consigo gostar de Rob. Acho ele forçado e muito carregado. Ainda assim, acredito que essa tenha sido a apresentação menos pior dele. Os vocais estiveram bem, apesar dos gritos chatos demais, e os falsetes irritantes. Estava torcendo para ele ir para o Bottom 3, mas já via essa possibilidade sendo deixada de lado. Pior de tudo é ver Xtina babando ele e botando ele a frente de India.

Carol – No início do programa, eu gostava de Rob. Mas acho que ele já deu o que tinha que dar no programa. Não consegue mostrar nada novo muito bom e nem surpreender, por mais que alguns coaches babem ele. Todas as versões que ouvi dessa música foram melhores que a dele.

Corey Kent White – “Why” by Jason Aldean

Corey é o único representante country na competição. E Blake parece que não pegou o jeito com ele. Com uma escolha musical bem questionável, o menino não fez uma boa apresentação. Inclusive, não consegui nem ver a conexão com a música que Corey sempre traz. Acredito que tenha sido uma das piores dele no programa. Apesar dos vocais estarem regulares, imagino que uma música mais agitada vai trazer um bom frescor para a personalidade de Corey no programa. Estava achando que ele tinha chances de pegar Bottom 3, embora não merecesse.

Carol – Eu sou gamada no Corey, independentemente de qualquer coisa. Queria ele cantando no meu ouvido e agarradinho comigo, apenas HAHAHAHA. Apesar disso, musicalmente, ele não me agrada tanto assim. Gostei bastante dessa apresentação dele, deu pra ouvir a rouquidão da voz (que eu adoro) e ele executou tecnicamente muito bem a música. Porém, acho que se ele conseguisse se soltar no palco, como Craig fazia na temporada passada, poderia ser um grande concorrente a ir pras finais. Sem isso, não sei. O vejo garantido no Top 10.

Koryn Hawthorne – “Stronger (What Doesn’t Kill You)” by Kelly Clarkson

A voz de Koryn é limitada. Mas a menina tem atitude e emoção na voz. A escolha musical achei bem clichê, e esperava uma derrapada dessas para vê-la no Bottom 3. Apesar de alguns problemas de respiração durante a execução, a mocinha trouxe uma performance forte e cheia de notas potentes. Não foi de todo ruim, mas assim como Rob, acho que ela faz hora extra no programa. Com essa performance, esperava vê-la no Bottom 3, com certeza.

Carol – Achei boa a escolha de Pharrell de colocar uma música pra Koryn fora da sua zona de conforto. No entanto, a voz dela sempre soa igual pra mim. Ela tem uma voz poderosa, mas não me emociona. Essa música deveria ser uma explosão, mas na minha opinião, Koryn não deu conta do recado. Acho que pode ser uma aposta para a eliminação.

Joshua Davis – “America” by Simon and Garfunkel

Assim como Koryn, acho Joshua limitado. Não vejo ele fazendo nada diferente do que fez semana passada. Essa semana Adam apostou em mais do mesmo para o cantor, o que eu achei um risco. Poderia até funcionar nesse momento, mas pode levá-lo a eliminação em algumas semanas. Achei uma performance bem sonolenta, sem grandes momentos, apesar de bons vocais. A presença de palco e a emoção ficaram de lado, em relação a técnica vocal. Totalmente esquecível, mas sem grandes riscos de Bottom 3.

Carol – Pra mim, o melhor membro do Team Adam. A voz de Joshua é bem gostosa de se ouvir e dessa vez não foi diferente. Só me preocupo, pois ele não está mostrando nada de diferente e se continuar assim, pode ser que corra risco de ser eliminado em breve. Acho que pra próxima semana ele está garantido, mas Adam precisa arriscar com Joshua, para garantir que ele siga em frente.

Meghan Linsey – “Girl Crush” by Little Big Town

O que estava demorando para acontecer, aconteceu. Blake trouxe Meghan para o country. E foi uma jogada perfeita, com uma escolha musical perfeita. Acredito que encaixou perfeitamente para Meghan, levando-a a seu grande momento na competição. Os vocais, a emoção e a presença de palco sobraram aqui. Meghan estava linda e fez o trabalho de muita gente! Garantidíssima no Top 10, sem dúvidas!

Carol – Depois de Kim, Meghan é minha segunda voz favorita dessa temporada. Tem dinamismo na voz, tem um vozeirão daqueles e emociona quando deve. Essa apresentação dela não foi das melhores, mas pelo nível das outras, foi uma das melhores da noite, na minha opinião. No Top 10, com certeza.

Kimberly Nichole – “House of Rising Sun” by The Animals

Depois do que Kim fez semana passada, já esperava muito dela. A escolha musical foi ótima pra ela, um acerto de Xtina. Ela trouxe muita paixão e vocais ótimos para o palco. A presença de palco dela me impressiona muito, e dessa vez não foi diferente. Já estava no Top 10, sem mesmo entrar no estúdio. Espero que Xtina diversifique um pouco com ela, mas mantenha as performances históricas, que temos visto semana após semana. Foi perfeito!

Carol – Kim vem se mostrando a grande merecedora de vencer essa temporada. Além de ter uma voz destruidora, uma presença de palco incrível, não há ninguém como ela. E dessa vez não foi diferente… Arrasou! Só tenho uma coisa a dizer: Kim for the win!

Terminada as apresentações, achei que a noite começou devagar, mas melhorou com algumas performances. Não direi que foi o melhor Top 12 da história, pois estaria mentindo. Mas não foi de todo ruim. Sendo assim, o meu ranking das apresentações seria o seguinte (com a opinião de Carol entre parênteses):

1º – Meghan Linsey (Kimberly Nichole)

2º – Kimberly Nichole (Meghan Linsey)

3º – Hannah Kirby (Corey Kent White)

4º – Mia Z. (Mia Z.)

5º – Corey Kent White (Joshua Davis)

6º – India Carney (India Carney)

7º – Deanna Johnson (Deanna Johnson)

8º – Joshua Davis (Brian Johnson)

9º – Rob Taylor (Rob Taylor)

10º – Sawyer Fredericks (Hannah Kirby)

11º – Koryn Hawthorne (Sawyer Fredericks)

12º – Brian Johnson (Koryn Hawthorne)

Assim, apesar de querer Sawyer no Bottom 3, sabia que ele não corria riscos. Imaginei que seriam Rob, Koryn e Brian, com qualquer um deles sendo eliminados pelo bem do programa. Considerando o iTunes no fim da votação, temos:

02 – Sawyer Fredericks – Imagine

03 – Kimberly Nichole – House of the Rising Su

05 – Meghan Linsey – Girl Crush

26 – Joshua Davis – America

33 – Koryn Hawthorne – Stronger (What Doesn’t Kill You)

37 – Deanna Johnson – Oceans (Where Feet May Fail)

41 – Rob Taylor – I Put a Spell on You

44 – Corey Kent White – Why

51 – India Carney – Take Me To Church

65 – Hannah Kirby – Edge of Seventeen

74 – Mia Z – Miss You

215 – Brian Johnson – If I Ever Lose My Faith in You

Comentários pertinentes sobre o iTunes: Como Rob e Koryn estão na frente de India, Hannah e Mia?? Brian flopadíssimo! Vi Mia e Hannah acompanhando Brian no Bottom 3, e já estava sofrendo que perderia uma das minhas preferidas.

O programa de eliminação teve a participação de Nick Jonas, consertando a cagada que Nathan fez com “Chains”. Foi divertido, confere.

Além disso, tivemos performances em grupo do Team Blake e do Team Xtina.

*vídeo indisponível*

O Team Blake foi incrível! Hannah estava super se divertindo com a apresentação, e dominou a porra toda. Foi ótimo assisti-la arrasando do lado de Blake. Não queria vê-la indo pra casa.

O Team Xtina fez um bom trabalho, também. Rob ali nos meios das divas, me irritou muito. No entanto, não tirou o brilho das meninas. Foi muito gostoso de assistir.

Assim, o que dizer de minha surpresa quando o Bottom 3 foi formado por Deanna no lugar de Hannah? Sim gente, no fim das contas, os três menos votados foram Mia Z., Brian Johnson e Deanna Johnson. Com isso, os candidatos foram para suas últimas chances no programa:

Brian Johnson – “Amazed” by Lonestar

*vídeo indisponível*

Na última chance de mostrar por que deveria ficar, Brian fez mais do mesmo. Apesar de vocais regulares, ele não se impôs e deixou escapar a chance de ir para o Top 10.

Mia Z. – “Stormy Monday” by Eric Clapton

*vídeo indisponível*

Assim como Brian, Mia trouxe mais do mesmo. Não quis nem inovar na escolha musical. O resultado foi uma performance boa, mas nada além do que já havíamos visto na noite anterior. Uma pena.

Deanna Johnson – “It Will Rain” by Bruno Mars

Diferentemente dos dois primeiros, Deanna arriscou e mostrou que pode fazer algo diferente. O resultado foi ótimo, carregado de emoção e talento, que ela tem de sobra. Ponto pra mocinha, que eu já esperava salva pelo público.

Passados os 5 minutos de votação, com Deanna e Brian empatadíssimos (para o meu coração disparar com a possiblidade de perder Mia e Deanna juntas para Brian), Deanna foi salva pelo público e segue para o Top 10. Espero que agora Adam invista na moça e a leve para coisas novas e diferentes, que mostrem sua personalidade.

Muito bem! Esse foi o Top 12 da Season 8. O que acharam? Concordam comigo? Discordam? Não percam a oportunidade de me xingar nos comentários! Na próxima semana, Lindomar estará assumindo o Top 10, não deixem de acompanhar.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Gerson Elesbão

Um @gerson incomoda muita gente, um @gersonrealoficial incomoda incomoda incomoda muito mais! É DC, é Marvel, é Netflix, é reality. Se a série for boa, chama no probleminha, bebê!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu