Posts Populares

The Voice US – S13E02 – The Blinds Auditions, Part 2

UUUUUUUU Só da tu, só da tu!!

E é nesse clima de hit que eu estou de volta. O canto da cidade, a pérola negra que ama amarrar o tchan e bate forte o tambor porque o que ele quer é tic, tic, tic, tic ta. E depois de uma longa e cansativa negociação com a NBC, cá estou eu novamente para carregar com vocês, meus amores mais uma season desse programinha maroto que vive nos pisando mas não vivemos sem. E como já é do conhecimento de todos, nessa temporada nós temos ninguém mais, ninguém menos que JHud, uma das maiores vozes dessa geração e que caiu como uma luva no meio daquele trio de loucos que são Adam, Miley e Blake.

E para comentar comigo essa segunda noite de blinds, eu trouxe a Nyergiton que é o nosso paneleiro mais delicia e porblematizador da históriaaaaaa e tem também o Luiz, nosso leitor fiel e  que é um amor <3

Para quem estava com saudades dos meus apelidos, hoje nós seremos reizinhos do axé! Agora vamos deixar de enrolação e partir para o close porque ele é grande.

#TeamBlake – Keisha Renee: “I Can’t Stop Loving You” by Ray Charles

Dam Pimenta N’ativa: Bixa, com todo esse vozeirão, me explica porque tu ta no country? Você quer controle vocal @? Você quer Notas bem executadas e melismas muito bem feitos @? Então Keisha tem tudo isso para te dar. Como vocalista eu a achei impecável, só não consigo concordar com essa onda dela ser do Country, bixa, tu nasceu para gritar e não para usar chapéu e bota e fazer a caipira roots. Só não farei de Keisha a minha favorita somente pela songchoice errada. Se ela tivesse vindo com um R&B raiz, não teria para ninguém.

Nye Com Banana:  Uma voz poderosa e suave ao mesmo tempo. A gente ama sim, bebês. Dá pra perceber que ela tem um excelente controle e ao mesmo tempo que pode enlouquecer quando necessário e fazer absurdos com a voz. A música em si achei nem fraquinha pra mostrar sua voz, mas claramente tem potencial e vai nos surpreender nas próximas etapas.

Luiz Axé Blond: Como eu amo quando os artistas vão de 0 a 100 com a voz em menos de 30 segundos de blind… Keisha começa lá no alto com um tom mais agudo e depois coloca o grave pra bater, mostrando toda a flexibilidade da sua voz, só digo uma coisa, PISA MENOS KEISHA. Não sou muito fã da songchoice até porque ela é de 1962 e estamos em pleno 2017 não é mexmo?! But Keisha com certeza é uma das artistas que temos que ficar de olho e uma bela de uma aquisição para o #TeamBlake.

#TeamAdam – Dylan Gerard: “Say You Won’t Let Go” by: James Arthur

Dam Pimenta N’ativa: Uma versão do Ryan Quinn só que menos gostoso e mais chato e sem a beleza vocal que Ryan tinha. Não me julguem mal, eu até curti o timbre do Dylan, mas a sua voz ainda soa um tanto quanto insegura e nas notas mais altas, dava para perceber o seu desconforto em atingi-las. O conselho que Jhud deu foi super acertado e acho que com umas boas dicas do Adam ele pode até se tornar alguém interessante na competição.

Nye Com Banana: Um timbre gostosinho e uma carinha de nerd que amo. Porém achei a apresentação um pouco linear, mesmo percebendo que ele tava tentando entregar o seu melhor. Talvez ele ainda seja um pouco verde. Quem sabe não surpreende mais pra frente, né? Faz totalmente o estilo do seu coach.

Luiz Axé Blond: Dylan veio com uma pegada mais atual, a começar pela songchoice que é dessa década, por mais mainstream que seja cantar James Arthur a interpretação de Dylan nessa música foi ótima, consegui sentir verdade em cada palavra que ele cantava, mesmo com alguns probleminhas de afinação, que a rainha JHUD já tratou de concertar ao final da blind, ele conseguiu entregar uma performance sólida e que valeu a vaga dele nas battles rounds representando #TeamAdam

#TeamJHud – Maharasyi: “Tell Me Something Good” by: Rufus & Chaka Khan

Dam Pimenta N’ativa: Que bixa lindaaaaaaaaaaaaaa, que nome bafooooooooo mas que songchoice estranha, mlr. Gente, vocês não tem noção como eu fico feliz quando encontro alguém com um nome mais estranho que o meu. Para quem não sabe, meu nome verdadeiro é Addâmison, Dam é só meu nome de guerra. Então quando eu penso que Addâmison é único nome impronunciável desta terra, me apareci Maharasyi com aquele vestido mamãe estava num tiroteio. Achei o timbre da moça bem interessante e charmoso por muitas vezes, porém, percebe-se a sua dificuldade para alcançar algumas notas. Vamos ver o que sairá dessa parceria dela com a JHud.

Nye Com Banana: Olha, não é que ela seja ruim, mas acho que escolheu uma música maior do que ela. Não deu pra mim. Inclusive no final ela tentou dar uma nota legal e foi bem fail. Parece ter bom domínio de palco, mas vocalmente….

Luiz Axé Blond: Mulher que nome é esse?! E que songchoice mais maravilhosa (PISA MENOS R&B), não consegui ficar um segundo parado com essa batida. Eu estava curtindo tanto a blind que ela pareceu ter 10 segundos. Maharasyi veio com vocais extremamente afinados e mostrou ser uma competidora e tanto. Temos mais uma adição  de peso ao #TeamJHUD

#TeamBlake – Red Marlow: “Swingin” by: John Anderson

Dam Pimenta N’ativa: Ai gente tenho preguiça dessas música chata viu? Tem uns Country que até da para imaginar uma fogueira com marshmallow e um boy boiadeiro te laçando e te chamando de touro bandido, mas essa song do Red foi bem chata, sem novidade alguma e só me fez ficar com vontade de dormir.

Nye Com Banana: Toda temporada tem que ter um country bem limitado cantando uma música com extrema preguiça de fazer algo diferente do linear e ok, né? Pois aí está eles, amores. Enjoy!

Luiz Axé Blond: COUNTRY!!!! Como eu esperei por esse momento no programa de hoje, assim como nosso falecido amigo Gerson, sou fã nº 1 do Team Blake e sim também sofri com a derrota na season passada… Red trouxe um clássico do old country de John Anderson, a interpretação da música não deixou a desejar, porém não foi nada UAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAU, foi boa, mas não FANTÁSTICA e temos mais um para o #TeamBlake.

#TeamMiley – Ashland Craft: “You Are My Sunshine” By: Johnny Cash

Dam Pimenta N’ativa: Você quer um country de qualidade @? Então toma! Amei real a blind da Ashland e tenho certeza que a bixa tem tudo para ir longe sim. E essa songchoice maravilhosa? muito reizinha da balada country ela! Ainda por cima a bixa da um pé na cara do Blake e escolhe a Miley como Coach.

Nye Com Banana: Vi a loira de botinha e country já pensei no tédio que ia ser essa porcaria. Porém, que pisão já minha convicção e na minha cara. Uma apresentação sólida e incrivelmente poderosa. A canção também ajudou bastante. Pra completar o combo de maravilhosa, ela foi e não escolheu o Blake. Já posso chamar de favorita? Sim, posso!

Luiz Axé Blond: JHONNY FREAKING CASH!! Ashland trouxe uma das minhas músicas favoritas desse MITO chamado Jhonny Cash, como já disse sou um ávido fã de country e TeamBlake 4ever, mesmo a Miley tendo levado a melhor nessa rodada. Agora vamos falar sobre a MELHOR blind da noite, que poder ASHLAND, que poder, interpretação e vocais impecáveis. QUE MULHER MINHA GENTE, QUE MULHER!!!!! Se Ash não chegar pelo menos aos lives shows eu vou ficar bem puto. Ash já estou te seguindo no instagram baby.

E a segunda noite de blinds termina assim:

#TeamAdam por enquanto é o mais fraquinho e não tem ninguém para ser chamado de FrontRuner ainda. Eu destaco aqui o Dave Crosby que pode crescer muito ainda na temporada e Adam sabe bem trabalhar com boy alternativo de violão. Então o Team Adam está desse jeito: Dave Crosby, Brandon Showell e Dylan Gerard

#TeamBlake Vem bombando como sempre com seus country sem sal e outros promissores que já vem escrito na testa “Queridinhos da tia do sofá”. Por aqui sinto que o nome mais forte até agora é Keisha Renee que tem tudo para ser o grande destaque do Blake. E o Team Blake está assim: Mitchel Lee, Esera Tuaolo, Red Marlow e Keisha Renee.

#TeamJHud: Esse aqui por enquanto é o time mais expressivo, pois, todos os seus acts tem muitas similaridades e personalidades muito fortes. No time da J disputam o holofote de favorito, Shi’Ann que eu não vi nada demais, porém, tem muita gente pagando pau. e Também o Chris Weaver que vem da linhagem do Chris Azul e ainda pode nos dar muito desgosto ou alegria. Team JHud é: Chris, Weaver, Shi’Ann Jones, Lukas Holliday e Maharasyi.

#TeamMiley: É o meu fav até agora por terem cantores que fazem mais o meu estilo. Aqui a briga é dura para saber que será o grande destaque, pois, tem muita gente com potencial para ir beeem longe na competição e o Team Miley é: Janice Freeman, Brooke Simpson e Ashland Craft. 

Então é isso bb’s , ate semana que vem e fiquem ligados, pois, essa temporada promete e ela está apenas começando!

gostou da matéria? deixe um comentário!

  • Keisha Renee é o primeiro grande nome da temporada. Espero que Blake não desperdice o potencial dela em song choices safes e chatas. Dylan errou feio em ir com o Adam sendo que com os conselhos de JHud ele melhorou 200% só ali, imagina numa coaching session. As outras acts foram legais, mas o country a gente finge que nem viu por motivos de sono. Segunda noite melhor que a primeira, mas sinto falta de alguém que junte vocal com identidade. Espero ver isso nessas blinds ainda.

  • Loirinha cantando country fora do Team Blake? FOI O QUE A GENTE PEDIU, SIM!

    • Dam Souza

      Torcendo para não ser gongado, amiga

Dam Souza

Baiano que tem caruru e vatapá no sangue, aquele que é o canto da cidade e só discute com quem entende de Inês Brasil.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu