Posts Populares

The Voice UK Kids – S01E06 – The Battles 2

Você sabe o que é “popera”?

Queria começar dizendo que eu realmente não tenho maturidade para avaliar battles com crianças! Quase sempre tudo o que eu quero é que todas elas possam avançar e serem felizes na competição! E o fato de não existir steals deixa todo o processo ainda mais doloroso!

Outra coisa muito legal de se notar nas battles é a evolução de alguns acts! Muitas vezes, acts que nos passaram batidos nas blinds vem para essa fase com sede de avançar a acabam se destacando bastante em seus triduelos! E para muitos, o arco de crescimento que possivelmente pode levá-los à uma finale tem início agora!

Então, já seguindo no embalo de ontem (sábado, 08/07) vamos ver o que esse segundo dia de batalhas nos reservou! E hoje conto com os comentários dos paneleiros veteranos Rick e Lindomar, além do nosso convidado especial, o Caio! E é como diz o ditado paneleiro… Quer comentar nossas reviews conosco? Só vai no “fale conosco” ali, manda um “ei galera, me escala aí, vlws flws” e corre pro abraço!

Todos prontos? Sim’bora ver o que essas pestinhas aprontaram hoje? Here we go!

(#TeamPixie) Devon vs Leah vs Lewis – “Thinking Out Loud” by Ed Sheeran

Luana: A diferença de nível aqui foi gritante DEMAIS! Leah e Devon são fofíssimos, mas estão muito abaixo da qualidade do Lewis. E ficou bem claro que o menino Lewis se conteve a música inteira e mesmo assim o gap de qualidade vocal entre eles foi abismante! Devon ainda foi melhor que Leah, mas ele estava tão nervoso que ficou paradinho num cantinho ali como se estivesse petrificado, tadinho. Enfim, foi uma batalha fofa, mas desonesta, já que Lewis se quer teve competição, né.

Rick: Owwwn gente, que battle super fofa!!! Achei que a música não foi boa para esse trio, Lewis que tem uma voz mais forte, se saiu bem e ficou destacado, diferente dos seus concorrentes que possuem timbres bem suaves. Leah eu achei que foi a piorzinha, porque senti ela muito nervosa e sua voz saiu tremula. Devon foi ótimo, sua voz limpa e suave me agradou muito. Mas acho que sem sombra de dúvidas Lewis foi meu favorito.

Lindo: A batalha da fofura aqui, os três pequeninos do #TeamPixie e a gente já fica com o coração na mão porque veremos dois deles recebendo um não! Lewis era o mais velho e o mais preparado e dominou tudo desde o início, mas as vozes angelicais de Leah e Devon me encantaram também. Eu não to nada bem com essa batalha, quero levar os três para casa e cuidar dessas crianças, SOCORRO.

Caio: Eu queria mais interação entre eles, mas mesmo assim que fofura os menores! Talvez seria mais adequado ter uma galerinha mais madura para passar melhor a emoção da música. Todos foram bem, mas sinto que os menores estão ainda se desenvolvendo com relação à construir a melodia com a voz. Agora, Lewis meu querido, vai ser bom lá na China! Tô sentindo um finalista aí, pisa menos Lewisss.

    

 

(#TeamDanny) Nathan vs Millianna vs Jessica R – “Runnin’ (Lose It All)” by Naughty Boy ft. Beyoncé

Luana: Ai meu Deus, que batalha equilibrada! Nathan foi o que mais sofreu aqui por conta do tom da música, para as duas meninas pareceu correto, mas ele teve que dar 110% de si e ainda assim não soava confortável. Mesmo assim, achei que ele foi o mais dinâmico nessa batalha, o que mais pareceu querer avançar. Mas não foi meu favorito. Desde o início, na primeira nota da Milliana eu fiquei inclinada a pensar que ela estava correndo na frente. Daí, mais pro meio a Jess alcançou uma nota alta tão clara e com tanta precisão que realmente me fez pensar que ela deveria vencer esse embate! No fim das contas, não tinha como escolher o vencedor errado aqui!

Rick: Minha nossa senhora, eu estou em choque com essa battle! Eu sou muito chato com quem canta “Runnin'”, e afirmo que eu nunca vi nenhuma versão dessa música em um reality que me agradasse, mas isso mudou hoje, já que esse trio lacrou e me fez adorar essa versão. Os três, sem exceção foram incríveis, Jess com sua voz poderosa, notas longas e melismas, Millianna com seu timbre maravilhoso, uma extensão vocal incrível que lembra Florence e Nathan com ótimas execuções e aquele beat box que me pegou de surpresa. Qualquer um dos três que avançasse eu ficaria contente (claro que tenho minha preferencia pelas meninas, pois amei muito as duas em suas audições), mas os três foram incríveis, que arraso de battle!

Lindo: Milliana vs Jessica R e eu já estou chorandooo! Não me importava com Nathan aqui mas ele mandou bem até e meu surpreendeu demais com aquelas pegada de Beat Box sem perder o fôlego, trazendo algo diferente que acabou ficando muito legal, mas a batalha foi de Milliana e Jessica, as duas tiveram carão, tiveram vocais e intensidade e se entregaram aqui do início ao fim. No final de tudo Jessica R é uma superstar, ela e Milli me soaram em níveis semelhantes na batalha, mas considerando a audição das duas, Jessica tem mais potencial e mereceu a vitória.

Caio: Que batalhão! Nossa, me surpreendeu super. Todos foram super bem, exceto no meio da música quando teve o festival de gritos (me incomodou um pouco hehehe). No geral, eu até admito que talvez o Nathan tenha ido melhor na performance como um todo (principalmente no grave, e na hora do beat box, menino versátil hahaha), mas eu tenho um apreço tão especial pela Milliana depois de ela cantar Florence na audição, e ela foi pau a pau com ele! Escolheria ela!

   

 

(#TeamWill) Marby vs Victoria vs Brooke – “There Must Be An Angel” by Eurythmics

Luana: Que maneira perfeita de encaixar a Victoria numa batalha de forma atual e sem que ela perdesse a sua essência ou favorecendo demais/de menos as outras meninas! Marby foi minha preferida nas audições juntamente com Lewis, porque que potência, controle e confiança ela foi capaz de nos entregar ali! Brooke também me agradou bastante e Victoria apenas não havia se destacado. Mas essa batalha pôs todas as cartas na mesa e trouxe as três pra jogo de forma muito igual! Eu não saberia avaliar tecnicamente quem se sobressaiu, mas de forma leiga e apenas por gosto eu tendi a preferir a Brooke e todos os tricks escolhidos por ela. Mas sem dúvidas, mais uma vez não havia como o coach escolher errado aqui, as três arrasaram do seu próprio jeitinho!

Rick: Minha gente, que genial isso que fizeram nessa batalha. No twitter eu vi que eles escreveram “popera” e agora eu entendi o porquê. Colocar Victoria que canta ópera nessa batalha fez todo o sentido, as três conseguiram se sobressair de sua maneira, e juntas formaram um belo trio. Brooke para mim se destacou pela forma única com que ela canta. Sinto vibes bem indies vindo dela, então eu já amo. Marby fez um bom trabalho, e acompanhou Brooke de perto. Victoria me surpreendeu e conseguiu ornar no meio das duas, deixando a performance bonita e ao mesmo tempo contagiante. Simplesmente genial essa batalha, parabéns para todos os envolvidos.

Lindo: Olhaaa a POPOPERA do Will aí amigos! Que coisa mais sensacional ele fez para conseguir trazer a Victoria para a mesma batalha que Marby e Brooke. Não foi uma coisa UUAAUUU, me soou estranho em alguns momentos, mas em outros foi tão diferente e original que amei forte o resultado final. Daria a vitória para Brooke por ter sido o destaque solo pra mim da performance e pelo potencial que vejo nela.

Caio: Que delícia de batalha, todas foram super bem, a ópera encaixou super bem (Will fez milagre nesse caso), mas Brooke e Marby são muito estrelinhas! Fiquei muito triste por estarem na mesma batalha, mas eu escolheria a Marby porque dá para perceber a entrega que ela tem na música, além de ser mais versátil!

    

 

(#TeamDanny) Juno vs Hayley vs Erin L – “Eyes Shut” by Years & Years

Luana: Que batalha linda! Eu não conhecia a música, mas achei tão linda nas vozes dessas 3 maravilhosas! Mas o fato é que a Erin realmente se destacou aqui, seja por seu timbre diferente, seja por suas escolhas vocais inusitadas, seja por seu semblante de “nada pode me derrubar, nem nervosismo eu sinto”. Eu realmente fiquei com a impressão de que ela comandou essa performance, enquanto Hayley e Juno buscavam se encaixar da melhor forma possível. Uma ótima batalha, mas com uma vencedora evidente, na minha opinião.

Rick: Uma batalha bastante equilibrada, na qual as três fizeram trabalhos excelentes individualmente, mas juntas não me surpreenderam tanto como as duas batalhas anteriores. Juno para mim foi a melhor, pois sua voz se sobressaiu muito, ela tem um timbre bem potente e soube controlar bem, e mixa-lo com a batida da musica. Erin, que ganhou a batalha, foi muito bem, mas ficou um pouco atrás no quesito voz para mim, assim como Hayley. O saldo geral foi bem positivo, pois foi uma batalha bem boa.

Lindo: Algo não casou aqui nas harmonias, as vozes eram muito diferentes e acabou que quando elas se somavam não ficou tão legal, a voz de Hayley e Juno até casavam, acredito que por isso vimos algumas harmonias das duas em conjunto e Erin mais solo durante parte da performance. Mas tirando as harmonias vimos um banho solo de Erin L em suas adversárias, seu timbre se destacou demais e minha menina do All About You venceu essa batalha! <3 I’m So Proud! Danny Jones não me decepcionou em nenhuma de suas escolhas, escolheu todos meus favoritos! <3

Caio: Eu tô impactado! Foi super equilibrada, com ótimas performances! Acho que para um caso desses, quem passar melhor a emoção e quem tem um timbre mais sensacional sai na frente, e nesses quesitos eu escolheria a Erin L.

   

 

(#TeamWill) Gina vs Adam vs Francesca – “As” by Stevie Wonder

Luana: Sem dúvidas, as 3 vozes mais maturas do #TeamWill juntas. E acabou sendo até bem desapontante, exatamente por serem as vozes mais “experientes”, eu esperava que eles realmente entregassem algo incrível. Primeiro que a música não combinou em nada com o Adam ou a Gina, e até a Francesca que ficou o mais próximo de algo que ela cantaria, não casou legal. Eles pouco interagiram entre si também, o que deixou um clima bem tenso, pelo menos pra mim. Gina conseguiu fazer coisas legais com sua voz, mas ainda assim eu teria ido com a Francesca. Ela me parece ser a mais segura de si e do que quer fazer entre os 3. Talvez Gina venha a me surpreender, mas por enquanto eu continuo achando que a melhor escolha aqui teria sido a Francesca.

Rick: Mais uma batalha bem equilibrada e que me doeu o coração, pois eu amo duas kids aí e terei que me despedir de uma. Adam é muito foda gente, esse jeito weird dele é incrível e eu amo muito. Cantou muito bem e conseguiu se manter firme no meio de duas girls poderosas. Francesca foi ótima e fiquei surpreso porque ela seguiu de perto Gina, que para mim ganhou essa batalha. E por falar nela, tenho que enaltecer essa alma velha que Gina possui e que coloca todo esse soul e poder na voz dela. É incrível e sua vitória faz com que eu não fique tão triste pela derrota de Adam.

Lindo: Que batalha de gigantes foi essa? Os três fizeram audições memoráveis e tinham potencial para seguir no jogo, de início pra mim Adam era o grande favorito mas ele acabou ficando extremamente apagado no conjunto da batalha. As meninas travaram um belo duelo, Gina tem uma voz mais forçada e mais estranha, mas acaba soando diferente, singular, única, Francesca tem um timbre lindo, agradável, mas acabou não ousando tanto quando a colega. Por uma questão de gosto e de desempenho na batalha levaria Francesca, mas não achei injusto ver Gina avançar.

Caio: Assim, pelo menos no início, senti o Adam bem favorecido pela escolha da música (principalmente com relação à Francesca). A Gina tem um timbre bem maduro, como o Danny falou, mas o Adam tem uma voz muito melódica, super compraria um álbum dele!

   

(#TeamPixie) Chi vs Sophia vs Amaria – “When Love Takes Over” by David Guetta ft. Kelly Rowland

Luana: Sophia já entrou nessa batalha pra vencer! Por mais que eu tenha curtido ambas blinds, Amaria e Chi… Sophia teve uma das audições mais poderosas e com maior potencial da temporada! E aqui não foi diferente, ela realmente se sobressaiu as outas duas e foi capaz de demonstrar melhor os seus poderosos vocais. Não foi uma batalha perfeita, a harmonia não estava lá tão legal, mas mesmo assim eu gostei muito da energia!

Rick: Eu esperava um pouco mais dessa battle, mas acabou que não foi tudo isso. Todas tem potencial, mas elas não se sincronizaram de uma boa forma, e acabou ficando tudo meio confuso. Sophia, a vencedora, para mim foi disparado a melhor, mas Chi com seu jeito também weird assim como Adam, manteve-se de perto. Amaria ficou extremamente apagada, então não comentarei muito sobre ela. Sophia está pronta para a próxima fase, ela é uma excelente cantora e uma das melhores vocalistas dessa season.

Lindo: OMG, ouvi essa mesma canção na voz da bela Fasika na final do TVAU essa semana e agora vemos as três jovens do #TeamPixie arrasando nas harmonias. A batalha foi marcada pelo equilíbrio, achei Amaria mais segura de início, mas com muita classe e controle vocal vimos Sophia dominar a batalha a cada verso, a Chi parecia nervosa demais e acabou gritando em alguns trechos, as harmonias ficaram boas e o saldo final foi bem legal.

Caio: Fico bem felizinho toda vez que temos essa música, é mó contagiante, ainda mais com essas grandes mulheres! Senti a Chi cantando meio automatizada, acho que o nervosismo fez com que ela não sentisse tanto a vibe da música. Amaria tem um timbre maravilhoso, mas acabou errando várias vezes, inclusive no refrão, que é o ponto alto da música. A Sophia tem um estilo muito legal pra mim, mas ela tem uns problemas de tempo nas músicas (às vezes dá para ver que é estilo, mas incomoda). Mesmo assim, a voz dela é a mais distinta, e ela canta com atitude!

    

 

◄• CONSIDERAÇÕES FINAIS • ►

Acho que encerramos as batalhas com um saldo bem positivo no balanço geral. Como sempre, houveram aqueles que se destacaram mais e aqueles que caíram um pouco de nível; e ainda aqueles que superaram todas as expectativas! Sendo assim, vamos à uma breve análise de como os times seguem para as Semi-Finais, já na semana que vem! #SoFast

 

#TeamPixie: Jess F, Lewis, Riccardo e Sophia.

 

Pixie entrou nas batalhas com um ótimo time e saiu delas ainda mais fortificada! Acredito que em todos os seus embates ela acabou optando pelas melhores crianças. Sem falar que aqueles que tiveram blinds incríveis (Lewis, Riccardo e Sophia) continuaram ou excederam o seu nível inicial, o que é bem importante, pois significa estabilidade e possibilidade de crescimento! Até o elo mais “fraco” do time, Jess, é muito boa! Arrasou demais, Pixie! #GirlPower

 

#TeamDanny: Courtney, Erin L, Jack e Jessica R. 

 

Danny tinha o meu time menos favorito pós blinds, e infelizmente não notei muito crescimento de seus acts de lá pra cá. Entretanto, Jack e Jessica cresceram no meu conceito! Principalmente o Jack, gostei de como ele se saiu na batalha e acho que com as músicas certas ele pode arrasar ainda mais! Courtney, uma das minhas preferida das blinds, senti ela já meio forçada em sua segunda apresentação, então é bom prestar atenção nesse desempenho “over the top” o tempo inteiro, porque pode acabar criando uma síndrome de Chris Blue em quem assiste e você simplesmente começa a prestar mais atenção nos trejeitos forçados do que na própria desenvoltura vocal em si. Erin é outra que quero acompanhar de perto nessa Semi-Final, pois sinto que ela ainda tem muito a oferecer! Vamos ver, né? Danny, eu confio em você! #SóVai

 

#TeamWill: Brooke, Gina, Jake e Perry.

 

Gente, cadê minha Marby, meu Adam, minha Francesca? Eu tô chorando. Mas nem deveria estar surpresa, Will sempre acaba podando seu time e fazendo pareamentos errados. Ainda assim, ele tem um bom time. Gina e Brooke tem timbres lindos e muita atitude e segurança de si. Jake me surpreendeu bastante em sua batalha, e mesmo sendo o menor, o mais novo e o único menino, segurou a marimba bem demais e mostrou que tem total capacidade de brigar nessa Semi. E o Perry, minha gente?! Minha maior surpresa nessas batalhas! O menino realmente cresceu para o desafio e saiu para a Semi como um dos destaques das battles! Então sim, apesar das perdas pesadas, o Will ainda pode render bons frutos com seu time, vamos ter fé, não é mesmo? #Praying

Para assistir o episódio CLIQUE AQUI

Então é isso, gente. Ficamos por aqui, voltamos semana que vem com as SEMI-FINAIS! E pra não perder o costume, vem votar na melhor battle da noite e no melhor time pós battles, vem! :p

gostou da matéria? deixe um comentário!

  • Paulo Adriano Rocha

    Hi, Lu! Eu gostei muito desse segundo dia, não… Hehe!

    Devon, Leah, Lewis – ‘Thinking Out Loud’:
    Essa battle não ficou legal. O Lewis estava super confortável, mas os outros dois estavam muito nervosos e não conseguiram render não. Uma pena… Eu escolheria o Lewis com certeza, mesmo porque eu gostei da blind dele também.

    Nathan, Millianna, Jessica R – ‘Runnin’ (Lose It All)’:
    Muito equilibrada essa battle, infelizmente, eles dançaram muito e perderam um pouco os tempos, especialmente o Nathan. Eu escolheria a Millianna pela apresentação, embora o timbre da Jessica é lindo.

    Marby, Victoria, Brooke – ‘There Must Be An Angel’:
    Cara, isso ficou uma bagunça. Gostei de nada. E a menina só porque canta lírico tinha que ficar com aquele pedestal ali atrapalhando as outras? Valei-me… Eu escolheria a Marby, porque ela tava se esforçando ao máximo ali…

    Juno, Hayley, Erin L – ‘Eyes Shut’:
    Primeiramente: Juno, rainha das harmonias. Arrasou. Já merecia ganhar só por causa disso. Das outras, preferi o timbre da Hayley, já a Erin deve ter algum problema de dicção, porque às vezes não dava pra entender o que ela cantava. Mas, no geral, vitória pra Juno.

    Gina, Adam, Francesca – ‘As’:
    Primeiro que tudo: Kids? Really? Era melhor eles terem feito uma versão Teen, seria mais justo. Nas partes harmonicas, achei estranho o Adam na parte grave e eles ficaram o tempo cantando mais para si mesmos. Interação quase zero. Iria com a Gina, só por preferência mesmo.

    Chi, Sophia, Amaria – ‘When Love Takes Over’
    Outra battle que não ficou legal, mas essa eu acho porque elas gritaram um bocadinho, não teve essas harmonias todas, enfim, dispensável. E escolheria a Sophia, porque achei que as outras não chegaram em algumas notas.

    • Luana Medeiros

      Oi, Paulo! Esse segundo dia foi bem inferior ao primeiro mesmo, infelizmente. Até porque o primeiro dia teve aquele batalhão de “Little Me”.
      Além disso, hoje perdemos grandes destaques das blinds como Adam, Marby e Millianna, infelizmente. E ainda por cima, aqueles que foram super bem nas blinds, acabaram em pareamentos toscos e com kids bem inferiores, como foi o caso de Lewis e Sophia.
      Maaaaaaaaas como eu tento ver o lado positivo (pelo menos no Kids, pq no adulto eu só vejo o pior, haha) tenho minhas expectativas pro crescimento dessas pestinhas na Semi-Final.
      Por enquanto apostaria minhas fichas em Lewis ou Riccardo para campeões, vamos ver. Tem Jack, Sophia, Gina correndo por fora aí, quem sabe.

    • Rafael

      Gina e Francesca tem 13 anos. A passagem para a adolescência, dependendo do autor, além de variar de caso para caso é entre 12 e 14 anos.

      • Paulo Adriano Rocha

        Eu até entendo, mas vê o tamanho desse povo? Parece ser tudo de 18…

Luana Medeiros

Imagine só que um dia me foi perguntado quem eu era, e juro, até hoje não sei responder. Mas os fatos são: tenho 21 anos; sou de escorpião; amo meu cachorro e meu gato mais que tudo; estudo Rádio/TV/Internet, ouço Maroon 5; piro no Adam Levine; consigo colocar os pés atrás da cabeça; e – contraditoriamente – por fim, nasci de 7 meses.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu