Posts Populares

The Voice UK – S05E04 – Blinds Auditions 04

E hoje o reality teve uma leve melhora depois de 2 episódios bem fracos.

Até que fim nesse episódio surgiu bons candidatos, em especial um que pareceu ser um nome bem forte dessa temporada. Confesso que já estava ficando muito preocupado e até desanimado com essa temporada, porém gostei bastante desse episódio e até ouso dizer que esse até agora foi o melhor episódio dessa temporada, tanto pelos candidatos, quanto pelas tretas (Paloma Faith VS Boy George)O que me deixa mais tranquilo é que no The Voice UK não costumamos ter muitas Blinds boas, o jogo lá realmente começa nas Battles e nos Knouckts é o verdadeiro boom, que vemos realmente o potencial do candidato. É nesse desejo que sigo acompanhando o TVUK, torcendo que o reality fique cada vez melhor e nesse episódio essa esperança aumentou com a chegada de um excelente candidato que já tem minha torcida, junto da Cody e Beth que brilharam no episódio de estréia.

Então vamos para mais uma review, conferir tudo o que rolou e hoje será uma review mais inspirada por conta do bom nível do episódio de hoje. E para me ajudar nos comentários, teremos a presença mais do que especial do paneleiro Lindomar que junto comigo está revisando essa temporada. Sem mais, LET’S GO GUYS!

Aliesha Lobuczek – Break Free

Michel: O episódio já começou bom pra mim, gostei dela e achei que ela tem uma ótima voz e se bem trabalhada pode vir a surpreender, considerando também que ela tem apenas 17 anos. Teve 3 cadeiras viradas com direito a alfinetadas entre o Boy e Paloma (momento constrangimento total, hahaha) que comentarei no fim da review. Então, a garota é promissora e escolheu uma música que a permitiu mostrar seu alcance vocal, eu preferia que ela fosse com Ricky, mas vamos aguardar pra ver se ela conseguirá manter o nível da blind ou supere que é o mais provável. Nota: 8,5 #TeamPaloma

Lindomar: Adorei a energia de Aliesha, ela optou por uma canção difícil e começou passando sufoco, mas nas notas altas foi consideravelmente melhor e começou a crescer, acredito que depois ela foi se soltando, mostrou presença de palco e pode ser uma das boas apostas dessa temporada. Nota: 8,5

The Dublin City Rounders – Blank Space

Michel: Que bagunça toda foi essa? Errei de reality e acabei assistindo o The X Factor? Até porque joke acts costumam ir para lá e não para o The Voice UK. Mas, só posso dizer que foi tudo maluco, desorganizado e desafinado, não dava pra aproveitar nada neles, seja da sonoridade até o visual deles. #Eliminado

Lindomar: Que bosta foi essa? Me senti vendo dois palhaços no palco, um deles vestido de cowboy country e o outro de emo, Taylor Swift sangrara pelas orelhas se ouvir isso! Ainda bem que os coaches tiveram a decência de não virar! Próximo!

Alaric Green – Broken Vow

<

Michel: O Alaric me surpreendeu, eu jurava que ele ia vir com um rock bem clássico, porém quando ele abre a boca me vem com seu gênero lírico e me surpreendeu positivamente. A escolha da música foi bem acertada pra ele e ele foi o único lírico até agora que posso dizer que gostei. Detalhe que ele virou duas cadeiras, sendo que a do Will foi um descuido kkkk, no fim ele optou Ricky e merecidamente foi aprovado. Nota: 8,0 #TeamRicky

Lindomar: Mais um cantor lírico para a competição? Alaric pelo menos é dos cantores líricos com talento, tem uma voz que impressiona,  e que poderia talvez se destacar em outros estilos vocais se ele quiser, e adorei ele indo com Ricky Wilson, ele pode surpreender, apesar de Will ser uma escolha obvia para os líricos por conta de Lucy. Nota: 9,0

Tim Baldwin – I’m Yours

Michel: Uma voz comum e uma apresentação mais comum ainda. Foi tudo muito linear, não ousou nem um pouco na escolha musical e vocal. Ele tem até um timbre legal, mas hoje sua perfomance foi tão apagada, faltou conexão com a música, mais emoção, foi tudo tão karaokê! #Eliminado

Lindomar: Uma voz comum com uma song choice just ok, que não permitiria a ele mostrar nada demais e tudo acabou sendo bem linear, enfim, não viraria minha cadeira.

Faheem – Marvin Gaye

Michel: Gosto muito dessa música e acho foi uma escolha bem acertada para ele. O Faheem tem um timbre bem legal e a canção o permitiu mostrar bem sua voz, achei uma ótima apresentação, com o destaque para a parte do falsete. Gostei dele porque ele ousou bastante, apesar de alguns erros de afinação, ele soube fazer um perfomance interessante e criativa. Nota: 8,0 #TeamWill

Lindomar: Um cantor comum com um timbre interessante, uma escolha de música diferente, gostei da forma como ele colocou um falsete na parte mais pausada da canção, ficou interessante, mas Faheem precisa trabalhar mais em diversos aspectos, principalmente na forma como projeta sua voz, já que ela pode acabar soando irritante dependendo da forma como ele opta por seguir em uma canção. Nota: 7,5

Sammy-Jo – Jukebox Blues

Michel: De cara já não gostei de sua escolha musical e como seu timbre não tem nada espetacular, não consegui curtir nem um pouco de sua perfomance. Foi uma perfomance animadinha, mas só! #Eliminada

Lindomar: Podemos dizer que a moça é alegre, tem presença de palco, dança muito bem, mas em questão de voz, ela fica devendo um pouco, acredito que cantando algo mais impactante ela poderia ter avançado, mas não foi isso que aconteceu aqui.

J Sealy – The First Cut Is The Deepest

Michel: Foi uma apresentação até boazinha, apesar de alguns deslizes vocais, mas não senti ele conectado com a música e acho que ele não conseguiu passar nenhuma emoção durante a perfomance, coisa essencial principalmente pela música que ele escolheu. Eu sinceramente não viraria para ele, mas como o nível da temporada não está tão bom, é até plausível a aprovação dele. Nota: 6,5 #TeamGeorge

Lindomar: Gente as desafinadas logo no começo já me fizeram odiar ele, não achei nada de interessante aqui, a não ser algo extremamente linear e mal executado no início, do meio pro fim, ele teve uma leve melhora, mas nada espetacular, não viraria para ele. Nota: 6,0

Steve Devereaux – The Lady Is A Tramp

Michel: Sério que Paloma virou pra isso? Sinceramente, já ouvi inumeras versões muito melhores que essa, por isso não entendi o porquê dela ter virado. A sorte é que o time da Paloma está bem forte e provavelmente ele será só um cordeirinho para as battles. Nota: 5,0 #TeamPaloma

Lindomar: Gente que porra Paloma estava pensando quando virou? De vez em quando ela comete loucuras, tudo bem! Steve era um bom cantor de karaokê, apenas isso, aquele tio da família que manda bem, mas nada mais gente, não existiria motivos para virar para ele e leva-lo até as batalhas, será um cordeirinho no time da maravilhosa Paloma. Nota: 5,0

Lester Preston Jr – Dancing On My Own

Michel: Paloma vira pro tiozinho e ninguém vira pro Lester? Não entendi qual o motivo que ninguém virou pra ele, já que comparados a vários aprovados, ele é um candidato mais interessante para o jogo. Fez um apresentação correta, uma boa música, um timbre mais rouco, só critico a falta de um momento mais impactante na competição, mas mesmo assim ele merecia avançar para a próxima fase. #Eliminado

Lindomar: Não foi espetacular, já vi várias performances com essa música melhores que está, mas o nível da competição está baixo, e Lester tem um lindo timbre, meio rouco, que deixou a apresentação interessante e sem dúvidas merecia uma vaga para as batalhas, achei bem injusto ninguém virar.

Valerie Bacon – You’re My World

Michel: Até gostei da Valerie, mas não o suficiente para querer que ela prosseguisse para próxima etapa, pois não a vejo crescendo nas outras fases. #Eliminada

Lindomar: O que falei para Steve, também caberia a Valerie, uma boa cantora, mas com zero perfil para um The Voice, não sou contra pessoas mais velhas gente, Sally era ótima e rainha na season passada, mas falta você ter algo a mais, não adianta apenas achar que pode cantar, eu mesmo nem me arrisco, pois sou péssimo! Haha

Heather Cameron- Life On Mars

Michel: A Heather tem um timbre que muito me agrada, porém por conta do seu evidente nervosismo, ela teve várias falhas durante a música, mas ela conseguiu me contagiar e atiçar minha curiosidade para querer o que ela tem mais a oferecer. Aliás boa escolha musical do grande astro David Bowie que nos deixou esse ano. Nota: 7,0 #TeamGeorge

Lindomar: Um pequeno diamante com um lindo timbre pronto para ser lapidado e brilhar, assim eu definiria Heather, que tem um timbre lindo e mostrou que pode alcançar, algumas notas difíceis, porém faltou ela se valorizar, brilhar, soou muito linear, talvez com uma song choice acertada e controlando seu nervosismo, ela possa brilhar muito! Nota: 7,5

Kevin Simm – Chandelier

Michel: Cantando uma das minha músicas favoritas, Kevin apresentou para mim a melhor versão masculina dessa música. Ele que já fez sucesso no passado com um grupo chamado Liberty X, mostrou toda sua maturidade vocal. Sua perfomance teve notas muito bem executadas, um controle vocal impecável e uma perfomance carregada de emoção. Seu tom mais rouco, me recordou do excelente Stevie vencedor da temporada passada, pra alegria da Paloma e desespero principalmente de Boy, o Kevin foi para o time Paloma, aliás Paloma tava com tudo nesse episódio, pegou os melhores da noite. Ótima forma de encerrar  o episódio com essa excelente perfomance do Kevin que mostrou-se um ótimo candidato ao posto de vencedor dessa temporada. Nota: 10 #TeamPaloma

Lindomar: Quando saiu o preview de Kevin na semana passada eu fiquei em choque, finalmente teríamos uma grande audição após a primeira noite? E tivemos! Sua performance teve um lado mais dramático e melancólico que o normal, trouxe uma nova roupagem pra chandelier, executou todas as notas com maestria, impressionou a todos, e foi apenas crescendo, crescendo e crescendo! E gente esse time Paloma tá PODEROSO!  Nota: 10

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Gostei muito do episódio de hoje, teve o mesmo nível que o primeiro episódio. Ainda não foi um episódio ‘UOU’, mas nessa temporada que o nível de candidatos está bem abaixo das demais temporadas, o episódio ao menos superou os dois últimos episódios que para mim foram bastante decepcionantes. Kevin sem sombras de dúvidas foi o nome da noite de hoje e também um dos destaques dessa temporada ao lado de Cody. Outra pessoa que foi destaque foi a Paloma que vem conquistando a maioria dos candidatos que ela vira, o que acho ótimo pois tô super curtindo a atuação dela na bancada, ela é divertida, sensata e exala simpatia. Outro destaque de hoje, foram as várias alfinetadas entre Boy e Paloma, criando um clima bem tenso e até constrangedor entre os demais, porém é bom que apimenta o programa e no final do programa teve o VT que o Boy deixou bem claro que ama a nossa querida Paloma, tudo só faz parte da competição e mostra que o tão comprometidos os mentores estão em vencer.

IMG-20160130-WA0020

EQUIPES

Team George: Cody Frost (28,5) Chase Morton (22,5), Harry Fisher (22), Heather Cameron(21,8), Charley (18,8), J Sealy (18,8) e Melissa Cavannagh (18,5).

Team Paloma: Kevin Simm (30,0), Beth Morris (26,5), Deano (25,5), Aliesha Lobuczek (25,5), Megan Reece (24,5), Dwaine Hayden (16,0) e Steve Devereaux (15,0).

TeamRicky: Alaric Green (25,5), Janine Dyer (24,5), Efe Edugba (23,3). Brooklynne Richards (22,5), Tom Milner (22,5) e Aine Carrol (18,0).

TeamWill: Charley Blue (26,0), Lydia Lucy (26,0), Ireno Alano-Rhodes (24,8), Faheem (23,3), Lauren Lapsley Browne (22,5), Lyrickal (21,0) e Tom Rickels (19,0).

E aqui encerro minha review. Espero que como eu, tenham curtido o episódio e continuem acompanhando com a gente! Flw e até mais!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Michel Araujo

Baiano perdido em Aracaju, fã de realities show musicais e séries. Uma personalidade misturada a humor, sarcasmo e uma leve ousadia.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu