Posts Populares

The Voice UK – S06E06 – Blind Auditions 6

Como pular para as batalhas?

Para me ajudar no sexto episódio de audições com os comentários, terei os retornos dos maravilhosos Lukas Ramos e Rodrigo Seivald. E sabem o que há mais de interessante nisso? Se você aí tem vontade de comentar o The Voice UK ou qualquer outro reality com o Panela de Séries, basta acessar o FALE CONOSCO aqui no nosso site e citar quais realities musicais vocês assistem. Saiba mais clicando AQUI. Então, sem mais delongas, vamos lá novamente!

 

Tom Seals – “Mess Around” by Ray Charles

Netto: Foi uma apresentação até divertida, mas não me envolvi muito. Acho que a proposta do programa ultimamente está em achar cantores que venham a trazer algo mais atual ou que possua uma voz potente, e não enxerguei nada disso em Tom.

Lukas: Eu tenho muito problema com gente que vai mostrar que sabe tocar num programa chamado The Voice, eu entendo que mostra a grandeza do artista, mas vamos focar na voz. Ele tem uma voz bacana, mas a apresentação, para mim, não foi nada excitante e só serviu para mostrar que ele sabe tocar teclado.

Rodrigo: Eis aqui um crítico do pessoal do tecladinho no The Voice, geralmente eles decepcionam é algo super morno. Olha Tom fez algo super animado se fechar os olhos dá pra imaginar que ele tá dançando pelo palco, contudo, nada de surpreendente.

Tom Seals é #TeamEliminados

Stacey Skeete – “Schackels (Praise You)” by Mary Mary

Netto: Datada demais. Stacey me passou uma imagem de ser uma diva forte, mas acho que faltou um pouco de atitude. Não sei ao certo se foi a escolha da música, mas a mesma não contribuiu muito para a desenvoltura de uma apresentação mais envolvente. Nota: 7.5

Lukas: Amei o início mais calmo que permitiu mostrar seu timbre e quando a canção acelerou ela mostrou que tem uma presença de palco, só acho que poderia ter sido mais empolgante, mas para uma blind tá ok. AMEI. Nota: 8.0 

Rodrigo: Eu comecei a amar essa música por causa do X Factor, ( J. Phillips e Relley C  donas ). Acho que faltou aquela coisa forte da música que Stacey infelizmente não teve, contudo deu pra ouvir potencial. Nota: 8.2

Stacey Skeete é #TeamJHud

Lia White – “FourFiveSeconds” by Rihanna ft. Kanye West e Paul McCartney

Netto: Ao contrário dos dois candidatos passados, Lia soou bastante atual e foi isso que mais amei sobre sua apresentação. Arriscou um rap, um falsete e até mesmo algumas melismas, são performances assim que me dá gosto assistir, mesmo que não tenha sido algo tão arrasador. Nota: 8.5

Lukas: Já ganhou muitos pontos comigo quando eu vi que era uma das minhas músicas preferidas. O timbre dela é muito bonito, ela tem uma certa potência na voz e ainda mandou um rap. Acho que ela pode ser a nova Lydia Lucy do TeamWill. Nota: 10.0

Rodrigo: Quando ela começou o rap eu já pensei: WILL, adorei a voz dela, ela é um tipo de act que eu levaria a diante pois curto muito o estilo ( Diga-se de passagem, chocado que Tom virou) . Nota: 8.5

Lia White é #TeamWill

Ciara Harvie – “Nessun dorma” by Giacomo Puccini

Netto: STOP CANTORES LÍRICOS 2K17!

Lukas: Não acho que o The Voice seja um programa para cantores de ópera, mesmo já tendo visto que Chris Mann e Lucy O’Byrne chegarem tão longe. Não é algo comercial e que agrada a todos, infelizmente não gostei de nada que Ciara fez e só esperava tudo acabar.

Rodrigo: Gente nunca imaginei que dessa menina viria tal vocal, eu amo muito ópera, achei arriscado ela escolher uma área tipicamente masculina, eu só não viraria pra ela porque ela não sustenta a nota sem quebrar.

Ciara Harvie é #TeamEliminados

Sam O’Hara – “Don’t Worry Baby” by The Beach Boys

Netto: A voz de Sam é até legal, acho que faltou um diferencial na sua apresentação, um momento onde ele pudesse levar a plateia ao delírio mostrando o melhor de si. Mas, não foi dessa vez.

Lukas: A única coisa que me encantou em Sam foi seu timbre que é muito lindo e poderia ser facilmente aproveitado, mas a performance foi fraca.

Rodrigo: Eu adoro esse timbre meio “Bêbado” não sei por que defino assim, mas pra mim parece, achei a voz muito relaxante, ouviria mais vezes, eu gostei mas acho que faltou um ponto alto.

Sam O’Hara é #TeamEliminados

Keziah Rodell – “Work Song” by Hozier

Netto: ABALOU! Keziah fez a linha impressionista e trouxe uma música desconhecida por mim e arrasou. Vocalmente foi um luxo, depois de tantas performances fracas, veio esta para subir o nível um pouco. Só não espero que seja emparelhada com Truly nas batalhas. Nota: 9.5

Lukas: Meu Deus essa mulher é maravilhosa e já quero uma batalha dela com Dakota. O timbre rouco e os tons graves são coisas que me encantam muito em cantoras femininas. Nota: 9.0

Rodrigo: Eu tava jurando que ela ia cantar Stay quando começou, juro, eu adoro essas vozes mais profundas, me lembrou um pouco a Miranda Lambert em algumas músicas…Eu sinceramente achei ela até vendável. Nota: 9.1

Keziah Rodell é #TeamGavin

Hannah Ormerod – “Wake Me Up” by Avicii

Netto: Bicha, que vergonha alheia dessa apresentação.

Lukas: 2017 e ainda insistem nessa música, deveria ter escolhido um country que combinaria muito mais com sua voz.

Rodrigo: AAAAAAAH Wake me up Country version, acho que no The Voice US ela se daria bem, mas o UK não parece curtir muito Country, eu viraria porque acho que eu saberia trabalhar ela.

Hannah Ormerod é #TeamPassouVergonha

Septimus Prime – “Love Yourself” by Justin Bieber

Netto: Jamais apertaria meu botão para alguém que cantasse Love Yourself, pois consegue ser simplesmente a música mais chata dos últimos tempos, cantado por alguém mais chato que a música. Deixando isso de lado, Septimus Prime, que parece mais ter nome de Transformers, veio com uma apresentação nada autêntica e chatérrima. Nota: 4.0

Lukas: A música foi muito linear e eu senti que ele queria mostrar que sabe cantar e tem potencia, mas essa música não tem essa vibe de extensão. Achei muito confuso. Nota: 4.0

Rodrigo: Acho essa música super safe, muito zona de conforto, esperava que ele desse um tom diferente, não deu, outro choque do tom ter virado. Nota: 7.0

Septimus Prime é #TeamTom

Nadine McGhee – “Lay Me Down” by Sam Smith

Netto: Uma voz linda! Acho que o sufoco passado por Nadine se deu pelo nervosismo que pode ter atrapalhado-a bastante durante sua apresentação. No entanto, seu potencial é notável e espero que ela venha a crescer bastante na competição. Nota: 7.0

Lukas: Essa performance foi a que mais me deixou confuso, quando eu tava gostando ela lançava umas alongadas nas notas, umas firulas que me faziam detestar, talvez acho que foi por isso que só teve uma cadeira virada. Nota: 5.0

Rodrigo: Já dizia o ditado, melhor para o final, eu adorei a voz dela, adorei ela, tem potencial pra ir longe na competição, eu esperava que quando ela chegou no refrão todos iam virar, eu amei. Nota: 9.3

Nadine McGhee é #TeamTom

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Apesar da adição de uma candidata muito promissora nesse episódio, queria dizer que não aguento mais essa fase do programa. Já poderíamos pular para as batalhas?

Então, sendo assim, o ranking das notas do Panelas em relação ao aprovados do sexto dia, ficou assim:

Blinds Auditions 6
Participante Nota
Keziah Rodell 27.6
Lia White 27
Stacey Skeete 23.7
Nadine McGhee 21.3
Septimus Prime 15

No mais, espero que estejam gostando do nosso trabalho e espero vê-los acompanhando nossas reviews. Sintam-se à vontade de compartilharem conosco suas opiniões e não se esqueçam de votar na nossa enquete. Até a próxima!

 

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Antonio Netto

Estudante de Engenharia Química. Pernambucano engraçado, dono de uma gargalhada única e de um sotaque marcante. Apaixonado por comida, séries, química e cálculos. Até gosta de estudar mas, sempre que pode, está pelo mundo curtindo e falando da vida alheia.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu