Panela de Séries » Arquivos The Voice UK – S06E07 – Blind Auditions 7 - Panela de Séries

Posts Populares

The Voice UK – S06E07 – Blind Auditions 7

Finalmente as audições acabaram!

Para me ajudar no quarto episódio de audições com os comentários, terei os retornos dos maravilhosos Tatiane Silva e Thiago Craveira. E sabem o que há mais de interessante nisso? Se você aí tem vontade de comentar o The Voice UK ou qualquer outro reality com o Panela de Séries, basta acessar o FALE CONOSCO aqui no nosso site e citar quais realities musicais vocês assistem. Saiba mais clicando AQUI. Então, sem mais delongas, vamos lá novamente!

Paul Woodley – “Come Together” by The Beatles

Netto: Apresentação linear demais, faltou até uma força de vontade nos momentos onde ele poderia ter mostrado mais potência. Me senti até um pouco mal com essa agressividade.

Tati: A dobradinha Come Together e The Voice Uk só me faz lembrar do mashup maravilhoso que meu amorzão Max fez em uma das melhores blinds que já vi nessa franquia. Quando vi que Paul iria cantar essa música não criei muitas expectativas, mas confesso que gostei até. Não foi nada uau, mas achei o timbre interessante e gostei da energia que ele trouxe à música, introduzindo a gaita na parte final.

Thiago: Gostei da voz dele, mas achei um pouco desnecessário a parte da gaita.

Paul Woodley é #TeamEliminados

Abi Phillips – “Girl Crush” by Little Big Town

Netto: A princípio pensei que fosse me surpreender, no entanto, Abi se mostrou bastante genérica no ramo do sertanejo. Já não basta no The Voice US, eles estão migrando pro UK? Ninguém merece!

Tati: A gente tenta desviar de country, mas a gente encontra até nazôropas, né? Haahaha amo Girl Crush com todas as forças e sobre a performance em si, só tenho uma coisa a dizer:  The Voice Uk está morto, gente! Depois dessa eu mandaria enterrar. Como assim não viraram pra essa belezura? Para uma blind ela foi muito bem e o que me chateia é que a gente percebe os coaches com intenção de virar, mas por algum motivo bem ridículo eles fazem esse orifício traseiro açucarado em quase todas as performances. Enfim, mais uma que vai pra casa injustamente.

Thiago: Até achei ela uma boa cantora, mas não tem nada muito especial que faça querer que ela continue no programa.

Abi Phillips é #TeamEliminados

Kit Rice – “Ain’t No Sunshine” by Bill Withers

Netto: Apesar da songchoice velharia, Kit mostrou ser promissor e tenho ele como um dos melhores vocalistas da competição. O falsete ao fim da apresentação foi delicioso, sem contar que o candidato é muito melismeiro sim!! Nota: 8.0 SIM

Tati: Introdução boa e uma performance confusa em algumas partes, confesso que fiquei na dúvida se viraria ou não pro Kit, mas eu gostei das variações vocais que ele colocou na música durante a apresentação e terminou muito bem com aquele falsete. Um candidato interessante, que pode evoluir dependendo do trabalho do coach. Eu viraria.

Thiago: Particularmente não gostei da voz dele. A única coisa que salvou a apresentação dele foi a escolha da música. Nota: 7.0

Kit Rice é #TeamJHud

Kelly Irwin – “All I Could Do Was Cry” by Etta James

Netto: Kelly soou promissora e merecia uma cadeira. O problema é que não sabemos muito bem o que se passa na cabeça desses técnicos e ela não mostrou muita convicção ao cantar.

Tati: Kelly não tem um alcance vocal tão grande, nem apresentou grandes recursos técnicos, mas não achei a apresentação de toda ruim não. Aliás, achei interessante na medida do possível e só não viraria porque acredito que ela ainda não esteja pronta. Uma pena ela sair dali sem um feedback, pois algumas dicas rápidas já a ajudariam a voltar no ano que vem mais forte. Engraçado foi o Tom perguntando pro Gavin se ela é boa não. Meu senhor, se você, que é jurado, não sabe identificar se uma audição é boa não, aposenta e vai jogar xadrez na praça, porque esse tipo de comportamento é pra acabar.

Thiago: Achei que ela desafinou em várias partes da musicas.

Kelly Irwin é #TeamEliminados

Tim Gallagher – “Crash” by Usher

Netto: Tem falsetianos que amo, como Chris Jamison, e tem os que odeio, como Nick Hagelin. Tim claramente está no grupo de Nick, pois além de ele usar abusadamente, não é gostoso de ouvir. Achei a blind dele bem pombo. Nota: 4.5

Tati: Gostei bastante de Tim. A escolha musical por si só já achei bastante legal e ele fez uma apresentação bem gostosinha de se assistir.

Thiago: Não achei uma grande a voz dele. Para mim ele não dura na competição. Nota: 6.0

Tim Gallagher é #TeamWill

Gavin Ellis – “Tears in Heaven” by Eric Clapton

Netto: Mesmo sendo dormível, senti que Gavin Ellis estava conectado com a música. Uma pena que a chance não foi lhe dada.

Tati: Gavin tem um timbre bem peculiar, com certa rouquidão. O que pode atrapalhar um pouco, quando se está nervoso, já que a rouquidão tende muito a soar como desafinação e esse foi o caso dele. A apresentação foi muito linear e teve algumas partes bem sofríveis.

Thiago: Achei a apresentação muito boa e ao mesmo tempo chata.

Gavin Ellis é #TeamEliminados

Linda Jennings – “The Long and Winding Road” by Paul McCartney

Netto: Numa noite de velharias, até que Linda fez uma boa apresentação. Mostrou potência e suavidade ao mesmo tempo. Imagina se essa senhora nos surpreende?? Nota: 7.0

Tati: Eu achei uma performance bem sonolenta e um exagero esse tanto de cadeira ter virado. Tipo, ela é boa tecnicamente, mas senti falta de um momento mais alto na performance e achei bem linear.

Thiago: Gostei dela, será uma ótima candidata. Nota: 9.0

Linda Jennings é #TeamTom

Victoria Kerley – “Treat You Better” by Shawn Mendes

Netto: Finalmente alguém cantando algo atual, porém Shawn uo. Sinceramente, não sei bem o que esperar de Victoria, mas ela se mostrou um pouco insegura e nervosa. Faz parte né? O início da performance foi bem legal, mas só. Nota: 6.5

Tati: Ameeei muita coisa nessa performance: o arranjo, o início da música e o timbre da voz dessa moça. Ela é do tipo de cantora que não exagera em notas altas, mas segura bem a marimba com outros recursos técnicos, como as notas de cabeça e agudos, por exemplos. Enfim, achei uma boa apresentação e digna de ter virado ao menos uma cadeira.

Thiago: Ótima cantora, espero que se de bem na competição. Nota: 10.0

Victoria Kerley é #TeamWill

Ruth Lockwood – “Toxic” by Britney Spears

Netto: Bem quebradora de tabus! Depois de tanto cantor lírico barrado, Ruth surpreende e ganha passagem garantida pra próxima fase. Enfeitou tanto a música que não deve durar muito, no mais, foi divertido. Nota: 6.5

Tati: Toxic e todas as suas variações em realities musicais, né? Essa, em específico, odiei. Apesar dessa moça ser uma simpatia, achei super teatral e bizarro em alguns momentos. Não sei se é porque eu não curto muito o estilo, mas a impressão que tive é que até o Gavin se arrependeu quando ela deu o primeiro agudo mais prolongado.

Thiago: Adorei ela, espero que continue indo bem na competição. Nota: 10.0

Ruth Lockwood é #TeamGavin

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Finalmente essas blinds acabaram, ninguém aguentava mais! No geral, os times JHud, Will e Gavin estão nivelados, apenas Tom que está bem atrás, mesmo contendo Into The Ark que são meus favoritos.

Então, sendo assim, o ranking das notas do Panelas em relação ao aprovados do último dia, ficou assim:

No mais, espero que estejam gostando do nosso trabalho e espero vê-los acompanhando nossas reviews. Sintam-se à vontade de compartilharem conosco suas opiniões e não se esqueçam de votar na nossa enquete. Até a próxima!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Antonio Netto

Estudante de Engenharia Química. Pernambucano engraçado, dono de uma gargalhada única e de um sotaque marcante. Apaixonado por comida, séries, química e cálculos. Até gosta de estudar mas, sempre que pode, está pelo mundo curtindo e falando da vida alheia.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu