Posts Populares

The Voice UK – SE07E10 – Battle Rounds, Part 3

Fim das batalhas, vem #knockouts!

Fala, meu povo! Já começo o último episódio de batalhas pensando na próxima fase, que, por sinal, é minha favorita: os nocautes. A season está fraca, mas como uma boa Alice que sou, acredito que nada é tão ruim que não possa melhorar e por que não sonhar com a redenção do programa na semana que vem? hahaha Hoje tivemos o último dia de batalhas e tínhamos apenas o steal de Will. Confesso que fiquei com medo dele usar de forma errada, mas até que ele fez certinho, viu? Bora saber tudo que rolou? Hoje tenho dois baianinhos do Panela, Thairo e Lucas Salles, pra comentar comigo! Vamos lá!

[TEAM TOM] Ruti Olajugbagbe vs Saskia Eng – “Dog Days Are Over” by Florence & The Machine

Tati: Que escolha maravilhosa, viu? Essa música nunca vai deixar de ser um hit pra mim e eu amo quando ela é cantada em um reality, embora seja raro. Porém, esperava que não seria fácil para as meninas, pois deu pra perceber no ensaio a dificuldade delas em ficar no ritmo, por causa das notas mais altas. Mas, MEU DEUS DO CÉU, eu fui MUITO surpreendida! Está certo que a música pode ter influenciado no tanto que eu AMEI essa batalha, mas que coisa maravilhosa ficou a versão, deixando-se o refrão pra parte final, quando todo mundo já estava envolvido com a boa execução das partes mais suaves + a entrega de cada uma delas. Aí, veio o refrão e eu só fiquei impactada. Ruti tem uma voz maravilhosa e eu não tinha percebido isso. Já Saskia tem um timbre que me soa um pouco afetado, mas fez um bom trabalho também. Eu ficaria com Ruti, pela técnica e por demonstrar um potencial vocal muito melhor, mas fiquei feliz por Saskia ser roubada.

Lucas: Melhor batalha da season! Gente, eu tô passado! O que foi à Ruti no palco? Que maestria! Essa menina teve uma evolução surpreendente e sinceramente ela é a front-runner do time do vovô Tom. Saskia também evoluiu, mas eu nem liguei muito pra ela pra dizer a verdade, até porque Rutinha tomou conta de todo o palco. #GoRuti

Thairo: Que escolha certeira agora sim Tom! Aplaudi junto no início da música. Adorei as comparações da Ruti com a Wé por parte dos paneleiros, mas só fisicamente, pois são totalmente o oposto. Foi lindo ver as duas na low voice, uma das melhores batalhas se não a melhor dessa season. A Ruti caiu com bondade em cima dela. O sotaque da Saskia é bem carregado da para perceber cantando. As duas arrasaram e a que perdesse merecia um steal.

VENCEDORA: Ruti Olajugbagbe
STEAL: Saskia Eng

[TEAM OLLY] Debbie Aramide vs Lauren Bannon – “Praise You” by Fatboy Slim

Tati: Essa não é a versão original da música e pelo menos a topeira do Olly soube escolher a versão que melhor se encaixaria na voz das meninas. Foi uma boa batalha no geral. O início foi muito bom e bem executado por ambas, mas acho que depois que a música pulou para a parte mais acelerada a Debbie se perdeu um pouco. Preciso falar que Lauren evoluiu muito desde a blind, ela ainda me soa um pouco genérica, mas a voz e presença de palco dela me agradaram muito mais dessa vez. Fiquei feliz com a escolha de Olly e mesmo se o steal ainda fosse permitido, talvez eu não gastaria, não.

Lucas: Ó céus… sou eu, ou as battles hj estão maravilhosas mesmo? Nessa batalha eu vi minhas duas favs do #TeamOlly se enfrentando. Primeiro eu xinguei ele horrores, claro. Depois eu curti o show que minhas girls nos entregaram. De um lado tínhamos uma Debbie que se esforçou muito no palco. Senti entrega, senti veracidade… ela realmente curtiu o que estava cantando. Do outro tínhamos uma Lauren que fez tudo o que Debbie fez só que ao quadrado. Lauren deu um verdadeiro show em palco e eu também a levaria pros nocautes. O que eu mais senti falta aqui foi de um steal. Choices né, mores?

Thairo: A música combinou bem, o início lento dela para dar uma base. Acho que os agudos da Debbie não pegaram muito bem, sinto que ela teve problemas na voz, e foi o que ela explicou depois. Já os graves da Lauren foram um arraso, ela dominou o palco e arriscou até um falsete, claramente vencedora dessa batalha sem nem ter o que discutir.

VENCEDORA: Lauren Bannon

[TEAM JHUD] Ant & Ox vs Gayatri Nair – “Skin” by Rag’n’Bone Man

Tati: Eu amo tanto essa música que é triste dizer que eu preferia que ela não fosse cantada nessa batalha. Não sei se foram as divisões ou algo do tipo, mas em muitos momentos tudo pareceu um pouco estranho pra mim. Talvez seja porque não vejo Ant & Ox como dupla ou algo assim e mais uma vez, não vi nada de excepcional neles. Gayatri voltou um pouco diferente de sua blind e me parecia muito mais à vontade no palco e gostei muito dos nuances que ela apresentou durante a performance. As harmonias foram interessante, mas tirando isso, achei o resto um pouco desconexo. Sem dúvidas, ficaria com Gayatri e espero que Jhud valorize essa menina, pois vejo muito talento nela <3.

Lucas: Mais uma batalha maravilhosa, Brasil! Gayatri e os meninos nos entregaram um belo show. Gayatri estava conectada, sabendo passar cada nota que cantava, Ant & Ox também arrasaram, eles separados são solistas incríveis, mas ainda fico com um pé atrás deles como dupla. Assim como JHud, também escolheria Gayatri para avançar na competição, até porque a menina dominou né, nom?

Thairo: A batalha dos nomes difíceis. Lembro vagamente que gostei da história e da audition da dupla, gostei das harmonia deles na batalha, a Gayatri foi bem nos vocais. Mas tudo acabou tão rápido que eu nem sei dizer muito sobre, é mais questão de gosto escolher um, eu iria com a dupla mas já sabemos que para a Jennifer e o estilo dela seria a menina, porém ela se daria bem com eles também.

VENCEDORA: Gayatri Nair

[TEAM OLLY] Ivy Paige vs Shane McCormack – “Sway” Michael Bublé

Tati: Ai gente, que vergonha quando olho pra essa moça, apesar de ser bastante simpática, às vezes ela me parece tão forçada, que pra mim fica tudo muito caricato e eu simplesmente não consigo gostar! 🙁 Tenho que confessar que a escolha da música, novamente, foi muito boa. Afinal, atende às propostas dos dois artistas e ambos puderam explorar a música em seus respectivos estilos. Enquanto Ivy apostou em algo mais performático e sensual (com alguns exageros), Shane foi com seu feijão com arroz e fez o que lhe cabia. Achei a batalha um pouco exagerada, mas foi divertida e eu ficaria com Shane também.

Lucas: SOCORRO!!!! EU TÔ É MORTO! Essa sem duvidas foi uma das batalhas em que eu mais me divertir assistindo, sem dúvida. Ivy e Shane arrasaram. Shane esteve um pouco travado durante a battle, mas não foi nada que tenha atrapalhado o andamento do show. Por outro lado, Ivy esteve totalmente a vontade, solta, desenvolta e tomou conta do palco. Eu quase não consegui desgrudar os olhos da moça, mesmo enquanto ela não estava cantando. Amei cada uma de suas variações e tenho que descordar do Olly desta vez. Pra mim, a vencedora da battle foi Ivy. Uma pena termos nos despedido dessa bela cantora tão cedo.

Thairo: Adorei a audição da Miss Fortune – quem joga League Of Legends vai entender – a música super combinou com os dois, aquela pegada clássica, filme de décadas passadas, com roubo e assaltos. Adorei as onomatopeias que ela fez, olly pego pela voz e pela aparência haha. Os dois mandaram bem e acho que um steal no Shane seria legal, mas a Ivy claramente seria a vencedora dessa battle por que ela super jogou bem nos vocais e na dança da apresentação.

VENCEDOR: Shane McCormack

[TEAM WILL] Paige Young vs Wesu Wallace – “Faith” by Stevie Wonder

Tati: Está aí outra batalha que esperava praticamente nada e fui surpreendida. Nem lembrava de Paige e Wesu fez uma blind que não me marcou tanto. Mas tivemos aqui mais uma boa escolha de música que favoreceu ambos os artistas. Eu gostei MUITO do início e da atitude de ambos, mas tive a sensação que as coisas esfriaram um pouco ao longo do tempo. De qualquer forma, a voz de Wesu não me irritou tanto dessa vez, enquanto a de Paige me irritaria naturalmente, mas nem me incomodou devido à ótima performance. Ela também foi um pouco teatral, mas me agradou e acho até que a música pedia isso. Uma boa apresentação dessa música, nada excepcional, mas divertido de assistir.

Lucas: Põe mais uma conta, minha gente. Eu tô morrendo com as battles do #TeamWill. O homi tá arrasando nas batalhas, hein? Seu time tá evoluindo horrores e aqui não foi diferente. Olhem como Paige está arrasani! Sua voz começou bem estridente, mas no decorrer da performance ela se encontrou e deu um banho em seu adversário. Que embora não tenha ficado por baixo dela nos entregando também ótimos vocais não foi capaz de enfrentar toda a extensão vocal da garota. Will acertou em cheio levando senhorita Young para os nocautes.

Thairo: Não lembrava dele. Não curti muito a escolha da música, mas a Paige conseguiu se identificar e arrasou no palco, na voz, no visual. Aquele “halleLUJAH” haha, gostei! Quase não deixou ele brilhar, foram poucos os momentos. Dominou a performance e os vocais, escolha sem nem pensar.

VENCEDORA: Paige Young

[TEAM TOM] Jade Williams vs Wayne Ellington – “What About Us” by P!nk

Tati: Claramente um pareamento de quem sobrou, não é, Tom? hahaha Achei que as vozes de ambos não combinaram nadinha, mas ao menos os dois se entregaram real para a performance. A blind de Wayne me tocou muito, pois eu consegui perceber que a música pra ele realmente é uma redenção e isso se manteve nessa batalha, adorei sua conexão e entrega, apesar de sua voz não me impressionar tanto. Jade é uma simpatia, mas não vejo algo tão diferenciado nela assim. Apesar das vozes não combinarem tanto, foi uma batalha agradável e eu ficaria com Wayne também.

Lucas: Fechamos as batalhas com tudo! Jade e Wayne nos entregaram até então o embate mais pau a pau que tivemos na season. Que Jade seria cordeirinho nas batalhas, nós sabíamos. Mas olha… a moça arrasou. Ela não se deixou vencer pelo vozeirão do Wayne e se entregou 100%. O embate foi tão igual que eu ficaria muitoooo em dúvida de quem levar. Acho a voz de Wayne extremamente parecida com a de Tom Jones, e creio que seja por esse motivo que ela tenha vencido sua adversária.

Thairo: Depois da audição da menina do The Voice US com essa música, fica meio difícil. Engraçado como a Jade parece com a Florence né, e esse Wayne lembra o técnico do The Voice AU se não me engano. Gosto dessa música, porém sinto que não combinou com eles. A Jade ficou contida na música enquanto para o Wayne a música não é do estilo dele e o deixou parecendo exagerado. Falando em exageros depois ficou uma bagunça e ele principalmente não sustentou, a vitória seria para a Jade por conta de ter se esforçado na sua zona sem parecer forçado ou algo similar.

VENCEDORA: Waine Ellington

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Migos, não sei se hoje estou boazinha demais, mas até que fiquei feliz com o último dia de batalhas, viu? Achei a batalha da Ruti maravilhosa, com um steal muito merecido e achei o nível das outras batalhas de “ok” pra “bom”, o que pode ser considerado um grande passo a julgar pela season péssima que estamos tendo. Logo abaixo, vou contar pra vocês como estão os times, rankeando de acordo com minha preferência.

#TeamTom: Eliza Gutteridge, Lucy Milburn, Kalon Rae, Ruti Olajugbagbe, Wayne Ellington e Chantelle Nandi. #TeamVovô ainda continua o melhor pra mim, com destaque pra Ruti e Lucy, que me agradaram nas batalhas, principalmente. Vejo muita força de Wayne perante o público e, por fora, correm Eliza e Kalon, que não sei se irão longe, mas têm muito potencial. Sinceramente? Vovô Tom terá uma tremenda dor de cabeça.

#TeamWill: Mark Asari, Tai, Donel Mangena, Anna Willison Holt, Saskia Eng e Paige Young. Se Team Will fosse só Donel, ainda assim o colocaria na segunda posição, pois, como já disse aqui, eu simplesmente AMO esse menino e espero que Will não o estrague. Pelo que estava vendo dos britânicos, esse boy é muito querido, então estou esperançosa com o futuro dele. Tai me agrada bastante também e Saskia me surpreendeu muito hoje. O ponto fraco do time fica por conta de Mark, por que tão esquecível? Vejo Paige e Anna correndo por fora.

#TeamJhud: Jake Benson, Jason Nicholson-Porter, Belle Voci, Ross Anderson, Gayatri Nair e Rhianna Abrey. Jennifer montou um time fraco nas blinds, mas com as escolhas corretas e com um steal bem empregado, não é que o time dela está razoável? Adoro Gayatri e Rhianna e vejo muita qualidade Jason, apesar de não ser meu estilo. Jake e Belle Voci também me parecem competentes, apesar de não fazer questão nenhuma que prossigam no programa. Espero de verdade que Jhud use o bom senso semana que vem e monte um bom time para os lives, pois isso é possível.

BARREIRA DA QUALIDADE MAIS PROFUNDA QUE A CAMADA PRÉ-SAL

#TeamOlly: Holly Ellison, Jamie Grey, Kirby Frost, Lauren Bannon, Shane McCormack e Kade Smith. Que time esquecível, Senhor! Daqui gosto de verdade apenas de Kirby, de resto mandaria alguns pra casa. mas vejo força em Kade e Shane, algo me diz que os britânicos comprariam o perfil deles nos lives e vamos ver o que Olly vai fazer daqui pra frente. Mas, sinceramente? Não poderia me importar menos.

Então é isso, galerinha! Semana que vem a fase de nocautes e, segundo o site Radio Times, cada coach terá o poder de escolher três vozes para o Top 12 Live Shows. Espero que tenhamos ótimas apresentações! Até mais! 🙂

gostou da matéria? deixe um comentário!

Tatiane Silva

Sou uma Social Media e Community Manager que ama tanto o que faz, que acaba fazendo isso quase que o tempo todo. Eu moro na internet, por isso acrescento doses diárias de cultura inútil e memes que é pra eu não me entendiar. Amo realities musicais, gasto horas em grupos de discussão e sou viciada em coisas que me fazem dar boas risadas e esquecer da minha conta bancária negativada.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu