Posts Populares

The Voice US – Especial “6ª Temporada”

A sexta temporada de TVUS estreiou dia 24 de fevereiro de 2014 nos EUA e nos trouxe de volta a bancada Usher e Shakira, em adição a Blake e Adam, mais uma vez juntos.

Ao fim da quinta temporada Cee Lo Green havia anunciado seu afastamento permanente do The Voice, ficando no ar a dúvida de quem viria substituí-lo. Ainda na sexta temporada, Shakira também anunciou que estava de saída, abrindo outra vaga para coach. E as especulações começaram. Esta temporada também trouxe mudanças no formato. Ao invés dos Knockouts, tivemos as Battles Round 2, que foram duramente criticadas ao longo do programa. Os dois steals para as Battles foram mantidos e o steal dos Knockouts foi transferido para as Battles Round 2.

tumblr_n0wkgpzU991sfeqkko1_250

Blind Auditions

Logo nas blind auditions tivemos algumas surpresas e algumas expectativas. Antes do programa estreiar, as blinds de Christina Grimmie e Bria Kelly foram lançadas, sendo seguidas pela blind de Clarissa Serna antes do início da segunda semana. E é claro que essas blinds de arrepiar estariam aqui né?

Christina Grimmie entrou no programa com status de favorita. Conhecida por seus vídeos no Youtube, a baixinha trouxe o hit de Miley Cyrus para o programa e conquistou quatro cadeiras. Um bom começo pra alguém que ia acabar demonstrando problemas ao longo da competição.

tumblr_n1djcrAl6l1syh7t0o1_250

Outro sneak peak, Bria Kelly trouxe seu incrível alcance vocal para o TVUS. Conhecida de outros verões (American Idol), a cantora fez uma blind icônica logo no primeiro dia de audições e conseguiu 4 cadeiras também. Chocando muitos de nós, Bria escolheu Usher como coach.

tumblr_n1pv0ljZyi1toikeoo1_500

Uma performance de rock clássico cantada por uma loira do Texas. Que combinação ein? Eu diria perfeita, uma vez que Clarissa Serna trouxe energia pro palco do TVUS e fez até Shakira tocar bateria imaginária HAHAHA. Foi um 4 chair importante para a confiança de Shaki, que esteve lindíssima nessa etapa do programa.

tumblr_n18xqgvmiu1rjjot3o1_500

Sisaundra Lewis apareceu para preencher a cota diva da temporada. E não é que ela fez isso direitinho? Com caras e bocas (e uma voz incrível, é claro), Sisaundra garantiu 4 cadeiras viradas, e quando o mundo esperava Adam escolhendo músicas bregas pra ela, a diva escolheu Blake como coach. Foi inesperado!

A última audição dessa temporada foi para o Team Adam. Caleb Elder cantou “Groove Me” e fez uma apresentação gostosa e boa de ouvir. O único homem desta seleção mostrou que estava pronto pra assumir uma vaga no time de Adam e que tinha potencial. Uma pena não ter ido muito longe no programa.

Temos ainda outras blinds que merecem destaque, tais como Melissa Jimenez, com “If Ain’t Got You”; Emily B., com “Wicked Game”; Kat Perkins, com “Gold Dust Woman”; e Ddendyl, com “Stand By Me”.

tumblr_n1ifjwVYwf1r5lqijo1_500

Battles Round 1

Nas Battles Round 1 (Blergh, que nome feio!) tivemos a adição dos famosos advisors. Nessa temporada tivemos Miranda Lambert (a gatinha do Blake) ajudando Shaki, Aloe Blacc colaborando com Adam, Jill Scott se juntando a Usher, e The Band Perry dando conselhos aos pupilos de Blake.

The Voice - Season 6

Mais uma vez, grandes batalhas foram exibidas e aqui estão os destaques.

Deu pena de ver Paula DeAnda tentando alcançar Sisaundra nessa batalha. A naturalidade como a nossa Vera Verão tratou essa música foi sensacional. E a animação de Blake vendo as duas batalharem, cantando a música, foi muito amor! Por fim, obviamente, Sisaundra destruiu Paula e seguiu forte na competição. Na minha opinião, uma das melhores performances de Sisa na competição. Foco nas caras e bocas dessa mulher, Brasil!

Sisaundra

A 4 chair de Shakira permaneceu no rock nessa batalha contra Jeremy Briggs. Exibida no segundo dia de batalhas, mostrou o alcance de ambos os cantores. Pra mim, um empate claro. A questão do gosto e empatia por Clarissa fizeram Shaki escolher a rockeira. Infelizmente Jeremy não conseguiu um steal e voltou mais cedo pra casa.

Momento fofura das battles. Madilyn Paige e Tanner James fizeram performances medianas nas blind auditions e Usher colocou os dois para batalharem. O engraçado aqui foi que os dois eram da mesma cidade, mesma escola, praticamente mesma idade, e não se conheciam. A batalha teve um nível técnico bom (não ótimo), e todos estávamos esperando um beijinho no final. Infelizmente, ficou por isso mesmo e Madilyn passou de fase.

Menções honrosas aqui vão para a batalha de Tess Boyer e Bria Kelly, com o clássico “Piece of my Heart”, e para Cierra Mickens e Emily B., com “Brave”.

Battles Round 2

Nas Battles Round 2 tivemos outra surpresa. Chris Martin, vocalista do Coldplay, apareceu para colaborar com todos os times. O Round 2 funcionava da seguinte maneira: o coach dava uma lista com 3 músicas para os participantes (em duplas, como sempre), e eles deveriam entrar em acordo para escolher uma dessas músicas. Obviamente, muitas batalhas de baixo nível aqui. Mas também tivemos destaques.

tumblr_ng7uolJHxs1s44t00o1_500

Christina Grimmie e Sam Behymer fizeram uma batalha de alto nível com o hit “Counting Stars”. O resultado contestado por muitos tem Grimmie como campeã. Assim como na battle de Clarissa, acredito que tivemos um empate e a escolha foi feita por gosto pessoal de Adam. Ruim para nós que perdemos Sam, sem nenhum steal.

tumblr_my8uuqCpAh1qk9641o1_500

Após sair do Team Usher para o Team Blake, Tess Boyer foi posta à prova contra Jake Worthington, em um country bem gostosinho. Jake foi muito bem aqui, assim como Tess. Outro empate, que resultou na escolha de Blake por Jake. Tess, no entanto, foi roubada por Shaki, seguindo assim para os Playoffs.

Por fim, Clarissa Serna e Dani Moz se enfrentaram ao som do hit “Perfect”, de Pink!. A Clarissa das Battles Round 1 e da Blind Audition não esteve aqui presente, e ainda teve que enfrentar uma Dani em dia inspirado. Na minha humilde opinião, outro empate. Shakira, que muitas vezes põe o coração sobre a razão, dispensou Clarissa (#todoschora) e seguiu com Dani para os Playoffs.

Biff Gore contra Sisaundra Lewis, no hit “It’s a Man’s Man’s Man’s World”, e Bria Kelly contra Madilyn Paige, com “I’ll Stand By You”, também foram destaques nesse ponto da competição.

Playoffs

Nos Playoffs dessa temporada, o público de casa não teve participação, cabendo aos coaches selecionarem 3 de seus pupilos para continuarem. Aqui, os candidatos escolheram suas músicas. De antemão, gostaria de registrar os belíssimos momentos que tivemos com Sisaundra Lewis cantando “New York State of Mind”, Dani Moz sambando com “Edge of Glory”, e Morgan Wallen brilhando com “Stay”.

Após passar por 3 dos 4 teams, Tess quis se firmar no Team Shakira, e com essa performance não só conseguiu surpreender os coaches, como todo o público. Foi sambante, foi divante, foi contagiante. Além dos vocais impecáveis, a moça ainda mostrou uma conexão inigualável com a música. Nota 10 e presença garantida nos Lives.

Kat Perkins, da cota rock do Team Adam, fez tudo que podia para garantir sua vaga nos Live Shows. E digo mais, ela sobrou no palco com “Open Arms”. Assim como Tess, Kat inseriu sua emoção na música e trouxe uma apresentação impecável e deliciosa de se ver.

Nesse momento da competição Josh já estava no Team Usher, após ser roubado nas Battles Round 2 do Team Adam. O baixinho trouxe sua versão de Bruno Mars, e nesse momento pudemos ver que o quesito emoção e conexão com a música foi crucial para essa etapa. Uma das apresentações marcantes de Josh durante a competição.

A mocinha (HAHAHAHAHA) trouxe sua versão de “Wild Horses” nessa etapa do programa, e conquistou Usher com suas transições durante a música. Dos momentos altos para os momentos calmos, Bria mostrou seu controle de voz e sua tranquilidade, o que não se repetiu nos Live Shows.

Live Shows

E por falar em Live Shows, o que não faltou foi performance de qualidade. E vamos começar com rock!

Mudando completamente o arranjo de “Get Lucky” para algo mais rock, Kat mostrou sim a que veio e que não estava a passeio. Foi incendiante, foi gritante, foi extasiante! Foi Kat minha gente. E acreditem se quiser, ela foi quase eliminada depois dessa performance.

E falando em escolhas arriscadas, Sisaundra resolveu sair do modo diva do pop para o modo diva do rock. E não é que deu certo? Com “Oh Sherrie” a cantora pôde mostrar um outro lado seu, conquistando ainda mais o coraçãozinho de Blake. Por mais que tenha sido eliminada precocemente, a parceria de Sisaundra e Blake foi um dos pontos altos da temporada.

Kristen Merlin, do Team Shakira, mais uma vez bateu na porta da final, e com essa apresentação garantiu um lugarzinho aqui no meu coração. A caminhoneira mostrou uma evolução gigantesca ao longo do programa e com essa música chegou ao seu auge, bem na semifinal do programa. Ponto pra Shakira, que com a ajuda de Miranda soube guiar Kristen.

Com a colaboração decisiva de Adam, Grimmie divou com sua versão do rap “Hold On We’re Going Home”. A baixinha colocou toda sua emoção e dividiu a apresentação em duas partes: com e sem piano. Foi bem em ambas e garantiu seu lugar aqui no especial.

Christina foi a terceira colocada no programa, após muita polêmica com Instant Save e iTunes. Com essa música de Elvis, ela garantiu seu lugar na memória dos espectadores, e imprimiu toda a emoção que guardou em outras canções. Mesmo com muitos fãs, Grimmie não repetiu performances como a de sua blind audition. Uma pena. Eu e Adam nas performances da garota:

tumblr_n561kmbpgo1r65nbeo1_500

Aqui gostaria destacar duas coisas: a evolução de Jake desde sua rejeição na quinta temporada e a inteligência de Blake. Com “Heaven”, Blake e Jake garantiram sua vaga na final. E a jogada de mestre de Blake foi brincar com o coração das donas de casa ao colocar o menino fofo do country para cantar um hit do passado. Incrível a habilidade de Blake nesse programa.

Outra apresentação marcante que levou Josh ao topo do programa, consagrando-se a voz. Apesar de apresentações questionáveis, o baixinho superou Jake e Christina e garantiu a primeira vitória para um técnico fora do eixo Shevine. Ponto para Usher, que teve visão de produtor e roubou Josh na hora certa.

tumblr_n5wp5xSZM11qfohf1o1_500

Ainda cabe mencionarmos as apresentações de Grimmie com “Dark Horse” e “How to Love”, Kat Perkins com “Landslide”, e Kristen Merlin com “Let Her Go”.

No fim da temporada, Gwen Stefani e Pharrel “Happy” Williams foram anunciados como os coaches da 7ª temporada, substituindo Shakira e Cee Lo, permanentemente.

E ai? Esqueci de alguém? Exagerei puxando o saco de alguém? Vem brigar comigo! Ah, traz tequila!

tumblr_n54qzt5Mrf1toikeoo1_500

gostou da matéria? deixe um comentário!

Gerson Elesbão

Nem tão complicado demais, mas nem tão simples assim: quebra-galho, colunista e seriador. Dificilmente atualiza o Banco de Séries, mas adora gongar as séries amadas pelo público. @gersonelesbao


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu