Posts Populares

The Voice US – S08E06 – Blinds End and Battles Begin

E depois de loucuras de edição como nunca vimos antes,

por que exibir os melhores momemtos das blinds antes de acabar as blinds é super normal e soltar spoilers de TODAS AS BATALHAS também. Chegamos ao sexto episódio com uma mistura das últimas 5 blinds e as 3 primeiras batalhas… Já que o formato do programa mudou um pouco neste episódio, decidi comentar as 5 audições primeiro,e logo após falar sobre como ficaram os times e finalizar com comentarios das 3 batalhas que foram apresentadas.

Vocês vão estranhar a falta daquela montagem do reviewver e do comentarista na bancada, mas meus talentos de edição são lixosos, então preferi não fazer! Deixa para o Gersinho na semana que vem! haha E hoje como tradição do Panelas, temos um convidado comentando as performances, nesse episódio o convidado é o Valber!

Vamos as performances e ver como os times foram fechados!

Nathan Hermida – “Sure Thing” by Miguel

E ai fomos surpreendidos novamente, Nathan para mim parecia mais um artista mediano, julguei pela aparência inicial, mas quando ele abriu a boca vimos o contraste, ele se mostrou um artista tecnicamente muito competente, a parte inicial mais suave, eu achei algo mágico, quando foi subindo perdeu um pouco dessa mágica, mas continuou mostrando qualidade, o animo de Adam não foi a toa, ele sabe trabalhar artistas como Nathan, só observamos a evolução de Chris Jamison na temporada passada, e por isso digo que a escolha de Nathan por Adam foi perfeita. #TeamADAM

Valber: Uma apresentação perfeita para uma blind, ótimo vocal, mostrou personalidade, originalidade e virou 2 cadeiras. Entre Xtina e Adam ele foi com Adam, o que acho uma boa escolha. E Adam fecha seu Team

Paul Pfau – “Fly Me to the Moon” by Frank Sinatra

Ai esses momentos sublimes, quando o destino conspira um pouco contra você, Adam tinha completo seu team e ai aparece um fã dele, que 10 anos atrás conheceu ele e ficou com vergonha de entregar um demo. E Paul veio cantando Frank Sinatra de uma forma brilhante, uma voz extremamente clara, acertando todas as notas com a maestria necessária, Blake e Pharrell viraram para ele e pelo seu estilo era meio obvio que ele séria #TeamPHARRELL

Valber- Um representante de um estilo musical raro no The Voice. Não chegou a me animar muito. Fez o básico e virou 2 cadeiras. Entre Blake e Pharell fez o óbvio e foi com Pharrell. Que dependendo de quem ele irá batalhar não vá muito longe.

Gaia Golden – “Red” by Taylor Swift

Com uma audição irregular e com algumas pequenas falhas Gaia acabou não virando nenhuma cadeira, mas acho que ela pode ainda treinar mais um pouco e voltar em uma próxima temporada, o nervosismo aparentemente a derrubou. #Eliminada

Vance Smith – “Reach Out I’ll Be There” by The Four Tops

Vance mostrou certa qualidade vocal, mas achei bem comum se comparando a vários artistas, ele não consegue subir tantas notas, mas sua principal arma é um falseto que ele utilizou no final de sua performance e com isso levou as cadeiras de Xtina e Pharrell, apesar de não acreditar que ele vá longe no show, ele acabou escolhendo o #TeamXTINA e ela costuma ser justa.

Valber: Uma apresentação bem mediana, para não falar fraca, tem até uma voz boa mas não se soltou, o nervosismo tomou conta e deixou evidente suas limitações. Xtina e Pharell viraram e ele escolhe Xtina que fecha seu Team.

Caitlin Caporale – “Impossible” by Christina Aguilera

OH GOD! Mesmo caso de Paul, só que uma fã mais assídua e poderosa, quando Caitlin soltou as primeiras notas ficou claro que ela veio para ser uma das favoritas da temporada, que voz, as notas altas bem executadas, uma voz soberba a lá Aguilera e que infelizmente nossa Rainha Xtina não tinha mais nenhuma vaga em seu time e acabou que Caitlin teve que ir com Pharrell, e espero mesmo que ele não acabe com seu time como fez na season passada. #TeamPharrell

Valber: Uma cantora com potencial para ser 4chairs. Já chegou com um desafio de cantar uma música de um coach e foi muito bem. Mostrou que tem bastante alcance e não se intimidou ao cantar com Xtina, Pharell e Blake viraram e ela escolhe Pharell que fecha seu Team.

Ainda sobre Caitlin tivemos uma palhinha de Aguilera em dueto lindo com a jovem garotaa!! AMO ESSES MOMENTOS DE AGUILERA!!

Hannah Kirby – “The Letter” by The Box Toops

Depois de Blake recusar três cantoras, apareceu Hannah com uma voz singular e bem grave, em certos momentos Hannah gritava um pouco, mas acho que com um pouco de treinamento ela pode se tornar uma grande ameaça aos outros candidatos, gostei muito do que vi nela. #TeamBLAKE

Valber: Uma boa apresentação, mostrou o que sabe fazer com a voz, mostrou força, potência, presença de palco. Não acho que ela vá chegar longe, principalmente com quem ela vai enfrentar na próxima fase. E ela fecha o Team Blake e as blinds da season 8.

Sendo assim, encerramos as blind auditions e os times ficaram assim:Team Adam

Nessa temporada tudo se voltou contra Adam (a sorte, os candidatos e a edição). Na minha opinião seu time é o mais fraco entre todos os coaches, mas ele tem boas apostas que se concentram em Nathan Hermida e Deanna Johnson, além desses dois Tonya Boyd pode surpreender, pois além de uma boa voz esbanja carisma e simpatia. Entre os outros sem muito a opinar a edição da NBC deu 4 artistas COMBADOS no team Adam e ai fica difícil fazer uma boa avaliação.

Team Blake

Blake Shelton tem um time estável e com bons artistas, metade country e metade outros estilos e tem bons artistas que podem ir bem nos lives shows como Sarah Potenza, Joshua David, Corey Kent, Hannah Kirby, Brian Johson e Brooke Adam. Blake pode novamente vencer, principalmente como Corey, um artista jovem country.

Team Pharrell

A lábia do produtor Pharrell Williams vem funcionando e apesar de seu trabalho catastrófico na última temporada (e também das blinds terem sido gravadas durante a temporada passada) ele montou o melhor team, apenas 1 artista combado, e uma seleção que conta com jovens como Sawyer Frederiks, girl power com Caitlin Caporale, Mia Z e Asheley Morgan, já Trevis Ewing e Paul Pfau são seus melhores artistas masculinos, e claro a amiga de Sasha Allen e Amanda Brown, Kimberly Nichole! Hahaha

Team Xtina

Para mim Christina Aguilera tem os melhores artistas singulares como Treeva Gibson, India Carney, Sonic, Gabriel Wolfchild e Rob Taylor, são suas maiores apostas, mas Xtina também foi premiada com 3 combos da edição do The Voice e tem um bom time que com decisões acertadas pode chegar derrubando tudo e todos nos lives.

BATTLE ROUNDS

E vamos para aquela fase sensacional, com o embate entre nossos cantores e para ajudar nossos coaches, temos os advisors: Ellie Goulding pelo Team Adam, Nick Jonas pelo Team Xtina, Meghan Trainor pelo Team Blake e o lendário Lionel Ritchie pelo Team Pharrell.

advisors

Sendo assim, com os advisors apresentados, vamos logo comentar as performances da primeira de noite de batalhas!

[TEAM PHARRELL] Mia Z vs Ashley Morgan – “Put the Gun Down” by ZZ Ward

Um pareamento inteligente já que as duas artistas disputam um mesmo nicho de estilo artístico, ficou claro na batalha o equilíbrio, enquanto Ashley tem uma voz mais poderosa, Mia consegue com seu vibrato se diferenciar, e achei interessante Pharrell cobrar ela de treinar o vibrato todos os dias. O que vimos no palco foi uma ótima forma de abrir as batalhas, as duas poderosas, interpretando, se movimentando, e evoluindo em conjunto, eu particularmente prefiro Mia Z, seu vibrato e todas as características de sua voz me agradam mais, mas o bom trabalho de Ashley foi recompensado com três steals e a garota se uniu ao Team Xtina.

Valber: Na questão vocal as duas não deixaram a desejar, daria a vitória a Mia por mostrar mais recursos. Como esperado vitória para Mia. Ashley foi bem e ganhou 3 steal e ela escolheu Xtina, o que era o melhor para ela.

Detalhe para o momento #SHEVINE!

bromance

[TEAM ADAM] Tonya Boyd-Cannon vs James McNeice – “PYT” by Michael Jackson

James foi um dos artistas combados nas blinds, por isso não sabia o que esperar, e o que vi foi um James confiante e com uma boa voz e que sabe utilizar os falsetos para destacar sua voz, do outro lado Tonya que aposta na força e grandeza de sua voz, um duelo que foi incrível, bem aquém do esperado. James me surpreendeu, e eu gostei mais dele na performance por achar ele mais singular, acho que ele tem mais a mostrar do que Tonya, mas ela também fez um grande trabalho no palco e a sua extensão vocal foi sua grande arma, era uma opção de gosto e Adam escolheu Tonya e infelizmente nos despedimos de James, que teve pelo menos sua batalha mostrada.

Valber: Adam foi perfeito na escolha da música, ficou muito confortável para ambos. Daria a vitória para James, me agradou mais a voz dele e fez as firulas e os falsetes no tempo certo. Mas Tonya em todas as partes que ela cantou se destacou, arrasou, conquistou o público com sua presença de palco e ganhou a batalha. E James se despede da competição.

[TEAM BLAKE] Joshua David vs Brian Johnson – “Knockin’ on Heaven’s Door” by Gun’s Rose

Blake se superando escolhendo uma música de Gun’s para o cantor folk Joshua e o emotivo Brian e foi PERFEITO! Brian tem o controle vocal a seu favor, enquanto Joshua tem uma rouquidão natural que todos amamos ao ouvir. Com a música tocada no violão, e os dois em perfeita sincronia foi um grande embate, deu para entender a emoção de Meghan Trainor nos treinamentos, na batalha acho que foi um empate, mas a rouquidão de Joshua se destacou e por simpatizar mais com ele, daria a vitória a ele. Blake acabou escolhendo Brian e para a FELICIDADE DA NAÇÃO TEAM ADAM, Adam roubou Joshua, que vem para ser um dos melhores de seu team.

Valber: Nas blinds Brian me agradou mais, mas na battle Joshua se mostrou melhor. E uma disputa entre controle e afinação ( Brian) contra uma rouquidão e potência ( Joshua). Os dois foram perfeitos e Brian nas partes baixas da música foi muito bem. Mas Joshua soube usar seu lado rocker que ficou perfeito na música. Ficou uma batalha bonita de se ver, tranquila e já quero studio. Uma decisão difícil a se tomar, eu não saberia dizer quem venceu mas Blake escolheu Brian. Adam usou seu steal em Joshua que mereceu.

Sendo assim os teams após Battles ficaram:

Team Adam: Tonya Boyd-Cannon, Joshua David (S)

Team Blake: Brian Johnson

Team Pharrell: Mia Z

Team Xtina: Ashley Morgan (S)

E no próximo episódio 9 batalhas, sendo 3 combadas (Quando será que a NBC parara de combar), e 6 batalhas serão exibidas! Comente abaixo o que vocês tem achado até aqui da temporada, sobre os artistas que completaram os times, as batalhas, os advirsors, seus favoritos, enfim, anything! hahahaha!

E lembrem-se, legendas e todas novidades do The Voice vocês encontram no Grupo Sub Voice, nosso grande parceiro.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lindomar Albuquerque

Amado por 30 milhões de Brasileiros! Paulista, Canceriano, 25 anos, Químico e atualmente faço Doutorado em Biotecnologia e Polímeros. Me achou nerd neh? Sou mesmo! Amo uma boa banda alternativa/indie, fã número 1 de Imagine Dragons e adoro perder um bom final de semana maratonando séries! P.S. Sou bebadô também gente, me chama para uma cerveja e para falar de série!


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu