Posts Populares

The Voice US – S08E07 – The Battles Premiere, Part 2

Uma das coisas que me cansa no The Voice US, é esse corte de audições e batalhas que ocorre, essa mania de ‘combar’ as performances!Sério, você assiste um show, acompanha um candidato, torce por ele e vem a edição do programa e te joga um balde de água fria com o combo da batalha, sinceramente isso é uma falta de respeito com o público, com os artistas e com os coaches e advisors que são convidados, e não é por ‘falta de tempo’, se a NBC quiser pode me chamar que a gente suga aquele programa e mostra 9 batalhas em 80 minutos tranquilamente, se ao menos após o show disponibilizassem os vídeos, séria menor o prejuízo, enfim fica essa pequena reflexão antes de começar esse episódio, que foi bem ‘morno’ na minha opinião.

Depois da primeira noite com três boas batalhas, veio a segunda noite que foi aberta pelo Team Pharrell, com o duelo entre Anthony Riley e Travis Ewing, Anthony teve a audição que superou Matthew Schuler em relação a velocidade de ter as quatro cadeiras viradas, enquanto Travis fez uma das audições que mais me chamaram a atenção nas blinds.

E hoje temos minha querida amiga Luana comentando de forma arrasadora todas as batalhas, vamos lá!!

BATTLE ROUNDS

[Team Pharrell] Anthony Riley vs Travis Ewing – “Get Ready” by The Temptations

Primeiro crítico a escolha da música que claramente favoreceu o tom de voz de Anthony que utiliza todas as suas firulas, enquanto a força de Travis se concentra em momentos mais suaves que valorizam sua voz, e a música e o arranjo só permitiam a Anthony brilhar e em certos momentos exagerar, o vencedor da batalha para mim foi Anthony claramente, mas quem eu escolheria? Travis pensando nas próximas fases do jogo e ainda mais em como Anthony é convencido, nos treinamentos falou claramente que poderia cantar qualquer coisa, como se fosse o todo poderoso. Enfim, para mim a batalha já tinha um vencedor antes de começar e Pharrell foi com ele. Blake Shelton observou a oportunidade em Travis e roubou ele para seu team, acredito que foi uma ótima aquisição mas que acabara sendo jogado fora antes dos lives.

Luana: A partir do momento que soube desse pareamento, Travis vs Anthony, já pensei “pobre Travis”, depois veio a música.. The Temptations, really? Obviamente uma batalha desenhada para o Anthony, Travis foi colocado ali apenas para ser um mero codjuvante para a grande estrela: Anthony Riley. E o desempenho dessa batalha foi exatamente como o esperando. Achei justa a vitória do Anthony. E parabéns ao Travis pelo steal (vai entender o Blake, né).

[Team Christina] Ameera vs Sonic – “Masterpiece” by Jessie J

Eu esperava mais, ainda mais quando vi que Sonic estaria no pareamento com essa música linda da Jessie J (que inclusive se apresentou na season passada ao lado de Chris Jamison em um dos melhores duetos de finais do The Voice com essa mesma música). Sobre a batalha era clara a vitória de Sonic, ela tem potência, qualidade vocal e controle, enquanto sua adversária que teve sua blind combada a cada tentativa de se igualar a Sonic se perdia mais, Ameera em nenhum momento teve chances, sobre a performance, acredito que por Ameera ser fraca, Sonic acabou não se esforçando, e a batalha foi bem morninha!

Luana: Outra batalha com o destino desenhado desde o emparelhamento, passando pela escolha da música até o resultado. Sonic reinou do começo ao fim, na primeira nota dela eu já sabia que não tinha mais pra ninguém. Ameera até tentou, mas os improvisos perfeitos e a confiança da Sonic são imbatíveis. Uma das minha candidatas preferidas da temporada, e batalha muito bem vencida, fatality!

[Team COMBO] Gabriel Wolfchild vs Joe Tolo – “For The First Time” by The Script / Deanna Johnson vs Nicollette Maré – “Love Me Like You Do” by Ellie Goulding / Nathan Hermida vs Josh Baststone – “Thicking Out Loud” by Ed Sheeran

Lembra da minha revolta inicial no começo do post, está tudo aqui, simplesmente combaram três dos meus favoritos das audições Gabriel, Deanna e Nathan, e com ótimas songs choices e nos segundos de batalha mostrados aparentemente foram boas batalhas! Enfim fico triste por Josh e Nicolette que tiveram que se contentar com dois combos seguidos, já Gabriel que fez uma das blinds que mais chamaram atenção acaba sendo eliminado precocemente do show e sem que nos saibamos se realmente ele mereceu sair.

[Team Blake] Hannah Kirby vs Sarah Potenza – “Gimme Shelter” by Rolling Stones

As duas tem aquele tom de voz rouco, são das terras próximas do Blake e tem tendências a se tornarem rockstar, esse pareamente era óbvio e mestre Blake colocou esse choque monstro com uma música dos Stones! O que vimos foi um verdadeiro show de ambas, Sarah para mim foi superior a Hannah, em certos momentos vimos que a experiência de Sarah foi um ponto alto para ela, na hora que subia não parecia gritado, parecia seu lado rouco saindo, seus grunhidos hahaha, enquanto em certos momentos Hannah subia e as vezes saiam pequenos gritos, mas pouca coisa, na maioria da performance ela brilhou como Sarah. Mas acho que Blake fez o certo ao escolher Sarah Potenza, e ainda mais certo foram os steals de Adam e Pharrell, Hannah se fosse esperta iria com Adam, lá ela séria a estrela do team, mas foi com Pharrell e para chegar aos lives vai ter que dar o sangue por uma das três vagas nos lives.

Luana: Tinha gostado da Hannah nas blinds, mas essa Hannah das batalhas? Não. Pra que tanto grito? Nunca fui muito fã da Sarah, mas nessa batalha fui #TeamSarah total. Achei o desempenho da Hannah extremamente exagerado. Fiquei feliz da Sarah ter controlado a fera, pelo menos aqui. Blake em conexão comigo deve ter pensado a mesma coisa, levando Sarah aos nocautes. Parabéns a Hannah pelo steal, mas espero ver a Hannah das blinds de volta, por favor.

[Team Adam] Blaze Johnson vs Michael Leier – “Rude” by MAGIC

Finalmente uma batalha do Team Adam, pelo jeito metade das batalhas desse time serão combados! Hahaha, Voltando a batalha, Adam que se superou na última temporada em escolhas musicais, acabou pecando nessa batalha, ele tinha dois artistas do pop rock e poderia ter mantido isso, um cantou The Fray e outro Pearl Jam, como Blake chamou a atenção, mas Adam acabou escolhendo o hit do Magic para ambos o que acabou tirando Michael da parada. Blaze foi como um camaleão, sua versatilidade e simpatia e seu jingado, além da boa voz deram a ele um domínio da batalha, enquanto Michael parecia um estranho no palco e que demorou metade da música para entrar no jogo de Blaze, mas ai já era tarde demais. Blaze venceu e Adam escolheu ele.

Luana: Primeira batalha do Adam da noite segundo a NBC, vai ver eles esqueceram que já haviam combado duas batalhas do #TeamAdam antes né? Mas ok. Achei a escolha da música extremamente interessante, pois não se encaixava com nenhum dos dois canditados. O que foi interessante, porque levou os dois a sairem de sua zona de conforto, nos levando a uma batalha bem equilibrada. Não havia escolha errada aqui, de fato. Minha escolha pessoal seria Blaze, pois achei que ele passeou melhor pelas melodias, me divertiu mais, e pelo visto o Adam concordou comigo.

[Team Blake] Cody Wickline vs Matt Snock – “How Country Feels” by Randy Houser

“How Country Feels” – I do no, but I’m feel so bad after this battle! Sério, que performance mais chata, deve ser algum tipo de country que os americanos amam, mas eu simplesmente odiei, mas como reviewver farei uma análise técnica (hahaha). Matt foi um dos combados das blinds, e para mim tem uma ótima voz como destacou Adam e poderia ser mais promissor, já Cody tem uma voz mais singular e diferente dos cantores countries que vemos por ai no The Voice e acho que foi exatamente por isso que Blake escolheu ele, sobre a batalha, apesar de achar uma chatice, os dois cantaram da forma correta e foi bem equilibrada.

Luana: How Country Feels? Chatissimo. Gente, já chega de country né? Aqui não aconteceu nada além do esperado, Cody (4 chairs) bateu Matt (1 chair), que imprevisível, não?! Ok, próxima batalha.

[Team Pharrell] Meghan Linsey vs Paul Pfau – “Don’t Let Me Down” by The Beatles

Meghan é uma grande vocalista, mostrou isso nas blinds, mas do outro lado estava Paul com seu timbre incrível e seu estilo totalmente diferente e singular, ele é um artista impar na competição, sei que muitos pensam que Meghan teve um melhor desempenho, mas acredito que foram as características da voz dela, o fato de ela ter um maior alcance, enquanto Paul trabalha melhor em músicas mais suaves que fizeram a maioria das pessoas ter essa impressão. E outra para mim essa amizade entre Blake e Meghan desde antes do show, impulsionou esse Steal dele haha, era meio obvio! E lá vem country gente! Acho que Pharrell fez o certo ao escolher Paul, ele tem outras grandes vocalistas femininas poderosas em seu time!

Luana: Don’t Let Me Down é minha música preferida dos Beatles, está no meu Top 5 de todos os tempos. Daí chega uma louca gritando em cada verso da música, o que foi isso hein? Eu me senti pessoalmente ofendida. Uma música tão doce, que deveria ser abordada de maneira leve, assim como Paul fez. Não á dúvidas que Meghan é uma vocalista ótima, mas pra que isso? Existe uma coisa chamada “interpretação”, e quando você pega uma música, você tem que ser capaz de interpretá-la da maneira correta. Existem músicas onde a beleza está nas grandes notas, mas nesse caso é exatamente o contrário. A beleza dessa música está na simplicidade, coisa que Meghan fez questão de destruir sem dó nem piedade. Só espero agora que Blake dê músicas onde ela possa gritar em paz, e por favor… Que não seja mais uma das minhas preferidas.

TEAMS

Team Adam: Tonya Boyd-Cannon, Joshua David (S), Deanna Johson, Nathan Hermida, Blaze Johnson

Adam ainda tem 3 vagas em seu team para os knockauts, e dessas três vagas tem 1 steal. As duas últimas batalhas são Bre’enae Debarge vs Lexí Dávila; Jack Gregory vs Barry Minnifield. Acredito que Léxi e Barry devem avançar!

Team Blake: Brian Johnson, Sarah Potenza, Cody Wicklin, Meghan Linsey (S), Travis Ewing (S)

Blake tem uma boa seleção de artistas, usou seus dois steals e ainda tem três batalhas na próxima semana que são: Corey Kent vs Jacob Rummel; Brooke Adee vs Bay Brooks e Kelsie May vs Breenna Yaeger. Acredito que Corey, Brooke e Breenna avançem e completem o Team Blake para os nocautes.

Team Pharrell: Mia Z, Anthony Riley, Hannah Kirby (S), Paul Pfau

Pharrell ainda tem três batalhas pela frente e guardou um steal para a próxima semana, as batalhas finais são: Lowell Oakley vs Kimberly Nichole, Sawyer Fredericks vs Noelle Bybbe e Caitlin Caporale vs Briar Jonne, ou seja ainda tem Kimberly, Sawyer e Caitlin que devem avançar e montar um time de colocar imbativél, além do Steal que Pharrell ainda tem.

Team Xtina: Ashley Morgan (S), Sonic, Joe Tolo

Team Christina teve apenas uma batalha exibida e uma no combo nessas duas primeiras semanas, sendo assim restam quatro batalhas para semana que vem que são: Rob Taylor vs Jeremy Gaynor; India Carney vs Clind Washigton; Treeva Gibson vs Katelyn Read e Vance Smith vs Koryn Hawthorne. Acredito que Rob Taylor, India, Treeva e Koryn avançem para os nocautes e nossa Rainha Xtina ainda tem um steal para usar!

Sendo assim, me despeço por hoje e espero vocês logo abaixo nos comentários! Até semana que vem!

E lembrem-se, legendas e todas novidades do The Voice vocês encontram no Grupo Sub Voice, nosso grande parceiro.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lindomar Albuquerque

Canceriano com ascendente em Sagitário, ou seja UMA ÓTIMA PESSOA! Atualmente um louco que faz Doutorado e que já se formou em Química. Viciado em The Voice, séries e Indie Rock. Gosta de gastar o tempo que não tem para escrever sobre The Voice, The Flash, Bates Motel, Orphan Black, The Vampire Diaries e Westworld.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu