RIP THE VOICE: Procura-se JUSTIÇA para Christina Aguilera!

Agora falta pouco! E depois de noites horríveis, finalmente temos uma noite para esquecer nesta temporada. A review das semifinais da oitava temporada de The Voice está no ar!

Na noite de apresentações, nosso Top 5 apresentou duas músicas cada, uma de escolha do coach e uma deles próprios, homenageando suas cidades. As apresentações seguiram a mesma ordem, por isso vou postar as duas músicas de cada candidato seguidamente. O programa começou com a apresentação de Nate Ruess, que foi o Key Adviser dos Knockouts. O vídeo de sua apresentação você pode conferir clicando AQUI. Comentários hoje são por conta de Lindomar e Luana. Aproveitem que a temporada está acabando!

JOSHUA DAVIS

“I Can’t Make You Love Me” by Bonnie Raitt

Sou um pouco relutante com Joshua, sempre em suas apresentações similares. No entanto, aqui, mesmo ele entregando uma apresentação parecida com o que sempre vimos, pude sentir a emoção da música. Ele trouxe vocais ótimos, que aliados a conexão com a música fizeram dessa uma das melhores performances do candidato. Joshua vem ganhando o meu respeito, apesar de não ser um dos meus favoritos. Considerando essa apresentação e os demais candidatos, eu o quero na final pra ontem.

Luana – Só queria parabenizar Adam por finalmente entender o Joshua e escolher uma música que é a cara dele. Ah, e também a moça do violino que deu um show à parte! Dito isto, após “Fields of Gold” e “In My Life”, essa foi minha performance preferida do Joshua. Nada além do necessário para ele brilhar no que sabe fazer: um violão, pouco instrumental, destaque na sua voz calma e sensível. É nessa atmosfera que o Joshua se sai melhor, “the simpler the better“. A segunda melhor apresentação da noite, para mim.

Lindomar – Joshua é genérico e o WGWG. Muitos dizem que ele não deveria estar aqui, mas discordo. Ele vem entregando boas performances e coisas suaves no meio de gritos que vem ecoando neste Top 5! Em “I Can’t Make You Love Me” ele conseguiu passar emoção e destacar seu timbre raspado e um pouco rouco. Foi uma de suas performances que mais gostei no programa. E fiquei surpreso que foi Adam que escolheu para ele, pois Adam não vinha acertando com Joshua.

“When I Paint My Masterpiece” by Bob Dylan

É… aqui eu voltei a ficar irritado com Joshua. Por mais que ele saísse um pouco de sua zona de conforto, fiquei incomodado com a escolha da música. Achei os vocais forçados e não percebi a mesma entrega que ele teve na primeira música, o que é engraçado, já que essa deveria ser uma homenagem para sua cidade natal. Acho Joshua um pouco irregular, e apesar de não gostar muito do seu estilo, acredito que ele estará na final.

Luana – Mas gente, pobre Josh… Há três semanas ele vinha sendo o segundo a cantar (semi-death), e agora além de receber o primeiro death spot da noite, recebeu o segundo também! Mas choromingos a parte, deixa eu falar da apresentação. Que música tão Craig, gente! Hahaha. Eu esperava um completo desastre, mas até que foi bom, não tão boa quanto a sua primeira, mas foi bem ok. Notei que ele estava se divertindo no palco, o que foi bem legal também, então parabéns pro Josh, mas… Cuidado com o bottom, migo.

Lindomar – Joshua pegou uma música de rock e colocou em arranjo country e funcionou. Quando ouvi a preview achei bem flop, mas ao vivo funcionou e foi uma boa performance dele. Mas senti falta dele se movimentar, ele poderia ter usado o violão somente na primeira metade da música, acho que ficaria ainda melhor. Enfim, foi bem fofo!

KORYN HAWTHORNE

“One” by U2

Koryn é uma que eu gostava, aí desgostei e agora é indiferente. Na minha lista desse Top 5, ela está em terceiro, bem à frente de Joshua e Sawyer. Primeiramente, sobre a escolha da música, achei bem Pharrell. Ou seja, bem brega. U2 é ótimo, mas não tem nada a ver com Koryn. A voz dela ficou um pouco perdida na música. No entanto, ela se destacou no início e no fim. Não foi das melhores dela, mas acho que ela já foi pior. Destaque também para o cenário, que estava ótimo!

Luana – Definitivamente Pharrell Williams não sabe escolher músicas para o tipo de voz da Koryn. Depois do desastre “Dream On” (love me or hate me, mas eu detestei “Dream On” FORTEMENTE), ele vem com “One”. Acho que ele se importa demais com a “mensagem” da música e esquece que a voz singular da Koryn exige um certo cuidado na hora da seleção das músicas. Não é qualquer canção/arranjo que vai destacar os pontos fortes dela. Achei uma performance medíocre e nem tanto por culpa da Koryn. A Team Jesus até que fez o que pôde pra se encaixar na música, mas desse jeito não rola, né Pharrell?

Lindomar – Todos sabem que eu ODEIO esse SER! A Raven hoje decidiu copiar o cenário que Tessanne utilizou em “Unconditionally” e a música que Michelle Chamuel e Usher cantaram muito bem na final da Season 4, por escolha de Pharrell Williams, óbvio. A dicção dela estava péssima, o timbre zuado e cagado dela deixou tudo pior. A música não encaixou e não foi à toa que foi a menos vendida no iTunes dessa semana! Aliás, essa música foi feita para ser cantada em dupla, com uma voz mais forte e uma mais suave. Koryn, vai embora. Tá FEIO, QUERIDA! #DreamOver #ForaKoririn

“Oh Mary Don’t You Weep” by Fisk Jubilee Singers

Era óbvio que Koryn traria uma música gospel para homenagear sua cidade, não é? A mocinha veio toda trabalhada na roupa branca. Não posso deixar passar que a música encaixou perfeitamente na voz de Koryn. Inclusive, nessa música ela apresentou vocais fortes e consistentes. A conexão também estava ali, um pouco menos do que normalmente vemos Koryn trazendo. Uma coisa que me irritou aqui foram os gritos descabidos, em péssima hora, e Pharrell levantando, como se ela fosse a melhor cantora do mundo (o que não é o caso).

Luana – Com certeza tentando buscar o sucesso de “Make It Rain”, Koryn veio com esse arranjo bem parecido agora com um trunfo: mensagem gospel (que novidade, miga!). Koryn passa longe das minhas preferidas, mas vai ver ela é boa no que faz, já que tantos gostam, certo? Deixo os elogios fervorosos para quem gosta. Mas digo que foi uma boa apresentação, bom controle vocal e tudo mais, mas sabe o aviso de bottom que eu deixei na India e no Joshua? Então, deixa eu deixar esse pra Koryn também. Um dos três vai se safar desse bottom, e olha eu apostando que a sortuda vai ser ela.

Lindomar – OH MY GOD STOP! Raven usando o #GospelCard mais uma vez. Sério, estou imaginando ela sendo pastora e cantando. Coitado do povo da igreja. Enfim, voltando a performance, foi um pouco melhor que “One”. Aqui, ela copiou o estilo e arranjo de “Make It Rain”, mas amiga, apenas PARE. A América já colocou tu no Top 10 com “Make it Rain”, copiando tudo, não rolará de novo! Achei que ela ia casar, já estava no vestido branco e o cabelo trabalhado na chapinha.

MEGHAN LINSEY

“I’m Not the Only One” by Sam Smith

Sou fã de Meghan, mas que escolha musical foi essa? Ela começou ótima, com vocais dentro do esperado. Mas a medida que a música ia passando, ela foi se perdendo e começou a gritar desesperadamente. Fiquei um pouco agoniado, mas ainda assim foi melhor que muita coisa que vimos nesse programa. Achei a conexão musical ótima, no estilo Meghan de ser. Agora, me digam, como um cenário desse fica tão bem pra Meghan, mas seria tão brega para Koryn? A resposta é a seguinte: a maturidade e a classe de Meghan fazem dela uma das grandes candidatas dessa temporada, sendo presença confirmada na final.

Luana – Só o que me faltava, um clipe no palco. Achei bem escroto passar a metade da música encostada numa parede, bem “foda-se” pra plateia, eis aqui a questão do “ao vivo”: Não é um clipe, tem a presença do público, então por isso por favor… Ao vivo é ao vivo, clipe é clipe. Mas na questão vocal, Meghan era a minha preferida desse Top 5. Apesar de ter gostado da apresentação, achei bem desnecessária algumas gritarias ao longo da música. Mas sei que Meg é lock na final, então nem adianta reclamar muito, haha.

Lindomar – Sério, achei que ela estava cantando no banheiro no começo, ou que era gravado. Meghan estava querendo fazer a piriguete, cantando encostada na parede. Enfim, depois que ela saiu de lá, seu controle vocal que estava bom até então foi embora. Ela começou a gritar, gritar e se perdeu um pouco deixando a desejar.

“Tennessee Whiskey” by George Jones (David Allan Coe)

Meghan é ótima no country. Por mais que seja um caminho que ela não queira seguir, é inegável que ela arrasa. Assim como “Girl Crush”, a cantora trouxe uma das grandes apresentações da noite, com direito a uma verdadeira homenagem a Nashville. Eu já estive em Nashville, e posso dizer que a homenagem foi digna. A cidade respira a música country e o espírito que Meghan trouxe para o palco. Ela no country figura na minha lista das melhores vocalistas desse segmento da história do programa.

Luana – Homenageando sua cidade, Nashville, Meghan aproveitou a oportunidade pra ceder ao country mais uma vez. Dessa vez um pouco diferente, sentada e até controlada né? Não curto a Meg country, mas vai render uma boa posição no iTunes.

Lindomar – AMEI!! A bicha cantando uma música que tem whiskey no nome ia ser BOM! Ela tava mais controlada, os gritos não foram tão estridentes e os barris pegando fogo no fundo deram todo aquele clima country para a performance dela. Eu curti!

INDIA CARNEY

“Gravity” by Sara Bareilles

Depois de duas semanas seguidas no Bottom 3, India precisava trazer de volta sua essência e sambar naquele palco. Com essa música, India conseguiu trazer uma performance frágil, do ponto de vista emocional, mas forte e imponente, do ponto de vista técnico. Seus vocais foram impecáveis, com os agudos nos momentos certos. Apesar da pouca movimentação, acredito que a emoção dela encheu o palco e trouxe sobrevida para a minha candidata preferida desse Top 5.

Luana – Primeiro deixa eu agradecer a diva da Xtina por escolher uma música perfeita pra India, que deu chão para ela mostrar bem seu registo baixo (que é lindo), e sem exagerar no vibrato. A bicha veio pra brigar viu?! “Gravity” foi meu estúdio preferido, e ao vivo também não decepcionou. Achei o começo da música um pouco nervoso, mas ao decorrer, India conseguiu colocar tudo no lugar e entregou uma ótima performance. Se vai ser suficiente pra livrá-la do bottom? Não sei, mas que foi linda, foi sim.

Lindomar – India veio para destruir. Com a saída de Kim, o SAMBA ficou por conta dela. A primeira música foi mais emocional, escolha de Christina Aguilera, adorei o cenário samambaia pisca-pisca e o vestido dela. Os vocais estavam perfeitos, apesar de um pequeno errinho no meio, mas nada que comprometeu, e entregou uma das performances mais tocantes desta temporada.

“Earth Song” by Michael Jackson

Antes de mais nada, o vídeo está ruim, pois não temos um vídeo oficial no canal do The Voice. Segundo minhas fontes, problemas de direitos autorais. Sobre a escolha musical, não temos o que criticar. Foi ótima. Os vocais foram os melhores que India já apresentou. O samba foi completo, representando muito bem o Team Xtina. India estava linda, e com certeza homenageou muito bem sua cidade. Essa foi a melhor apresentação da noite, e a melhor de India, disparado. Palmas para a rainha.

Luana – Achei uma jogada bem arriscada, já que a Kim foi eliminada com uma música do MJ. Eu estava preocupada pela India e essa foi a apresentação que eu mais prestei atenção, especialmente por amar a música. Mas deixa eu te dizer, mulheeeeeeeer. NUM É QUE A DANADA ARRASOU?! Minha apresentação preferida da noite. Destaque pro vestido vermelho lindo e o empenho da India. Sem sombra de dúvidas, sua melhor apresentação no programa.

Lindomar – Sério gente, depois dos problemas de direitos autorais de “Dirty Diana”, mais uma vez uma escolha de música de Michael Jackson. É obvio que a produção do programa permitiu, porém, o vídeo da performance não está disponível na página do programa no Youtube. Enfim, tirando isso que pode prejudicar ela de alguma forma, ela simplesmente sapateou e incorporou a Kimberly. Gente, foi DIVINO! Pra começar, ela voltou com o cabelo afro, estava de vestido vermelho samba, os vocais foram impecáveis e as notas executadas com maestria. “Earth Song” entra para minha galeria de performances preferidas da temporada, que até então tinha Kimberly apenas. Isso mesmo coaches ovacionem mesmo, porque a temporada está cagada, tirando India é óbvio.

SAWYER FREDERICKS

“A Thousand Years” by Christina Perri

Sawyer é o meu candidato mais odiado dessa temporada. Não porque ele é péssimo, ou chato, ou escroto. Mas por ele não se esforçar em apresentar nada novo e não correr atrás de uma evolução como artista. Se formos comparar sua Blind Audition com essa apresentação, veremos poucas diferenças. A mais gritante, na minha opinião, foi a presença de palco. Sawyer melhorou um pouco sua movimentação, principalmente depois da ajuda de Gwen, no Top 8. No entanto, achei a escolha musical péssima. Eu adoro essa música, e ela foi cantada de formas muito singulares e ótimas em diferentes realities. Sawyer pegou ela e botou essa voz chata que ele tem, o que me deixou bem agoniado. Como disse, ele melhorou um pouco, mas não o suficiente para ser o vencedor que a temporada merece.

Luana – Achei legal o Sawyer vir com algo mais atual, mas admito que achei bem estranho. Não foi minha apresentação preferida do Sawyer, até porque a voz falhou e o primeiro “one step closer” saiu estranho e abaixo do tom né, mas a gente supera. Questão vocal o menino é bom (tem lá suas falhas como todos, mas vida que segue), adoro o timbre da voz dele deeeemais! Se Sawyer viesse com uns 4 anos a mais de experiência, seria o campeão perfeito, porque ainda está um pouco imaturo, mas nada é perfeito né… então sim, vai ter Sawyer campeão sim e se reclamar tem em dobro

Lindomar – Já ouvi tantas boas versões dessa música, e o grande destaque destas versões normalmente é a conexão com a música. É inegável o talento e o timbre diferenciado que Sawyer tem, mas ele está longe de estar completo. Apesar de esperar algo péssimo, diria que foi bom. Ele poderia ter se conectado mais, poderia ter expressão, mas dentro do que ele vem mostrando no show, até que foi bom.

“For What It’s Worth” by Buffalo Springfield

Que performance morta. Sawyer fez dessa uma de suas piores apresentações no programa. Ele não estava nada conectado com a música, estava apenas declamando os versos. Achei péssimo. Os vocais pareciam se arrastar, e a música parecia que não ia acabar nunca. Foi sofrível. Acredito que a escolha musical tenho sido parte do problema da apresentação, mas esse menino não me desce.

Luana – Achei a jogada de Sawyer brilhante, uma música pro público mais velho, outra pro mais novo. Não que ele precise de alguma cartada de mestre a essa altura, claro que não… O título tá na mão, mas mesmo assim, parabéns pela jogada, haha. Dentre as duas performances do Sawyer, essa foi minha preferida. Gente, ele SORRIU várias vezes, que avanço da Dani Bradberry 2! Eu amo a voz do Sawyer, mas admito que ele sofre no quesito emoção, mas pelo visto, isso não é impecílio nenhum pra ganhar, não é Danielle?

Lindomar – Uma música desconhecida para mim. Percebi que seus vocais estavam bons e funcionaram com a performance, mas sério Sawyer, se mover um pouco, andar, seria bom. Achei estranho demais quando os 4 moços vieram ali do lado dele e ficaram se movendo e ele estático. Se mova PANTENE, please! Mas foi mais uma performance bem ok!

Finalizada a noite das apresentações, o meu ranking ficou da seguinte maneira, com a posição final do iTunes entre parênteses:

1 – India Carney “Earth Song” (#30)

2 – India Carney “Gravity” (#39)

3 – Meghan Linsey “Tennessee Whiskey” (#5)

4 – Joshua Davis “I Can’t Make You Love Me” (#12)

5 – Koryn Hawthorne “Oh Mary Don’t You Weep” (#24)

6 – Meghan Linsey “I’m Not The Only One” (#21)

7 – Koryn Hawthorne “One” (#54)

8 – Sawyer Fredericks “A Thousand Years” (#2)

9 – Joshua Davis “When I Paint My Masterpiece” (#35)

10 – Sawyer Fredericks “For What It’s Worth” (#3)

Mais uma vez, Sawyer foi o rei do iTunes e vendeu pelo programa todo. Fiquei decepcionado com as posições de India, sendo que foram as melhores da noite. Além disso, Meghan chegou no Top 10 mais uma vez com uma música country.

E uma novidade vocês terão o prazer de ter a review escrita por DUAS PESSOAS, Gerson contou o que rolou de melhor no episódio de segunda e Eu (Lindomar) venho contar o que rolou na terça feira dramática.

Chegada a noite de eliminações, estava na hora de sabermos quem seriam os nossos finalistas. Mas antes de saber quem foram vamos as tradicionais apresentações tapa buraco de terça feira. Quem abriu a noite foi a banda “Walk the Moon” com seu single “Shut Up and Dance”.

Não conhecia a banda e a música é bem legalzinhaaaaaa, bem inhaa mesmo! Depois foi a vez de Pharrell Williams e Snoop Dogg… a música é bem ZZZZZ, igual Pharrell mesmo, veja abaixo.

Além dos dois convidados, tivemos primeiro as garotas cantando “Faithfully” by Journey.

India foi o destaque da apresentação é óbvio, mas até que Koryn esteve bem na música e Meghan se mostrou controlada, tirando aquele primeiro “Faithfully” da Koryn eu até curti. Depois foi a vez do White Guy With Guitar cantar em dupla, Joshua e Sawyer, sério os dois tem uma ótima relação no The Voice, quase de Pai e Filho. Eles escolheram “Drift Away” by Dobie Gray.

Até que ficou bonitinho, mas bem soninhoo tmb! Quase cai na cama e dormi!

Enfim como esperado Carson anunciou:

SAWYER FREDERICKS

MEGHAN LINSEY

E os dois artistas que atingiram o Top 10 do Itunes obviamente estavam salvos, depois Carson me enganou, porque normalmente ele fala com um artista e o salvo no bloco seguinte, falou com India e depois anunciou ela no bottom.

INDIA CARNEY NO BOTTOM

India depois de DESTRUIR NA NOITE ANTERIOR e ABALAR as estruturas segue indo para o bottom, pela terceira vez seguida.

Untitled 1

Depois só me restou torcer para Koryn ir para o Bottom, e por um momento acreditei que o mundo conspirava ao favor da maioria, Carson anunciou:

AMERICA SAVE: JOSHUA DAVIS

SIM, Minha gente á Raven tava no Bottom, eu prometi a mim mesmo que ira twittar como nunca para Salvar India, queria ver a Koryn ELIMINADA desde antes dos ensaios das blinds, não aguentava mais ela. E fomos para o Bottom 2 constítuido das duas cantoras negras restantes, primeiro India Carney se apresentou.

Ela escolheu “Dark Side” by Kelly Clarkson, comecou um pouco nervosa, mas depois deslanchou e entregou bons vocais e uma boa performance. Depois a Korinin cantou.

Koryn largou o #GospelCard e #Jesus e foi de Beyoncé. Isso ai AMIGA, ela escolheu “If Were a Boy” by Beyoncé e entregou uma performance razoável e gente SOCORRO, não aguento mais essa voz dela, SOCORROO!

E começou a GUERRA no Twitter! Sério eu não esperava essa força de Koryn no Twitter, a garota chamou todas as crente, as católicas, as evangélicas, as tias da igreja pra votar para ela, e a produção do The Voice também… e INFELIZMENTE, DEPRESSIVAMENTE, ERRONEAMENTE, DRAMATICAMENTE E INJUSTAMENTE, Carson anunciou que Koryn estava Salvaa!

raven

Nem a Raven Koryn acreditouu!

INDIA FOI ELIMINADA! =(

Minha Reaçao e de Quase Todo Mundo no Twitter.

SIM, Minha gente as injustiças ocorreram nas Semi Finais, depois de India zerar o Mundo com “Earth Song”, de sobreviver a dois bottoms injustos, de ter eliminado a Rainha Kimberly, a AMERICA teve a ousadia de eliminar a última garota do Team Xtina.

Xtina mais uma vez fica sem nenhum artista na final repetindo a season 3. Sobre a FINAL, muito fraca, a temporada prometia e começou em um nível até que bom, depois DECAIU, decaiu e chegou ao fundo do poço! O que esperar de uma final com Sawyer, Meghan, Joshua e Koryn? Algo péssimo, nem vai ter um Samba de alguém do Team Xtina para salvar. E fora que ocorrem boatos de ter tido uma “Boninhada” na Final, pois #VoiceSaveIndia foi Trend no Estados Unidos e no Mundo e enfim ficou estranho..

                                     dossie 2dossie 1wpid-img-20150512-wa0102.jpg

Além disso o resultado reflete um pouco da perseguição do público americano com Christina Aguilera, sinceramente espero que ela não volte, ela vem fazendo bons trabalhos mas o público continua injustamente boicotando os artistas dela.

Mas como não adianta chorar pelo leite derramado, termino a review com essa frase de Dam, que resume bem a Season 8 do The Voice que parece que foi feita para Pharrell Williams! Espero vocês nos comentários concordando ou discordando.

“E para redimir um bosta de coach eles sacrificam uma season inteira” by Dam, 2015

gerson

Gerson Elesbão
Gerson Elesbão

Nem tão complicado demais, mas nem tão simples assim: quebra-galho, colunista e seriador. Dificilmente atualiza o Banco de Séries, mas adora gongar as séries amadas pelo público. @gersonelesbao
Deixe-nos um comentário!
  • Caroline Pizani

    Gosto é algo bem subjetivo e particular mesmo! Respeito as opiniões aqui registradas, mas a minha diverge em vários pontos.
    Primeiro, não acredito que exista perseguição à Christina. Ela tinha, sem sombra de dúvidas o melhor time, mas acredito que pecou nas escolhas quanto ao caminho das suas pupilas. Um grande exemplo foi a trajetória, na minha opinião errônea, de India que tinha tudo pra ser a campeã, ou vice ( KIM the best). Christina quis fazer dela uma Beyonce, sendo que India estava muito mais pra Whitney Houston ( salvas as devidas proporções rsrsrs), prova disso que as melhores apresentações de India foram aquelas em que se mostrou serena e com registros graves impressionantemente audíveis e claros, sem exageros! Essa foi a temporada mais equilibrada e fiquei chocada com as saídas de Mia, Hannah e por fim Kim (TOP). Deanna era o timbre mais bonito da competição, mas desafinava na mesma proporção da beleza da sua voz, não merecia estar nem no top 20. Sawyer tem um talento natural e inegável, foi o que de longe se manteve fiel ao seu estilo, o que demonstra maturidade profissional apesar da pouca idade. Diante da saída inexplicável de Kim, da trajetória equivocada de India, torci por Sawyer que fez apresentações sólidas e encantou o público com simplicidade. Menos é mais!

  • A temporada TOP que foi em direção ao FLOP. De todos os The Voices até agora, não vi temporada pior (mentira, season 6 foi bem ruimzinha também mas enfim, só pra não perder o espírito crítico – pq isso sim esta temporada merece). Não há explicação cabível em um público tirar ‘à força’ as duas melhores artistas do show que, coincidentemente pertenciam ao #TeamXtina. Sim, isso foi um boicote!
    Espero que Christina tome uma boa dose de bom senso e vergonha na cara e nunca mais volte a sentar na cadeira do The Voice, aliás, acho que essa técnica de fazer duas seasons por ano já tá ficando meio obsoleta sei lá, quem sabe se dessem uma pausa de pelo menos um ano pra nos fazer esquecer das frustrações dessas três últimas temporadas quem sabe voltaria um pouco melhor. Vamos esperar pelo The Voice BR que volta segundo semestre, quem sabe esse nos surpreenda. Enfim novamente, que venha mais uma final sem graça com One Republic, Chris Martin e o mesmo pessoal de sempre. Não tenho mais saco pra acompanhar ou torcer por alguém, que vença o pior.

  • Camila

    Olha…vcs falam q o público americano haters Xtina, mas menos…eles não haters Xtina, afinal, a mulher faz sucesso lá tbm…o problema é q Shevine sempre foi mais carismático q qualquer outro coach no the voice…além disso, Usher, q é bastante excêntrico nos seus métodos, provou q boas escolhas podem tirar a vitória do Shevine…q essa temporada não vai acontecer…pq o Swayer conquistou o público (não sei como, mas conquistou)…e tals…Daí…faço um crítica a Xtina…ela apostou em divas nos seus três acts…creio q com os acts q tinham…ela poderia ter diversificado um pouco…ter apostado mais no lado rocker da Kim…e ter escolhido aqueles clássicos do rock’n’roll…tanto q foi com um clássico q Kim ultrapassou o Swayer no itunes…e deixava a India sendo a diva do team…e no terceiro act…não teria apostado no Rob…mas enfim…nessa temporada…qualquer coach poderia fazer o melhor trabalho da sua vida q não tira essa vitória do Saywer…é a primeira vez q vejo no the voice us…a act ser mais importante q o caoch nos momentos da votação, ou seja, é um progresso…kkkkkk…pena q o act só seja interessante pq tem um timbre diferenciado…o resto é mais do menos…e muitas vezes piorado…

    E creio q na próxima temporada não teremos Shevine…o Blake deu o aval do Luke Bryan para o seu lugar…afinal, vamos ter o representante do country…e concordo com o Luke…já os outros queria quer a NBC inovasse colocando duas coaches na bancada como temos em muitos the voices pelo mundo…Para substituir o Adam…pq não a Gwen? Afinal, ela já foi do pop/rock…ou ainda é…cantora de uma banda e tals…No Doubt…o Usher volta para o lugar do Pharrell…e no llugar da Xtina…pq não Alicia Keys ou Cher?

    • Alicia Keys fez um ótimo trabalho como auxiliar na season passada. Seria ótimo vê-la voltar. Agora, se o Blake sair, com quem Adam vai brigar? Rs.

      • Camila

        Paulo…sem o Adam tbm…heeheh…bancada: Gwen no lugar do Adam; Luke Bryan no lugar do Blake; Usher no lugar do Pharrell e Alicia Keys ou Cher no lugar da Xtina…Não tenho nada em temos duas mulheres na bancada…

  • Bruno Mello

    Com todo respeito, não gosto da Ind, nem da Koryn, o resto quem ganhar ta ótimo !!
    por merecimento:
    1ª Meg
    2ª Jos
    3ª Saw
    4ª Raven

    Agora a ordem de quem vai ganhar mesmo

    1ª Saw
    2ª Meg
    3ª Jos
    4ª Raven

    Bjs e parem de pirar o cabeção!!!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Agora só na espera de The X factor !!!

  • luis felipe

    Nossa gente, vocês vão me desculpar mas parecem bobos falando de perseguição com a christina aguilera. Ela tinha um time ótimo mas no mesmo estilo, eu admiro muito o trabalho dela mas os artistas do time dela tem muita caracteríscas do ”divismo” e são pouco comercias. Ela entregou a koryn de bandeja pro pharrel fez pareamentos muito errados no começo. E outra, acho que tem hora que vocês gongam demais a koryn sendo que o artista mais genérico ali é o joshua. Me matei de twittar pra india mas sinceramente prefiro a voz da koryn. Não existe perseguição nenhuma, se o saweyr tivesse escolhido ela, iria ganhar do mesmo jeito. Ela levou jacquie pra final e foi runner-up ela deu o asar de o povo não simpatizar com seus artistas, me lamento até hoje pela Mia Z.

    • Maria

      Oi fofura! Discordo de você. Christina é sim perseguida. O The Voice US possui um público alvo (os ratings mostram que são mulheres estadunidenses de 18 aos 30 anos) e uma região predominante (costa atlântica, onde reina a música country), onde todos esses pontos pesam contra ela. Na season 1, Christina ficou em 3º ou 4º lugar (só foram anunciados o 1º e 2º lugar), onde Adam ganhou por puro marketing sentimental do programa, Blake ficou em segundo. Na season 2, onde Blake ganhou, Christina novamente ficou em 4º lugar. Na season 3, onde o programa foi reformulado e pela primeira vez sairiam os menos votados independente de serem do mesmo time ou não, Blake ganhou e Christina nem candidato teve na final. Pulando a season 4 (mas quero deixar registrado que Blake ganhou rs), vamos a season 5. Christina reapareceu diferente, mais magra, mais humilde, mais carismática, menos cretina. Criou um laço de mãe e filha com Jacquie Lee. Enquanto isso, Adam tinha uma candidata que explodia personalidade e reviveu Bob Marley no coração de todos. Essa polaridade não deixou espaço para Blake, onde pela primeira vez, foi excluído da final. Adam em primeiro, Christina em segundo. Milagre. Pula a season 6 (ressalto que Blake com um candidato extremamente normal, ficou em segundo lugar). Pula a season 7 (Blake ganhou rs), chegamos na season 8. Christina fez um trabalho fenomenal, estava sim com o melhor time, e entre death spots (ou semi), quebra de direitos autorais e falcatruas no twitter, perdeu todo o time em detrimento de um garoto que eu adorava no início (tenho uma simpatia ainda), mas é imaturo demais, porém é o politicamente correto para ganhar. Resumindo, Blake é Michael Myers (mata geral, ficando (quase) sempre em primeiro ou segundo lugar), e Christina é a irmã ou sobrinha de Michael (passa todo o tempo sendo perseguida, no final se ferra, mas todos a querem de volta, pois é nela que está o brilho). Beijo.

      • luis felipe

        Imagina se a Jacquie e matthew estivessem com a xtina nessa season, com certeza ela levaria um dos dois a final e se brincar ganharia. Acho que não existe perseguição existe uma prefer~encia do público por determinados tipos de artistas os quais não escolhem @xtina. Ela errou em algumas escolhas de repertórios e arcou com as consequências nem tanto agradáveis.

    • Pergunta: se a perseguição é contra Aguilera, por que então Shakira e Gwen não ganharam ou mesmo ficaram em segundo nas suas respectivas temporadas?

  • Fernando

    Sempre rio muito com esses reviews!! Comecei a ver o The Voice US essa temporada, e só me fez perceber que the voice n importa o lugar, nunca ganha quem eu torço. Logo no início das Lives estava torcendo para Mia, DeAnna, Caitlin, Tonya e Meghan ( até hoje inconformado com a saída de Mia e Deanna ), os outros eu nem acompanhava. Sawyer até hoje n vejo o pq dos americanos gostarem tanto dele, na página do the voice 90% dos comentários são pra ele ‘-‘ Eles cobram tanto emoção e presença de palco, e não vejo isso nele.
    Xtina tinha um dos/ se não o melhor time dessa temporada, India e Kim eram as que mais se destacavam em todos os aspectos.
    Koryn e Joshua, o Joshua me lembra o Jack de revenge ahsua Ele canta bem, mas sempre na mesmice, não me convence. Koryn não consigo gostar das apresentações dela, e mesmo se gostasse, não são isso tudo q o Pharrell pira.
    Meu top 4 era Deanna, Mia, India e Kimberly pelo que vi após às lives. Mas com esse top 4, apesar de saber q a vitória já é do Sawyer, torço pra Meghan e espero que ela tenha um Az na manga pra remexer esse jogo.

  • Maria

    Sabe pessoal, as injustiças acontecem sempre, já estou conformada. Por isso, para analisar se uma temporada foi boa, eu apenas observo os artistas do top 12, porque depois disso, é cagada na certa. Essa temporada foi incrível, adorei Kimberly, India, Meghan, Hannah, Corey, Deanna e Mia. Não preciso falar dos resultados, pois foram decepcionantes. Christina como sempre, fez um ótimo trabalho, mas como o público conservador a esnoba, não chegou a lugar nenhum. Blake meu bebê, fez um trabalho incrível como sempre, tendo tomado decisões difíceis, mas que eu apoiei. Adam depois de ter sido dizimado na 7ª temporada, não pôde escolher muito, ficou com a “carniça”, e o resultado foi Joshua, não preciso falar mais nada. Pharrell que provavelmente tem um caso com o diretor geral da NBC, leva dois para a final com um sucesso que nem Freud explica. Enfim, espero a próxima temporada (que tem grandes chances de ser a última, ou com sorte, a penúltima), para sabermos se a justiça será feita. Uma última coisa: Sou louca em acreditar que minha Meghan ganha essa temporada???

  • Inaya

    EUA, ok agora que já eliminaram os melhores candidatos para ganhar essa bagaça, poderiam nos poupar de mais uma rodada de performances mais do mesmo, e anunciem logo que Sawyer vence por WO – Meghan e Koryrin nem precisam se dar ao trabalho de esgoelarem suas gargantas e destilarem seus gritos. E Joshua já pode sair do programa e ir direto pro barzinho mais próximo continuar ganhando o pão com manteiga de cada dia.
    Sawyer FINALMENTE conseguiu fazer eu gostar um mínimo possivel de sua performance, até porque A Thousand years é uma música tão bonita, que até difícil não gostar. E ele olhou e até tocou na plateia gente! Que avanço fenomenal!! #sqn Mas não aguento com a cara de choro dele, dá vontade de dar uns tapas pra ver se ao menos ele esboça alguma outra emoção além da de cãozinho arrependido.
    Na moral, da 1ª a 7ª, não me recordo de uma final tão capenga feito essa. Porque, embora as outras também tivessem candidatos tão igualmente sem graça – e que inclusive ganharam – feitos esses, ao menos os outros finalistas eram mais arrasadores, mais UAU. Não é este o caso.
    Enfim, resta esperar… quer dizer, resta-me nada. Não que eu vá torcer, mas acho que Meghan, por ser a mais “completinha” nos quesitos necessários, deveria levar essa. Mas ela será a vice. Isso se o #teamJesus não se unir e colocar a Koryrin no lugar >> sofrível.

  • Chico

    Olha eu não entendo tanto de The Voice como muitos de vocês, afinal só comecei a acompanhar a partir da quarta temporada, mas não concordo com algumas coisas. Por exemplo, no meu comentário do review passado recebi uma resposta falando que o Pharrell não era um bom coach. Devo concordar que muitas das vezes que o Pharrell escolheu as músicas, estas não se encaixaram tão bem com os artistas. Acredito que o seu forte é trabalhar com artistas conscientes das direções que querem tomar para sua carreira, funcionando como “amplificador de seus talentos” (ele falou várias vezes isso). Pharrell tem suas raízes no soul e acho muito bonito que ele SEMPRE aconselhe seus artistas a priorizar a emoção sobre a técnica. Para deixar claro, não sou fã da Xtina, mas também não sou hater. Em termos de preferência pessoal, gosto mais de Adam e Blake como cantores do que ela e o Pharrell. Portanto, minha torcida pelo Sawyer nessa temporada não tem nada a ver com preferência por coach e sim por achar que, dentro daqueles que passaram pela competição, é o candidato que mais se destacou e se manteve fiel ao que gostaria de fazer, da mesma forma que torci para Michelle e a Sasha na 4ª temporada. Sobre a India que saiu essa semana, ela é sim uma grande artista, eu particularmente gostei apenas de sua blind (afinal cantar aquela música do Billy Joel não é fácil), mas ela certamente é uma grande cantora e a respeito muito. Como disse da outra vez, é minha opinião!
    Abraço pessoal 😀

    • Chico

      Esqueci de dizer rsrsrs…desde que a Gwen apareceu para ajudar nessa temporada tive uma visão que seria bem interessante: gostaria de ver o Sawyer cantando alguma música de reggae, como Redemption Song do Bob Marley, claro que com um arranjo que combinasse com seu estilo. Acho que surpreenderia muita gente e ficaria bem interessante na voz dele.

      • E Gwen é ótima nisso de remodelar o artista, em uma semana ela mudou Craig e ele voltou e foi campeão, em uma semana como auxiliar de Pharrell deu a Sawyer mobilidade no palco e ele melhorou um pouco do top 8 para cá.

      • Bem, Pharrell é uma incógnita. Temporada passada ele tinha o Luke, que, pra mim, era o melhor da competição e o cara não chegou nem à semifinal. Em compensação, tinha DaNica, que era bem fraquinha, mas chegou até o Top 8 e fez várias performances na final, o que foi muito pra ela. Já no caso de Koryn, fica bem claro que ele deixou ela cantar o que quis e eu diria que ela chegou à final por mérito próprio, porque ele bem podia ter dado uns toques a mais pra ela. O pessoal sente falta da Kim (Queen), mas imagino que se ela estivesse com Pharrell também não chegaria à final.
        Bem, só nos resta assistir à final e apelar que essa temporada acabe logo, porque foi triste, viu? E ainda demorou que as outras…

        • Pérola

          Luke ♡♡♡♡

          Ainda sonho com aquele homem!!

    • Oi Chico, entendi o seu posicionamento sobre Pharrell agora, mas acredito que as opiniões sobre ele sejam bem divergentes, eu diria que um bom coach tentaria no mínimo auxiliar o seu artista e explorar pontos fracos deles.

      Eu me encantei com Sawyer em sua blind, é inegável que ele é talentoso e que pode sim fazer sucesso, mas ele precisa melhorar alguns pontos básicos como expressão, conexão e presença de palco, é isso que o The Voice vem para auxiliar, pegar aquela ótima voz e lapidar, mas é um trabalho dificil, nenhum coach acerta tudo… porém Pharrell nesse sentido não altera em nada seu artista, como você falou ele teria que pegar alguem pronto e amplificar isso, mas os artistas desta temporada com exceção de Kimberly são crús e precisam melhorar em alguns aspectos, e por isso eu e a maioria das pessoas aqui nos comentários achamos Pharrell um péssimo coach.. em duas temporadas ele não fez nenhum trabalho eficiente de melhorar algum candidato.

      Abraços e Obrigado pelo comentário.

  • Valber

    A única participante digna q restou nesse The Voice sai. De todas as temporadas essa foi a melhor, e olha q tinhamos candidatos incríveis Kim (campeã moral), India, Brooke, Mia, Deanna. O que falar de um coach q flopou e perdeu o melhor team na s7, mas, fez um team lixo e vergonhoso (salvando Mia) chegando na final.
    POR FAVOR #VOLTAUSHER #VOLTAGWEN
    QUE VENHA S9, ate pq ja sabemos q Sawyer ja e campeão.

  • gabriel

    Uma final sem India e Kimberly? Bom The Voice para vocês!

  • Apenas decepcionada 🙁 Minha favorita se foi, injustamente.. #RIPTheVoice #TheVoiceFail
    Concordo plenamente com a Pérola sobre: “A impressão que eu tenho e que a gente vê um The Voice diferente do público dos EUA”. Isso faz muito sentido.. nossa opinião é toda contrária a do público dos EUA :/
    Prefiro nem comentar essa palhaçada das hashtags #VoiceSave, lamentável isso 🙁
    Bem, agora a torcida vai para Joshua e Meghan, odeio ‘Sem Sawyer’ e quero esganar essa crente da Koryn que tá fazendo hora extra no programa tem tempo.

    • Messias

      Koryn amo elaaaaa kkkkkkkk, adoro quando o povo fala mal dela gente hahaha, minha tia mora lá e disse que o povo gosta muito dela 🙂

  • Jefferson

    Palmas para o review. Vaias para o The Voice, seu resultado e os americanos.
    A Christina treinou tão bem seu time, a India se superou e fez uma das 3 melhores performances dessa temporada (as outras 2 são da Kimberly, tbm Team Xtina). E mesmo depois das 2 explosões da India de segunda, ela não conseguiu um top10 no iTunes???
    Já foi uma vergonha tê-la no bottom, tê-la eliminada é uma vergonha inadmissível, e eliminada contra a Koryn é…. Prefiro não comentar.

  • mas que m….foi essa…. já não bastou a eliminação da Kimberly e agora da India??? não sobrou ninguém, pq sim, existe o balaio do nada e ele está até a tampa agora….RIPThevoice!

  • joaão

    A Review começa boa e depois fica ruim, vai entender! #RIPTheVoice

  • a minha querida koryn derrotou essa ridicula da india, chorrem derrotados que isso vai doer mesmo, aceitem que doem mesmo, pois vai ser team pharrel campeao, pharrel Williams, o melhor coach, o melhor treinador dos cantores e cantoras, e sawyer e koryn na final e nada de xtina, e como disse a koryn, quem mandou voce xtina escolher a kim ao inves de min, olha o resultado ai baby, escolhendo errado, nao chega na final.

    • Pérola

      Isso é uma piada, né?!

      Não entendi a proposta!!

    • THEVOICE5FOREVER

      Hahaha, Koryn ter ficado só reflete no nível péssimo q a tenporada chegou. Kim venceu a Koryn nos knouckts e proporcionou as melhores apresentações da temporada. Índia é visivelmente superior vocalmente e artisticamente do q Koryn. Sempre tem um candidato escroto q tira vaga de ótimos candidatos e Koryn é a da vez. Fã de Koryn pra mim n tem vez, ela pode ter até ficado por apelação ao team Jesus, mas de longe ela era a candidata mais limitada e a que mais proporcionou momentos constrangedores como em Dream On, One, Girl on Fire, na vdd ela só foi bem no gospel, amém. E vc foda-se, Koryn pode ter ficado mas as verdadeiras estrelas dessa temporada foram DeAnna, Índia e Kim. Ah, enfia Koryn no seu cu e livra – nos de mais uma agressão aos nossos ouvidos.

    • HAUHAUHAUAHUAHUAHUHAU!

      Oi Luis, realmente cada um tem seu gosto, é que bom que você ficou feliz por Koryn chegar a final, já que você torcia por ela.. mas o The Voice poucas vezes premiou o melhor coach e o melhor candidato e essa temporada manterá esse estigma, sem premiar a melhor coach e as melhores candidatos. Abraços.

    • Uma coisa NINGUÉM pode negar:
      QUEM MANDOU PHARRELL SALVAR KORYN FOI XTINA!!!!
      Então… A culpa é toda dela. Haushaushuahsuahs.

  • Maike

    Não precisa falar que a India teve um número HORRIVEL a mais de votos do que a Koryn né? Foi assim em seasons passadas, e a injustiça continua reinando. Muita gente votando pela “carinha” dos competidores, deixando os candidatos bons de fora por pirraça contra o técnico. Essa temporada tinha tudo para ser a melhor, nunca vi declinar de tal forma antes. Assisti, votei muito pela India. Acho que pra mim, The Voice deu tudo o que tinha que dar.

    Resta uma final sem graça e com um candidato óbvio ao título. (Quem sabe não dão uma mascarada bem bruta que nem a de hoje e fazem algum dos outros candidatos o campeão?!)

  • The voice fans

    Sei que todo mundo está revoltado com a saída de India ela sambou na noite passada com minha música de MJ preferida mas convenhamos que ela não foi feliz na escolha da música para se salvar….Koryn foi melhor isso não tem como discutir…outro ponto que quero levantar é que ninguém levou em consideração que o próprio Sawyer pediu aos seus cegos fãs para salvarem a Koryn no Twitter ele mesmo Twitter pedindo para salvar a amiga…ou seja vejam o poder que infelizmente ele tem sobre a maioria do público…enfim…ele ajudou ela e não duvidei que ele fosse ter mais voz que o próprio Ansel Englort, que ajudou Índia… Ou seja só um milagre poderá fazer com que o título de campeão seja tirado desse menino….ele canta muito…mas não é um artista completo para ser o The Voice…..nem digo que a culpa é tanto dele…até pq quando ele fez sua audição no programa ele veio para ser mentorado para evoluir como artista…mas o coach não moveu uma palha para ajudar.. A Gwen em um dia conseguiu fazer o que Pharrell não fez no programa inteiro, ou seja o problema é do coach mesmo….mas tenho que admitir que ele faz um bom trabalho com Koryn, ele tem cara de bobo, mas de bobo não tem nada….ele escolheu músicas estratégicas para que Koryn conseguisse chegar aonde está…..mas enfim…apesar das derrapadas dela…fez algumas apresentações por merecer e evoluiu bastante sua presença de palco…

    Será a final mais chata da história do The Voice é horrível acompanhar o programa desde o início e já saber quem vencerá…. SAUDADES KIMBERLY MELHOR E MAIS completa artista da competição

  • Iury Bezerra

    Ah, faltou dizer que #VoiceSaveIndia como ja dito, não só chegou nos TT’s, ficou em primeiro lugar. Então, NBC, melhore, vc esta se saindo pior que a dona chata Rede Globo, melhore rapariga, só melhore. BItch.

  • Iury Bezerra

    Audácia, o nome disso é audácia.

    Estou no chão com a cara de pau dos AMERICANOS VADIOS que eliminaram InDiva.

    Não posso crer que eu vi isso acontecendo e que meu mundo acabou, eu não sou mais ninguém.

    O TeamXTina foi o melhor disparado e essas raparigas americanas vem eliminar minha QUEEN?
    WHAT? What the hell eternamente.

    Primeiramente ela teve no bottom em pleno TOP8, audácia nível 1. Depois bottom no TOP6 junto a outra QUEEN Kimzinha, audácia nível 10. E agora me eliminam a CHILDra a um passo na final? Menino, peraí que eu volto já.

    O bottom contra Kimberly foi a maior injustiça do world, não poderia ter acontecido. Esse bottom de hoje/ontem não deveria ter acontecido também. A girl vem, bota um vestido vermelho samba, como dito, a cortina/telão cai com uns efeito de luz arrasador, os homenzinhos sobem no palco, a mulher logo incorpora Kimberly, solta umas notas altas lacrantes, depois incorpora uma bruxa soltando a magia pela vara de condão com aquela braçada estilo Whitney Diva Houston, e no fim ainda da uma de contorcionista. Gente, não tinha como essa mulher ser eliminada com uma apresentação dessas não. Isso é uma bixiga bem cheia a ponto de explodir. o ódio me cosome. Era pra ter saído semanda passada Joshua e essa semana infelizmente Koryn, já que Annabelle vai ganhar esse cabaré.

    Deixo aqui minha indignação com essa baixaria de programa, eu só digo que o programa não morreu definitivamente, pq eu infelizmente tenho esperanças em outras temporadas, pois isso sou eu 🙁

    Espero pelo menos Meghan ou Koryn sendo winner dessa bagaça. Das 4 que eu torcia nessa temporada, só restaram duas, logo as duas que eu menos assistia os vídeos, vão pra p*** que pariu quem eliminou InDIVA, estou em estado de óbito nesse determinado morrendo, só estou escrevendo pq baixei Chico Xavier aqui, só a decadência.

    Quando alguém que eu torço no The Voice vai ganhar? Só chega em 4º, num passa das semi, sai nas batalhas, nas porras dos knockout, nos playoffs. Resta agora esperar mais um The Voice Brasil e me decepcionar com a baixa qualidade e com péssimos candidatos, com cenários miseráveis de tão pequenos, muitas músicas brasileira chatas e muito mais. Não vou assistir a final, so verei o resultado final e os vídeos de Koryne Meghan, até porque vou assistir MasterChef que eu ganho mais, torcendo por alguém que vai ganhar novamente, esse programa me entende. Bjus Brasil, te odeio EUA, te AMO INDIA, te espero aqui em casa.

  • Pérola

    Ahhh, detalhe, Koryn no bottom e o Pharrell nem se dignou a twittar pra ela….

  • Pérola

    Eu tô tão puta e tão indignada que nem sei o que escrever direito…

    A impressão que eu tenho é que a gente vê um The Voice diferente do público dos EUA, porque não tem explicação… Ela foi a melhor da noite de ontem e nem no top 10 ela chegou… E o resultado… Que roubo, meu Deus!

    Tipo, eu entendo terem tirado a Kim, porque ela era a única que ameaçava um pouco a Annabelle. Mas a India.. Ela nçao chegava nem no rastro dele. Então porque isso?? Por que essa roubalheira na cara de todo mundo?? Não tem uma explicação plausível pra isso, simplesmente não tem.

    Sabe, muita gente fala que a Xtina é boicotada por ser muito nojenta.. Sempre que vi videos dela, sempre a achei simpática. Mas, sim, mesmo se ela for nojenta… E daí??? Ela é uma das poucas coaches que consegue casar música com cantor e dá bons conselhos… Shevine foi um desastre nas escolhas musicais com os seus times e nem vou falar de Pharrell que a porta teria treinado melhor os caras…..

    Pra mim já deu! Eu sei que existe manipulação e que o roubo de resultados é bem possível, mas nunca vi tão claramente assim. Então, não assisto mais The Voice e espero sinceramente que Xtina não volte mais ao programa, porque ela não tem chance de ganhar ali. NUNCA!

    Enfim, tô arrasada e espero que a India consiga uma gravadora!!

    P.S.: no videos Faithfully a perna da Meghan, a esquerda, tá estranha pacas… Achei que era só ela, mas no vídeo de Dark Side, no começo da música, a perna esquerda da India tava estranha também… Depois melhorou!!!

    • Problema é que nos Estados Unidos quem ve The Voice é o povo de Nashville! hauhuauhauha

      E vou rever esse vídeo da Meghan que você comentou.

      Sobre o boicote a Xtina é por conta do passado, por ela ter uma origem latina, por ser meio nojenta e por os americanos serem bem reservados… enfim, triste isso.

  • ricksouzalyra

    #TheVoiceFAIL #RipTheVoice apenas …

%d blogueiros gostam disto: