Posts Populares

The Voice US – S09E03 – The Blind Auditions Part 3

Mais uma semana de novos artistas sendo apresentados.

Eis que o reality show mais querido do Panela de Séries voltou e já vai para sua segunda semana. Por enquanto, um início comum, sem grandes candidatos despontando. Claro que, como qualquer um, já tenho minha torcida e já quero meus favoritos nos lives. No entanto, ainda é cedo, e tem mais gente boa chegando por aí. Sobre o resultado da enquete do post passado (clique AQUI para ler), Ellie levou mais de 70% dos votos do povo, e pareceu agradar ao público do Panela! Essa semana estarei no comando, com a ajuda de Luana e Nye, de How To Get Away With  Murder e Are You The One, respectivamente. Sigam-me os bons.

.

Morgan Frazier – “I Want You to Want Me” by Cheap Trick

A primeira cantora da noite é country, de Nashville, e vem pra ser mais uma da cota “Loira e Country”. A escolha musical foi fraca e preguiçosa. Gwen foi a primeira a pressionar seu botão, seguida por Blake, já no fim da música. Um péssimo jeito de começar o programa, ainda mais com essa performance chata de Morgan. Gwen usou Adam a seu favor e a história “estou numa banda desde os 17 anos”, mas não foi páreo para bater de frente com o poder de convencimento country de Blake, fazendo dela mais um soldado no exército country do mais vezes campeão. Nota 6,0 pra começar. #TEAMBLAKE

Luana: É aquela coisa né… Country girl, loira, novinha, Team Blake. Pode não ter os vocais mais impressionantes (longe disso, até), mas essa combinação é sempre perigosa. Eu particularmente não curti a blind da Morgan, achei parada, chata, morgada, linear, sem sal. Mas enfim, eu ficaria de olho nela, afinal essa temporada parece que vai ser bem country. Nota 5,5.

Nye: Loira, bonita, voz anasalada, cantando country. Qual a novidade nisso? Exatamente, nenhuma! Apenas parem com tanto country, nunca pedi nada. Mas falando da apresentação, achei supernormal, o que não é ruim, mas é totalmente esquecível. Nota 6,5.

.

Amanda Ayala – “Mississipi Queen” by Mountain

Mais uma roqueira na temporada, agora da região de New York. Com 17 anos, Amanda escolheu uma música que eu não conhecia, mas achei que não casou muito bem com sua voz. A música não foi boa para que ela conseguisse colocar suas melhores qualidades à tona. O fim, no entanto, foi interessante, e agradou os três mentores homens do programa. Achei bem exagerado, mas já vimos gente pior ganhando 4 cadeiras, então vou dizer o que? Adam, Pharrell e Blake usaram seus argumentos da maneira que puderam, mas no fim escolheu Adam, que também está montando seu exército do rock. Nota 7,0 para a mocinha. #TEAMADAM

Luana: Antes de mais nada, “Mississipi Queen” me lembra meus anos de guitar hero, saudades! Hahaha. Mas vamos ao que interessa, essa mer…- digo, essa apresentação. Estou até agora tentando entender o motivo dos três machos desse programa terem virado, que audição esquecível. Enfim, Amanda acabou escolhendo Adam e muito provavelmente será apenas um cordeirinho para um dos snowflakes do Adam nas batalhas. Nota 5,0.

Nye: Apresentação bem linear, acho que foi a songchoice. Queria algo que mostrasse mais dela. Também achei ela um pouco silábica, não sei se é pela canção que bago conheço. Acho que voa na próxima fase. Nota 7,0.

 

Jeffery Austin – “Lay Me Down” by Sam Smith

De Chicago, Jeffery veio com seu look “Sam Smith”, trazendo uma songchoice justamente da revelação do último ano. Uma escolha que já está cansada, mas que ainda traz bons covers nos realities. Achei chato o uso excessivo da rouquidão que ele quis impor na música. Ele não fez nada muito diferente do que as outras versões que conhecemos, mas conseguiu a cadeira de Gwen virada. Então, mais gente aleatória pra preencher o exército platinado. Nota 7,0 pro menino. #TEAMGWEN

Luana: Ok, nada especial aqui. Mas se avaliarmos que a Amanda virou 3 cadeiras… O Jeffery poderia ter virado pelo menos 2, não é? Mas ele tem potencial, ainda mais no fraco Team Gwen. Nota 6,0.

Nye: Amo essa música muito forte. Mas é muito mesmo, gente. O menino tem uma voz country com um toque de Biff eliminado pela Sisa. Apesar de ter uma voz muito boa, achei muito ok e normal. Não senti emoção e essa música me prende nisso. Acho que roda nas batalhas. Nota: 6,5.

.

Lyndsey Elm – “Lips Are Moving” by Meghan Trainor

A mulher vem de Vacaville pro The Voice. O que esperar? HAHAHA A escolha musical dela foi ousada, e o arranjo mais ainda. Eu adorei e achei super massa! Adorei Blake cantarolando a música também. Aliás, ele foi o último a virar a cadeira, depois de Gwen, Adam e Pharrell. Tem #4chairs sim, e foi justo. Os coaches lutaram, lutaram e lutaram, mas no fim das contas Gwen surpreendentemente levou a melhor. Uma ótima aquisição para o Team Platinado, que até então está cheio de #1chair. Nota 8,5 para Lyndsey. #TEAMGWEN

Luana: Tava tudo muito chato até a Lyndsey! Não posso dizer que foi uma audição gloriosa, mas pelo menos deu um up no episódio! Lyndsey fez uma versão muito fofinha da música da Meghan Trainor, e embora eu não tenha gostado da versão de estúdio, sua apresentação ao vivo foi muito boa, e lhe rendeu as 4 cadeiras. E surpreendentemente, ela escolheu a Gwen! Nossa adorei, mal posso esperar para ver como a Gwen vai tratar sua única #4chairs (até aqui, pelo menos). Nota 7,0

Nye: Não curti a parte corrida da música, mas gostei bastante da voz dela e do arranjo no geral. Espero ver mais dela em outras músicas porque ainda acho que tá longe de ser o melhor que ela possa fazer. Não achei nenhum pouco que merecia #4chairs. Inclusive tá difícil um Booomm nessa temporada, né? Nota: 7,5

.

Joe Maye – “Word Up!” by Cameo

Joe vem de Baltimore, trazendo um ar soul para o programa. A escolha musical foi interessante, mas ele parecia fora do ritmo e exagerou muito nos gritos e grunhidos. O resultado foi nenhuma cadeira virada. Acredito que os conselhos de Blake foram interessantes, assim como os de Pharrell. O cara é bom e tem a chance de voltar de novo. #ELIMINADO

.

Manny Cabo – “Here I Go Again” by Whitesnake

Manny é um fotógrafo que gosta de cantar nas horas livres. Ele veio ao programa com uma escolha musical boa, bem rock, e foi bem. Os agudos, os falsetes e a consistência de sua voz foram decisivos para que ele conseguisse virar todas as cadeiras. #4chairs Foco em Blake tocando a guitarra imaginária. HAHAHA Depois de muito lenga-lenga sobre como cada coach poderia ajuda-lo no programa, Manny escolheu Adam. Uma combinação interessante para o decorrer da competição. Nota 8,5 para o tiozão. #TEAMADAM

Luana: Já faz um tempinho desde que tivemos um rocker decente no programa, né? Manny não é lá essas coisas de impressionante, mas sua última nota foi ótima e me pegou de surpresa. Amei a songchoice, amei as unhas pintadas de preto, amei a atitude! Haha. Manny virou as 4 cadeiras e acabou se juntando ao Team Adam. Nota 7,5.

Nye: Oremos ao senhor. Uma performance realmente boa. Começou maravilhosa e término excepcional com aquele gritinho. Achei que ia ficar na mesmice no meio da música, mas fui surpreendido. Gostei da confiança e da presença de palco também. Um estilo meio cafajeste né? Quem não gosta? Nota: 9,0

.

Madi Davis – “It’s Too Late” by Carole King

Madi veio do Texas, mas não tem nada a ver com os estereótipos do estado. Para sua audição, ela escolheu uma música que não conhecia, mas que me pareceu corresponder à cota indie do programa (ainda mais com aquele chapeuzinho). Gwen e Pharrell viraram logo no início da performance, e usaram unhas e dentes (além do bom humor) para conseguir a garota. Pharrell ganhou a disputa e Madi vai pro exército teen de Ph. Nota 8,0 pra moça. #TEAMPHARRELL

Luana: Awwwwwww, que fofura, gente! Adorei a Madi e fiquei torcendo para ela escolher o Pharrell, inacreditavelmente! Haha. Eu acho que ele pode fazer um ótimo trabalho com ela e mal posso esperar para ver! Nota 7,5.

Nye: Que voz linda e maravilhosa. Já falei aqui que amo essas pessoas de vozes diferentes e lindas? Achei que começou melhor do que terminou, mas já amo forte e quero ela sendo fofa em outras músicas. Nota: 8,5

.

Caleb Lee Hutchinson – “The Dance” by Garth Brooks

Caleb faz a linha Jake Worthington e vem pro country nessa temporada. Por mais que a música seja boa e cheia de significados, o garoto não parece ter muito domínio de sua voz ainda, deixando a desejar em muitas partes. Já que ele tem 16 anos, tem a chance de aprender mais e voltar com mais controle e notas mais acertadas. Vamos esperar. #ELIMINADO

.

COMBO – Riley Biederer – “Invincible” by Kelly Clarkson; Cassandra Robertson – “Ghost” by Ella Henderson; Daria Jazmin – “Dear Future Husband” by Meghan Trainor.

Três meninas combadas no episódio de hoje, que apresentam um bom potencial (e ainda tivemos que aguentar coisas piores no início do programa). Críticas à parte, Riley e Daria foram #TEAMPHARRELL e Cassandra tornou-se #TEAMADAM. Por mais que odeie combos, estou aliviado de ver Pharrell combado. Gente, que que foi isso? Valeu produção! Nota 6,0 para todas.

.

Chris Crump – “Thinking Out Loud” by Ed Sheeran

Chris vem do Texas cantando Ed Sheeran com sua voz suave. A escolha bem batida, casou bem com sua voz, e fez dessa uma blind gostosa de se ver. Todos os coaches viraram rapidamente, garantindo #4chairs para Chris. Achei a suavidade de sua voz, assim como os agudos, seus pontos fortes. Escolhendo Blake, Chris saiu do óbvio e se joga de cabeça numa chance diferente. Vamos ver o que Blake vai aprontar com ele. Nota 9,0 pra ele. #TEAMBLAKE

Luana: OKAY, MEU PREFERIDO DO DIA! Haha. Eu não sei se é porque eu me apaixonei pelo Chris, mas eu simplesmente ADOREI essa audição, uma das minhas preferidas da temporada com certeza! E assim né, que surpresa ele escolher o Blake! Mas quem sabe nesse time recheados de country o Chris não possa se destacar, exatamente por NÃO ser country? Pelo menos é o que eu espero! Nota 8,5.

Nye: Já deu de TOL né? Quem aguenta mais calouro cantando essa música? Ainda mais essa versão bem ruim, sem or. Next. Nota: 5,5

.

Tyler Dickerson – “Hard to Handle” by The Black Crowes (Otis Redding)

Tyler traz sua história triste para o palco do The Voice. Como escolha musical, ele traz mais rock para o programa. Apesar de não ter curtido muito sua voz, achei a música inteligente e faz com que ele possa mostrar seus agudos e a potência de sua voz. Blake virou logo no início e foi o único que virou a cadeira. Um roqueiro no meio dos sertanejos de Blake. Mais alguém ficou tocado pela história dele ou foi só Gwen mesmo? HAHAHAHAHAHA Nota 6,5 para Tyler. #TEAMBLAKE

Luana: Olha lá o chorão. Mas gente, que episódio mais cheio de #1chair foi esse? Tyler, pelo menos na minha opinião, é completamente descartável. Eu não vejo ele indo muito longe, ainda mais no Team Blake. Eu hein, chuta que é macumba. Nota 5,5.

Nye: Até que enfim uma apresentação acima do OK. Não entendi porque só virou uma cadeira, sendo que por bem menos eles viraram 3. Fiquei pensando quando ele conseguia respirar ali. Adorei o estilo rockstar dele e espero que nos presenteie daqui pra frente. Nota: 8,0

.

Jubal & Amanda – “Seven Bridges Road” by The Eagles

Uma dupla para essa temporada. Por mais fofos que parecem ser, Jubal e Amanda escolheram uma música bem chatinha, que eu nem conhecia, mas já odeio. Os dois tem uma grande potência, mas não me chamaram muito a atenção não. Acho que não vão longe, mas tiveram Pharrell e Gwen virando para eles. Antes de escolherem o coach, Jubal ajoelhou no palco e protagonizou um momento inusitado: pediu Amanda em casamento, para delírio da plateia. HAHA No mais, escolheram Pharrell e eu não duvido ver eles nos Playoffs. Nota 6,0 pra essa performance mais ou menos. #TEAMPHARRELL

Luana: As duplas estão oficialmente de volta ao The Voice! Mas olha, nada para se animar demais aqui, embora a harmonia dos dois tenha sido ótima, essa apresentação não poderia ter sido mais linear. Eu sinceramente não consigo vê-los indo longe na competição, mas só Deus sabe o que acontece nesse programa né. Nota 6,0.

Nye: Quando começou a primeira coisa que pensei foi country zzzzz zzzzz zzzzz zzzzz e em dose dupla zzzzz zzzzz zzzzz. E quando terminou eu tive certeza. Não aguento mais tanto country, meu Deus!!!!!! Quando vão parar com isso??? Nota: 6,0

.

Conferindo os resultados de semana passada, temos nesse momento a seguinte configuração:

Untitled 1

E por hoje é isso! Saiba tudo sobre o The Voice com nosso parceiro Grupo Sub Voice, que legenda o nosso reality preferido e ainda disponibiliza as músicas (versão iTunes e das performances) para download. Não deixem de votar na enquete abaixo e nos vemos no próximo episódio!

gerson

gostou da matéria? deixe um comentário!

  • Caroline Azevedo

    Ah! Esqueci de dizer q pra mim, Team Adam e Team Blake estão no mesmo nível por enqto, seguidos de Team Ph e Team Gwen (q tá bem fraco).

  • Caroline Azevedo

    “Luana: OKAY, MEU PREFERIDO DO DIA! Haha. Eu não sei se é porque eu me apaixonei pelo Chris, mas eu simplesmente ADOREI essa audição, uma das minhas preferidas da temporada com certeza! E assim né, que surpresa ele escolher o Blake! Mas quem sabe nesse time recheados de country o Chris não possa se destacar, exatamente por NÃO ser country? Pelo menos é o que eu espero! Nota 8,5.”

    “Nye: Quando começou a primeira coisa que pensei foi country zzzzz zzzzz zzzzz zzzzz e em dose dupla zzzzz zzzzz zzzzz. E quando terminou eu tive certeza. Não aguento mais tanto country, meu Deus!!!!!! Quando vão parar com isso??? Nota: 6,0”

    Esses comentários dos meus amigos paneleiros me traduziram apenas hahahaahah
    Chris <3
    Além dele, só Madi me cativou tb. Por acaso, teve mais alguém? #ironia
    Essa temporada começou bem mais ou menos, me fazendo gostar somente de Jordan, Chris e Madi. Vejamos o q vem por aí…
    E qto a combos… afffff… pq não combar esse povo q não passa? Ou até q combasse só os #1chair? Me dá um ódio básico isso.

  • Fernando

    Fico revoltado com esses combos que eles fazem. Fui atrás da versão de estudio da menina que cantou Dear future husband e fiquei apaixonado pela voz dela, dá de 10 a 0 ne um monte que apareceu. N entendo pq mesmo ela virando 3 cadeiras ficou na montagem!

  • Pingback: The Voice US – S09E04 – The Blind Auditions Part 4 | Panela de Séries()

  • _ sobre a temporada: De fato, as audições estão bem fracas esse ano. Mas o que me faz ter esperança que teremos uma excelente temporada é justamente o fato de termos técnicos excelentes, acredito que teremos boas batalhas e que os candidatos poderão crescer. Até porque eu tenho ciência que nunca teremos uma temporada tão incrível como a 5ª. Aquela lá foi pra lacrar tudo ♥

    _ sobre o country: Gente, fazer o que né? É cultural de lá, o povo gosta. Tipo samba e sertanejo aqui no Brasil. Não dá pra mudar isso ahahahaha
    _ sobre os candidatos: meu candidato preferido ainda é o Jordan, a propósito o time do Adam tá levando uma ligeira vantagem, né? Mas o time da Gwen tá tão jovem e diversificado, acho que ela fará um excelente trabalho e a maioria dos steals virão do time dela.

Gerson Elesbão

Nem tão complicado demais, mas nem tão simples assim: quebra-galho, colunista e seriador. Dificilmente atualiza o Banco de Séries, mas adora gongar as séries amadas pelo público. @gersonelesbao


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu