Os knockouts continuam a todo vapor…

Ola pessoal! A review de ontem ficou enorme, acredito que foi a maior que fizemos até então, mas em um episódio tão bom é difícil ser sucinto. Prometo que hoje a review será um pouquinho menor, afinal são menos performances. Kkkk

Já tinha comentando que amava os knockouts, eles sempre trazem reviravoltas para o jogo, quem diria que veríamos as Gêmeas e Ellie partindo por conta de song choice (a escolha musical teve uns 50% de culpa). Além disso, quem diria que veríamos embates incríveis como Amy vs Madi e Jordan vs Victor, ou ainda Blaine arrasando. Enfim, é uma fase cheia de peculiaridades, e que o artista conhecer a si mesmo e saber escolher a música mais adequada é essencial.

No episódio de hoje com duração de uma hora teremos apenas três nocautes, sendo assim na próxima segunda feira provavelmente teremos seis nocautes e uma performance sendo combada. Os comentários ficam por conta das minhas rainhas Luana e Clarice.

[TEAM GWEN] Korin Bukowski vs Summer Schappel

Uma cantora country contra uma cantora indie, um duelo nada a ver e fora do comum, mas que acabou agitando a todos e tornou um pequeno duelo em algo mais sério.

Korin Bukowski – “All I Want” by Kodaline

Lindomar: Com uma versão delicada, simples e comovente de “All I Want”, Korin mesmo paradinha no centro do palco conseguiu encher tudo com sua voz que parecia preencher o espaço. Eu amei a parte mais suave que ela fez no final, enfim foi muito amor por essa performance de Korin, acredito que ela tem muito a mostrar ainda na competição. Nota: 9,0

Luana: Awwww, gente! Amei a songchoice e pensei que ela faria algo mais próximo à versão da Ellie Goulding e embora tenha sido tão delicada quanto, foi bem diferente, o que acabou me fez amar ainda mais! Adoro a estranheza da Korin e ela vem me ganhando mais e mais toda semana. Hoje definitivamente ela entrou na minha lista de favoritos! Haha. E ela me lembra a Michelle da S4, só que ainda melhor! Aquele falsete dela é a coisa mais linda e arrepia até a alma! Nota: 9,0

Clarice: Korin fez uma apresentação genuína, estava super a vontade no palco e se entregou na performance. Ela teve uma ótima escolha de música, o que tem sido importantíssimo nesses KO, pois grandes pessoas estão indo embora por escolherem uma música errada. Enfim, gostei, mas não amei. Nota: 9,0

Summer Schappel – “Little White Church” by Little Big Town

Lindomar: Summer pode soar genérica as vezes, mas simplesmente adorei ver seu domínio, sua presença de palco, sua animação, acredito que foi melhor que diversos artistas countries que vem se apresentando nessa temporada. Apesar de ver pequenos errinhos no começo, ela conseguiu melhorar e fez uma boa performance, principalmente por ser agressiva e realmente lutar pela vaga na próxima fase. Nota: 7,5

Luana: Nas blinds eu disse que a Summer era a melhor country girl da temporada, embora eu tenha mudado minha concepção devido à meu crescente amor pela Morgan, a Summer continua sensacional! A presença de palco dela é perfeita e amei a agressividade que ela pôs em jogo hoje. Embate difícil para a Gwen, mas concordo 100 % na decisão de avançar a Korin, uma pena não ter rolado steal para a Summer. Menção honrosa: O quão sensacional foi o Adam dizendo que não se importaria de ter o orifício traseiro arrombado estraçalhado pela Summer? Hahaha. Nota: 8,0

Clarice: Summer veio pra matar. Essa música exige muita personalidade e presença de palco e ela correspondeu a todas as expectativas. Dica da rainha Rihanna, ne! =P Summer mandou bem no vozeirão, posso estar enganada, mas deu uma leve desafinada no começo, porém a apresentação em si foi bem agitada e empolgante. Nota: 8,5

DECISÃO: Gwen seguiu seu instinto e foi com Korin, olhando bem foi um pareamento duro. Korin era a favorita, mas Summer nos surpreendeu e entregou uma bela performance também, porém séria burrice não avançar Korin, principalmente após as eliminações de Lyndsey e Ellie.

[TEAM ADAM] Keith Semple vs Dustin Christensen

Um pareamento que me surpreendeu, pois eu esperava ver James vs Keith e Dustin vs Shelby, mas olhando bem as opções de Adam foram ainda mais coerentes. Nenhum dos dois desponta como favorito, mas vem de bons momentos nas batalhas, enfim, vamos lá.

Keith Semple – “I Want To Know What Love Is” by Foreigner

Lindomar: Quando vi a canção escolhida por Keith fui direto ao túnel do tempo e lembrei de Terry McDermott arrasando no palco do The Voice com essa mesma canção. Keith fez uma boa performance e se avaliarmos que essa música tem uma puta de uma carga emocional e exige vocais e respiração apuradas, ele foi muito bem, não foi tão espetacular quando sua batalha, mas foi bem, só diria para ele tomar cuidado com aqueles braços, dependendo da escolha musical não fica tão legal vendo ele ficar todo se sacolejando a performance inteira. Nota: 8,0

Luana: Não sou a maior fã do Keith, mas adorei sua batalha e sabia que esse KO seria o divisor de águas para formar minha opinião sobre o moço. Claramente Keith adotou uma estratégia alá Terry McDermott e veio de um clássico pop/soul dos anos 80. Foi inevitável para mim não compará-lo ao roqueiro da S3, o que tirou um pouco do brilho da apresentação do Keith para mim. Mas adorei o registo baixo dele, de verdade mesmo, super acho que ele deveria explorá-lo mais. Nota: 7,5

Clairce: Adoro as apresentações do Keith, ele sempre vem com bons vocais e ainda vem com umas músicas que eu adoro. Entre Dustin e ele, obviamente escolheria Keith porque o achei superior hoje. Nota: 9,0

Dustin Christensen – “Free” by Zac Brown Band

Lindomar: Definitivamente as músicas dessa Zac Brown Band dão soninho, ontem foi Barrett que ainda assim conseguiu fazer uma boa performance e hoje foi Dustin. Tirando o começo onde seu timbre meio rouco se destacou, achei o resto da performance bem chata e em alguns momentos senti que ele estava um pouco fora da melodia da canção; Enfim, não curti muito. Nota: 6,5

Luana: Sempre achei o timbre do Dustin bem interessante, mas confesso que depois das blinds e das battles, se tornou algo bem maçante! E a songchoice não ajudou em absolutamente nada, a música não tinha nenhum grande momento onde o Dustin pudesse fazer sua estrela brilhar e senti que a apresentação ficou na mesma marcha do começo ao fim, super entediante. Nota: 6,0

Clarice: Dustin é um bom cantor, seu steal nas Battles foi merecidíssimo, mas achei a apresentação morna. Faltou um grande BOOM na apresentação, eu sempre espero isso, achei tudo linear demais. Rihanna o ajudou muito nos ensaios, ele cantou bem, mas ainda assim achei que ele poderia fazer mais. Nota: 8,5

DECISÃO: Adam tinha um roqueiro de um lado e um cantor mais folk/soul/country do outro, eram dois opostos. Se formos avaliar pelas performances de hoje, Keith foi muito melhor que seu adversário, fez uma boa performance e ainda fez algo diferente do que tinha feito até então, sendo assim não dá para contrariar a decisão de Adam Levine.

 [TEAM PHARRELL] Darius Scott vs Morgan Frazier

Como mencionarei no final dessa review, esse pareamento não fez e ainda não faz sentido para mim.

Darius Scott – “On Broadway” by George Benson

Lindomar: Podem me xingar, mas achei uma performance bem sonífera principalmente no começo, a música era extremamente chata, mas como já disse em uma review anterior, sou péssimo para criticar algo de cantores de soul, eles nunca me agradam e as músicas também não! Enfim, tentando falar sobre a performance, achei que do meio pra frente Darius começou a dominar o ambiente e se soltar mais, ele teve mais domínio sobre tudo e mostrou sua natural presença de palco, sua performance começou a ganhar vida. O que mais posso falar sobre Darius? Ele tem um ótimo controle vocal, e consegue usar bem seus recursos vocais, só queria ver ele com músicas mais atuais. Nota: 7,5

Luana: Gosto do Darius, gosto de sua voz, gosto de suas dinâmicas, gosto da presença no palco, gosto do soul, gosto da vibe, mas… As songchoices dele não agregam muito, na minha opinião. Darius tem uma grande voz e dinâmicas espetaculares, com a música certa (e algo mais atual) ele poderia simplesmente entregar uma performance exemplar! Mas não é o que vem acontecendo, o que é um turn off e tanto para mim. E até hoje me pergunto o motivo do Pharrell não ter colocado Mark vs Darius, pois era um emparelhamento que eu “previa” desde as battles. Nota: 7,0

Clarice: Pharrell tem sérios problema com pareamentos! Colocar Darius x Morgan? 2 cantores nada a ver um com o outro? Afff… assim não dá pra te defender, migo! Enfim, Darius teve sua battle combada, então nem pudemos ver muito dele, mas ele provou porque merece estar aqui, sua performance foi boa e ele mostrou todo seu poder vocal. Está longe de ser meu cantor favorito, mas ok. Nota: 8,5

Morgan Frazier – “Even If It Breaks Your Heart” by Eli Young Band

Lindomar: Pensei que iria amar pelo começo e pelo que vi no ensaio, porém Morgan foi apenas decaindo, seu timbre que sempre foi o diferencial de suas performances ficou meio apagadinho e de certa forma soou irritante. Ela parecia um pouco atrasada em relação à música em alguns momentos e teve dificuldades nas mudanças de tons durante a performance. Definitivamente ela não merecia um steal aqui, mas sabendo do potencial que ela tem, de seu lindo timbre, acho que o steal de Blake pode não ter sido total desperdício. Nota: 7,5

Luana: Morgan é minha country sweetheart. Desde que foi injustiçada em sua batalha, ela está na minha lista de preferidos, e lá no fundinho fiquei feliz por ela ter saído do Team Blake. Sua apresentação foi muito honesta e podíamos ver o quanto isso é importante para a menina. Pode não ter sido tão boa quanto sua blind, mas foi melhor que sua batalha e o suficiente para me fazer querer declará-la a vencedora deste nocaute, o que acabou não acontecendo. Sorte que o Blake roubou a menina de volta, depois da cagada da Amy e o Adam salvando a pátria, senti que o Pharrell (em escalas menores) fez isso de novo e desta fez o Blake estava lá para amenizar a merda. P.S.: Já é a TERCEIRA temporada seguida que o Blake manda alguém embora nas battles, a pessoa acaba levando um steal, é largada nos KOs e o Blake rouba de volta (Craig, Hannah e Morgan). Tá na hora de mudar o disco, né tio Blake? Ficaria muito grata. Nota: 8,0

Clarice: Gosto muito da Morgan, timbre dela me agrada muito… e nem sou dessas que gosta de muitos country’s! hahahaha A apresentação dela foi muito boa, com notas altas e sustentadas. Bem óbvio Pharrell escolher Darius, e gostei que Blake a roubou de volta. Foi merecido. Nota: 9,0

DECISÃO: Pharrell fez um pareamento sem pé nem cabeça, sinceramente eu colocaria essa equipe dessa forma: Mark vs Darius; Siahna vs Amy; Madi vs Morgan e Evan vs Tim. Olhando bem Pharrell fez combinações imprevisíveis que acabaram dando nisso. Sobre sua decisão era questão de gosto, particularmente eu prefiro Morgan e a levaria para a próxima fase.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Se ontem aquele senso de coerência dominou, hoje acredito que não foi muito diferente, com exceção do steal mal utilizado de Blake Shelton, que poderia muito bem ter salvo Andi & Alex na noite anterior ou Summer que simplesmente arrasou. Korin é a mais nova surpresa, ela já vinha de boas performances, mas hoje ela se colocou como um das artistas mais diferentes e singulares desta temporada. Abaixo o ranking desta temporada com os classificados para os playoffs. Imagem1Os nocautes estão incríveis até aqui, tivemos performances maravilhosas ontem e hoje pelo menos uma que fez valer a pena assistir este episódio. Na próxima semana temos alguns destaques para disputarem vagas nos playoffs como Emily, Shelby, Siahna e Mark. Os pareamentos para semana que vem, são os seguintes:

[TEAM PHARRELL] Evan McKell vs Tim Atlas [CONFIRMADO]

[TEAM PHARRELL] Mark Hood vs Siahna Im [CONFIRMADO]

[TEAM GWEN] Regina Love vs Riley Bierderer [CONFIRMADO]

[TEAM GWEN] Kota Wade vs Jeffery Austin [CONFIRMADO]

[TEAM ADAM] Shelby Brown vs James Dupré [CONFIRMADO]

[TEAM BLAKE] Chris Crump vs Zach Seabaugh [NÃO CONFIRMADO]

[TEAM BLAKE] Emily Ann Roberts vs Nadjah Nicole [NÃO CONFIRMADO]

E agora vamos mudar o assunto, fugir um pouquinho do episódio e comentar sobre algo que vem dando o que falar nessa temporada:

#SHELFANI

Sei que não está muito relacionado com o episódio de hoje, mas reservei esse finalzinho para comentar do nosso novo shipp: SHELFANI! Recentemente Blake Shelton se separou de Miranda Lambert e algumas semanas depois Gwen Stefani anunciou sua separação de Gavin Rossdale. Existem diversos rumores de uma relação dos dois nos tabloides americanos, não sabemos se é verdade, mas nos paneleiros já amamos. Buscamos algumas fotinhos no Instagram e sinceramente já queremos #SHELFANI juntos. Eles combinam demais! Mas vamos esperar sair algum anúncio oficial. Recentemente em entrevista Blake negou qualquer tipo de relação com Gwen, e sinceramente acredito que seja só amizade, mas nunca se sabe…

ShelfaniAinda ontem tivemos no programa de Jimmy Fallon a participação dos nossos quatro coaches. Eles jogaram um pequeno game onde cantariam músicas sorteadas por seus colegas. Tivemos Adam cantando Britney Spears, Blake cantando “YMCA”, mas o grande momento ficou por conta de Gwen Stefani que no finalzinho do quadro chamou Blake para cantar. Vocês podem conferir clicando aqui.

Imagem1Enfim, nem vou comentar mais nada, mas só digo que quero #SHELFANI juntos! haha

Espero vocês nos comentários com as opiniões sobre as equipes. O que estão achando dos nocautes até agora? Que time está mais forte para vocês? Vocês acham que #Shelfani é real?

Não se esqueçam de conferir a página do nosso parceiro Grupo Sub Voice, que legenda o nosso reality preferido e ainda disponibiliza as músicas (versão iTunes e das performances) para download.

lindomar

Lindomar Albuquerque
Lindomar Albuquerque

Canceriano com ascendente em Sagitário, ou seja UMA ÓTIMA PESSOA! Atualmente um louco que faz Doutorado e que já se formou em Química. Viciado em The Voice, séries e Indie Rock. Gosta de gastar o tempo que não tem para escrever sobre The Voice, The Flash, Bates Motel, Orphan Black, The Vampire Diaries e Westworld.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: