O fim da temporada chegou, mais uma vez temos aquela final que deixou um gosto agridoce para a maioria dos fãs do programa que ainda não acreditam na eliminação de Amy Vachal e Madi Davis e na classificação direta de Barrett Baber.

Nessa noite o programa mudou seu esquema para a final, adotando a extinção das canções originais que mostravam um pouco de como o artista seria, que linhas ele queria seguir,e substitui por uma semana temática de músicas de NATAL, eu quis morrer minha gente, músicas de NATAL? No lugar dos singles originais maravilhosos?? Pelo menos não sofri pela ausência de um single original de Amy.

Além da música natalina, nessa primeira noite, teremos a apresentação de um cover e de um dueto com o coach, totalizando doze performance, três de cada finalista. Já adianto que tivemos uma noite que me decepcionou de forma geral, achei que as músicas poderiam ter sido melhores, que essa coisa e colocar o povo para cantar coisa de Natal entra para a lista das piores ideias da produção do programa: Battle Rounds 2, Wildcard S7, Wildcard S9, e agora Christmas Songs!

#TeamADAM – JORDAN SMITH

FB_IMG_1450068067226

Jordan Smith – “Climb Every Mountain” by The Sound Music

Lindomar: Sinceramente, não esperava que ele fosse para algo gospel em seu cover, tinha dúvidas sobre o que ele escolheria para a final, se iria de Whitney, Celine, e veio isso, decepção! Sobre a performance foi boa, teve aquela voz espetacular de Jordan, aquela performance cheia de efeitos, mas queria realmente ver Jordan se desafiando nessa última semana, trazendo algo novo, indo para o pop com significado que ele afirmou em uma entrevista que seria o estilo que ele seguiria após o show, além disso achei que ele poderia fazer um pouco mais em alguns momentos. Nota: 8,5

Luana: Vale dizer que NADA superará “Somebody to Love”, em anos. Mas adorei o clima dessa apresentação, achei bem urban conceitual o Jordan numa bandeja no meio do palco! Hahahaha. Adam parece ter uma coisa por músicas de musicais na final, mas essa é realmente muito linda e tem uma mensagem muito significante também, e acho que Jordan foi totalmente capaz de transmiti-la! Nota: 9,0

Carol: Sou bem suspeita pra falar de Jordan porque eu, simplesmente AMO a voz dele e desde sempre foi o meu favorito. As alternâncias da voz que ele fez na apresentação foi bem lindo, mas a música deixou um pouco a desejar e, por isso, não acho que ele pôde arrebentar a boca do balão como sempre.  Nota: 8,5

Dam: Que coisa linda de se ver minha gente! Não tenho mais o que dizer para essa criatura. Gastei todo o meu dicionário de bordões bafônicos com ele. E como de costume, Jordan lacrou mais uma vez. Nota: 9.0

Jordan Smith & Adam Levine – God Only Knows by The Beach Boys

Lindomar: Admito que inicialmente quando descobri a song choice me decepcionei, após ouvir o preview fiquei confuso, e quando vi ao vivo, simplesmente amei. Adam e Jordan fizeram o impossível e trabalharam em uníssono, em sincronia, conseguiram casar suas vozes que são bens diferentes e com alcances bem diferentes, fizeram algo diferente do usual, mas preferia ver algo mais arriscado da parte de Adam, já que Jordan pode fazer de tudo, algo mais ANIMADO. Nota: 9,0

Luana: Posso ser sincera? Quando ouvi o preview e notei que eles estavam cantando em uníssono, pensei “meu Deus, olha esse Andi & Alex masculino, e isso vai lá prestar?”, mas SURPREENDENTEMENTE ao vivo a história foi outra, eles me presentearam com um dos duetos mais doces que eu já tive o prazer de assistir! Sem gritos, sem overdone notes, sem grandes produções. Sei que para muitos deve ter sido estranho assistir um dueto inteiramente em uníssono, mas eu achei surpreendentemente meigo! Nota: 9,0

Carol: Eu AMEI o dueto, achei tão amor! Adam e Jordan em uníssono, sem sair do tom, super bonitinho. Desde o preview achei uma gracinha, mas no ao vivo ficou mais bonitinho ainda. Na minha opinião, o melhor dueto da noite. Nota: 9,5

Dam: Nunca vomitei tanto arco-íris, como eu vomitei nesse dueto. Que coisinha mais gostosa de ver minha gente. Eu não vi Adam e Jordan no palco, eu vi dois ursinhos bem peludinhos soltando glitter, e várias bolhas de sabão tomando conta do ambiente. Simplesmente amei. Nota: 9.5

Jordan Smith – “Mary, Did You Know” by Kenny Rogers and Wynonna Judd

Lindomar: Gente, não sei porque a forma do toque dessa música me fez pensar no Zorró, sabe-se lá porque! auhauhuah, Jordan arrasou nos vocais, veio impecável, acredito que a questão das firulas e do alcance foram deixadas mais de lado aqui, Jordan quis em seu último momento nessa final mostrar fragilidade, mostrar conexão, mostrar uma beleza diferente de sua voz, e para mim conseguiu. Nota: 9,0

Luana: A música de Natal que menos parecia música de Natal! Tinha um toque mexicano nisso ou o que?! Haha. Enfim, não vimos nada do Jordan como semana passada, claramente, mas eu acredito cegamente que o que ele fez hoje é o que O FAZ feliz. Lacre por lacre tivemos semana pós semana, tivemos semana passada mesmo. Mas essa música tocou meu coração sim, e só me mostrou que sim, ele merece DEMAIS levar essa temporada, adoro a pureza do que ele faz, é muito tocante e relevante. Nota: 9,0

Carol: Engraçado, as músicas de Natal que eu achei que fossem ser mais bleh, alguns artistas se saíram melhor nelas, assim como Jordan. Eu adorei essa apresentação dele, teve várias notas altas, falsetes e acho que pro que a música se propõe ele deu o melhor. Ia dar 10, mas lembrei de “Somebody To Love” na semana passada e não consegui 😛 Nota: 9,5

Dam: Viaaaaaaaado, você veio aqui e deixou sua assinatura de lacre na minha cara! Ameeeei Jordan no meio daquele palco em forma de sol, representando o brilho dele queimando as inimigas. E mesmo não sendo o lacre que eu estou acostumado a ver, Jordan fez a melhor performance de natal, sem dúvidas. Nota: 10.0

#TeamBLAKE – EMILY ANN ROBERTS

FB_IMG_1450068071303

Emily Ann Roberts – “Blue Christmas” by Elvis Preasley

Lindomar: Como diria Christina Aguilera o PALCO ESTÁ LINDO, porque o resto foi bem triste de assistir. Pareceu que ela ficou falando BLUEEEEE o dia inteiro, foi péssimo, terrível, sua voz super anasalada estava incomodando novamente e todo progresso que ela teve até aqui se foi. Nota: 6,5

Luana: Nossa, que vestido lindo, cabelão solto, bem legal a decoração “bulue” de natal… Eu me prometi que entraria no espírito natalino, então né, vamos tentar aqui. Emily é super doce e a música é também, hmm… Ela parecia um bibelô de porcelana muito lindo e… Bem, É NATAL! :'( Nota: 8,0

Carol: Já acabou, Emily? Foi assim que me senti durante essa apresentação inteira. Parece que eu tinha voltado no tempo e estava vendo aquela Emily que ainda não tinha evoluído nada, sem presença de palco, meio morta e a voz bem chatinha. Pra mim, a pior apresentação da noite. Nota: 7,0

Dam: Como Deus não deixa ninguém enganado, Emily voltou a ser o bom e velho sanduiche de chuchu com nada dentro. O que foi isso, Inês? A performance foi tão chata, mas tão chata que a minha vontade era de subir naquele palco, tirar ela dali na base do tapa e esfregar a cara dela no asfalto até ficar da cor vermelho sangue. Nota: 5.0

Emily Ann Roberts & Blake Shelton – Island In The Stream by Kenny Rogers

Lindomar: Sandy e Junior, Emily e Blake, as duplas se formando haha Gente, tenho que admitir que adorei, só estranhei a escolha musical para os dois, e os dois se olhando a todo momento, como se tivesse rolando algo! hauhauhauha Queria uma câmera filmando a carinha de Gwen nessa performance. Sobre a performance, os vocais estavam ótimos, os dois super em sintonia e capricharam demais. Nota: 9,0

Luana: Gente, a letra dessa música é bem tensa para se cantar com uma menina de 17 anos! HAHAHA, e eles ainda fizeram o favor de cantar olhando um pro outro, MUITO ESTRANHO! Mas fora essa tensão pela letra da música, ADOREI! Achei super lindo, bem melhor que a música de natal da Emily, gostei de verdade! Nota: 9,0

Carol: Um ótimo dueto. Quando ouvi o preview, não dava muita coisa, mas a apresentação foi muito boa, bem executada e Emily voltou ao normal, tava mais segura no palco, a voz mais firme e execução vocal melhor. Além disso, a voz do Blake combinou ajudando a melhorar a dela.  A letra que era meio estranha pros dois cantarem se olhando e tal, maaaas… superemos rsrsrs. Nota: 9,0

Dam: Avisem a Sandy que ela tem uma cover não oficial participando do The Voice. Amei esse dueto, Blake saiu da linha dor de corno e foi para uma linha mais descaradinha com a Sandy Barbie e ficou muito legal. Amei essa vibe meio Grease, Nos tempos da brihantina que a música tem. Nota: 8.5

Emily Ann Roberts – “Burning House” by Cam

Lindomar: Eu simplesmente AMEI, desde o cenário com a casa literalmente pegando fogo ao fundo, a sua voz que estava perfeita, aliás essa noite foi cheia de performances mais intimistas, ninguém quis se soltar muito, adorei ver ela extremamente sintonizada com a letra da música, amei o cabelão cacheado que ela trouxe diferente, gostei de tudo que vi nessa performance, bem diferente da primeira. Nota: 9,5

Luana: Nossa, dentre todas as performances paradinhas da Emily, incluindo aquele gospel lá dos playoffs, essa foi minha preferida! Teve uma glory note BELÍSSIMA perto do fim e eu realmente pude sentir a mensagem da música. Sei que vai ter muita gente amargurada da vida reclamando das songchoices de hoje, mas sabe do que? Eu quero negatividade é bem longe de mim! Não curtiu as songchoices? Não assiste, ponto. Nota: 9,5

P.S: Emily, Barrett, Jeff e Jordan foram lindos sim, e essa apresentação foi belíssima igual. E pra quem não gostou… Paciência, né amores, ano que vem já tem outra season, sejam felizes por lá 🙂

Carol: Preciso comentar o quanto ela ficou linda com aquele cabelo cacheado, acho que ela deveria adotar pra vida. Mas, enfim, falando da apresentação, achei boa, ela teve uma boa execução vocal, mas o fato de parecer estar perdida no palco me incomodou, faltou presença de palco. Sei lá, não achei nada demais. Nota: 8,5

Dam: GENTEEEEEEEE, quem diria que em uma final tão fraca como essa, a Sandy iria ser um dos destaques da noite em? Pela primeira vez, eu pude perceber a Emily em sincronia com a letra e com o sentimento que a música pedia.  No final ela ainda me soltou uma nota de diva country que nem a Taylor Swift na sua época de ouro como Paula Fernandes soltou. Com certeza ela se redimiu por todas as suas performances inexpressivas e sem graça. Nota: 10.0

#TeamBLAKE – BARRETT BABER

FB_IMG_1450068079549

Barrett Baber & Blake Shelton – “Rhinestone Cowboy” by Glen Campbell

Lindomar: Sem dúvidas a performance mais engraçada da noite. Blake e Barrett cantaram uma música que parecia ser de Reginaldo Rossi, Amado Batista, um brega sofrido, hahaha Falando do Cowboy, e o sono bateu forte aqui, fiquei igual Adam Levine quase dormindo durante a performance, foi bem chatinho, me senti vendo aquela música: Garçom, aqui nessa mesa de bar… Nota: 6,0

Luana: Então.. E esse brega hein, gente?! Hahaha. Bem, é country, bem Blake e Barrett né, o que mais a dizer? Hmmm… Tem quem goste, vamos aplaudir e tentar seguir aqui. Nota: 7,5

Carol: Um dos piores duetos da noite. Achei bem cafoninha esse dueto por conta da música rsrsrs. Faltou voz pra Blake em alguns momentos, mas Barrett compensou, porém nada que me animasse ou que chamasse a atenção vocalmente. Foi bem “Meeeh”. Nota: 7,5

Dam: Amado Batista feat Reginaldo Rossi. A única definição que eu podia dar para esse dueto. Porque isso foi música de corno, performance de corno, era tudo tão corno que a única palavra que me vem a cabeça é: CORNO. Nota: 5.0

Barrett Baber – Die a Happy Man by Thomas Rhett

Lindomar: Primeiro amei esse cenário. A NBC gastou todo o gelo seco de Los Angeles para fazer ele, sensacional, segundo finalmente voltei a gostar de uma performance de Barrett, seus vocais estavam bons, ele se conectou com a música e conseguiu levar a mensagem a todos ali presentes, sua voz não falhou tanto como vinha falhando, gostei muito do que vi. Nota: 9,0

Luana: O meu preview favorito! Embora ao vivo não tenha sido “wowww, que coisa de outro mundo”, foi muito bem executado, ainda mais se avaliarmos que Barrett nem deveria estar ai. Eu gostei bastante e o cenário estava BELÍSSIMO! Me fez me sentir 2% menos mal por Barrett estar nesta final. Nota: 9,0

Carol: Antes das apresentações, achava que Emily iria ficar com o segundo lugar, porém Barrett se destacou bastante diante dela essa noite e acho que mereça o vice campeonato, já que acho que vai ficar entre os dois a disputa. Gostei bastante dessa apresentação de Barrett, me lembrou um pouco a blind dele. Nota: 9,0

Dam: O meu cowboy sempre nos trouxe performances medianas, que não eram ruins, mas, também não eram excepcionais. Estou apaixonada, mas não sou tontiane e nem burra de achar que o Barrett merecia estar na final, sendo que tinha gente melhor que ele para ocupar seu lugar. Nota: 8.0

Barrett Baber – “Silent Night” by Christmas Song

Lindomar: SOCORRO, ele cantou NOITE FELIZ, huauhahuahu. E até que não foi ruim, ele manteve os vocais sólidos e foi até o fim sem grandes erros, porém para mim essa música e Barrett definitivamente NÃO COMBINAM.Nota: 7,5

Luana: NOOOOITE FELIZ, NOOOOITE FELIZ! Hahaha. Ai gente, Barrett foi ótimo, posso nem falar mal! Eu sinceramente pensei que a voz dele fosse falhar umas 6565656x, mas no entanto, o homem segurou bem até o fim! Adorei! Nota: 9,0

Carol: Melhor apresentação de Barrett dessa noite. Não esperava nada dessa música, achava que ia ser bem sono, mas a técnica vocal e interpretação de Barrett superaram a música batida e surpreendeu. Podem me julgar, mas por mais que eu preferisse outra pessoa na final, achei justo ele estar na final depois do que apresentou hoje. Nota: 9,0

Dam: GENTEEEEEEEEEE! Eu acho que a missão do Blake hoje foi gongar meu boy, não é possível um desastre desses. Primeiro aquele belo dueto de corno e agora ele me vem com SILENT NIGHT. Foi a pior performance dele sem dúvidas. É por isso que eu odeio as songs de natal, só prestam para deixar tudo sem graça e me lembrar de que a temporada de uvas passas está chegando. Nota: 6.0

#TeamGWEN – JEFFERY AUSTIN

FB_IMG_1450068075815

Jeffery Austin – “O Holy Night” by Christmas Song

Lindomar: Estávamos precisando de um lacre de natal não é mesmo? E ele veio, Jeffery fez uma performance tocante com “O Holy Night”, e melhorou o nível dessa final que tava indo de mal a pior, seus vocais estavam impecáveis, sua leve rouquidão deu um toque especial a essa bela apresentação que foi presenteada com um lindo cenário. Nota: 9,0

Luana: Ah, a canção de ouro do natal! Não é natal sem “O Holy Night”, né gente? Hahahaha. Jeff finalmente veio nos salvar de um penhasco que estávamos em queda livre, lol! Obrigado Jeff, dentro das possibilidades foi lindo! Nota: 9,0

Carol: Quando Jeff entrou pra cantar essa música lá no início do programa, estava ansiosa por um lacre, mas não foi bem assim. Ele foi bem sim, sempre interpretando muito bem, mas não teve nada que me fizesse dizer “Agora sim!” e achei um nível bem mediano. Bom, mas nada de chamar a atenção como a música prometia. Nota: 8,5

Dam: Ameeeeeeeeei! Fiquei muito arrasado ao perder Amy e Madi nessa final, mas eu tenho que concordar que o Jeff merece e muito estar na final. Ele conseguiu me fazer gostar de uma música de natal, além da música da Simone. Nota: 9.0

Jeffery Austin & Gwen Stefani – “Leather and Lace” by Stevie Nicks

Lindomar: Que tristeza foi isso aqui minha gente, Gwen Stefani cantando alto e suprimindo a voz de Jeffery, sendo que ele já tava se matando pra cantar um tom acima, quando ele fazia os solos até melhorava no conjunto, mas quando juntava ambas as vozes, não tinha sincronia, não tinha nada, eles deviam ter se inspirado em dueto de Adam e Stevie para essa mesma song, porque foi bem sofrível. Nota: 6,5

Luana: Ai gente, por que a Gwen tem que ser tão estranha ao vivo? :/ Tirando os momentos tensos e as harmonias meio off… Eu curti bastante. Eu adoro a música, então acho que ajuda bastante. O Jeff é ótimo e fez o que pode pra manter o nível da canção, achei muito digno, e a energia dos dois juntos é ótima também! Pode não ter sido perfeito, mas eu gostei bastante. Nota: 8,0

Carol: O problema dessa apresentação chama-se: Gwen Stefani. A voz dela me incomoda muito porque não acho nada boa e pra completar, quando juntou com a de Jeff, ele teve que cantar um tom acima do que canta pra conseguir acompanhar o ritmo dela e não sumir. As únicas partes boas foram as dele cantando sozinho. E já que era um dueto, o pior da noite. Nota: 7,0      

Dam: Visualmente falando foi lindo, mas o dueto no geral foi tão estranho, parecia que a Gwen estava chapadona e subiu ali só para curtir a vibe, Jeff tava mais deslocado que quebra-cabeça faltando peça. Não sei o que dizer, só sei que foi estranho. Nota 7.0

Jeffery Austin – Stay by Sugarland

Lindomar: AMEIII, melhor performance dessa noite, não que isso tenha sido muito difícil! kkk, Jeff como sempre costuma arrasar com músicas mais emocionais, achei inteligentíssimo pegar essa música country e trazer pra sua área, valorizou sua rouquidão, sua voz, sua força, tudo de melhor que existe em sua voz foi valorizado nessa song. Nota: 10

Luana: MEU DEUS! ALGUÉM ME EXPLIQUE POR QUE ISSO NÃO FOI PIMP?? NÃO TEM DESCULPA, SUA PRODUÇÃO LIXOSA!!!!! EU AMEI, ACHEI TUDO, ARREPIEI, VIADO QUE LACRE! Desculpem a revolta, mas sinceramente, isso não merecia pimp, não?! Merecia sim! Jeff, obrigado por entregar performances maravilhosas nessa noite! Nota: 10

Carol: Sem dúvida nenhuma, a MELHOR apresentação da noite. Achei que fosse dar meu 10 essa noite pra Jordan, mas o verdadeiro merecedor foi Jeff. Que execução perfeita da música, que interpretação. Foi como uma rajada de vento fresco num calor de matar. Nota: 10

Dam: Pega o lenço que eu to aqui toda chorada e com vontade de ligar para um macho dizendo que eu amo ele. Foi tudo tão lindo, tão tocante que fica difícil falar qualquer coisa desse lacre de Júpiter. E mesmo que isso não se torne real, no meu coração Jeff já é vice-campeão. Nota: 10.0

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Optei por dividir a review nessa final, por conta de logística e do tamanho que ela iria ficar, ficando desconfortável para vocês queridos leitores e para nós paneleiros que montamos as reviews com tanto carinho. Em geral, achei essa final bem fraca, as performances não foram ruins, longe disso, mas com exceção de Jeffery, não teve aquele brilho, não teve aquele momento que você fica UAUUUU pra ninguém, as semi finais deram de DEZ nessa primeira noite.

Vamos a algumas confirmações na segunda noite, teremos performances de Coldplay, Sam Hunt, Missy Elliot, Justin Bieber e The Weeknd, além de todos esses alguns cantores mais famosos Usher e outros Tori Kelly e algumas lendas do country: Wynonna Judd e Ricky Scaggs foram convidados para as performances com os finalistas, mais uma vez, custava colocar Sam Hunt com os finalistas countries, The Weeknd com Jeffery e manter Jordan com Usher? Mais um tiro no pé, abaixo a lista das performances dos artistas com os convidados:

Duetos com as Celebridades
(Team Blake) Barrett Baber & Wynonna Judd – No One Else on Earth
(Team Blake) Emily Ann Roberts & Ricky Scaggs – Country Boy
(Team Gwen) Jeffery Austin & Tori Kelly – Hollow
(Team Adam) Jordan Smith & Usher – Without You

Além disso, segundo algumas fontes dos fóruns de internet, teremos performances entre o finalista e um convidado do top 24, isso mesmo, mudando aquele formato que o finalista trazia vários amigos para performar, agora ele traz apenas UM, os pares aparentemente são os seguintes:

Barrett e Zach

Jeffery e Madi

Emily e Shelby

Jordan e Amy

Para concluir peço desculpas por quase não ter respondido ninguém nos comentários da semana passada, não tive tempo, está sendo tudo muito corrido, mas prometo responder todos assim que possível. Agradeço mais uma vez a todos os nossos leitores e espero vocês logo mais na review dos Resultados dessa Final, e espero que seja mais emocionante, porque foi difícil em alguns momentos.

Saiba tudo sobre o The Voice com nosso parceiro Grupo Sub Voice, que legenda o nosso reality preferido e ainda disponibiliza as músicas (versão iTunes e das performances) para download.

lindomar

Lindomar Albuquerque
Lindomar Albuquerque

Canceriano com ascendente em Sagitário, ou seja UMA ÓTIMA PESSOA! Atualmente um louco que faz Doutorado e que já se formou em Química. Viciado em The Voice, séries e Indie Rock. Gosta de gastar o tempo que não tem para escrever sobre The Voice, The Flash, Bates Motel, Orphan Black, The Vampire Diaries e Westworld.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: