Posts Populares

The Voice US – S12E04 – Blind Auditions, Part 4

Achas que tens o que é necessário para esmagares a minha rata seres um #4chairs?

Olá, meu povo! Eu, Gerson, estou de volta pra mais uma temporada de The Voice! Ao contrário dos meus amigos Paneleiros, sou claramente o mais empolgado, torcendo pra ter um esquadrão country no Team Blake e uns candidatos diferenciados no Team Gwen. Felizmente, eu tenho minhas torcidas, mas tentarei ser justo nas minhas avaliações dos candidatos.

Até aqui, eu diria que temos um equilíbrio entre os teams. Tirando o Team Adam, que está um flop nível season 8, enxergo bons nomes no Team Blake, Team Alicia e Team Gwen. E nesta noite, temos mais alguns pra colocar na lista. Num panorama geral da temporada até agora, eu estou gostando bastante. Muitos reclamam da Gwen, mas eu acho que a mais deslocada ali é Alicia, que parece não interagir muito bem com a bancada. De resto, estou ansioso pelas Battles, quando teremos grandes advisors pra trazer mais conteúdo pro programa!

Sem mais enrolação, Clarice (dona e proprietária da empresa SubVoice) e Nye (problematizadora de plantão) estarão me ajudando com os comentários hoje. Então, caso você tenha algum problema com os nossos comentários, antes de nos atacar lembre-se que são comentários OPINATIVOS, ou seja, sem verdade absoluta, que levam apenas nossa opinião em conta. Ok? Lembrando que nossa escala de cadeirinhas está aí, e você pode entender tudo abaixo. Então bora lá!

Untitled 1

Micah Tryba – “I’m Every Woman” by Chaka Khan #TeamBlake

Gerson: Eu adoro essa música! Achei o início mais calmo meio pombo, mas achei que Micah canta com uma elegância ímpar. Ela desenvolveu bem a música, alcançou umas notas interessantes, e também soltou uns gritos desnecessários. Eu gostei do timbre, gostei da postura do palco, e achei que ela tem potencial.

Cla: Sorry mas eu tenho sempre pé atrás com quem canta Whitney. Micah mandou bem nos vocais na parte lenta e depois seguiu segurando a marimba na parte mais uptempo. Destaque aqui fica pra Alicia toda lindinha cantando a música por trás de sua cadeira. hahaha

Nye: Olha, parece ter bastante domínio de palco e a voz dela é bem trabalhada. Acho que o que não me empolgou TANTO foi a música mesmo. Acredito que com a música certa pode surpreender bastante, pois tem potencial vocal de sobra.

 

Troy Ramey – “Wild World” by Cat Stevens #TeamGwen

Gerson: Mas gente! Que participante interessante! Achei a voz super diferenciada, algumas vezes me lembrou o vocalista do Nickelback, e achei a escolha musical muito inusitada. Me estranhou um pouco o pedestal e as mãos inquietas, mas no contexto geral eu achei bem diferente. Gostei do que vi, apesar de achar demais pra ser um #4chairs.

Cla: Quando foi que Gwen ganhou todo esse poder pra lacrar nos #4Chairs? To bem chock! Música que na versão em PT foi cantada por Pepê e Neném, porém achei Troy mais do mesmo. Não entendi essas #4chairs, achei ele bem mediano e espero que Gwen saiba trabalhar o homem.

Nye: Mas olha aí Pepê e Neném, gente! Vamos comigo “Uh baby, baby nada! Me faz esquecer da nossa história”. Amei a homenagem às rainhas. Mais um forte candidato!

Erica Corbin – “Wade in the Water” by Ella Jenkins #Eliminada

Erica é uma mãe querendo tentar algo mais na vida, mas infelizmente não foi muito bem aqui. Gostei do estilo e da songchoice, mas achei as notas altas meio perdidas e ruins. Poderia ter sido melhor, quem sabe com outra música.

Jack Cassidy – “One of Us” by Joan Osborne #TeamAlicia

Gerson: Olha só, não foi ruim. Comparações com a dona e proprietária da música, a senhorita Sarah Simmons, são inevitáveis. Eu adorei como ele conduziu a música, a forma que ele se conectou e a profundidade da sua voz. No entanto, em alguns momentos a sua voz me soou irritante e trêmula, e isso me incomodou. Uma boa apresentação.

Cla: Assim que vi Jack no piano já o achei a cara de Alicia. Típica dupla coach-act que é inquestionável… mas o melhor foi vê-la comemorando assim que virou como se já soubesse que tava ganho. E Jack é um bixinho ousado por vir só com voz e piano, soou nervoso em alguns momentos, mas todo trabalhado na emoção também.

Nye: Impossível não escutar essa música e lembrar da Sarah Simmons maravilhosa, né gente? Porém, mesmo ele perdendo facilmente pra ela, tenho que admitir que ele fez MUITO bonito. Se entregou bastante, fez uma versão bem focada na emoção e na letra dessa música. Única coisa que estragou foi Alicia vibrando mesmo!

 

Kawan DeBose – “Let’s Get It On” by Marvin Gaye #TeamAdam

Gerson: A audição liberada do programa de hoje. Eu fiquei dividido. Por vezes, gostei muito, por outro lado, achei super exagerada. O cara tem muito soul, isso é óbvio. Ele tem total poder sobre sua voz, e consegue conduzi-la da forma que quer. Além disso, o fato de ele ter se divertido no palco foi um ponto positivo. Me incomodou mesmo foi ele fazer muita coisa. Por vezes, pareceu too much! Eu gostei, mas não sei hahaha

Cla: Minha genteeee… adorei bem muito!!! Que gingadooo, reinou absoluto no palco, puxou a plateia, arrasou nos vocais e atingiu notas que até Deus duvida! #3Chairs com cara de #4Chairs.

Nye: BREGAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA. O que diabos foi aquela jogada de chapeuzinho no chão? Apenas pare! Não gosto muito desse estilo de música justamente por atrair esse tipo cantor forçado. Tem muita cara de Team Alicia/Pharrell no nível de barra forçada. Next!

Taylor Alexander – “Believe” by Cher #TeamAdam

Gerson: Nossa! Eu to aqui de boca aberta ainda! Amei demais essa versão! Fiquei igual Adam, chocado por ele ter feito o que fez com esse hino da Cher. Adorei o registro grave dele, adorei a potência da voz, mas no fim das contas ficou um pouco monótono. Acredito que Taylor está no lugar certo, considerando que Adam é ousado e adora botar seus pupilos pra fazerem versões diferenciadas de grandes músicas.

Cla: JESUS CRISTINHO, ME SEGURAAAA!!! Eu achando que vinha mais um country mais do mesmo e sou surpreendida por essa versão country de Cher!!! Sou fã de novos arranjos pra clássicos, ainda mais quando ousam nesse nível. Olha euzinha curtindo um country! hahaha Beijos e me julguem! :*

Nye: Gente, Cher em country? Estou numa relação de amor e ódio com isso. Amor por motivos de CHER RAINHA DO UNIVERSO PURPURINADO, ódio por motivos de não posso gostar de country. Eu não posso torcer pra country, gente! Batam na minha cara! Eu super viraria para essa apresentação, porém, a voz dele é BEEEEEM comum e linear (nada de novo no mundo country).

 

Gaby Borromeo – “Happy” by Leona Lewis #TeamAdam

Gerson: Gaby foi outra que variou muito. Achei o início ótimo! Aí ficou meio mortinho, ressurgiu no refrão e deu umas osciladas. O salvo foi positivo, mas ficou na impressão de que podia mais. Gostei do timbre, gostei da atitude, gostei da presença de palco e conexão. Falta trabalhar a segurança das notas e os graves, mas com tempo acho que tem chance de melhorar muito.

Cla: Não gostei de Gaby nas partes mais lentas onde muito se ouvia a respiração, mas quando a música subiu e ela mostrou mais versatilidade da voz eu gostei bem mais. Não sei porque, mas ela me passou a impressão que seria uma gritadeira… fui enganada! :/ #SaudadesGritadeiras

Nye: Muito comum e genérica. Não vi nada que a destacasse dos demais participantes. Não que ela seja ruim, mas também não brilha (ao menos não aqui, me surpreenda, gata).

Griffin Tucker – “Heartbreak Hotel” by Elvis Presley #Eliminado

Meu Deus, virou The Voice Kids real! HAHAHAHA Esse menino é muito novinho, mas parece que tem um idoso dentro dele, porque ele gosta de coisas de dois séculos atrás! Chocado. Achei a apresentação bem pombo, com uns problemas de afinação, talvez pela voz dele estar mudando. Se eu fosse ele, esperava amadurecer um pouco mais pra voltar com segurança.

Missy Robertson – “Scars to Your Beautiful” by Alessia Cara #TeamAlicia

Gerson: Eu adoro essa música! Acho a letra incrível e a profundidade da mensagem sem igual. E, sinceramente, Missy não conseguiu me tocar. Foi vocalmente agradável, com um tom legal, as notas bem colocadas, mas não passou disso. A gente espera algo a mais quando se escuta uma música dessas, e não rolou aqui.

Cla: Não sou fã das indies… azamigas paneleiras sempre me matam por isso. Daí vem uma nega que sequer me empolga? I can’t! Única parte que gostei foi quando ela fez algumas notas mais alongadas, mas só isso. PS.: Devolve a peruca pra Katy Perry, colega!

Nye: Amo essa música, mas que cantora de karaokê é essa? Até a parte mais forte da música não teve qualquer destaque. Não tá fácil amar alguém hoje. Me libertem!

  

Aaliyah Rose – “Rise Up” by Andra Day #TeamGwen

Gerson: Não sei o que pensar hahahaha. Assim, achei ok. Aaliyah (que nome difícil) conseguiu se conectar a música, passou segurança vocal, notas bem encaixadas, mas fiquei com a sensação do quase. Fiquei esperando o clímax, esperando ela dar aquele lacre. Não aconteceu e fiquei um pouco decepcionado.

Cla: Ela entrou bem na música, mas ao longo da performance foi super se perdendo e acabou fazendo a pior performance da noite. Sorte dela que Gwen virou quando ainda estava bem! hahahaha

Nye: Curti, e acredito que viraria por encontrar boas qualidades na voz dela que podem ser exploradas mais a frente, porém espero que ela escolha uma música que permita melhores momentos pra ela.

Josh West – “Ordinary World” by Duran Duran #TeamAdam

Gerson: Para tudo! Que cabelão maravilhoso! Mas parei aí. Achei a escolha da música uó! Achei o timbre horrível, a voz anasalada, com aquela boca fechada por uma batata. Ainda to chocado como esse rapaz conseguiu virar todas as cadeiras. Uma benção ele ter ido parar longe do meu maravilhoso #TeamBlake. Hahahahah

Cla: Assim como Jack tem cara de Alicia, Josh tem muuuuuita cara de Adam! Adorei tanto a performance dele, falsete dele foi ótimo e tem futuro já que o garoto só tem 17 anos. PS.: Fico pensando se ele fosse #TeamGwen o que ela iria fazer com o cabelão dele! hahahaha

Nye: Achei a voz um pouco vintage, se é que posso dizer isso. Me lembrou os rocks antigos, não somente pela escolha da música, mas pelo timbre. No começo achei a voz dele bem peculiar e curti bastante, mas quando Adam e Gwen viraram eu questionei se ele merecia que mais alguém virasse, pois falhou LEGAL.

Considerações Finais:

Bom gente, o que vocês acharam do programa? Achei mediano. Alguns bons candidatos, com potencial. Alguns embustes, que vão encher o saco. No geral, acredito que esse episódio foi feito pro Adam encher seu time, porque só deu ele hahaha No fim das contas, o Team Adam deu uma melhoradinha, mas ainda o vejo muito atrás dos outros.

Amanhã eu estarei de volta pra gente ver mais audições, e enquanto isso votem na sua favorita de hoje:

Não esqueçam de checar tudo sobre o The Voice com o nosso parceiro Sub Voice, que traz sempre as legendas e os estúdios pra quem quiser!

Está no ar o 2º recrutamento de reviewers do Panela de Séries! Venha se juntar a nós paneleiros! Saiba mais clicando AQUI.

gostou da matéria? deixe um comentário!

  • Pingback: Panela de Séries » Arquivo » The Voice US – S12E05 – Blind Auditions, Part 5()

  • Marjorie

    Estou de volta! Ia comentar o ultimo review mas devido a overdose de Adam eu me recusei pq não sou obrigada kkk
    Eu tô gostando bastante destas blinds pq o nível dos candidatos no geral é muito bom e sem um vencedor claro. Concordo com muita coisa aqui, acho que os coaches superestimaram alguns. No team Adam o único destaque foi Kawan mas sinto que vai ser um Jason Warrior/Mark do teamP. da vida. De resto ta bem bleh. Alicia tem bons nomes que devem surpreender mas o abre alas é Anatalia. Gwen (por incrivel que pareça) tem mostrado mais poder com o seu team. J Chosen, Troy e Stephanie são destaques, com certeza. Os teens dela não vejo muito futuro. E Blake definitivamente tem o melhor team. É country mas é tudo muito bom de se ouvir, Lauren e Casi já tem minha torcida.
    Esse episodio em si foi bom mas o primeiro foi bem melhor. Destaque mesmo tá sendo o triângulo amoroso Adam-Blake-Gwen. Garantindo otimos momentos fofos e engraçados! ♡
    No mais, só observando o povo que só torcem pro country se for teamAdam… Só digo uma coisa: Blake é rei!
    Bjs Gerson!

    • Gerson Elesbão

      HAHAHAHAHAH Marjorie, pode aparecer sempre nas minhas reviews, adoro seus comentários!
      Eu to bem ansioso pelo decorrer da temporada, porque temos candidatos ótimos. Sobre a bancada, estou achando a interação do triângulo ótima também. Pena que Alicia não entra no clima do amor. Por fim, Blake é rei! Bjs hahahaha

      • Marjorie

        Aww obrigada! Esta season, de cara, tá sendo bem melhor que a última. E sobre Alicia… Tenho uma suspeita que ela tem uma queda pelo Blake e assim fica desconfortável pela Gwen estar lá haha 😡

        • Gerson Elesbão

          MORTO COM AS FOFOCAS DOS FAMOSOS AHHAHAHAHA
          Mulher, tu é muito TV Fama mesmo, hein! hahaha

  • Tatiana

    Olha o Sundance fazendo escola… esse country da Cher foi muito bom.

    • Gerson Elesbão

      Por mais countries assim! <3

Gerson Elesbão

Nem tão complicado demais, mas nem tão simples assim: quebra-galho, colunista e seriador. Dificilmente atualiza o Banco de Séries, mas adora gongar as séries amadas pelo público. @gersonelesbao


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu