Posts Populares

The Voice US – S12E18 – The Live Playoffs, Part 2

#TeamAdam e #TeamGwen! Vamos lá! 

I’m back by popular demand for one last review! Eu mesma Lindomar Welch! 

Olá amig@s de todo Brasil voltei para minha última review de The Voice US! Para quem acompanha sempre nosso site nos KOs foi anunciado que minha rainha Luana iria me substituir daqui pra frente durante meu HIATUS no The Voice USA, pois bem, hoje ela não poderia fazer a review por compromissos pessoais e coube a mim vir aqui fazer minha review de despedida desse reality maravilhoso, estarei impossibilitado de fazer reviews desse reality nessa temporada e na próxima, portanto passo o bastão pros meus amigos Luana e Gerson!

P.S: Eu não podia deixar Gersiane Country vir aqui e destruir #TeamAdam e #TeamGwen logo nos Playoffs!

Hoje os comentários ficam por conta de Rainha Clarice Aguilera e da Rainha Tatiane Sheeran, nossa nova paneleira, vocês poderão amar ela nas reviews do The Voice Australia feitas por ela e mais alguns integrantes do site (incluindo eu) logo mais! Vamos conferir tudo que rolou? Lembrando que hoje tivemos os retornos dos Johnnys como Wildcard, Johnny Hayes pelo #TeamAdam e Johnny Gates pelo #TeamGwen. Vamos conferir o que rolou? Será que Adam Levine e Gwen Stefani farão a nação sofrer como Blake Shelton fez ontem a noite ao não escolher Casi? Let’s see!

♦  TEAM GWEN  ♦

Johnny Gates – “Hands To Myself” by Selena Gomez

Lindomar Welch: Gwen Stefani bebeu muito quando escolheu essa song pra Johnny não? Achei bem nada a ver com ele, apesar dele tentar trazer e fazer uma versão que era mais a cara dele. Ele descaracterizou em muito a música e ficou com aquelas mãos pra lá e pra cá, só sei que senti um pouco de tédio, porque ficou tudo meio repetitivo, uma pena porque adoro ele.

Tatiane Sheeran: Que música é essa, Brasil? A princípio, songchoice erradíssima para o estilo de Johnny, Mas Johnny é tão incrível, tão contagiante, tem tanta energia que até se ele cantar “atirei pau no gato” eu vou achar minimamente decente. Eu achei a voz dele muito boa, mas o que mais me chamou a atenção foi a interpretação e energia, foi sexy e ao mesmo tempo não fugiu do estilo dele. Pra mim foi uma boa apresentação dentro do que ele pode fazer com uma escolha ruim.

Clarice Aguilera: A bixa segue sendo ozadaaa!!! Cantou Lady Gaga, foi eliminado, mas ao voltar canta Selena Gomez! Queria entender o que vocês veem no Johnny, porque eu o acho tão comum! hahaha Hoje ele trouxe uma versão tão diferente de Selenita que não aconteceu. Ficou estranho, ele ficou ali parado o tempo todo quando tem uma presença de palco incrível e poderia ter trabalhado isso.

 

 

Troy Ramey – “A Case Of You” by Joni Mitchell

Lindomar Welch: Saudades emoção, saudades James Wolpert dono desta música, saudades Madi Davis que fez uma boa versão também, Troy me remeteu a apenas saudades durante o tédio que foi assistir isso. Se eu falar que não teve nada bom, estaria mentindo, ele trouxe bons vocais e soube conduzir a canção subindo a altura de sua voz, mas ficou tão sem sal, sem vida, sem emoção, foi fraquinho Troy!

Tatiane Sheeran: Quem me vê pelos grupos do The Voice sabe que eu acho o Troy uma soneca careca. Eu olho pra ele e sinto vontade de dormir, sério. Mas não vou negar que ele tem uma voz lindíssima e com a songchoice certa ele pode render boas apresentações. “A Case of You” foi uma escolha que até combinaria com a voz dele, mas eu não senti a emoção necessária e ele não me pareceu conectado, tanto que perdeu o tempo da música. Acredito que o melhor caminho para ele seguir seja mesmo parecido com o que ele cantou em sua audição.

Clarice Aguilera: Até hoje ainda escuto a versão dessa song do James fofinho Wolpert e confesso que tenho essa música como intocável na competição. Troy trouxe uma versão diferente do que eu esperava, voz e violão, mas o arranjo não me agradou. Depois que ele estragou “Chandelier”, tinha nem que estar aqui…

 

Quizz Swinigam – “My Girl” by Michael Jackson

Lindomar Welch: Olha a voz de Quizz é uma puta voz, mas ele não tem controle sobre ela, diria que se ele tivesse vindo ao programa daqui uns 5 anos ele teria tudo para ser uma daquelas vozes fodásticas que viram 4 cadeiras com justiça, mas hoje ele mostrou que esse crescimento ainda falta, foi tudo tão sem regularidade, sem controle, teve boas notas no meio de tudo e a estranheza de sua voz se destaca, mas no conjunto não ficou legal, aliás longe disso.

Tatiane Sheeran: Migo, era pra você tá na escola aprendendo raiz de delta, mas não culpo você por estar aí não. Deixaram as crianças entrarem, então a gente que se vire e aguente essas vozes que nem amadureceram ainda. Quizz começou bem, mas a voz dele nunca me pareceu tão irritante como hoje. O começo foi bom, mas depois desandou de vez e eu não consegui gostar não.

Clarice Aguilera: O bixinho é ozado, viu!!! Tá sempre pegando músicas maiores que ele, fico até receosa com isso. Pra mim ele não tinha nem que estar aqui, o roubo sequer foi merecido, mas hoje ele estragou um clássico que adoro! Versão bem chatinha de “My Girl”, achei que não fluiu apesar dele ter os vocais até que razoáveis, porém no final ele estragou tudo de vez! Migo, adeus!

   

 

Brennley Brown – “Fly” by Maddie & Tae

Lindomar Welch: SOCORROOO QUE AMEI BRENNLEY DE NOVO, o que está acontecendo comigo? Que garota maravilhosa, que energia, que conexão, me arrepia sempre ouvir Brennley, ela vem pisando em todas countries do #TeamBlake e sambando! Pisa mais Brennley! “Fly” foi uma escolha perfeita e já estou esperando para ver ela cantando “Burning House”.

Tatiane Sheeran: Brennley tinha tudo pra me fazer detestá-la, mas a cada apresentação eu gosto mais. Essa performance em si não foi melhor que o seu K.O, mas mesmo assim essa menina só melhora e tem demonstrado algo que eu aprecio muito em um artista: ela se conecta com que está cantando. Novamente, eu senti verdade no que ela canta e amei até a parte que ela cantou com o violão, depois disso eu achei que ela abusou um pouco do vibrato, mas, de qualquer forma, foi uma apresentação muito boa e eu já consigo imaginar a possibilidade de Gwen ganhar o programa com ela.

Clarice Aguilera: Ahhhhhh minha countryzinha favorita!!! hahaha <3 Brennley veio hoje com uma música que desconheço, mas olhaaaa, nem preciso conhecer porque a song é dela já! Vocais maravilhosos, ela totalmente conectada com a música. Começou introspectiva ali no violão e depois quando saiu melhorou ainda mais. Ahazou!!!

    

 

JChosen – “Nothing Compares 2U” by Prince

Lindomar Welch: Olha que esse aqui é superestimado por vários não é novidade, hoje ele mostrou o quão comum ele é mais uma vez, se Brennley vem em ascensão, podemos dizer que JChosen faz exatamente o contrário, vem caindo em um poço sem fundo, a cada apresentação ele vai piorando, hoje ele não errou nada gravemente, mas foi tão ok, tão sem um falsete, tão sem vontade, parecia que o homem tava sem vontade de cantar, foi pombo, foi fraco e já torço pela eliminação.

Tatiane Sheeran: Eu seria muito injusta se falasse que JChosen é ruim, pois ele não é. Mas depois de 12 seasons, cantores como ele, com essa música e essa interpretação me soam mais do mesmo. Tecnicamente, eu não tenho o que criticar, mas também não tenho o que elogiar, é o famoso rodízio de chuchu com água. Passo.

Clarice Aguilera: Viadoooo, que desgraça foi essa??? Jura que você pegou a song do Prince pra apresentar esse lixooo, JChosen? Vocais péssimos, a introdução da música foi bem ruim que achei até que ele tinha esquecido a letra da música. Ele todo trabalhado na cara de sofrência, mas sofrido mesmo tava pros meus ouvidos! Pior apresentação do JChosen no programa, e olha que até gostava dele… :/

    

 

Hunter Plake – “Elastic Heart” by Sia

Lindomar Welch: Meu Hunter estava pleno e maravilhoso no PIMP do #TeamGwen. Não vou afirmar que foi perfeito, teve uns momentos que tremi na base com medo da coisa desandar, mas no geral ele fez uma versão sua, singela, simplista e linda desse hino da Sia. A forma como ele começou a performance olhando fixamente em uma jovem da platéia agachado foi brilhante, Hunter é meu garoto que se joga nos pop diva, e vem crescendo na competição e mostrando diferentes facetas de sua voz, promete muito ainda.

Tatiane Sheeran: Finalmente, uma apresentação que eu não tenho nada o que reclamar do Hunter. Eu gostei da mudança no arranjo, no jeito mais intimista de cantar, na abordagem que ele deu à música, foi bem o estilo dele. Existem versões dessa música que eu gosto mais, mas achei que ele fez uma versão completamente dele.

Clarice Aguilera: Sempre soube que essa música seria demais pro Hunter! Eu amooo a battle de “Elastic Heart” que foi apresentada temporada retrasada pela Hannah Huston e Maya, algo mais uptempo, porém a versão do Hunter não funcionou pra mim. Ele teve problemas na introdução da performance pois a projeção não funcionou, a pronúncia ficou bem estranha… mas o ruim mesmo foi o refrão, daí passei a odiar tudo! Lindo, me desculpe, mas não deu! hahaha

  

ANÁLISE: #TEAMGWEN

TeamGwen trouxe uma apresentação que chamou em muito minha atenção, Brennley vem crescendo com muita força e começa a despontar como favorita country da temporada, será que Gwen Stefani será a primeira coach a vencer o #TheVoice com Country sem ser do #TeamBlake? Se me perguntassem aqui em quem eu apostaria, seria nela sem dúvidas.

Pensando nas performances apresentadas classificaria o #TeamGwen dessa forma… Brennley > Hunter > Johnny > Troy > JChosen > Quizz… Considerando que provavelmente Johnny não se classificaria pelo público nem seria salvo por Gwen e se a America fizer justiça, eu provavelmente não importarei com quem Gwen salvará.

 

♦  TEAM ADAM  ♦

Johnny Hayes – “Ain’t Too Proud To Beg” by The Temptations

Lindomar Welch: Mas gente estou bem chocado, que vibe maravilhosa, que performance maravilhosa que Johnny fez, muito distinto das anteriores dele, cheia de soul e rouquidão, ele segurou a marimba e se entregou, acabei entrando na vibe dele e definitivamente ele conseguiu me comprar, seria Johnny Hayes o primeiro Wildcard com chances reais de avançar? Let’s see!

Tatiane Sheeran: Replay do K.o? Me pareceu. Uma música chata, mas disfarçada por uma presença de palco incrível e uma voz bem gostosa de se ouvir. Fora isso nada demais, mas que é o suficiente pra ser minha segunda performance favorita do team Adam.Nos ko’s eu tinha notado que ele teve alguns problemas de respiração e algumas passagens de notas, mas aqui ele estava mais controlado e fez uma apresentação regular.

Clarice Aguilera: Uau! Johnny voltou e botou pra quebrar! Performance eletrizante, ótima songchoice inclusive. O final da performance foi a melhor parte, usou sua rouquidão e mandou bem demais. Gosto dele, mas está longe de ser meu favorito! hahahaha

  

 

Hanna Eyre – “Skyscraper” by Demi Lovato

Lindomar Welch: Olha que a música era um verdadeiro teste de cardíaco para Hanna eu não tinha duvidas, “Skyscraper” tem vários momentos altos, momentos onde se exige muita respiração e uma entrega para funcionar. Hanna teve um pouco de tudo, mas em nenhum dos aspectos que citei ela foi UAUUU, ela acabou ficando sí no ok, ela continuou sendo a boa vocalista que é, mas não conseguiu mostrar nada de novo ou o porque ela merece continuar no show.

Tatiane Sheeran: Das teens, Hanna tem o timbre que eu mais gosto, porém é a adolescente mais despreparada na competição. Eu gosto dela pelo potencial e não, necessariamente, pelo que ela já fez no programa. Não que tenha sido ruim, mas em todas as apresentações ela demonstrou certo nervosismo. Nesse caso, o nervosismo foi visível mais que outras vezes e, infelizmente, não tem como defender não. Ela não atingiu algumas notas, interagiu com a platéia no momento que não deveria, não passou emoção. Miga, hoje não deu. 🙁

Clarice Aguilera: Fico tãooo nervosa com esse povo cantando songs da Demi no The Voice, geralmente não dão tão certo… Hanna estava nervosa e deixou isso visível. Vocais oscilaram, ela desafinou em algumas partes e fez a performance mais fraca da noite.

  

 

Josh West – “More Than a Felling” by Boston

Lindomar Welch: Que lacre maravilhoso foi esse do meu roqueiro gótico? Josh West mostrando que é uma versão mais jovem e cabeluda de Terry McDermott. Josh encaixou bons vocais, umas notas e uma certa nostalgia nessa performance, apesar dele ser jovem, é como se fosse uma alma velha poderosa que sabe comandar o palco. Amei o final com aquele grito fino! ADOREI!

Tatiane Sheeran: Ai gente, outra songchoice que desvalorizou horrores a capacidade vocal do Josh. Não que ela tenha muita, mas essas partes agudas ficaram bem ruins na voz dele e achei a apresentação confusa na maior parte do tempo. Ele é muito dedicado, representa um estilo não muito valorizado no The Voice, mas não consigo defender essa apresentação.

Clarice Aguilera: Josh me surpreende pela pouca idade, adorei a songchoice de hoje e a performance foi incrível. Vocais foram sensacionais, a nota no final me deixou sem palavras. E cá estou elogiando Johnny e Josh e mostrando o lado rocker da Clazinha que nem eu mesma conhecia! Okay, ne! hahahaha

   

 

Mark Isaiah – “All Time Low” by Jon Bellion

Lindomar Welch: Mark aos pouquinhos vem me conquistando, ele faz boas performances apesar de sua cara de paisagem. Mas hoje ele resolveu evoluir, trouxe boa presença de palco, colocou o lado popstar teen pra fora e conseguiu ir bem com essa música que chama Low, Low, Low, Low, Low, Low…! Desde quando vi Mark nas audições até comentei com Luana que ele era nome certo nos lives pelo #TeamAdam e continuo pensando isso após essa performance.

Tatiane Sheeran: Eu adoro a voz do Mark, mas a cada performance eu desgosto mais dele como artista, pois há tempos não via algo tão genérico como esse menino. Songchoice chata e erradíssima, ele até tentou dar umas reboladas, mas não rolou. Se Adam quiser mesmo fazer esse menino brilhar, vai precisar de comprar umas duas toneladas de purpurina.

Clarice Aguilera: Essa é hora que posso dizer que adoro o Baby Shawn Mendes? Novamente uma música que não conheço, me incomodou o tanto de “low” as vezes, mas ao longo da performance ele foi crescendo e adoreeei o final. Consigo ver potencial nele e acredito que Adam pense o mesmo… já estou vendo o Adam salvando-o e ele sendo o Chris Jamison 2.0 que vai de desacreditado e grande favorito!

    

 

Lilli Passero – “It’s Too Late” by Carole King

Lindomar Welch: Adorei a escolha que Adam fez pra Lilli, um hino maravilhoso da Carole King que já foi apresentado no programa durante a audição de Madi Davis (segunda vez sendo citada na review). Lilli começou muito bem, conduziu a música com segurança, bons vocais e usando sua voz para colocar uns nuances e fugir da linearidade que poderia cair. Teve alguns trechos que soaram um pouquinho estridentes e para uma próxima semana ela precisa começar a se preocupar com isso, mas no geral foi uma delicinha.

Tatiane Sheeran: Rainha vintage que pega uma música sem muito apelo e simplesmente arrebenta. Achei a versão da Lilli digna, uma das melhores da noite. Reparem na classe que essa mulher canta, Brasil. Ela e a Lauren são a cara da riqueza, parece que aprendeu a cantar enquanto tinha aulas de francês em paris. Não acho que ela tenha feito nada uau, mas fez o que a música pedia, utilizando os recursos vocais mais corretos pra cada parte da música. A cada apresentação Lilli se mostra mais completa e eu adoraria que Adam seguisse essa linha clássica com ela (Ok, migo? nada de dar Drake pra moça na próxima fase, eu te trucido).

Clarice Aguilera: Ahhhhh, Lilli é minha favorita!!! Adorei que Adam a roubou e a escolha da música foi bem inteligente. Ela é um pouco linear, mas tem todo o estilo da Lilli, deixando tudo bem elegante e cheio de vocais baphosss!! #GoLilli

   

 

Jesse Larson – “Sir Duke” by Stevie Wonder

Lindomar Welch: E só por a PORRA de uma guitarra que Adam Levine fica toda alterada em sua cadeira, já anotei a dica para minha audição no futuro, aprender a tocar guitarra elétrica hahhaa! Jesse segue a linha de Laith/Sundance e a bixa vai dar trabalho, foi aplaudida de pé e senão me engano foi o PO com o maior auê da platéia até aqui. Ele trouxe bons vocais, rifes de guitarra e mandou bem, soube usar a rouquidão e tenho que dar o braço a torcer e dizer que isso foi bom.

Tatiane Sheeran: Novamente, não serei injusta, por isso não falarei que Jesse foi mal, só porque o acho um sonífero ambulante. Foi, de longe, a melhor apresentação dele. Foi vocalmente correta, ele se divertiu bastante no decorrer da performance. Sobre a performance em si não tenho o que reclamar, não acho que tenha sido tudo isso para o Adam pular na cadeira, mas foi, no geral, uma boa apresentação. Sofro.  

Clarice Aguilera: Reconheço que Jesse é bom, esse mix de bons vocais, rouquidão, guitarra me lembra outros acts que já passaram pelo The Voice, mas comparando todos eles, acho que Jesse é o que tem menos potencial. Adam se identifica com o estilo dele, mas eu não consigo! :/

  

 

ANÁLISE: #TEAMADAM

#TeamAdam foi uma verdadeira montanha russa nessa noite, Johnny Hayes, Josh West e Jesse Embuste foram os destaques na minha visão, fizeram boas apresentações e se destacaram cada um dentro do seu estilo, logo atrás mas bem próximos viriam Lilli e Mark com apresentações menos destacadas, entretanto corretas e por fim Hanna que acabou sendo a pior de sua equipe. Se eu fosse escolher levaria Lilli, Josh West e Johnny Hayes aos lives.

 

♦  RESULTS TEAM GWEN  ♦

Carson Daly logo anunciou para aliviar meu coração….. America Save…

BRENNLEY BROWN

HUNTER PLAKE

Gwen Stefani tinha uma decisão fácil a tomar, ela deveria salvar Johnny Gates pra felicidade da nação, mas sabemos que isso não aconteceria, afinal ela já tinha salvo ele uma vez. Dentre as outras três opções eu não poderia me importar menos, Quizz chatíssimo, Troy chatíssimo e Chosen chatíssimo, se Gwen fosse estrategista levaria Quizz pelo apelo juvenil ou JChosen pelo apelo de sua audição, mas ela resolveu Shakirar e escolheu o nosso eliminado no futuro top 12.

TROY RAMEY

Eu fiquei bem feliz com #TeamGwen, eu gostava muito de Brennley e de Hunter e os dois seguem na competição, são dois artistas que vendem bem no iTunes tem boa resposta do público. Quem sabe não é dessa vez que Rainha Stefani leva o título com uma jovem loirinha country em evolução?!

 

 RESULTS TEAM ADAM  ♦

Adam Noah Levine nunca havia me decepcionado na hora de salvar alguém no KO, a única vez que ele discordou de mim provou estar certo, então vim com boas expectativas aqui. A votação acabou bem apertada entre vários integrantes do time no Twitter, e alguns acts desencantaram como Jesse Larsson que foi super aplaudido. Carson acabou com o mistério e anunciou…. America Save….

JESSE ‘EMBUSTE’ LARSSON

LILLI PASSERO

Pois é minha gente o Embuste tomou lugar de alguém que eu gostava e passou, mas ao menos para felicidade da nação nossa Rainha Lilli também avançou pelos votos do público, um bom sinal! Adam tinha que fazer o óbvio e salvar meu Josh West Rei que arrasou nessa noite, entre os restantes sabia que Hanna provavelmente não seria salva, mas já no discurso da performance de Mark eu senti que Adam salvaria esse moleque, até comentei com Clarice…. e ai Adam salvou…

MARK ISAIAH

Mark é uma escolha certeira para Adam, porque ele sabe trabalhar muito bem com esses artistas mais jovens com uma vertente mais pop como ele arrasou com Chris Jamison, seu melhor trabalho até hoje no show, então vamos ver, mas ficarei aqui bem triste por meu Josh.

♦•♦•♦•♦•♦•♦•♦•♦•♦•♦•♦•♦

Antes de partir para meu HIATUS (dizem que só retorno quando sair o cd da Christina Aguilere, deixo as maravilhosas enquetes para vocês VOTAREM MUITOOOO e deixo os agradecimentos ao site parceiro  Grupo Sub Voice que faz as legendas do nosso reality querido e também disponibiliza os estúdios do programa.

E só pra não esquecer, deixo o convite para o nosso 2º recrutamento de reviewers do Panela de Séries! Venha se juntar a nós paneleiros! Saiba mais clicando AQUI.

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

  • ana caroline

    gwen jogou so não ver quem não quer, assim como o blake na segunda, ela sabe que o troy não vai adiante e o escolheu, e pra mim ela levar hunter e a brennley pra final
    team adam fraquíssimo, mds ta so derrota esse time

    obs: falei q o hunter era o novo jeffery austin e fui criticada mas isso so comprova nao duvido que ele ganhe, so se escolher um song bem ruim pq pelo menos ele nao tem um superestimado (alô jordan) lhe atrapalhando

    • Lindomar Albuquerque

      Não sei se ela jogou, mas entre as opções dela não vou criticar ela muito não, pra mim tanto faria quem ela salvaria ali hahaha

  • ana caroline

    gwen jogou so não ver quem não quer, assim como o blake na segunda, ela sabe que o troy não vai adiante e o escolheu, e pra mim ela levar hunter e a brennley pra final
    team adam fraquíssimo, mds ta so derrota esse time

    obs: falei q o hunter era o novo jeffery austin e fui criticada mas isso so comprova nao duvido que ele ganhe, so se escolher um song bem ruim pq pelo menos ele nao um superestimado (alô jordan) lhe atrapalhando

  • ana caroline

    gwen jogou so nao ver quem nao quer, assim como o blake na segunda, ela sabe que o troy nao vai adiante e o escolheu, e pra mim ela levar hunter e a brennley pra final
    team adam fraquissimo, mds ta so derrota esse time,

  • Almir César

    Tive impressão que o público não votou mal, mas os técnicos não ajudaram. Apesar que ontem os que ficaram não faziam diferença para o programa.

    No geral, meu ranking do Top 12 ficou assim:

    1. Hunter Plake
    2. Lilli Passero
    —–
    3. Vanessa Ferguson
    4. Lauren Duski
    —–
    5. Aliyah Moulden
    6. Brennley Brown
    7. Mark Isaiah
    8. Chris Blue
    —–
    9. Stephanie Rice
    10. Jesse Larson
    11. Troy Ramey
    12. TSoul

    Uma dúvida. Onde está a apresentação dos coaches desta temporada? Será que vão deixar para o final da temporada?

    Boa review.

    • Lindomar Albuquerque

      Oi Almir, a apresentação dos coaches foi solta nas redes sociais do programa. Foi essa aqui….https://www.youtube.com/watch?v=M8C-oLn-AkA

      Sobre o que vc falou discordei do público passando Jesse no Team Adam mas vamos fazer o que hahaha. Meu ranking do TOP 12 não ficaria muito diferente do seu….

      1. Hunter / 2. Lillie / 3. Brennley / 4. Stephanie / 5. Vanessa / 6. Mark / 7. Lauren / 8. Chris / 9. Aliyah……… os outros três prefiro nem ranquear haha

  • Gabriel Carvalho

    Adam nunca decepcionou ao escolher alguém pro top 12? Vocês estão esquecendo quem ele escolheu na season 8? KKKK

    • Lindomar Albuquerque

      Menino pior que eu não lembro quem era o time de Adam na Season 8 de tão ruim que era huahuahuahuauhahu

    • Lindomar Albuquerque

      Tinha Joshua Davis e Deanna que eu lembro

    • Lindomar Albuquerque

      Vi aqui… Tonya, Nathan e Brian não poderia me importar menos com quem ele salvaria hahahaha

  • Jéssica Cândido

    Fiquei muito chateada com esses resultados!
    Primeiro Team Gwen…oq a Gwen tem com esse Troy?! Sério, nem aguentei ouvir inteiro, gostei dele somente na Battle, depois foi só ladeira abaixo. Realmente, não compreendi oq Hunter cantou no início, a pronúncia tava bem ruim…mas eu gosto dele, ele tem um Q de Thom Yorke.
    Já o Adam, só vem me decepcionando temporada atrás de temporada…Mark?! Sério?WTF!
    Imaginei que Adam salvaria Jesse, mas foi o público! Daí cagou tudo de vez…Lili, pra mim, é a única q se salva. Adeus, Team Adam, sua morte será violenta…

    • Lindomar Albuquerque

      Oi Jessica o que mais me deixa triste no #TeamAdam e que sinto que Lilli será eliminada no massacre das semi e provavelmente o jesse vai ser arrastado pra final igual o Laith hahahaha, (ao menos o Laith era bom e pisou na minha cara).

      Mark é uma aposta dele no pop neh, ele tá achando que tem um novo Chris Jamison nas mãos, mas o garoto é muito cru ainda.

      Pra mim o Hunter fez aquilo de propósito, sussurando mesmo, não foi por erro e eu gostei hahha

  • Olha eu aqui vindo comentar de novo. Dessa vez só UMA performance valeu a pena mesmo (e a pessoa ainda foi eliminada, difícil este segundo dia). Vamos lá a meus rankings:

    TEAM GWEN:

    6 – Troy Ramey: TAPETE DE FALSETE DE REBEKAH SAMARIN. SEM MAIS.
    5 – Hunter Plake: Durante metade da performance ele gemeu ao invés de pronunciar as palavras da música, o que é meio triste porque foi a primeira vez onde surgiu uma faísca de alma e interpretação. Vai ser triste acompanhar um cara que descaracteriza o que canta (ou geme) e o povo continua a aplaudir.
    4 – Quizz Swanigan: Ok, lindo. Já pode voltar pra casa e passar pela puberdade fora dos meus ouvidos. A gerência agradece.
    3 – Brennley Brown: graves que quase não dão pra ouvir alternando constantemente com notas altas que beiram à estridência? Você até conseguiu captar o cerne da música, mas te falta controle vocal para realmente fazer jus à “evolução” que tantos gritam por aí que você bem. Como se sair de horrível para decente colocasse ela acima de outros que já começaram no “bom”.
    2 – JChosen: Achei bem ok mesmo. Nem ruim nem bom. Just ok.
    1 – Johnny Gates: Ah, Johnny! Voltando fazendo uma performance boa com uma música lixo e sendo o dono e proprietário de um time que foi completamente cagado pela coach. Ao menos pudemos ouvir mais uma vez essa musicalidade característica tua. Vai fazer falta, mas ao menos não vai ser vítima das péssimas song choices de Gwen.

    TEAM ADAM:
    6 – Josh West: Pior performance desses playoffs. Pior mesmo. Estou ouvindo a versão oficial dessa música (a de Terry McDermott) para limpar meus ouvidos disso aqui.
    5 – Hanna Eyre: Quarta performance dela e juro que as pessoas só podem gostar do carisma ou ver algum potencial (nem um pouco aproveitado, ressalto) para elogiar essa menina porque, socorro, foi desastre atrás de desastre. Inconsistência atrás de inconsistência. Felizmente estamos livres dela o/
    4 – Jesse Larson: Apático.
    3 – Lilli Passero: Blasé, porém essa aqui pelo menos pode entregar mais que isso.
    2 – Mark Isaiah: Genérico e ainda assim o segundo melhor do time. OLHA O NÍVEL PELO AMOR DE TESSANE CHIN!
    1 – Johnny Hayes: O que faz as pessoas verem uma performance completa dessas, olharem para o restante do time e falarem “não. Melhor passar Jesse e Lilli que o Johnny”? Facilmente a melhor performance masculina dessa fase, facilmente a melhor performance do Team Adam e facilmente a melhor da noite.Team Adam dando uma de Team Adam da S11 e eliminando a melhor performance do time nos playoffs. Nada de novo sob o sol.

    Indo pro top 12 e meu ranking fica assim:

    1 – Chris Blue
    2 – Aliyah Moulden
    3 – Lauren Duski
    4 – Vanessa Ferguson
    5 – TSoul
    6 – Lilli Passero

    ————————————————————————————————————————————————————————–

    ELA MESMA. A BARREIRA DE QUALIDADE

    ————————————————————————————————————————————————————————–

    7 – Mark Isaiah
    8 – Troy Ramey
    9 – Brennley Brown
    10 – Stephanie Rice
    11 – Hunter Plake
    12 – Jesse Larson

    • Lindomar Albuquerque

      Icks podia vir comentar uma review pq ia ficar muito legal vc pensa diferente e ve várias coisas que muitas vezes passam batido pra mim hahaha.

      Sobre esse ranking estou te julgando com minha Brennley e meu Hunter no final, meu #TeamFashion está vivo hahaha

Lindomar Albuquerque

Canceriano com ascendente em Sagitário, ou seja UMA ÓTIMA PESSOA! Atualmente um louco que faz Doutorado e que já se formou em Química. Viciado em The Voice, séries e Indie Rock. Gosta de gastar o tempo que não tem para escrever sobre The Voice, The Flash, Bates Motel, Orphan Black, The Vampire Diaries e Westworld.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu