Posts Populares

The Voice US – S13E01 – Blind Auditions Premiere [SEASON PREMIERE]

Uma equipe maravilhosas dessas, vc quer @?

84 anos se passaram (alguns dias, quer dizer) e o The Voice US resolveu retornar para sua décima terceira temporada! Como sempre, Adam Levine e Blake Shelton estarão sentadinhos em suas cadeiras e junto de Miley Cyrus e da maravilhosa rainha pisante Jennifer Hudson formam a bancada de coaches desta temporada! Se Jennifer é a grande novidade na bancada do The Voice USA, na bancada do Panelas de Séries teremos uma mudança significativa…

O Shevine do Panelas de Séries formado por mim (Lindomar) e Gerson está deixando oficialmente o comando das reviews do The Voice! Sim, pessoal sei que vocês estão muito tristes com isso! 😭😭😭

Mas vocês queridos fãs (ou não) que nós acompanham desde a season 8 aqui no site merecem saber os motivos! Gerson sofreu o primeiro tombo dele sendo torcedor insano do cowboy Blake Shelton com a derrota pro Chris Azul na temporada passada e assim ele decidiu fazer cu doce e não voltar! Já eu, sofredora raiz que sempre apanha desse programa e tá ai vendo todo dia, vou me mudar pra um outro fuso horário por algum tempinho e infelizmente não vou conseguir assistir o programa ao vivo pra continuar com as reviews! Sendo assim, essa é minha última review no Panela de Séries de The Voice até a Season 15! (eu to sofrendo, REAL, AMO ISSO AQUI!)

Adiooosssssssssss Guys!

Mas a equipe paneleira de reviews não iria ficar desfalcada minha gente, o maravilhoso Dam segue com seus comentários ácidos e inesperados e teremos a adição de duas meninas maravilhosas e lacradoras nessa temporada: Rainha Tatiane e Rainha Thaís se unem a Dam para formar esse triooo maravilhoso que cuidará dessa temporada! QUE HINOOOOOOOOOOOOOOOOOO! E como sempre Luana e Clarice estarão no suporte! PISA MAIS PANELA DE SÉRIES!

Enfim já falei demais nessa introduçãooo vamos ver se essa temporada vai render mesmo ou se estaremos diante de um novo flop de edição? Let’s see! Hoje os comentários ficam por conta da minha sensate do Recife: Luana e da Rainha de Campinas: Claricee! Ou seja estou muito bem acompanhado! Vamos lá! #ClaLiLu

P.S. As tradicionais cadeirinhas que usamos nas últimas temporadas foram substituídas, teremos agora alguns stickers padrões de reações, vejam o exemplo abaixo com nosso muso Adam Levine!

       

   

        

 

[TEAM JHUD] Chris Weaver – “Try a Little Tenderness” by Ottis Redding

Lindo: Quantos artistas com um vozeirão do R&B já vimos nesse programa? Acho que isso é o que não me deixa ficar tão animado com cantores como Chris Weaver. Ele tem um boa voz, uma boa dinâmica, seu timbre é um pouco grosso e por isso algumas coisas não soam impecáveis, mas sinceramente até prefiro assim. Ele soube se controlar para não gritar e ficar too much. Vendo sua audição eu só pensava no quão perfeito ele era para ser do Team de Jennifer e ao menos na escolha ele não decepcionou e fez a decisão mais correta. Em resumo, uma ótima voz com técnica e controle, que pode surpreender e ir longe mas que não se diferencia de muitos outros acts do mesmo estilo.

Luana: Você quer timbre @?! Essa voz meio amadeirada não é pra qualquer um não, viu. E o lacre mor ainda vem depois, AQUI É DRAG QUEEN FINÍSSIMA, MONAMOUR! Que pisão! HAHAHAHAHA. Songchoice batidíssima e datada? Claro que sim, mas tô tentando é imaginar esse lacre em forma de artista arrasando nas próximas fases. Manda meu “I Will Survive” pelamordideus, Jennifer! Nunca te pedi nada!

Cla: Genteeee, que vozeirão da porra! Logo no início já dá pra perceber o talento de Chris, que começou se segurando mas foi se soltando ao longo da música. No refrão eu já amava!!! Ahhhhhh que saudades que eu estava dos meus gritadeiros! hahahaha Chris me lembra demais alguns ex participantes do TVUS… só não lembro quem! kkkkkk

  

[TEAM BLAKE] Mitchel Lee – “Hold My Hand” by Hootie and the Blowfish

Lindo: Que voz rasgada gostosa que o Mitchel tem, pena que é country neh mores! Ele tem o pacote completo pra se dar bem no programa, ele é bonito, canta country, tá no #TeamBlake e acredito que pode ser arriscar em outras vertentes. Ele me lembra o embuste Barrett Baber, mas ele é uma versão melhorada. Eu gostei muito da audição, infelizmente, apesar de em alguns momentos me soar levemente estridente sua voz.

Luana: Barrett Baber, é você?! Minha gente, não é possível, muito iguais! Até os trejeitos do Mitchell no palco são idênticos aos do Barrett, eu tô chocada! Claramente já podemos colocar um sinal de #ALERTA aqui, porque o Mitchell é aquele típico act que pode vir a destruir os sonhos de muito telespectadores que não curtem country (tipo eu, lmao). Mas não dá pra negar, muito carismático, voz decente e… HOMÃO DA PORRA.

Cla: Realmente, como LiLu disseram aqui em cima, Mitchel lembra demais o Barrett! Música gostosinha de se ouvir, certamente Blake vai saber trabalhar o bichinho pra ele melhorar. Como sou formada em 12 temporadas do The Voice, posso dizer que Mitchel vai longe! hahahaha

   

[TEAM MILEY] Janice Freeman – “Radioactive” by Imagine Dragons

Lindo: EM PRIMEIRO LUGAR ALGUÉM DÁ NA CARA DA MILEY CYRUS, COMO ELA DIZ QUE ISSO É MELHOR QUE O ORIGINAL? ME RESPEITA MILEY! Sobre a performance, minha Radioactive está mortaaaa! Janice começou tão fraca, tão sem vida, parecia que a canção estava mortaaaaaa, e o pior foi ela inverter isso do meio pro fim com uma sequência exageradaaaa e eu to aqui MORTOOOO DE RAIVAAAAAAAAAA! Se tem uma banda no mundo que amo mais que Maroon 5 é o Imagine Dragons e essa mlr fez isso! EU TO POSSESSO! Enfim, ela precisa repensar a song choice antes de entrar no palco novamente. (Claramente o depoimento de um fã possesso, não liguem).

Luana: Mas gente, que songchoice inusitada! A história da Janice é uma verdadeira novela mexicana, infelizmente, recheada de dramas e altos e baixos. Mas é comovente ver como ela não se deixou abalar por todos os tropeços e pedras no caminho e sempre seguiu de cabeça erguida superando os obstáculos, por maiores que fossem! Eu confesso que não curti sua audição, foi uma verdadeira bagunça e já perto do fim ela perdeu o controle da voz total, mas só por sua perseverança (e ousadia de ir com a Miley) eu já espero que ela continue crescendo e melhorando na competição.

Cla: A princípio, achei que fosse uma sósia da Frenchie Davis (Season 1), mas ao cantar vi que não tem nada a ver… e olhaaaa, antes fosse uma sósia da Frenchie porque Janice se cagou todinha! Estragou a música, pagou micão e era nem pra tá aqui! Hahahaha Tudo foi muito confuso, quis deixar a 1ª parte mais dark, mas depois saiu loucamente nos gritos… uó!

    

[NO TURNS] Xaris – “Don’t Think Twice It’s Alright” by Bob Dylan

Lindo: Mas gente que fofa ela, toda delicada, trabalha em uma loja de doces e enfim é ela tinha todos os elementos para conquistar meu coração, mas ela tinha uma voz bem ok neh? Soou chatinha e foi isso não virou!

Luana: Ain gente, a songchoice do Owen mozão, que saudades! Xaris é uma fofa, eu queria adotar! Mas vamos e convenhamos, que timbre enjoadinho, né? Haha. Acho que, talvez, ela tivesse se saído melhor – não acredito que vou dizer isso – com uma música mais puxada pro country, focando no storytelling e dando mais textura pro timbre dela. Uma song da Dolly Parton (que não fosse “Jolene”, rs) teria casado bem melhor com o timbre exótico dela.

    

[TEAM JHUD] Shi’Ann Jones – “Drown In My Own Tears” by Ray Charles

Lindo: Vc quer Sa’Rayah? Shi’Ann tem um vozeirão que não parece daquele combinar com sua estatura física hahaha, é como uma alma velha presa em um corpo jovem. Não é o tipo de act que mais amo nessa vida, mas ela arrasou muito e mostrou muito potencial, com um pouco mais de controle ela pode vir a ser tornar uma das front-runners do #TeamJHud!

Luana: GENTE, A FILHA DA SA’RAYAH, EU NÃO ACREDITO! HAHAHAHAHA. Mas brincadeiras a parte, Shi’Ann é uma verdadeira surpresa quando se vira a cadeira, não é mesmo?! Seu timbre é extremamente maduro para sua idade e ela demonstra muita confiança no que faz. Me lembrou um pouco a Shalyah Fearing, uma versão mais preparada dela! Outra coisa que me chamou bastante atenção foi a clara influência dos vocais da Christina Aguilera na mocinha. Já estou aqui anotando “You Lost Me” da minha listinha de desejos para a Shi’Ann cantar, haha. Minha única crítica real vai pra dicção, pois não entendi uma palavra do que ela cantou e isso é algo que me incomoda bastante. Então, Jennifer… Bora trabalhar! LOL.

Cla: GENTEEEEEE!! Que lacre é esse? Poderosíssimaaaa!!! Mal conheço e já amo! hahahahaha A música é enorme, e mesmo com 13 anos, Shi’Ann se mostrou segura do início ao fim, inclusive arriscando em algumas partes. Estou sem palavras! Ansiosíssima pra saber o que mais de lacre virá nas próximas rodadas, porque matarei JHud se ela estragar minha menina! AMEI

      

[TEAM ADAM] Dave Crosby – “I Will Follow You Into The Dark” by Death Cab For Cutie

Lindo: AAAAAAAAAAAAAHHHHHHHH EU PEDI TANTO PRA OWEN DANOFF CANTAR ESSE HINO NA SEASON 10! E esse momento chegou com o pai da menina fofinhaa e seu violãoo! QUE HINOOOOO! Euforia a parte ele fez uma audição morna e fofa, não me empolgou tanto como o estúdio mas foi bem. Dave tem um timbre tão gostoso de se ouvir, um certa rouquidão. Enfim, ele é bem comum, nada de especial mas eu AMEI, ainda mais com uma filha fofa dessa. PISA MAIS CLAIRE!

Luana: QUE HINO DE SONGCHOICE, PISA MENOS, DAVE! Eu passei a S10 inteirinha desejando ouvir o Owen Danoff cantando isso no programa e não acredito que FINALMENTE alguém está dando o verdadeiro valor a essa canção maravilhosa e enaltecendo-a em rede internacional! Não vou negar, eu estou vendida! Dave não apresentou grandes vocais, mas fez o dever de casa todo certinho e ainda deu aquela apelada básica no coração das amantes de WGWG, né mores.
P.S.: Eu não vou nem comentar da Claire e das interações com o recém papai, Adam Levine, por motivos de: estou morta e não tenho condições de reviver. TOO. FUCKING. CUTE.

Cla: Vejo WGWG e lembro de quem? LiLu obviamente… principalmente Luana que clama por um desses o tempo todo! Adorei a música, não me matem mas não a conhecia, e adorei também a performance de Dave! Rouquidão na medida certa: check! Suavidade: check! Filhinha fofa pra agradar a gente: check também! Vem ahazar no Team Adam, Dave! \o/

      

[NO TURNS] Odiseas – “Papa’s Got a Brand New Bag” by James Brown

Lindo: Gente que dó do menino! Ele tentou na Season 3 e foi renegado e agora de novo e dessa vez ele mandou super bem! Sua audição foi dinâmica, ele explorou umas tentativas de falsetes, notas altas e baixas e no início tava indo super bem, com o decorrer da audição acabou se perdendo um pouco, mas ele merecia uma cadeira.

Luana: Gente… A pessoa volta 10 temporadas depois pra levar mais um não na cara, que barra. Mas olha, eu curti a voz do garoto, viu. O maior problema aqui, como foi apontado pelo Adam, foi ele tentar embelezar demais toda nota cantada. Isso acabou tornando sua audição cansativa e over the top.

          

[TEAM BLAKE] Esera Tuaolo – “Rise Up” by Audra Day

Lindo: Típico act que merecia estar em algum combo, não tem alcance, não tem nada de especial e ficava dando umas respiradas feias no meio da música. Acabamos de perder um hino de song choice que poderia ser usado por alguém decente lá na frente, mas CHOICES neh… ao menos foi pro time do embuste country para ocupar uma cadeira e ser eliminado na próxima fase.

Luana: Mano do céu, que tragédia, socorro! Olha, eu sei que quando vão cantar “Rise Up” em realities, a gente já tem que se preparar pro pior, mas minha gente… QUE MERDA FOI ESTA?! Eu não respeito não. Claramente Esera não tinha calibre pra uma canção desse porte e quis dar um passo MUITO maior que a perna. Saiu pela culatra, né mores.

Cla: Jura que Esera se acha digno e capaz de cantar “Rise Up”? Ozadoooo!!!! A música é grande demais e ele nao tem nem 1/3 do alcance necessário pra ela. Uma droga já terem queimado a música logo nas blinds e mais droga ainda ver que Esera foi aprovado! Affff!

     

[TEAM ADAM] Brandon Showell – “There’s Nothing Holdin’ Me Back” by Shawn Mendes

Lindo: Já gostei do Brandon por conta da song choice.. Shawn Mendes Rei (Maioria do Panelas virou fã do menino Shawn devido ao RIR). Ele começou super bem, dinâmico, controlado e me surpreendeu, ele chegou a me lembrar o Delvin Choice (Season 6), mas após as primeiras cadeiras virarem ele foi decaindo, decaindo, falhou em algumas notas, perdeu o ritmo e foi ok. Entre as escolhas disponíveis e tendo ele uma vertente mais pop pela song choice acredito que ele fez a escolha certa.

Luana: SO-COR-RO! Gente, não tem nada a ver com a blind do Brandon, mas eu ESTOU SENDO PERSEGUIDA POR SHAWN MENDES DESDE QUE O VI SEMANA PASSADA NO ROCK IN RIO, ELE ESTÁ EM TODOS OS LUGARES, TOCANDO EM MINHA MENTE, APARECENDO NO MEU FEED, TENDO SUAS CANÇÕES CANTADAS NO THE VOICE. EU. TÔ. SURTANDO. Mas ok, agora vamos voltar ao que interessa… LMAO. Brandon mandou bem, e se saiu até melhor do que eu esperava, mas ainda assim acredito que a canção não deu muito espaço para ele mostrar com precisão sua voz e acabou o limitando. Por mais que eu ame meu anjo baby Shawn, geralmente suas músicas deixam a desejar ao serem cantadas em realities, pois é difícil encaixar “breakout moments” nelas. Mas enfim, no fim das contas, eu curti sim!

Cla: O início da performance foi bem bacana, ele mostrou muito controle e foi se soltando ao longo da performance, mas do meio pro fim algo parou de funcionar… ele se mostrou ofegante demais, cantar Shawn não é facil, mas o saldo geral foi positivo.

    

[TEAM JHUD] Lukas Holliday – “This Woman’s Work” by Kate Bush (Maxwell Version)

Lindo: Gente o homi entrou no palco querendo ser Chris Jamison dos falsetes mas olha foi fraco e quando ele saiu dos falsetes e soltou a voz mostrou que era ainda mais ok. Ele fez algo ali que foi bem chato pra ser real e certeza que essa audição só foi exibida porque Jennifer resolveu humilhar ele em um duetoo!

Luana: Ai genten, podem me julgar, mas eu não curti isso aqui não, aff. Em partes ele me lembrava o Jeffery Austin, outras vezes o Sam Smith, mas sempre me deixando desconfortável. Não consigo apontar com precisão o que me incomodou tanto, mas teve algo aqui que me deixou na beira da cadeira e torcendo pra só acabar logo. Felizmente, acabou.

Cla: Migoooo, jura que você já vai entrar na performance todo fazendo a Melody dos falsetes? Ele com voz cheia, usando a suave rouquidão até que fica bacana, mas ele insiste em usar mais falsetes do que voz cheia… o que me cansou por completo!

  

[TEAM MILEY] Brooke Simpson – “Stone Cold” by Demi Lovato

Lindo: Olha Brooke tem uma boa voz e técnica para cantar, mas a grande força dessa música é a emoção e isso ela me passou zero durante todo tempo. Me soou muito mais com ela lutando para atingir as notas, não que isso seja ruim mas não me despertou amor haha! Em geral acho que ela fez uma boa audiçãooo, mas não para 4 cadeiras… mas choices neh mores!

Luana: Songchoice maravilhosa, não dá pra negar. Mas exatamente pela ambição da canção, eu meio que fiquei esperando um pouco mais, especialmente porque a versão da Alisan ainda ressoava na minha mente. Vê-la cantar uma letra tão cortante sorrindo foi difícil de engolir também, mas vamos relevar, pois imagina só a felicidade de estar um passo mais perto de realizar seu sonho, não é mesmo?! No mais, já vamos mantendo nossa atenção na Brooke, porque ela pode ser muito promissora, hein!

Cla: “Stone Cold” é uma música muito difícil pois precisa de bons vocais, no entanto, a música exige uma interpretação intensa pra fazer jus a letra. Eu gostei do que Brooke apresentou, ficou longe de ser a melhor performance da música no TVUS (Oi, Alisan!), mas pudemos ver quão potente é a voz dela e já espero grandes performances.

    

CONSIDERAÇÕES FINAIS

E ai minha gente animados? Eu sinto que essa season me tombará como as últimas fizeram e como sempre o The Voice fez (exceção a Season 5) hahahaha! Os times por enquanto estão assim…

#TeamAdam: Dave Crosbey & Brandon Showell

#TeamBlake: Mitchel Lee & Esera Tuaolo

#TeamMiley: Janice Freeman & Brooke Simpson

#TeamJHud: Chris Weaver, Shi’Ann Jones & Lucas Holliday

Até o momento o #TeamJHud tem os nomes mais interessantes, Chris Weaver e Shi’Ann são os grandes destaques desse primeiro episódio.

Sobre a bancada existe uma QUÍMICA muito forte entre todos, os gritos que antes ficavam por conta de Adam e Miley agora contam com Jennifer atravessando tudo! Uma verdadeira bagunça de gente falando que me faz ter pena dos amigos legenders HAHAHAHAHA! Mas gostei muito de ver todos brigando pelos acts, usando suas armas mesmo que agora o Blake faça a Gwen Stefani e fale sempre as mesmas coisas, tá valendooo!

O programa ainda trouxe um momento fofo quando a pequena Claire se juntou ao seu pai Dave para cantar “You’ve Got a Friend in Me”. Para quem não sabe ela ficou super famosa depois de aparecer no programa da Ellen e cantar essa song e tivemos esse momento again no The Voice!

E foi isso minha genteeee agora passo a bola pra Dam, Thaís, Tati, Luana e Clarice que vão acompanhar vcs durante essa temporada e quando possível aparecerei por aqui na sessão de coments das reviews! E vcs pessoal o que acharam dessa estreia? Quem são os seus favoritos? Beijos e abraços a todos!

gostou da matéria? deixe um comentário!

  • Passando pra dizer que Lucas foi o dono da noite sim, vocês que não entenderam o conceito. E que Esera foi o que mais cantou com entrega e emoção FÁCIL nesse conjunto de blinds mesmo tecnicamente problemático, o que curiosamente foi o oposto de Janice, num EPIC MISSFIRE OF SONG CHOICE. Premiére fraquíssima. Espero que melhore.

    • Lindomar Albuquerque

      Icks sempre do contra! hahahaha! Não entendi o conceito mesmo! hahaahaha

      Sobre Esera, apenas nãooo! hahahaha

  • Tatiana

    Já temos a cota das gritadeiras completa, Shi’Ann… pelo menos já sei que no time que está e se continuar nesse caminho não vai ganhar, ainda bem. Prefiro o Mitchel e o Dave mil vezes. Não é por nada não, mas achei a Hudson bem chatinha, viu.

    • Lindomar Albuquerque

      Olha Tati, não sei o que a Jennifer fará no TVUS, mas no TVUK ela fez exatamente o contrário do que esperávamos, fugiu de songs que fossem gritos e deu escolhas inteligentes que valorizavam a voz do participante e eram inteligentes o suficiente para o público gostar.

      E ela tá sendo ela mesma hahahahaha, eu ainda não tenho uma opinião formada sobre ela no US, amei no UK, mas no US to com duvidas.

Lindomar Albuquerque

Amado por 30 milhões de Brasileiros! Paulista, Canceriano, 25 anos, Químico e atualmente faço Doutorado em Biotecnologia e Polímeros. Me achou nerd neh? Sou mesmo! Amo uma boa banda alternativa/indie, fã número 1 de Imagine Dragons e adoro perder um bom final de semana maratonando séries! P.S. Sou bebadô também gente, me chama para uma cerveja e para falar de série!


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu