Posts Populares

The Voice US – S13E14 – The Knockouts, Part 3

E já temos um Top20 formado, minha gente! 

Fala, pessoal! Chegamos à final de uma das melhores fases do programa. Eu não tive um nocaute marcante, daqueles que eu vou assistir sempre, como A Broken Wing ou Cosmic Love, mas AMEI a participação da Kelly Clarkson e achei o nível geral bom e com boas apresentações, mesmo achando essa última noite um pouquinho morninha. Mas hoje só foi a rapinha do tacho, né? Porque, na verdade, os times já estão tomando forma e eu já estou prontinha e feliz esperando os playoffs.

Para analisar as 3 performances de hoje, tenho ao meu lado duas paneleiras maravis, Lu e Cla. Mais uma vez, vamos utilizar as nossas luvinhas pra ilustrar de qual candidato gostamos mais em cada KO. As luvas azuis, à direita, são destinadas ao candidato que VENCEU o Knockout, ou seja, que foi escolhido pelo coach. As luvas vermelhas, à esquerdarepresentam os candidatos que PERDERAM seus respectivos Knockouts. Os dois comentaristas e este reviewer que vos fala têm o direito a dar uma luva para cada apresentação, como sinal se gostou ou não. Pra ficar mais claro: o candidato que ganhar 3 luvinhas foi super amado por nós; o que ganhar ZERO luvinhas foi odiado. É simples e fica mais claro ao longo da review, então vamos lá.

 

#TEAMJHUD

Chris Weaver – “I Put Spell On You” by Screamin Jay Hawkins

Tati: Impossível não ouvir essa música e lembrar da melhor apresentação da menina Jacquie lá na season 5 e de outras versões também muito boas performadas em realities musicais. Mas como Chris não está competindo com nenhuma delas vamos nos ater à apresentação dele que, por sinal, não superou sua ótima blind.  Apesar de ótimos vocais e de uma nota final muito bem executada, eu achei um K.o morno, que não me empolgou como deveria. Sabe quando você sente um total de 0 coisas enquanto um artista está cantando, por mais que vocalmente ele esteja bem? Então, foi isso que aconteceu e essa música é icônica demais, merece a emoção que lhe é cabível.

Lu: Gente, eu adoro o Chris, mas tem algo nas approaches dele que deixa a música sempre tão carregada, tão pesada. Claramente, boa parte disso se dá pelo timbre dele que é muito forte e muito marcante. Mas sei lá, eu acho que algumas vezes ele poderia tentar ser mais sutil, porque essa agressividade de ataque em toda nota acaba deixando o ouvinte cansado. Enfim, mas entendo que desta vez esse desespero embutido de personalidade foi necessário e até encaixou na canção. Não foi a melhor versão de “IPASOY” que eu já vi (oi, Jacquie Lee), mas foi boa suficiente para me fazer afirmar que ele será merecedor da vitória nesse KO.

Cla: Chris é maravilhosooo!!!! Adoro essa música, já vi boas (e ruins) performances dela no TVUS e fico meio receosa quando a vejo sendo cantada. Chris sempre faz um espetáculo, comanda o palco do início ao fim, tem um tom super intenso e que me agrada bastante. Ele optou pela performance mais controlada e deixou pra divar mesmo no final, achei isso bem correto e de bom gosto. Lacrou demais! \o/

Katrina Rose – “Zombie” by The Cranberries 

Tati: Eu até que gostei da Katrina nas batalhas e vi que ela já era uma potencial gritadeira, mas não estava esperando que ela viria com tudo para entregar uma versão fraca de música maravilhosa como essa. Eu digo fraca, pois, por mais que ela tenha tentado passar a força que a letra da música pede com os seus vocais, tudo acabou resultando numa apresentação exagerada e esses exageros retiraram um pouco da essência da música. Fui totalmente o Adam enquanto ela cantava HAHAHA.


Lu: Ih, miga… Cê me deixou numa situação difícil aqui, né. Vamos lá, Katrina me surpreendeu nas batalhas, inclusive achei até que foi melhor do que a Janice, mas ela não conseguiu repetir a dose dessa vez não. Primeiramente, eu não acho que essa tenha sido uma boa songchoice pra própria voz da moça, que se segura unicamente em seus agudos, como ficou BEM evidente hoje. O registro baixo (e médio) da Katrina é fraco e ela tem muito pouco controle nestas partes de sua voz, mas os seus agudos são afiadíssimos, não posso negar. O começo teve vários probleminhas de tom e desafinações, ela conseguiu se encontrar um pouco mais por fim, quando pôde se sustentar nas high notes. Mas ficamos nisso aí e só. Logo, como já havia dito, acho que o Chris leva essa por sem um vocalista bem mais completo mesmo, né gente.

Cla:  Sempre vi certo potencial em Katrina, mas não gostei muito da songchoice escolhida. Os agudos dela são MONSTRUOSOS, mas nem sempre isso é o suficiente. Logo no início ela me soou estranha, parecia fora do tom, querendo mostrar seu alcance a todo custo. Ficou exagerado mas de uma forma ruim… 

VENCEDOR: CHRIS WEAVER

 

#TEAMBLAKE

Megan Rose “Smoke Break” by Carrie Underwood

Tati: Cantar Carrie não é fácil, viu? Seja qual for a performance, essa rainha esbanja personalidade e entrega e toda performance fica maravilhosa. Essa música é um pouco linear e, dependendo da abordagem, pode ficar um pouco sem graça. Eu achei a voz da Megan muito boa e aquela última nota alongada foi bem agradável, mas, no geral, achei a apresentação nada empolgante e achei que o problema aqui não foi ela, mas a songchoice. De qualquer forma, foi um trabalho “just ok“.

Lu: Megan é uma cantora bem comunzinha, e isso ficou mais do que claro nessa canção. Nunca tinha ouvido ninguém além da Carrie cantá-la, e confesso que ouvi-la na voz da Megan foi bem brochante. A menina não fez nada errado, segurou as notas longas e tudo mais, MAS a falta de potência (pelo menos em comparação com a deusa Carrie Underwood) me deixou sempre com aquela sensação de que havia algo faltando ali. Sei que não é uma comparação justa, mas infelizmente foi inevitável não fazê-la, pelo menos para mim. Única crítica realmente fundamentada que posso fazer, que não seja por tendências pessoais, é que no começo na música a Megan estava um pouco atrás da batida, embora do refrão pra frente tenha se assumido melhor controle da apresentação.

Cla: Não conhecia a música, mas achei que Megan se perdeu no início, algo não funcionou ali, não sei se foi a respiração, o tom ou algo a mais. Ao longo da música, até melhorou, ela fez seu melhor segurando algumas notas mas nada de espetacular que pudesse fazer Blake mudar de ideia… ou seja, cordeirinha! hahahaha

Red Marlow “Outskirts of Heaven”  by Craig Campbell

Tati: Apesar de muita gente achar, eu gosto muito de country. A dona da songchoice de Megan, por exemplo, é uma das artistas que mais amo nessa vida. Mas Red representa uma vertente do country que eu realmente não curto muito. É mais raiz? É sim, mas com todo o respeito, eu acho um porre na maioria das vezes. Eu praticamente dormi nessa apresentação, pois além de tudo, Red tem a simpatia e emoção de uma porta e eu não consegui nem prestar muita atenção no que ele estava cantando. Além disso, acho a voz dele muito comum e nada diferente daquilo que a gente já está acostumado a ver em quase toda season.

Lu: Ai gente, que preguiça, meu pai celestial. Eu sei que Red é EXATAMENTE o tipo de cantor que a América ama, tudo nele grita “EU SOU MUITO COUNTRY, SIM SENHOR”. Mas vamos sentar aqui e falar sério, porque isso se chama THE VOICE… Ele é um cantor limitadíssimo, gente. Papo reto mesmo, de todos os country artists restantes na competição ele é o mais fraquinho em questão vocal, mas anotem minhas palavras, vai ser o mais forte com o público, porque cumpre os requisitos da comunidade country, né. Enfim, prefiro muito mais o country do Mitchell Lee e do Adam Cunnigham, mas choices, né.

Cla: Eu até tento deixar meu favoritismo de lado quando venho comentar nas reviews, manter a mente aberta e tudo mais… maaaaas esse country caipira demais não me agrada em nada! E pior, sei que ele é o favorito das tias do sofá e que o careca ruivo vai longe! hahahahaha Se for comparar todos os cantores country do Team Blake, tem gente que canta bem mais que ele… mas choices, né!!!

VENCEDOR: RED MARLOW

 

#TEAMADAM

Anthony Alexander – “Mercy” by Shawn Mendes 

Tati: Quando vi a songchoice, pensei: xiii isso não vai prestar, principalmente pois eu gosto de Mercy com um arranjo mais emocional.  Mas acabou que os conselhos de Kelly e Adam, principalmente para reajustar o tom utilizado na música, contribuíram e muito para Anthony entregar uma boa apresentação. Mesmo com o errinho no meio da apresentação ele conseguiu manter o bom nível e achei a voz dele muito agradável, tanto nas partes mais graves, quanto nas mais agudas. Só acho que Adam precisa trabalhar muito o lado emocional e postura no palco dele, ele se mostra entregue e tenta se conectar ao que está cantando, mas precisa de mais controle.

Lu: Nossa, eu tô bem chocada. Podem perguntar pra Tati, antes disso começar eu disse bem simples “isso não vai funcionar, não é música pra voz dele”. Mas eu tô impressionada, porque ele fez esse barro acontecer! Continuo achando que não era música pra voz dele, mas depois dos conselhos do Adam, e principalmente da ideia genial de aumentar o tom da música, eu realmente acho que o Anthony conseguiu pegar merda e transformar numa linda estatueta banhada em ouro (no maior estilo Suri Curise, lol). Houveram erros, mas esse menino continua crescendo e tem muito potêncial! Anthony, eu te amo! PISA MAIS NO MARK QUE TÁ POUCO!

Cla:  Eu adorooooo essa música, mas essa versão… UAAAAAU!!!! Sempre vi potencial na Hannah, mas estou encantada demais com a apresentação de hoje! Adorei aquela quebrada na música logo no início, os vocais dela foram ótimos inclusive os melismas que ela fez… e estou bem indecisa sobre qual dos dois eu gostei mais.

Hannah Mrozak- “Love On the Brain” by  Rihanna

Tati: Hannah tem uma voz um pouco comum? De certa forma, sim. Mas eu gosto dela, pois ela faz um arroz com feijão de uma forma bem decente e a cada fase eu passo a gostar muito mais dela. Apesar de achar que ela tenha exagerado um pouquinho nas firulas em alguns momentos, eu achei uma apresentação muito bem feita, com entrega e com uma voz bastante agradável, fora as variações nas notas empregadas de maneiras diferentes às quais a gente já está acostumado em apresentações dessa música.

Lu: AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA. Melhor versão de “Love On The Brain” no The Voice. Eu sinto que falta substância na voz da Hannah, mas ela tem um timbre belíssimo e melismas muito bem trabalhados e não exagerados (dá vontade, né @ShiAnn?). Sei que temos MUITAS vocalistas femininas na competição na mesma linha e a Hannah acaba meio que fading away no meio delas, mas ela fez por merecer esse Nocaute. Eu não costumo discordar do Adam, mas eu teria sim dado a vitória a Hannah. Embora eu tenha achado esse resultado MUITO melhor… SABEM POR QUE? PORQUE AGORA EU TENHO ESSAS DUAS GEMS NA COMPETIÇÃO AINDA! PISA MENOS, STEAL DE KOS!

Cla:  Adorooooo quando os acts escolhem músicas inusitadas, eu penso que vai dar ruim… e eles me fazem calar a boca! Anthony me calou hoje! Consigo ver potencial nele, mas ainda é diamante bruto e precisa ser trabalhado. A performance dele de hoje bem bacana, trabalhou bem o palco e se arriscou em algumas notas que foram boas. Uau!!

VENCEDOR: ANTHONY ALEXANDER | STEAL: HANNAH MROZAK

Bom, finalizados os nocautes, já temos um Top20 montando. Irei ranquear o time e os artistas de acordo com MEU GOSTO, mas isso não quer dizer que eu ache o time mais forte ou mais fraco, até porque eu vejo potenciais nomes em todos os times e fico feliz com isso, já que isso permite um show mais emocionante e “obriga” os artistas a evoluírem. Mas, enfim, meu ranking pessoal de artistas que mais gosto ficaria assim:

 

#TEAMJHUD

Que time é esse, hein, mulher? Eu olho e consigo ver excelentes vocalistas, Davon e Chris, uma pedra que pode ser bem lapidada, a Shi’Aan (mas que não será uma tarefa fácil já que a menina já apresentou uma série de erros), o timbre mais interessante da season, meu mozão Noah, além de um ótimo steal em uma artista pop muito competente, a Hannah. Acho um time fortíssimo, mas consigo ver Davon, Chris e Shi’Aan explorando quase que o mesmo campo, por isso não levaria os três. Meu ranking pessoal ficou assim:

1. Noah 
2. Davon
3. Hannah
4. Shi’Aan
5. Chris

#TEAMADAM

Achei o time do Adam um dos mais fracos ao final das blinds, mas não é que ele tem artistas que me agrada bastante? Na verdade, só três, mas os três nome são pessoas que gosto MUITO, assim como gosto de Noah e Davon. Addison tem um timbre incrível e é um diamante que pode ser muito bem lapidado (e ela precisa, inclusive de orientação mesmo). Jon é um artista que entregou 50% no show e me agradou bastante. Eu tenho a impressão que ele pode muito mais e estou torcendo muito por isso. Anthony é um kids que eu peguei simpatia já nas blinds e o acho muito bom tecnicamente. Além disso tem Emily com uma excelente voz (apesar que não consigo me conectar muito emocionalmente com ela) e Adam C, que por mais que eu tenha certa resistência, pelo menos se mostrou decente até aqui. Meu ranking fica assim:

1. Addison 
2. Jon
3. Anthony
4. Emily
5. Adam C.

#TEAMMILEY

Oh, Miley, Why? Eu tinha duas favoritas em seu time (Addison e Karli) e o que me restou agora foi só Moriah, que acho incrível e com enorme potencial. Tirando ela, me simpatizo com Ashland e acho que ela tem talento e pode ganhar força com a máfia country, mas não consigo gostar muito de Brooke (essa é outra que apesar de voz incrível, eu não consigo me conectar emocionalmente) e nem de Janice. Então quer dizer que Miley tem o time mais fraco? Não! Mas no ranking pessoal fica difícil eu gostar MESMO de alguma candidata além de Moriah. Mesmo assim, tenho certeza que Brooke deve ir longe e ela tem capacidade vocal para isso.

1. Moriah 
2. Ashland
3. Janice 
4. Brooke
5. Adam P.

#TEAMBLAKE

Blake tem o time que menos gosto, mas isso não quer dizer que esteja à margem dos outros. Até porque ele fez um steal maravilhoso em Chloe, que ganhou força depois de um ótimo nocaute. Keisha é muito boa e uma das artistas mais completas, ao meu ver, mas essa historinha de country não me convenceu muito não, viu? E por isso ela é uma das artistas que eu menos gosto até aqui. Red é outro artista que também pode ganhar força com a máfia country, mas eu acho um dos artistas country mais comuns que já passou pelo time do cowboy, country por country fico com Mitchell, que além de uma voz legal, me passa muito empolgação enquanto ele canta.

1. Chloe
2. Keisha
3. Mitchell 
4. Esera
5. Red

 

Então é isso, pessoal! Fase de ko’s findada e que venham maravilhosos playoffs, que, inclusive, nessa fase foram gravados e já vão ao ar na segunda (Team Blake e Team Jhud), terça (Team Miley) e quarta-feira (Team Adam) da semana que vem.  Estão animados? Não deixem de votar na enquete e dizer qual o nocaute favorito de vocês dessa última noite. Nos vemos na primeira de noites de playoffs. Beijos!

gostou da matéria? deixe um comentário!

  • Sofia Ferreira

    Uma coisa é unânime aqui: Ninguém curte o Red

    • Tatiane Silva

      AHahahahahhaa Sofia, ele é MUITO limitado. Tô sem entender até agora o que Blake viu nele. Mas certeza que mesmo assim ele vai render.

    • Tatiane Silva

      AHahahahahhaa Sofia, ele é MUITO limitado. Tô sem entender até agora o que Blake viu nele. Mas certeza que mesmo assim ele vai render.

  • Felipe Fagundes

    Mais um episódio bem meia boca, parece que largaram o que tinha de melhor no primeiro episódio e dividiram o resto nos outros 2. Vou ter que concordar com o Icaro e o Ny sobre o Anthony, ele perdeu com folga essa K.O. mas pelo menos a Prozac foi salva.
    Não amei o Chris nessa apresentação mas ainda acho o melhor do Team JHud, problema dele é que teve uma apresentação no mínimo antológico na season 5 de uma menina de 16 anos que deveria proibir outros acts de repetir essa música. Mas pra mim foi o melhor da noite, seguido de perto pela Prozac.
    Discordo totalmente do seu ranqueamento de times Tati colocando o Team JHud como melhor, mas é o seu ranqueamento por gosto pessoal. Acho Adam com melhor time até agora. Já o Team Blake que geralmente eu gosto, nessa season não dá pra defender, com excessão da Chloe que pode ser uma luz no fim do túnel pro Blake. E nunca esquecemos, é precido apenas um act pra sair com o titulo.

    • Tatiane Silva

      (Vamos ver se meu comentário agora vai hahahaha) Felipe, qual é o seu ranking pessoal? Eu gosto de quase todo mundo no time da Jhud mesmo e Team Adam também me agrada. Mas, como eu disse, é questão de gosto pessoa, pois força por força, eu vejo todos os times com certo potencial e considero o time da Miley forte, apesar de não me agradar muito.

      • Felipe Fagundes

        Team Adam: Jon, Addison, Emilly, Adam C., Anthony
        Team Jhud: Weaver, Davon, Noah, Hannah, Shi’an
        Team Miley: Adam P., Moriah, Brooke, Ashland, Moriah
        Team Blake: Chloe, Keisha e o resto…

        • Tatiane Silva

          Felipe, acaba que nosso top 3 de cada time está bastante parecido haha

    • Tatiane Silva

      (Vamos ver se meu comentário agora vai hahahaha) Felipe, qual é o seu ranking pessoal? Eu gosto de quase todo mundo no time da Jhud mesmo e Team Adam também me agrada. Mas, como eu disse, é questão de gosto pessoa, pois força por força, eu vejo todos os times com certo potencial e considero o time da Miley forte, apesar de não me agradar muito.

  • Normalmente eu discordo bastante (bastante!) do que vocês escrevem aqui e fico quieto a não ser que seja algo que me incomode bastante, como foi o caso da battle da Janice e da Katrina. Porém, no entanto, contudo, maaaassss….. acho que nada até hoje me incomodou tanto quanto vocês abraçando essa performance pífia do Anthony. O que ele fez foi tão nível Braiden Sunshine em Radioactive, tão nível Nick Hagelin em Lost Without You, tão nível Lowell Oakley em Jealous que eu realmente acredito que o amor de você pelo mr. Levine tá interferindo legal numa apresentação chinfim, artisticamente vazia, vocalmente limitada e tecnicamente repleta de erros quanto essa.

    De resto, só quero falar que o fato de a melhor performance da noite ter sido do Chris e de ele nem ter sido exatamente bom mostra que a noite foi fraquíssima sim.

    • Tatiane Silva

      Aaaaah eu gostei da apresentação, de verdade HAHAHA. Eu achei a voz dele boa e achei que ele tentou se entregar, apesar de parecer nervoso.

      Em tempo, acho Anthony apenas um cantor em potencial, mas realmente curto quando vejo ele se apresentando, acho a voz bonita e gostei das suas três apresentações, apesar de achar muito verde para competição. Mas é questão de gosto mesmo, que vai muito além da avaliação se artista x tem uma excelente técnica vocal ou não. Tanto que Brooke e Emily são muito mais técnicas e completas que ele e, mesmo assim, eu ainda assim gostei mais dele até agora. É questão de comprar a ideia do artista (ou potencial artista, no caso dele) mesmo

      • Estevão Nascimento

        Também não gosto da Brooke e da Emily, apesar de achar elas talentosas. Vai pro gosto mesmo.
        Team Miley= Ashland, por falta de outras opções
        Team JHud= Noah e Hannah
        Team Blake= Chloe e Mitchel
        Team Adam= Jon, Addison e Anthony
        #VoltaKarli

  • Nyegirton Costa

    Eu tô sem crer que vocês gostaram dessa apresentação do Anthony. Que mico BIG. Inclusive ainda sem entender o motivo do Adam salvar ele

    • Tatiane Silva

      Aí migo, talvez eu tenha exagerado que a performance tenha sido ótima, mas eu realmente achei boa e gosto dele, desculpa

Tatiane Silva

Sou uma Social Media e Community Manager que ama tanto o que faz, que acaba fazendo isso quase que o tempo todo. Eu moro na internet, por isso acrescento doses diárias de cultura inútil e memes que é pra eu não me entendiar. Amo realities musicais, gasto horas em grupos de discussão e sou viciada em coisas que me fazem dar boas risadas e esquecer da minha conta bancária negativada.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu