Posts Populares

The Voice US – S14E04 – The Blind Auditions, Part 4

Voltei!

Porém, muito triste porque meu The Voice está morto.

Hoje com certeza foi muito melhor que ontem, mas, mesmo assim continua super abaixo do esperado e não tem ninguém que me cativou ainda, que me faça querer torcer por ele. Ta, tem o Reid, mas nosso caso é banal, nada muito sério. Eu quero alguém para me comprometer dona The Voice, pode ser ou ta dificil?

E como amigo está também nas horas difíceis, hoje eu trouxe a Mari, que por algum motivo desconhecido da natureza não é paneleira mas vive no nosso meio e é uma de nós na mesa das lideres de torcida e Thais, mais conhecida como a mestre dos magos das fanfics e dona das melhores playlists do spotify.

Mas chega de enrolação e vamos logo para o que interessa. Como o programa está bem latino ultimamente, hoje nos seremos reizinhas latinas. Agora vem que o babado é certo meu amor.

Spensha Baker – “Blackbird” by The Beatles #TeamBlake

Dam Havana ooh nana: Olha, achei bem okay mesmo, nada de especial, tem um timbre agradável e talvez a musica não favoreceu muito o seu ponto forte e a fez bem esquecível hoje. Eu não consigo imagina-la indo longe na competição, a não ser que ela surpreenda muito.

Thais Machika soy tu chica : Olha, achei tão pombo, que nem sei muito o que falar. Basiquinha ela, né? A música também não te dá muita margem para criar, brilhar ou algo do tipo. Ela começa no ‘A’ e termina no mesmo ‘A’. Então você tá ouvindo ela cantar, aí lembra de algo, depois de outra coisa e mais outra, aí quando percebe, a música tá acabando, ela não fez nada que chamou sua atenção e… acabou.

Mari pacito, pacito: Quando eu vejo que vão cantar Beatles eu fico dividida entre o que HINO MINHA BANDA ou AI AI VÃO CAGAR MINHA MUSICA. Spensha tem uma voz bonita, mas achei ela bastante nervosa, a voz ficou trêmula em alguns momentos e acredito que o resultado poderia ter sido melhor, mas eu até enxergo potencial, só acho que ela deveria ter ido com a Kelly.

    

Alexa Capelli – “I’ve Got The Music In Me” by Heart #TeamKelly

Dam Havana ooh na na: Amei viu? Voz competente com identidade e que se bem trabalhada pode trazer muitas surpresas. Talvez pela idade, sua voz ainda soa um pouco estridente em algumas notas, porém, não tira o fato de como ela é segura nas transições de notas e seu timbre meio country pode conquistar muita gente.

Thais Machika soy tu chica: Nada muito incrível, mas acho que ela conseguiu levar a blind numa boa, na mesma intensidade que jogou lá em cima no começo, o que é bem difícil. A voz me incomodou em alguns momentos, talvez por soar um pouco estridente, mas tem um timbre bonito quando está cantando sem agudos. Não sei se vai longe, mas tem uma carinha de filler ou eliminada nos KOs.

Mari Pacito, Pacito: Ouço essa música e Kat Robichaud é a primeira coisa que me vem à cabeça. Mas falando da Alexa, o timbre dela não é dos que mais me agradam, mas ela utilizou umas dinâmicas interessantes e tentou deixar uma marca dela na música. Acho que ela teve alguns pequenos problemas de respiração, mas nada que tenha atrapalhado, e dado o baixo nível da season é uma artista com potencial a ser trabalhado e que escolheu a coach certa.

      

Adrian Brannan – “Two More Bottles Of Wine” by Emmylou Harris #Eliminada

Dam Havana ooh na na: Gente, trouxeram a Rosinha namorada do chico bento e ninguém me avisa? Fia, se alguém tivesse virado para ela, eu juro que pedia demissão na hora. Que música horrível, que voz engraçada meu Deus. Vocês lembram do clipe de “Doce de batata doce” do xuxa só para baixinhos? Não? deem um google depois e me digam se não é a mesma coisa dessa menina kkkk.

Thais Machika Soy tu chica: Ninguém deveria virar pra não ter que ver essa roupa horrível, senhor. Fashion Police pra ela (alô, Clarice). Tô chocada que o Blake não virou, porque essas coisas costumam gritar, berrar o nome dele, porque é, coisas bizarras se atraem.

Mari Pacito, pacito: Socorro, o que está acontecendo com o meu programa essa season? As vezes parece que eu to vendo The X Factor com aquelas audições pavorosas que não tem nada a ver com nada. Achei tudo aqui de péssimo gosto. A começar pela musica, que não ajuda em nada, ela tem um voz super comum e não tentou arriscar nada diferente pra chamar atenção e ainda deu umas desafinadas. Terrível.

  

Wilkes – “One Headlight” by The Wallflowers #TeamBlake

Dam Havana ooh na na: Que voz gostosinha de ouvir meu Deus. Amei muito a blind dele e aquele inicio mais suave mostrou um raspado na voz dele que já ligou o alarme da minha calcinha apitando crush novo na área. O encanto acabou quando ele escolheu o Blake. Choices!

Thais Machika soy tu chica: Curti a blind, é um estilo que eu gosto muito, um pop rock, com um timbre muito agradável, que me fez curtir a audição como se fosse uma performance dele, não de uma blind. Pena que não é um estilo que vai longe no programa, ainda mais no time do certas @. Se sobrar uma vaga nos steals do Adam, talvez, né, quem sabe…

Mari Pacito, pacito: Adorei o timbre e a voz dele me soou bastante agradável principalmente nas partes mais baixas. Quando ele subiu o tom eu perdi um pouco o interesse e acabei achando tudo meio morno. Não sei se teria futuro em outro time, mas estamos falando de Blake Shelton né?

 

 

COMBO: JessLee – “I’m With You” by Avril Lavigne #TeamBlake | Jordyn Simone – “Tennesee Whiskey” by Chris Stapleton #TeamAlicia | Megan Lee – “Killing Me Softly With His Song” by Lauryn Hill #TeamAlicia

Dam Havana oh na na: Eu fico passado como eles combam os candidatos e nos míseros quase dois minutos que eles tem, a produção foca mais nas histórias ou nos coaches do que na própria voz. Ta complicado em dona The voice? Pelo pouco que vi, tinhamos coisas muito interessantes para explorar, mas ai eles preferem mostrar a noiva do Chico Bento do que gente que canta de verdade. O.K!

 

Jaron Strom – “This Magic Moment” by Ben E. King #TeamBlake

Dam Havana oh na na: Nossa que água de chuchu, manas. Que timbre mais comum e sem brilho algum. Achei bem nada a ver Blake virando para ele, o menino não é bom minha gente, só eu vejo isso?

Thais Machika soy tu chica: Vocês conseguem sentir o cheiro? O doce aroma de Paxton e Mark Isaiah? Aquele pop genérico e mal cantado? Deus me defenda, viu. Que voz chata, que performance chata, que música chata (desculpa aos envolvidos). Não tem uma única coisa que eu tenha gostado nessa blind e é isso aí, quem concorda, respira.

Mari Pacito, pacito: Olha eu não sou obrigada, viu. Achei a musica, a roupa e a performance de uma breguice sem fim, e eu até gosto de coisa brega, mas tem que ter limite. O estilo não me chama atenção, achei o timbre um tanto irritante e ele grita a cordeiro de batalha.

      

 

Terrence Cunnigham – “My Girl” by The Temptations #TeamAlicia

Dam Havana ooh na na: Minha música favorita, do meu filme favorito *-* E que versão linda em meus amigos? Amei como Terrence capturou a atençao de todos e conseguiu deixar um clássico como My Girl atual mas sem descaracterizar a alma da música. Amei.

Thais Machika soy tu chica: Olha, não aguento mais ver piano/teclano no palco desse programa. Mas cantando essa música eu deixo passar. Um clássico desses, bicho. Que coisa mais maravilhosa, eu amei demais toda a versão. Se eu quis chorar? Isso é mentira, vocês que estavam chorando.

Mari Pacito pacito: Aaaaaa que hino de songchoice. Eu adoro My Girl e amei a versão que o Terrence apresentou. Valorizou a voz dele, que é muito bonita, os melismas foram muito bem executados e achei que mereceu as 4 cadeiras. E Alicia fortaleceu ainda mais o time dela, que ao meu ver é o mais equilibrado e disputado nessa fraca temporada.

      

Então né, vamo ficando por aqui com a sensação de que o programa vai ser uma bomba essa season. Lógico que temos algumas exceções vocalmente falando, mas, pelo menos para mim ainda não teve nenhum act que realmente batesse a química. Tamo ai no aguardo, afinal de contas uma Alice não desiste nunca.

Ah! Não esquece de vota na nossa enquete e dizer para gente quem é seu act favorito até agora em? Beijinho, beijinho, Tchau, tchau.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Dam Souza

Baiano que tem caruru e vatapá no sangue, aquele que é o canto da cidade e só discute com quem entende de Inês Brasil.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu