Posts Populares

The Voice US – S14E08 – Battle Rounds, Parte 2

É que o povo se estressou Pporque a gente se juntou né, bebê?
Mas me perdoa, meu amor Porque isso apenas começou!

E continuamos a nossa saga em busca de novas battles mais impactantes e interessantes. Depois de uma noite um tanto quanto peculiar que nos levou do céu ao inferno (estou olhando para você “one last time”), digo que achei hoje muito equilibrado e até correto em suas conclusões, mas, sabe aquela sensação que ainda falta algo? Então, eu sinto que ainda ta faltando algo a mais para nos despertar e nos fazer lembrar que o The Voice é babado.

Como eu não sou bobo nem nada, eu trouxe as minhas irmãs de igreja que são elas: Lu, discipula desaforada de Cristo que joga a pedra na cruz se alguém disser alguma coisa. E Thais, Escritora do novo testamento e dona das melhores histórias. Já deu para perceber que hoje o negócio vai ser abençoado não é irmão? Então chega mais e não fica de fora, vem receber a sua benção também.

Achou que eu ia fazer um culto hoje né? Enganei vocês kkkk. Hoje eu e minhas manas seremos as reizinhas do calypso. Sin boraaaaaaaaa!!

[TEAM KELLY] Amber Sauer VS Jorge Eduardo – “Starving” by Hailee Steinfeld

Dam que acreditou na lua: Que batalha cativante, envolvente e muito gostosa de ver. amei de verdade e não é que o senhor despacito surpreendeu? Acho que o Jorge preencheu a música de uma forma muito competente e Amber, tadinha, desde sua blind que eu a sinto sempre muito eufórica querendo mostrar tudo o que tem e nisso ela acaba se perdendo um pouco. Meu maior incômodo em relação a Amber era a dificuldade que ela tinha em controlar a respiração e o que fazia com que ela derrapasse em alguns momentos. No mais eu daria essa vitória para Jorginho. Vencedor: Jorge

Luana como uma virgem: É pra fingir? QUE HINO! Ai gente, assim… Eu até gosto dessa música, mas essa battle saiu meio lixosa, bora combinar. Eu gostei muito das partes individuais do Jorge, ele soube usar muito bem o falsete, apesar da música não casar em nada com a voz do moço, ele fez o que pôde. Já a Amber, sempre perdida, coitada. Em sua audição eu já tinha achado ela bem “atirando pra todo lado”, e aconteceu de novo aqui. Acho que ela ainda não tem uma identidade própria e fica meio perdida na hora de tomar decisões vocais. As harmonias não foram boas, as vozes não encaixaram. Enfim, a songchoice também não permitia muita coisa, realmente cortou bastante as asas dos dois (ou não, quem sabe eles sejam limitados mesmo). Vencedor: Jorge.

Thais do cavalo manco: Eu adoro essa música e essa levada acústica que fizeram nessa versão, ficou uma delíciaaaaaaaa. Combinou demais com a voz dos dois, Amber tem uma capacidade e um alcance maior, o que e é evidente, mas ela segurou muito bem para deixar a apresentação mais intimista e no mesmo nível, mas vi ali alguns problemas de respiração, só que isso me incomoda um total de 0 na real. Mas o Jorge, ai Jorge, eu amei sua voz desde a blind, mesmo com Despacito, enxerguei lá seu potencial, lindo. Ele tem um falsete TÃO gostoso, uma voz suave, que faz você ficar rindo sem motivo enquanto escuta. Então fiquei aqui babando e desejando uma versão solo só pra eu ter um estúdio dele. Vencedor: Jorge

 VENCEDOR: Jorge Eduardo

[TEAM ADAM] Davison VS Reid Umstattd – “Love on the Brain” by Rihanna

Dam que acreditou na lua: Gente, vocês também estão com a sensação que os coaches não estão sabendo escolher as songs para as battles? Como assim “Love On The Brain” para timbres e estilos tão específicos como os de Davison e Reid? Particularmente eu achei muito cafona e tirou todo o espirito da canção. Me incomodou por demais mesmo. Lógico que tiveram alguns pontos positivos como as harmonias dos dois juntos que eu gostei muito, mas, a levada meio Motown Records não colou para mim e em meio a tudo isso, Reid me ganhou desde sua blind e eu amo sua voz. Vencedor: Reid.

Luana como uma virgem: Confesso que assim que vi a songchoice, eu pensei “nossa, super nada a ver”. Mas depois de assistir o resultado final, eu preciso dizer que estou surpresa. Tendo dois vocalistas masculinos nessa canção, pelo óbvio, espera-se algo carregado de falsetes… Mas Davison, e principalmente, Reid fugiram demais do senso comum e seguraram a marimba em voz cheia sempre que possível. O que me deixou mais impressionada ainda foi o Reid ter conseguido se sobresair tanto sob o Davison, numa música que, teoricamente, estava mais na ossada do Davison. Percebi que o Reid teve que forçar a voz várias vezes (o que me lembrou muito o Luke Wade, AMO AAAAAAA), o que não é bom a longo prazo, mas nessa apresentação aqui caiu como uma luva, pois ela demanda sim um certo “desespero” na interpretação! Enfim, eu curti super o que ouvi (principalmente do Reid) e fiquei até animadinha pros próximos rounds, HAHAHAHA. Vencedor: Reid

Thais do cavalo manco: É estranho demais ver dois homens cantando essa música, acho que combina bem mais com um timbre feminino. E pela primeira vez vou falar isso: senti falta dos falsetes. A música ficou tão descaracterizada, eles cantando por cima da melodia, coisa que eu não suporto. Não lembro se vi a blind do Davison, então nem posso comentar se vi alguma melhora, mas lembro que vi o Reid e foi a minha favorita da noite, então posso dizer que não notei melhora, não. Pelo contrário, ficou abaixo do que ele fez na audição. Porém, eu gosto do Reid, ele me lembra DEMAIS o Luke Wade, tanto na aparência (sim, acho que sou doida), quanto no timbre e na forma de cantar, com os braços grudados no corpo. Agora é esperar pelo o que ele pode fazer de melhor nos KOs. Vencedor: Reid

 VENCEDOR: Reid Umstattd

COMBO: [TEAM BLAKE] Bransen Ireland VS Jaron Strom – “Head Over Boots” by Jon Pardi | [TEAM ALICIA] Johnny Bliss VS Megan Lee – “Versace on the Floor” by Bruno Mars [TEAM KELLY] Jamella VS Teana Boston – “Will You Still Love Me Tomorrow” by Carole King

Dam que acreditou na lua: Vou te falar que pela primeira vez eu não me incomodei com o combo? Pelo pouco que vi das batalhas aqui, nenhuma era boa o suficiente para me fazer querer assisti-la por completo. Até as vitórias eu achei corretas pelo que vi.

 VENCEDORES: Jaron Strom | Johnny Bliss | Jamella

[TEAM ALICIA] Jordyn Simone VS Kelsea Johnson – “Don’t Let Go (Love)” by En Vogue

Dam que acreditou na lua: Melhor battle da noite né? Achei as duas muito corretas e igualmente muito boas, tenho que confessar que eu achei o inicio muito mais interessante que o discorrer da performance, até porque a melodia muito repetitiva da música me incomodou um pouco, mas, as duas foram muito competentes e eu dou um empate aqui ta benina? Não sei quem escolher kkkkkkk. Empate

Luana como uma virgem: Agora sim… QUE HINO DE SONGCHOICE! E gente, tô impactada aqui, não porque foi um “uau” de batalha, mas porque elas se complementam DEMAIS. Os agudos da Jordyn são lindíssimos, assim como os graves da Kelsea e as harmonias soaram DIVINAS! Pra mim, o ponto alto dessa performance foi o entrosamento e desempenho em conjunto das duas. Agora, se formos avaliar individualmente, eu não sei se elas realmente se destacaram. Kelsea tem um timbre mais rico, talvez isso tenha pesado na escolha da Alicia. Mas achei que Jordyn teve mais dinâmica vocal a oferecer aqui, então ficaria bem dividida. Na real mesmo, acho que elas deveriam ser uma dupla e estarem conquistando o mundo, é isso, haha. Empate

Thais do cavalo manco: Gente, que dupla bem pareada, que disputa nivelada, as duas são muito parecidas (em todos os aspectos, porque as duas são iguaizinhas), tem timbre similares e até a postura no palco é igual. Então como escolher uma vencedora? Por preferência pessoal mesmo, né? Kelsea tem a voz um pouco mais rasgada, é mais forte, mais marcante. Já a Jordyn alcança esse efeito quando coloca um pouco mais de grave, mas sua voz de cabeça é um pouco mais suave e agradável. Talvez por isso eu acabe tendendo a ela, porque não gosto muito voz muito rasgada assim, não, só em momenos especifícos, para criar um drama na apresentação. Mas eu realmente não saberia escolher a vencedora. Empate

VENCEDORA: Kelsea Johnson  | STEAL: Jordyn Simone (Team Adam)

Chegamos ao fim do episódio com uma sensação de que ainda falta algo para essa temporada de fato acontecer, mas, não podemos negar que hoje tivemos embates mais que justos e muito equilibrados por sinal. O destaque ficou mesmo por Jordyn e Kelsea que fizeram uma battle equilibradíssima e por um momento elas chegaram a ser um só. Amei de verdade. Acho que por hoje é isso, amiguinhos, espero que vocês estejam gostando e não deixa de me dizer o que estão achando da temporada ta? Beijos da tia Dam e até mais!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Dam Souza

Baiano que tem caruru e vatapá no sangue, aquele que é o canto da cidade e só discute com quem entende de Inês Brasil.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu