Posts Populares

The Voice US – S14E16 – Live Playoffs, Night 1

Chegamos aos Playoffs!

Quando você acha que já viu de tudo no The Voice, tem sempre alguma coisa para te dar uma rasteira. E para essa edição não foi diferente. Para movimentar um pouco o jogo, a produção do programa decidiu mudar o método dos playoffs fazendo com que os 24 candidatos se apresentem em uma espécie de pré playoffs, onde, o act mais votado PELO PÚBLICO de cada time avança direto. O Top 20 restante se dividirá nos outros 2 dias: Team Alicia e Blake na 3ª e Kelly com Adam na 4ª. e ai voltamos a nossa programação normal que todos já conhecem.

Hoje seremos 4 comentaristas, cada um comentando um time para que não fique cansativo, afinal de contas são VINTE E QUATRO PERFORMANCES e quem vai se lascar aqui? Eu mesmo, Addâmison Mello comentando tudo.

Para nossa maratona de hoje eu convoquei meu squad:

#TeamBlake – Gerson
#TeamAlicia – Luana
#TeamKelly – Clarice
#TeamAdam – João

Então chega de lexco lexco e bora logo para essa bagaça. Hoje eu e meu bonde seremos a girl group de maior respeito desse planeta. (Quem gritou as empreguetes toca aqui). Mas não serão elas não, hoje nós somos as…

Spice Girls

[TEAM KELLY] Alexa Cappelli – “It Hurt So Bad” by Lauryn Hill

Dam Posh Spice: Alexa não deixando o posto de princesinha do The Voice morrer na Brynn. Essa está longe de ser uma performance maravilhosa, porém, é muito bom ver o quanto ela vem evoluindo e até que ponto sua voz pode chegar, Alexa desafinou um pouco sim, porém nada que a fizesse passar vergonha como a Brynn passou kkkkkk. Acho que com o treino correto, a menina vai longe em?

Clarice Ginger Spice: Uns se apavoram com as fases ao vivo, Alexa se mostrou plena ali no palco! Andou de um lado pra outro, soltou o vozeirão e se mostrou consistente. Ela cresceu bastante na competição, mostra que entende a artista que é porque a música combinou bastante com ela e soube encontrar os momentos pra brilhar. Noite do Team Kelly começou bem…

[TEAM KELLY] Kaleb Lee – “You Don’t Even Know Who I Am” by Patty Loveless

Dam Posh Spice: Olha… Como eu não sou muito fã de country, me arrisco a dizer que foi uma performance mediana. Já tivemos acts do gênero muito melhor que o Kaleb, porém, com performances iguais a Brynn isso aqui é ouro

Clarice Ginger Spice: Alguém avisou ao Kaleb que é nos Playoffs que você faz apresentações impactantes e marcantes? Porque olhaaa… foi consistente, bons vocais, mas completamente esquecível! Aquela nota mais alta dele me soou um pouco desafinada, mas nada tão gritante quanto outras desafinadas da noite. Esse country chateeeenho não me empolga em nada, então mesmo ele soando consistente, não consigo ser falsa o suficiente pra gritar QUE HINOOO! hahahhaha

[TEAM KELLY] Tish Hayne Keys – “Nothing Left For You” by Sam Smith

Dam Posh Spice: Alô? É a Regina Love? Então, nós ligamos para avisar que a senhora esqueceu sua copia aqui no The Voice e estamos solicitando que a senhora a leve embora novamente. Brincadeiras a parte, a Tish sempre foi uma cantora correta, que exagerava as vezes e esse exagero nem sempre era algo positivo. Hoje Tish começou a performance muito bem e desandou do meio para o final com notas um tanto desagradáveis para o ouvido o que nos revela que pelo histórico do programa quase impossível ela passar.

Clarice Ginger Spice: Sempre elogiei Tish porque ela sabia mesclar o vozeirão com momentos mais suaves, no entanto, hoje isso não funcionou! Os suaves ficaram graves demais e a voz não ficou boa, já os momentos mais altos até foram bons, teve um pouco de rosnados, mas algumas notas ficaram estranhas, parecia desafinado ou fora do tom… Acredito que tenha sido a apresentação mais fraca dela na competição e justo no momento que ela mais precisava mostrar do que é capaz!

[TEAM KELLY] Brynn Cartelli – “Unstoppable” by Sia

Dam Posh Spice: Miga, o que foi isso? Não deu para você em? Porque Sia, Kelly? Com Miley, Selena, Taylor, Camilla agora, tanta cantora com músicas que a Brynn poderia se desatacar e realmente fazer um trabalho bom e tu mata a bixa dessa forma. Shame, Shame, Shame. Tudo aqui foi muito ruim, ela desafinou, não segurou a música e pagou micão. ficou pesado em amiga?

Clarice Ginger Spice: JESUS MARIA JOSÉ! Estou comentando o Team Alicia e não estava sabendo? Que diabos foi essa songchoice, Brynn? E ainda no teclado? Tu é do pop, miga… não inventa de cantar Sia porque é too much! Gostei de vê-la mais soltinha no palco, estava igual uma princesinha, mas vocalmente foi péssimo! Desafinou em diversos momentos e não mostrou vocais consistentes em momento algum.

[TEAM KELLY] Dylan Hartigan – “Come Pick Me Up” by Ryan Adams

Dam Posh Spice: Difícil te defender em Kelly? Porque esse menino de volta?Tudo bem, ele é lindo? Demais. Dá vontade de parar de olhar para ele? Não, não dá! Dá vontade de arreganhar as pernas e e pedir para ele atracar em mim igual uma aranha caranguejeira? Dá sim. Mas não é por isso que eu vou dizer que esse menino canta não é mesmo? Infelizmente ele é só um rostinho bonito que canta medianamente bem e só.

Clarice Ginger Spice: Olha Dylan querendo ganhar votos das caprichetes que serão seduzidas por essa camisa aberta e look moderninho! hahahahaha Pode ganhar votos por isso, mas não pela apresentação em si… Foi tudo bem mais ou menos, adorei a vibe logo do início com ele sentadinho mas não empolgou! Acredito que ele errou na songchoice que foi bem linear, ele poderia ter lacrado no falsete mas desafinou bastante! Dá nem pra defender…

[TEAM KELLY] D.R. King – “Home” by Marc Broussard

Dam Posh Spice: Gente que agonia, tanto a performance do Ray quanto Gary e D.R para mim soaram a mesma coisa, até eles apresentando coisas diferentes ficou parecido e acho isso um pouco palha porque três cantores diferentes irá dividir muito os votos. D.R me incomoda um pouco, acho que seu tom exagerado e sua falta de controle me incomoda um pouco. Porém, hoje ele fez um bom trabalho.

Clarice Ginger Spice: D.R. soube usar essa apresentação pra mostrar tudo que consegue fazer, desde seu tom mais grave ao mais alto, os rosnados e falsetes. A música é boa e ele foi bem consistente na apresentação, ainda que em alguns momentos opte por exagerar pra se amostrar ainda mais! Eu até gosto dos gritadeiros, mas sutileza as vezes é bom… hahahahaha

 

– – – – – – – RESULTADO #TEAMKELLY – – – – – – –

SALVO: Brynn Cartelli

Olha, tudo bem que a Brynn é a favorita do TeamKelly e a minha também, porém, hoje não foi o dia dela. Dona da pior performance da noite, Brynn só foi salva pelo seu ótimo histórico dentro do programa, porque se dependesse de hoje…

[TEAM ADAM] Drew Cole – “Man in the Mirror” by Michael Jackson

Dam Posh Spice: Que legal em? Mais uma vez nada muito sensacional, porém, correto e agradável de ouvir. O que me incomoda no Drew é que as vezes ele parece desconfortável no palco e fica meio travado e isso reflete na sua voz também. Se ele seguir no jogo espero que ele melhore mais esse aspecto não é mesmo?

João Sporty Spice: Finalmente veio sem o violão hahahaahah e bem da verdade, não fez falta nenhuma, pois Drew teve uma presença de palco muito boa sem instrumento de muleta. A voz dele me soou bem gostosa na música, casou muito bem, de uma forma que eu não esperava, mas pra um Playoff onde vão passar apenas 3 de 6, ele poderia ter se destacado mais. Apesar da performance dinâmica, acho que a música limitou o que ele podia fazer com a voz (apesar de ter caído bem no timbre dele).

[TEAM ADAM] Mia Boostrom – “Baby I Love You” by Aretha Franklin

Dam Posh Spice: PISA MAIS MIA, EU TE IMPLORO!! Que performance mais lacratop como diz Gerson kkkk. Juro, amei real e o que mais me impressionou é que eu não sou tão fã da Mia, nunca achei que ela valeria apena mas hoje ela surpreendeu e nos entrgou a melhor performance até então. Notas graves muito bem executadas, Notas agudas com muita segurança e potentes, uma ótima performance ao todo. Amei.

João Sporty Spice: Mulher que pisão de vocais. O que essa menina vem evoluindo temporada não tá escrito. Pegar a Mia chatinha lá das Blinds e comparar com a de hoje já mostra o quanto o Adam vem fazendo um trabalho EXCEPCIONAL com ela. Tava com um medo enorme da música não ser muito do estilo dela, mas apesar de arriscada, foi uma escolha certíssima que além de tirar a Mia da zona de conforto, é muito mais vendível do que as músicas na pegada que ela cantou no KO. Adorei os rasgados, a postura dela no palco, o timbre dela é muito diferenciado. Acho que se ela não passar pelo público, o Adam passa.

[TEAM ADAM] Jackie Verna – “Tim McGraw” by Taylor Swift

Dam Posh Spice: Achei que a música combinou super com a voz da Jack e o seu timbre e muito gostoso e instigante não é mesmo? Eu amei as notas mais agudas que ele fez e o yodolei da sua voz era gostosinho de ouvir e ela sabia aplicar na hora certa. Por mim eu ficaria aqui para sempre só admirando essa belezura.

João Sporty Spice: Ai gente, numa fase onde metade dos times vão ser cortados, Jackie me vem com uma apresentação super morna e linear (e a pior dela até o momento na temporada). Ela tava muito bem conectada com a letra, mas foi toda limitada, sem destaque, sem arriscar, tentou jogar no safe, e se saiu mal. Jackie precisa cantar algo ou mais animado, ou muito dramática, esse meio termo não vai ajudar em nada. Se quiser garantir uma vaga no top 12 vai ter que ralar muito amanhã.

[TEAM ADAM] Rayshun LaMarr – “Overjoyed” by Stevie Wonder

Dam Posh Spice: DIVO DO MEU CORAÇÃO! Que timbre maravilhoso minha gente. Quando Ray abriu a boca eu já estava de pé aplaudindo e pedindo bis gritando “YES”, “YES” igual a Kelly kkkkk. Porém, fiquei um pouco frustrado, porque a performance acabou e não tivemos nada marcante, nenhum ápice, nada que nos chamasse a atenção para avisar que ele tava no palco. É Ray, tome cuidado senão tu roda e não tem raio do trovão que te salve.

João Sporty Spice: Vi a songchoice, lembrei das apresentações anteriores e já pensei “vai arrasar”. Na verdade eu fui arrasado mesmo. Não sei o que aconteceu, me pareceu o tempo todo que ele tava tendo dificuldade em se encontrar na velocidade da música, nas respiradas, parecia meio perdido, não conseguiu se soltar. Eu to muito triste pois esperava uma baita performance dele nos Playoffs, e acabei me decepcionando. Tinha Ray como lock no top 12, agora já não tenho mais tanta certeza. Espero muito que ele se recupere e volte com tudo amanhã para garantir a vaga. Mais um erro crucial que pode custar o avanço na competição.

[TEAM ADAM] Sharane Calister – “Never Enough” by Loren Allred

Dam Posh Spice: As coisas estão melhorando por aqui em? Que performance lindaaaaa da Sharane, a bixa arrasou demais e que segurança em? e quando tu acha que não tem mais o que acontecer, ela da aquele notão maravilhoso seguido de toda a delicadeza e fragilidade que a música pede. Torcendo muito para ela ir longe nessa competição, em uma temporada como essa, cantoras como ela não podem ir embora assim.

João Sporty Spice: EU. TO. NO. CHÃO. O que essa mulher cantou na season toda não deu 10% do que ela cantou hoje. Controle vocal, notas maravilhosas e certíssimas, conexão com a música. Adam e seu steal do K.O. sempre fazendo milagres num é? Que pisão, com certeza a performance mais memorável da noite. Deitou e rolou, guardou todas suas armas pro momento mais decisivo da competição. Seria injusto se Sharane não passasse direto hoje, pois foi de longe a melhor performance do Team Adam. E agora quero que essa menina brilhe toda semana e leve meu bebê pra final, se puder.

[TEAM ADAM] Reid Umstattd – “I Still Haven’t Found What I’m Looking For” by U2

Dam Posh Spice: Não foi dessa vez que vimos ele de “Don’t Stop Believin'” mas ainda creio nesse dia. Reid é de longe o melhor do Team Adam e tanto que o seu coach já sabe em que caminho levar seu act. A música poderia ser melhor, porém, mesmo assim Reid surpreendeu e entregou uma performance muito boa de verdade.

João Sporty Spice: Primeiro vou deixar aqui o quanto eu ainda estou emputecido por terem roubado uma apresentação brilhante no Reid nos K.O.’s, que poderia dar uma puta vantagem para ele hoje. Mas enfim, a música ficou MUITO gostosinha na voz dele, e ele tem uma dinâmica, um jeito de brincar com a voz que me deixa muito apaixonado no timbre dele. Eu não tenho palavras para expressar o quanto eu to feliz com o que o Adam fez com o time dele nessa temporada, um time que era considerado super fraco, chegar com tanta qualidade nos POs.

– – – – – – – RESULTADO #TEAMADAM – – – – – – –

SALVO: Sharane Calister

Mais que justo em? Que surpresa maravilhosa a da Sharane ne? A menina veio do nada, saiu da casulo, brilhou e roubou o coração de todos, passando merecidamente para a próxima fase e nos deixando com uma ar de quero mais. Agora minha ansiedade é saber como ela irá superar essa performance.

[TEAM BLAKE] Austin Giorgio – “Ain’t That a Kick in the Head” by Dean Martin

Dam Posh Spice: Mas eu ri viu? Que engraçado ele mirou no Michael Bublé sedutor e acertou no michê coroa barato da esquina. kkkkkkkkk. Que sem graça minha gente, Austin não tem nada o que fazer aqui, não traz nenhum diferencial e ainda por cima é chato. Nem do cenário eu posso falar, não tinha nada de bonito para tirar minha atenção mesmo.

Gerson Scary Spice: Austin, querido, te adoro! Meu preferido, mas aqui não dá pra defender. Não acrescentou, não trouxe nada novo. Alguém chama Austin pra um musical, porque é lá que ele deve ficar. Ele tem uma voz razoável, bem ruim hoje, sinceramente, e tem uma presença e postura de palco bem boa, ideal pra musicais. Facilmente a pior de Austin hoje, possivelmente fora do Top 12.

[TEAM BLAKE] Pryor Baird – “I Was Wrong” by Chris Stapleton

Dam Posh Spice: Eu amo a vibe do Pryor e hoje ele colocou fogo no parquinho em minha gente? Quanta alma, quanta paixão em uma performance e música combinou muito com ele. Eu diria facilmente que Pryor é um artista divulgando seu single de trabalho e fez isso muito bem diga-se de passagem.

Gerson Scary Spice: Quem acompanha as reviews sabe que não sou grande fã de Pryor. Apesar de enxergar a star quality que ele tem, ainda não vi nenhuma performance que me cativasse. A de hoje foi a que mais se aproximou disso. O timbre de Pryor é potente, forte, e ele consegue carrega-lo de emoção. A música, claro, ajudou bastante. Vamos ver se Pryor consegue trazer mais disso.

[TEAM BLAKE] Kyla Jade – “How Great Thou Art” by The Statler Brothers

Dam Posh Spice: Você quer Broadway? Mas gente, não é que a bixa fez o barro acontecer? Colocou o cilio para jogo e rolou até lágrima em? Gostei muito de ver A Kyla passeando por notas mais suaves, usar um grave maravilhoso daqueles e aproveitar bem da sua potencia na hora certa e da forma certa. Pela primeira vez eu me senti de fato em uma igreja adorando a Deus e digo que essa foi a melhor performance da noite. Amei.

Gerson Scary Spice: Que hino (literalmente) HAHAHAHA Kyla é uma cantora talentosíssima, potente, com um timbre muito bonito. Ela consegue fazer umas transições muito loucas com a voz, consegue alcançar notas surreais, e isso ninguém pode negar. Hoje ela fez o que estava precisando fazer: entregar uma performance mais coração do que voz. Achei que as notas altas vieram no momento certo, apesar de algumas saírem meio estranhas. As lágrimas só mostraram quão conectada ela estava e quão linda foi essa performance.

[TEAM BLAKE] Gary Edwards – “Finesse” by Bruno Mars

Dam Posh Spice: Gary é um cantor muito competente e tem essa voz tão gostosa de ouvir que lembra um pouco o John Legend, porém, achei um erro dar uma música tão enérgica para ele, sendo que a sua falta de preparo para músicas agitadas era visível. Foi uma performance correta, mas, acho que a falta de folego atrapalhou muito em alguns momentos o que pode resultar em muitos problemas.

Gerson Scary Spice: Minha gente, eu gostei tanto de Gary nas Blinds, mas de lá pra cá foi ladeira abaixo. Essa apresentação foi realmente o fundo do poço. Primeiro, que essa música é o próprio chorume, chatérrima! Gary até que tentou, mas com um lixo de música dessas, não dá pra fazer milagre né. O timbre dele é legal, ele tem presença de palco, mas parou aí.

[TEAM BLAKE] Spensha Baker – “I Still Believe in You” by Vince Gill

Dam Posh Spice: Eu nunca gostei muito da Spensha, sempre a achei correta, porém, sem brilho algum que me fizesse querer vê-la avançando no programa. Acho que temos cantoras um pouco acima dela fazendo um ótimo trabalho. Vocalmente falando eu senti a voz da Spensha falhar de leve as vezes, mas nada que a comprometesse e seus falsestes não foram tão legais assim.

Gerson Scary Spice: Eu acho Spensha de uma sutileza incrível! Adoro sua voz, como ela interpreta as músicas, como ela se entrega pra passar a mensagem da canção. Eu não conhecia a música, mas gostei muito do trabalho que Spensha fez. Me incomodou só que a música era muito repetitiva, e aí Spensha teve que logo mostrar todos os seus recursos, como falsetes, agudos, etc. Gostei bastante!

[TEAM BLAKE] WILKES – “Brother” by NEEDTOBREATHE

Dam Posh Spice: EU ESCOLHI AMAR ESSE HOMÃO DA PORRAAAAAAAAS!!!! Que delicia de performance meu Deus, que voz mais caótica que clama uma dependência sem fim. Nossa, eu não sei como vai ser daqui para frente, mas eu não imagino essa temporada sem o Wilkes e espero que ele continue nos ganhando e nos impressionando.

Gerson Scary Spice: Ta aí outro que eu nunca engoli. WILKES tem uma voz e uma postura de palco que não me atraem em nada. Esse cabelo, meu Deus! Enfim, seguindo a linha gospel do Team Blake, ele fez um trabalho que trouxe uma crescente, assim como Kyla. Começou meio morno, até que chegou no ápice e até deu uma vontade de tentar dar uma chance. Mas quando eu volto pro começo da música, é só decepção. Então vamos focar nesse final mesmo.

– – – – – – – RESULTADO #TEAMBLAKE – – – – – – –

SALVO: Kyla Jade

Não era bem o que eu queria, mas não da para negar a maravilhosidade que a Kyla foi hoje, sem dúvidas uma das melhores performances da noite e uma das poucas que fez jus ao gospel card. Parabéns irmã que o senhor seja convosco.

[TEAM ALICIA] Johnny Bliss – “América, América” by Nino Bravo

Dam Posh Spice: Maria do Bairro corre aqui que tão cantando sua música kkkkkk. Mentira mana, mas bem que poderia não é mesmo? Bliss é muito correto vocalmente falando, porém, muito brega. Eu sempre imagino eles como aqueles tios cantores de dança de salão e isso me faz rir kkkkkkkkkk. Não sei porque insistiram nele até aqui, mas não ta dando mais para aguentar não em? kkkkkkkkk

Luana Baby Spice: Olha, corajoso DEMAIS de vir cantando espanhol em pleno playoff, sabendo como a “América” funciona, né gente. Vocalmente falando foi muito bom, super consistente, firme nas notas, teve dinâmica e encaixou boas notas. Mas Johnny é tão brega que eu nunca consigo me conectar. Não que ser brega seja algo ruim, pq eu também tenho meu lado amante dos bregões, haha. Mas não rola uma identificação entra gente, nossa química não flui, não somos um match.

[TEAM ALICIA] Kelsea Johnson – “You Know I’m No Good” by Amy Winehouse

Dam Posh Spice: AAAAAAAAAAA que maravilhosaaaaaaa!! Amei demais, demais e o timbre da Kel é único ne? a bixa demorou para desabrochar mas agora ninguém segura mais. Kelsea deu uma cara nova para música e fugiu total do convencional que estamos acostumados a ver de uma música da Amy. Ela ousou e acertou em cheio sem deixar nada a desejar a versão original. Amei forte mesmo

Luana Baby Spice: FINALMENTE UM HINO, AAAA KELSEA! Pisou! Particularmente, (salve algumas desafinadinhas bobas) achei a melhor performance da menina na competição! Eu adorei o arranjo e as formas que ela encontrou pra deixar a música “maior” pro momento que ela precisava ter. O timbre dela é maravilhoso e encaixou perfeitamente com a vibe da canção, ela estava linda e confiante no palco também! Aaaaaaa, olha, não vou mentir não… Eu adore, arrasou Kelsea!

[TEAM ALICIA] Terrence Cunningham – “How Come You Don’t Call Me” by Prince

Dam Posh Spice: Eu que já to cansado de tanta performance ou o Terrence foi mesmo entediante? Minha gente que performance chata viu? E os falsetes só deixaram a música irritante e até estridentes em alguns momentos. Quando ele foi para voz de peito achei muito mais agradável e inclusive acho que a performance teria sido muito melhor desa forma.

Luana Baby Spice: Gente?! Este rapaz não tem voz, só tem falsete? E me desculpem as fãs, mas ele viveu apenas de hype nessa competição e eu estou oficialmente farta. Eu sou fã do Maroon 5, e consequentemente, sou a louca dos falsetes, não posso ver um macho falseteando que já fico louca… Mas existem limites, né meus caros. Isso aqui só foi irritante. E agora entende 100% a decisão do Prince (enquanto em vida) de não liberar suas músicas pra realities, ele queria evitar esse tipo de profanação. Só uma pena que quando uma lenda morre, a família não mete esforços pra continuar fazendo dinheiro em cima, né. Ta aí.

[TEAM ALICIA] Jackie Foster – “Never Tear Us Apart” by INXS

Dam Posh Spice:  Minha gente, como Jackie é boa em? A bixa passa uma segurança cantando que só ela e a sua potencia vocal é muito, mas muito boa mesmo. No inicio eu achei que a música não ia ficar muito boa com ela, mas quando Jackie começou a cantar e dominar o palco, a plateia e todos a sua volta, foi ai que eu percebi o seu verdadeiro potencia e o quanto ela ainda pode ir longe. Com certeza vai para o top de melhores da noite.

Luana Baby Spice: Tirando o único momento ruim da performance (a nota erradíssima em “I was standing”), isso aqui foi UM HINO. Quem me conhece sabe que eu fiquei magoadíssima quando a Jackie pisou no coração do meu bb, mas contariando meu signo de escorpião, eu não vou guardar resentimentos ou ser hipocrita hoje. Essa foi, provavelmente, a melhor performance do #TeamAlicia, e ficou claro pra mim que Jackie não só merecia passar, como merecia ser a frontrunner da equipe. Continuo acreditando que ela era encaixava MUITO MELHOR com o Adam, mas aí são choices, né. No mais, pisou nas cotadas da equipe e já era pra estar no Top 12.
PS.: O fim me lembro MUITO a Kat Perkins, o que me deixou ainda mais triste por ela ter saído do Team Adam, pois Adam ama sua rockeirinhas e tem noção do que fazer com elas.

[TEAM ALICIA] Christiana Danielle – “Hey Ya” by Outkast

Dam Posh Spice: Se o berro existe eu estou nele kkkkk. Minha gente, eu sou o maior fã da Christiana nesse site e amo tudo o que ela nos apresenta (menos “Hotline Bling”, por favor). Até “Hey Ya” em uma versão mais maconheira eu curti, só que, quando chega do meio para o fim da música foi um show de desafinação e descontrole vocal. Mulher tu tava indo tão bem e eu já trava pronta para te defender mas ficou difícil em? Não bateu, eu achei a ideia muito boa de verdade, mas antes ter ficado só na ideia do que cagar isso tudo ai que tu cagou.

Luana Baby Spice: Minha gente… Fãs da Christiana, eu sei que vocês já me odeiam, então posso soltar meu veneno aqui em paz e sem máscaras e hoje com toda a justiça do mundo. MAS O QUE FOI ISSO?! No início eu tava achando só sem noção e pensando “sério que ela tá tentando me fazer levar “HEY YA” a sério como algo dramático e sentimental?”, mas do meio pro fim isso virou um show de desafinações bizarras! Sempre achei a voz da Christiana linda, mas hoje nem timbre salvaria. A performance foi RUIM mesmo. Eu realmente espero que ela se recupere na quarta feira, porque ainda vejo muito potencial e pra onde explorar essa voz.

[TEAM ALICIA] Britton Buchanan – “Some Kind of Wonderful” by Soul Brothers Six

Dam Posh Spice: Nunca fui muito fã do Britton e fico tentando entender seu hype kkkkk. Um cantor muito ok que faz o seu papel bem feito mas nada além disso. Eu tenho que admitir que ele tem uma presença de palco ótima, mas pude observar também que sua performance afetou na sua respiração e por muitas vezes a banda engolia a voz dele, acho que devido a falta de folego. Fora isso foi uma performance correta e divertida de ver.

Luana Baby Spice: Até que enfim o Britton veio a vida, irmãos! Tava precisando, né gente. Porque estava começando a ficar bem morno. Mas fiquei muito feliz de ver o menino calar minha boca hoje. Hoje teve guitarra (consegui visualizar daqui as lágrimas de dor do Adam), teve presença de palco e teve vocais consistentes. Já pro final ele tava mais cansadinho, mas ainda assim deu conta do recado e se segurou numa música com a maior cara de sabotagem. Eu amei, provavelmente a performance mais dinâmica dele e veio no momento certinho!

– – – – – – – RESULTADO #TEAMALICIA – – – – – – –

SALVO: Britton Buchanan

Se com uma performance iconica dessas que a Jackie teve a bixa nem foi salva, o que esperar dessa temporada em? Britton foi bom, porém, não o bastante para ser salvo, mas como a voz do povo é a voz de Deus…

 

É isso meus amores, acho que hoje serviu para avaliarmos melhor como o público está vendo os acts e como eles irão agir e interferir no jogo de certa forma. Kelly tem sido uma bomba a cada episódio fazendo escolhas péssimas e sendo o pior time da noite até então. Como vocês sabem o barro ainda não acabou e logo mais estaremos aqui na segunda noite de Playoffs do The Voice. Beijinho, Beijinho e tchau, tchau.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Dam Souza

Baiano que tem caruru e vatapá no sangue, aquele que é o canto da cidade e só discute com quem entende de Inês Brasil.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu