Posts Populares

The Voice US – S15E03 – The Blind Auditions, Part 3

Ola queridas inimigas, eu estou de volta!!

E semana passada o reality que todos nós amamos e odiamos voltou com tudo. E que estréia em meus amigos? Babado, confusão e (#EleNão) Mensagem subliminar.  De modo geral eu achei as audições muito boas até aqui e amei a ideia dessa segunda chance dada aos candidatos que não viraram nenhuma cadeira, até porque, ali pode estar indo embora um grande potencial não é mesmo? E pra comentar o episódio de hoje eu trouxe a primeira dama do PIB brasileiro, Cla e o cristalzinho da nação, filho do ursinho pooh com o urso da Marcha, nosso bebê João. Vamos nessa, time…

Vocês acharam que não teriam apelidos hoje né? Mas vai ter sim! E hoje nós seremos músicas em inglês traduzidas para o público brasileiro. Agora nós vamos mesmo, chega de enrolação.

[#TeamBlake] Dave Fenley – “Help Me Hold On” by Travis Tritt

Avalie a performance:

Dam pepeka com sabor de coca cola:  Gente, que timbre é esse? Amei essa coisa ríspida que a voz dele passa. Tudo bem que a voz dele é comum dentre os countrys que já passaram no programa, mas essa aspereza na voz dele muito me agrada e a música foi o casamento perfeito pra ele. Legalzinho.

João Sem lágrimas para chorar: Ele tem uma voz rasgada interessante, mas já passaram countrys melhores pelo programa viu? Achei ele bem básico, mas bem o estilo que o Blake gosta e que as tias do sofá abraçam, então fez a escolha certa em ir com o Blake, se estiver visando ir longe na competição.

Clarice você me ama?: Não entendi porque Blake se fez de difícil pro Dave, todos sabiam que ele iria virar e que ainda iria levar o macho pra casa! Foi uma boa apresentação, a música é bonitinha e Dave tem uma aspereza bem interessante na voz! Só achei mais do mesmo… não que isso seja algo ruim! hahahaha

[#TeamAdam] Steve Memmolo – “Spooky” by Classics IV

Avalie a performance:


Dam pepeka com sabor de coca cola: Olha, um cantor muito água de miojo, nada demais não e essa performance dele me soou um pouco datado também. Do meio pra o fim da performance o lance ficou até interessante, mas, mesmo assim nada que me fizesse entender duas cadeiras viradas. 

João Sem lágrimas para chorar: Achei uma audição um tanto dinâmica, e mostrou um timbre um pouco diferente, bem gostoso, com alguns rasgados e um falsete ali no final. Mas senti que faltou ele mostrar algum diferencial maior, alem do timbre, não achei ele UAU, mas com boas dicas e boas músicas pode ser promissor, e nesse sentido acho que ele escolheu o coach certo. E eu to muito chocado com o quanto ele parece o Ben Affleck gente.

Clarice você me ama?: Ben Affleck Steve veio com uma música nunca cantada no programa, pelo menos eu não me recordo. Demorou pra a apresentar empolgar, o início foi bem morno mas do meio pro fim ele foi se soltando, brincou um pouco com a apresentação, arriscou um falsete e o saldo foi positivo, mas nada brilhante.

[#TeamJHud] Audri Bartholomew – “Never Enough” by Loren Allred

Avalie a performance:


Dam Pepeka com sabor de coca cola: Meu Deus que interpretação!! Eu estou completamente emocionado e tocado. Tem um tempo que eu não me encanto com uma performance e com um candidato como eu me empolguei com a Audri. Lógico que ela precisa ajustar alguns pontos, mas ainda sim foi muito lindo, sincero e tocante. 

João Sem lágrimas para chorar: A menina já começou arrasando na songchoice. Eu AMO The Greatest Showman, e eu AMO MUITO essa musica. Amei que a JHud virou, pq eu senti alguns problemas na respiração dela, e na transição, tanto que quando ela cantou com a Jennifer ja foi exponencialmente melhor, e já consigo ver essa menina melhorando muito e surpreendendo já nas battles. Espero muito dessa união das duas viu?

Clarice você me ama?: Como diabos Audri virou apenas 1 cadeira?! Sim, ela estava nervosa e teve alguns problemas de respiração, mas poxa, ela estava com vocais tão consistentes, subiu lindamente com a música e atingu notas incríveis! Mas né, casamento perfeito essas duas, ela é muuuuuito #TeamJHud e acho que nem se o Papa descesse ali pra ser coach dela, Audri trocaria JHud! Elas cantando juntas foi um escândaloooo! ♥

[#TeamBlake] Rachel Messer – “I Wanna Be a Cowboy’s Sweetheart” by Patsy Montana

Avalie a performance:


Dam pepeka com sabor de coca cola: Eu estou com uma calça jeans. blusa quadriculada, chapéu de cowboy e palha na boca dançando yodolei com um macho fazendeiro musculoso e sarado e esse yodolei que ela faz na música eu faço com a minha língua na boca dele. Brincadeiras a parte, eu sou novo nisso de música country e não sei dizer ao certo se foi bom, porém, achei estranho, não me agradou e eu achei até engraçado kkkkkk. 

João Sem lágrimas para chorar: Nossa gente, bem breguinha ne? Esse country antigo eu particularmente acho insuportável. Mas vamos as partes boas, a voz dela tem um tom bem gostoso, e aquela melodia do refrão é bem difícil de ser executada. Se ela tivesse pelo menos ido com a Kelly, provavelmente sairia da linha Country Clássico pra algo mais pop (TALVEZ), mas com o Blake, com certeza vai continuar cantando essas bregueiras. Fiquei com dó da Kelly, de verdade. Aliás, a menina é muito bonita ne?

Clarice você me ama?: Quando eu falo que não gosto de country é esse tipo de country caipira, até tento ser neutra mas tem um limite e Rachel ultrapassou a barrinha do limite! hahahaha Timbre dela me incomodou profundamente, independente da música cantada, ela parecia ter um ovo na boca, a apresentação foi completamente linear e apenas no yodolei ela se arriscava um pouco mais. Não dá, gente…

[#TeamKelly] Chevel Shepherd – “If I Die Young” by The Band Perry

Avalie a performance:


Dam pepeka com sabor de coca cola: Ah, essa música! Nossa, só de ouvi-la novamente me da vontade de chorar. Eu lembro do tributo que Glee fez na morte do Cory (Finn) e lembrar de toda aquela cena mexe muito comigo. Chevel foi um contraste para o que tenho dessa música. Ela veio cheia de inocencia e pureza e no olhar dela as vezes parecia que ela não tinha noção do quão boa é. Eu amei a Chevel e acho que ela pode ir longe.

João Sem lágrimas para chorar: Country, voz gostosinha, novinha, se fosse com o Blake tinha final escrito na testa, mas tb entraria numa ladeira de músicas bregas. Felizmente sensatíssima, foi com a Kelly, um hino. Já to imaginando a batalha dos dois countrys dela, mas a Chevel tem tudo pra ser um trunfo nas mãos da Kelly se ela souber trabalhar. Espero que ela escolha as musicas certas, pq foi uma das countrys que mais gostei. P.s.: amei o pisão no Blake tb.

Clarice você me ama?: Essa música é muito fofa, né?! E Chevel também é fofíssima, sua voz é bonita mas soou trêmula em alguns momentos, talvez pelo nervoso. A bixinha tem potencial e creio que Kelly saberá trabalhar com ela e ainda escolher músicas bem nesse estilo, que ao meu ver combina bem com ela.

[#TeamKelly] Delaney Silvernell – “In My Blood” Shawn Mendes

Avalie a performance:


Dam pepeka com sabor de coca cola:  Gente, eu to mesmo impressionado com o nível das blinds essa season. Que começo lindo de performance, amei como ela trouxe uma suavidade e delicadeza para canção e depois foi ganhando força até chegar no refrão. Mesmo com esses pontos positivos, não foi nada muito impactante não e eu não sei se viraria minha cadeira.

João Sem lágrimas para chorar: A audição foi curta e talvez isso tenha prejudicado ela, mas do pouco que ela mostrou eu consegui perceber um alcance muito bom, e isso pode fazer toda a diferença nas batalhas, já que a maioria do Team Kelly está mais baseado em promessas do quem em boas audições de verdade, entao acredito que ela possa surpreender bastante, com boas dicas da Kelly. Sem falar que escolheu um musica linda ne? ❤

Clarice você me ama?: Ahhhhhhh essa música, cantei junto porque sou dessas! A apresentação dela me pareceu menor que as demais e de fato foi mesmo. Delaney começou muito bem, de uma forma mais pausada, se soltando ao longo da música mas soltando as notas mais alongadas apenas no refrão, pra logo em seguida acabar tudo. Queria mais, ver onde ela iria com a música, mas é o que tem pra hoje!

[#TeamAdam] Anthony Arya – “Danny’s Song” by Kenny Loggins

Avalie a performance:


Dam pepeka com sabor de coca cola: Chegou o hipster que come comidinha da terra e tem cara de menina com esses cabelos lindos e sedosos. Achei a música bem mediana e sem muita coisa que o destacasse na multidão. Bem esquecível. Não Curti.

João Sem lágrimas para chorar: A audição foi bem sem graça, achei que faltou impacto, faltou diferencial, foi bem sem sal. Não entendi o Adam virando, provavelmente pegando pra cordeiro nas battles (assim eu espero né). Dos que virou cadeiras hoje, achei o mais fraco.

Clarice você me ama?: Anthony tem 15 anos e dá pra notar sua inexperiência, não só pelo rosto de novinho! hahahaha Ele tem um timbre legal, também veio com uma apresentação mais curta (o que diabos é isso, NBC?!), se manteve consistente nos vocais porém parecia uma planta no palco de tão travado! Foi tudo bem morno.
PS. Nós paneleiros já prevemos a battle Anthony x Tyke, hein!

[#TeamJHud] Natasia Greycloud – “I’m Not The Only One” by Sam Smith

Avalie a performance:


Dam pepeka com sabor de coca cola: Só eu achei essa performance bem karaokê? Não curti, a música não combinou com ela, tinha uma voz boa ali e isso era visivel, mas a música não foi correta. Ela tem um timbre muito gostoso e me lembrou as candidatas que aparecem no Xfactor UK. Se ela tivesse pegado uma música que explorasse mais sua região grave acho que seria lacre, e sem contar a banda tava muito ruim, meu Deus! Que versão porcaaaaaaaaaaaa. Simplesmente não!

João Sem lágrimas para chorar: Que vozeirão gente. Sinceramente eu gostei bastante, acho que ela pode ser uma artista de muitas facetas e mostrou so a ponta do iceberg, e mesmo esse começo ja me deixou bastante satisfeito. Aquela high note que ela acertou ali, quando as meninas viraram, omg, adorei muito. Inclusive achei o estilo e a pegada dos vocais bem parecidos com a Danica, do Team Pharrell na season 7, mas talvez eu esteja louco.

Clarice você me ama?: Estou acostumada com versões mais intimistas dessa música e vê-la sendo cantada numa versão mais alta me surpreendeu. Gostei da voz de Natasia, mostrou uns melismas bem interessantes e adorei o timing de Kelly e JHud que viraram bem naquela nota que ela atingiu. Ela mostrou que tem vozeirão, não foi uma apresentação brilhante, mas tem potencial!

[COMEBACK STAGE] Lynnea Moorer – “Location” by Khalid

Avalie a performance:


Dam pepeka com sabor de coca cola: Amei a música mas não curti a performance. Ela deixou muito a desejar e não tem um controle muito bom sobre sua voz, a tadinha desafinou demaaaaaaaais e seus melismas não eram tão bem executados. A voz dela soou fraca e sem consistência. Talvez se ela tivesse optado por uma balada como fez depois da audição ela teria muito mais chances.

João Sem lágrimas para chorar: Achei a blind fraquíssima, sem qualquer dinâmica e com vários erros ao acertar algumas notas. Na verdade não achei que merecia nem comeback, o Brent hoje merecia mais que ela, mas fazer o que né? Agora é esperar pra ver se melhora.

Clarice você me ama?: Lynnea tem uma voz interessante, mas errou rude ao escolher essa música. Achei tudo bem morno, não me agradou em nada. E veja só como ela se destacou um pouco mais quando cantou Adele, escolha da música é tudo! Comparando as duas que já haviam sido selecionadas pela Kelsea, Lynnea é a mais fraca de todas. Confesso que não vi motivos pra que ela recebesse essa 2ª chance… acredito que tem gente melhor!

[#TeamKelly] Kymberli Joye – “Run to You” by Whitney Houston

Avalie a performance:


Dam pepeka com sabor de coca cola: AAAaaaaaaaaaaah! EU NÃO TENHO ESTRUTURAS PRA ESSA CANÇÃO E MUITO MENOS PARA UMA DEUSA QUE ACERTA AS NOTAS COM TANTA PRECISÃO COMO A KYMBERLI! EU TO JOGADA NA AVENIDA BRASIL,PASSADA NO AZEITE DE DENDÊ E PRONTA PRA VIRAR ACARAJÉ COM ESSA PERFEIÇÃO DE MULHER! Desculpa, mas não tive como não falar dela em caixa alta. Minha gente, o que é essa voz? O que foi aquela precisão nos melismas? E como ela acertava as notas em cheio? Foi perfeito, só isso que tenho a dizer!

João Sem lágrimas para chorar: De longe a melhor da noite. Que controle vocal, que emoção, que tudo. Adorei. Aprende @Kyla a berrar com classe. Mais um block que funcionou haahhahahahahah tadinha da Jhud, 2 blocks, achei desne, mas enfim, já foi ne? Kelly finalmente conseguindo uma artista realmente boa, que é só ela saber jogar com cuidado, pq ela tem uma das boas nas mãos. Aguardo ansiosamente as batalhas pra ver mais dessa mulher.

Clarice você me ama?: QUE PISÃO, MORES!!! Essa música é um tiro no meu coração! Kymberli estava toda controlada, dona da porra toda, subiu lindamente nos vocais! Amo quando surgem gritadeiras fodonas assim! Mas devo admitir que mesmo odiando o block, morri de rir com a briguinha de Kelly x JHud! Kymberli é muuuuito a cara de JHud, Kelly foi super estrategista… só quero ver como ela funciona com as gritadeiras! Mas amei a Kym!

 

 » » » Considerações Finais « « «

#TeamAdam: Anthony Arya*, DeAndre Nico, Radha, Steve Memmolo*, Tyke James.

Adam tem o time mais fraquinho até aqui com o decorrer dos episódios. lógico que tem seus pontos fortes e eu acho que um dos destaques da temporada está aqui. 

#TeamKelly: Chevel Shepherd*, Claire DeJean, Delaney Silvernell*, Kymberli Joye*, Mikele Buck e Sarah Grace.

Acho que é o time mais forte até aqui, porque, além de ter todo o carisma da Kelly os acts tem muito dela e ela tem Kymberli minha gente.

#TeamJHud: Audri Bartholomew*, Frank West, Kennedy Holmes, Natasia Greycloud*, Patrique Fortson e TyShawn Colquitt.

Time dos monstros né mores? O que é isso aqui? Audri é a peça surpresa da Jhud mas tem a Kennedy também e eu já imagino uma battle bomba entre as duas.

#TeamBlake: Dave Fenley*, Kameron Marlowe, Keith Paluso, Mercedes Ferreira-Dias, Michael Lee, Rachel Messer*.

Blake continua na sua zona de conforto e seus acts sempre são muito semelhantes, tem alguns nomes que eu curto muito aqui e tenho certeza que algum deles está na final hahahaha.

 Essas são as adições do episódio de hoje: 

#TeamAdam: Anthony Arya e Steve Memmolo.

#TeamKelly: Chevel Shepherd, Delaney Silvernell e Kymberli Joye.

#TeamJhud: Audri Bartholomew e Natasia Greycloud.

#TeamBlake: Dave Fenley e Rachel Messer.

Eu to amando real essa temporada até aqui, espero que não seja estragada e meus acts sejam eliminados. Eu consigo tirar pelo menos 3 acts muito bons de cada episódio e isso me anima muito. Então é isso, mores, diz ai o que vocês acharam dessa terceira noite de blinds? Deu pra ver que eu amei ne? kkkkkkk! Até a próxima, bb´s.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Dam Souza

Baiano que tem caruru e vatapá no sangue, aquele que é o canto da cidade e só discute com quem entende de Inês Brasil.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu