Posts Populares

The Voice US – S15E04 – The Blind Auditions, Part 4

Já passamos da metade das blinds, chocada!

Estou de volta para a quarta noite de blinds. Os times estão tomando forma, alguns podem começar a despontar como “o melhor”, enquanto outros estão ficando dentro da mesmice (é Blake, tô falando com você.) Se compararmos com a temporada passada, eu tô achando que só as blinds já arrasaram com as “melhores” performances da season 14. Estou mais animada do que deveria. Alguém adormece esse meu lado Alice, por favor!!

Ontem ficou um pouco aquém do que a semana passada, mas tivemos alguns candidatos que se destacaram. E de acordo com 48,89% dos nossos leitores, a melhor performance da noite foi da Kymberli Joye do #TeamKelly. ARRASOU! Três dias e três times diferentes sendo escolhidos, você quer diversidade e qualidade?
Finalizando, para comentar nessa noite quente de terça-feira aqui no Hell de Janeiro, trago um trio quase lindo, porque tem o Gerson, brinks migo. Mas comentando comigo hoje estarão o Gerson e o Lucas. LET’S GO!

 

[#TeamAdam] Reagan Strange – “Mean To Be” by Bebe Rexha & Florida Georgia Line

Avalie essa performance:

Thais: Olha eu dando o selo só por causa da reação do Adam e já imaginando a relação de pai e filha que ele terá com a Reagan. (kkkkk ridícula) Reagan é uma nenê, porém totalmente crua, tem muito o que amadurecer e crescer vocalmente, mas eu achei muito fofinha. Fico pensando em como a Addison cresceu com o a ajuda do Adam e imagino ele fazendo o mesmo pela Reagan, então quase consigo projetar um futuro pra ela na competição. Adam não vai largar essa menina de jeito nenhum.

Gerson: Eu amo essa música, mas ela é bem basic, assim como Reagan. Ela tem 13 anos e é algo que eu já imaginava, porque ela tem alguns probleminhas de tremulação da voz, por exemplo. Eu vejo potencial, gostei da audição, mas não sei se vai muito longe.

Lucas: Besta como essas crianças são crescidinhas hahaha. Olha, adorei que ela escolheu uma música atual e que realmente achei que combinou com a voz dela. Quanto aos vocais, achei medianos. O timbre não me chamou muita atenção e não houve nada que me brilhou muitos os olhos. Porém, a garota tem bastante potencial, porque tem sim uma boa voz que se bem trabalhada pode ser muito melhor explorada e crescer bastante. Na torcida pra ver a evolução da garota.

[#TeamAdam] Fousheé – “Redbone” by Childish Gambino

Avalie essa performance:

Thais: Olha, Fousheé (que nome estranho/engraçado/legal) me soou um pouco forçada, as caras e bocas que faz durante a música me incomodam um pouco, como se ela não estivesse conectada com o que estava cantando. Redbone não é aquela música profunda, mas esse ar de sorriso não combina muito e, na minha opinião, o artista precisa respeitar a mensagem que a música passa. Mas sobre ela, eu curti a voz, gostei do timbre, só o golfinho que não me agrada, mas é porque ataca minha enxaqueca. /aquelas

Gerson: Eu tinha tanto esperanças na Fousheé. Eu vi a songchoice, vi o estilo dela e tava muito empolgado. Mas achei tudo bem mais ou menos. Ela tem um timbre bem okay, bem comum, e tem uns vícios no cantar que me incomodaram. Eu nem vou comentar daquele falsete e agudo ali que foi a coisa mais bizarra que eu já vi desde Josh Kauffman vencendo o The Voice. Enfim, ela precisa melhorar bastante pra eu curtir mais.

Lucas: Meu Deus, matou a música. Não acho que ela tenha uma voz ruim. Inclusive acho que pode vir a ser uma candidata promissora, mas senti falta dos falsetes na música, e quando veio soou bastante estranho. Vamos tomar cuidado com a escolha musical, né bb? Haha

[COMEBACK STAGE] Wyatt Smith – “River” by Leon Bridges

Avalie essa performance:

Thais: Olha, eu AMEI a voz do Wyatt, sério. Eu sou muito fangirl dos macho com voz rouca, fico louco doida e gritando: “QUE HINOOOOOOO”. Acho que ele teria muito o que melhorar e o que aprender se alguém virasse, porque o timbre é lindo demais e acho que não deveria ter deixado isso passar. Porém, contudo, todavia, a rainha Kelsea o salvou e deu mais uma chance de vermos outra performance, ou seja, MAIS VOZ ROUCA PRA GENTE! AAAAAAA

Gerson: Meu Deus, que isso. Achei bem meia boca mesmo. A música é maravilhosa, mas Wyatt foi muito mal. Parecia eu cantando kkkkkkkkkkkkkkk Eu acho que falta ritmo, falta musicalidade na voz dele. Muitas vezes parecia que ele tava declamando a música, ao invés de cantar. Não curti muito não.

Lucas: Achei a voz dele muito gostosinha, mas talvez pecou demais na escolha musical. A performance foi muito linear e isso o prejudicou bastante. Além disso precisa melhorar MUITO sua presença de palco. Espero que volte melhor e trabalhe muito suas falhas.

[#TeamBlake] Chris Kroeze – “Pride and Joy” by Stevie Ray Vaughn

Avalie essa performance:

Thais: Acho que quase dá pra pegar um comentário aleatório de um candidato country e colar aqui, porque o Chris é basicamente como todos os outros. Isso que me incomoda muito no Team Blake e no programa como um todo. Não há como vermos tons de diferença entre eles, são todos tão parecidos e isso não é atraente, não consigo gostar, desculpa. Mas do Kameron eu gostei, porque ele é diferente e é Team Blake do mesmo jeito. Então não é o estilo ou o time, é o fato de serem todos iguais e irem longe no programa de qualquer forma.

Gerson: Chris é um ótimo cantor. Não é daquele tipo que me agrada muito, mas não dá pra dizer que ele não tem talento. Tem sim, e muito. A música combinou com sua voz, deu um match bacana e fez eu me sentir em Nashville de novo. Sdds!

Lucas: Voz muito boa. Gostei do rasgado dele, mas para por aí. Até porque já apareceram vários desse estilo em outras temporadas indo com o Blake e já sabemos no que deu: linearidade, músicas apáticas e o pior de tudo, que é ser arrastado pelo público. Bom cantor, mas não acredito que vá me agradar nas próximas fases.

[#TeamJHud] MaKenzie Thomas – “Big White Room” by Jessie J

Avalie essa performance:

Thais: Que performance deliciosa, gente. Ainda não acredito que ela virou apenas uma cadeira, isso é muito injusto e absurdo, porque merecia mais! MaKenzie entregou tudo que a gente espera quando escuta essa música: emoção, sentimento, vocais lindos e até certa vulnerabilidade. Estou toda arrepiada e essa reação diz tudo por si. Espero que ela vá longe no Team JHud, muito longe. Se o act cantar um música que é emotiva e conseguir passar essa emoção, já me ganha demais. Minha blind favorita da season até aqui. SING GIRL!!!!

Gerson: Ah, que bacana. Primeiro, ótima songchoice. Arrasou, essa música é um hinão! Segundo, que pessoa linda que é MaKenzie, que família linda. Eu não lembro dela na última temporada, mas gostei do trabalho que ela fez dessa vez. Ainda acho que teve alguns problemas de respiração no microfone, mas é algo fácil de corrigir. Vejo muito potencial, tô torcendo por ela!

Lucas: AMEEEI! Essa música é muito linda e demanda de uma interpretação singular, carregada de emoção como foi aqui. Além de toda emoção que ela conseguiu imprimir na performance, os vocais foram excelentes, limpos, afinados, sutis e com um bom alcance quando foi preciso. Ótima performance e melhor audição da noite.

[#TeamKelly] SandyReed – “River” by Bishop Briggs

Avalie essa performance:

Thais: COMO É? Eu não tava esperando esse plot twist, inclusive estava achando estranho a Kelly não ter ninguém no episódio de hoje. Mas aí vem a Sandy, que exala, transpira, GRITA “Team JHud” e ela escolhe a Kelly. TÔ É MORTA! Mas vamos ao que interessa, a Sandy é incrível, me lembrou minha amada Kimberly Nichole, ela tem a voz, tem a intensidade, tem o carão, a postura e o poder. A gente já sente o impacto quando ela chega, mesmo não gostando tanto da performance, não podemos negar o que ela faz a gente sentir. A bixa pisa!

Gerson: Que pisão hein, Brasil. Eu nem curto muito essa música, acho ela meio chata. Mas Sandy arrasou, tirou leite de pedra! Ela conseguiu dominar o palco, arrasou nos vocais, colocou muita emoção e potência na sua interpretação. Foi um ícone e eu não tenho o que criticar, só torcer pra Kelly trabalhar bem com ela na temporada.

Lucas: Que hino! Uma voz poderosa e que quando cresce demonstra um rasgado muito bom. A sua performance não se limitou apenas aos ótimos vocais, mas foi muito mais que isso, pois ela pegou a música pra si e se soltou totalmente no no palco. Arrasou! Por um momento esqueci da performance do Noah da temporada 13 hahaha. Já tô de olho nela.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

*Em negrito as adições de hoje.

#TeamAdam: Tyke James, Radha, DeAndre Nico, Anthony Arya, Steve Memmolo, Reagan Strange e Fousheé.

Minhas vozes preferidas do Adam ainda são da semana passada: Radha e DeAndre, mas eu tenho esperança que ele consiga trabalhar e fazer a Reagan evoluir como fez com a Addison, que o crescimento foi visível.

#TeamKelly: Sarah Grace, Mikele Buck, Claire DeJean, Chevel Shepherd, Delaney Silvernell, Kymberli Joye e SandyReed.

Kelly chocou todo mundo conseguindo Sandy pro seu time, o que dá um gás novo ao time, que parecia todo mundo igual. Sandy traz atitude, um peso, um vigor. Ansiosa para saber o que sairá dessa mistura, porém Claire ainda dona e proprietária do time.

#TeamJHud: TyShawn Colquitt, Patrique Fortson, Kennedy Holmes, Frank West, Audri Bartholomew, Natasia Greycloud e MaKenzie Thomas.

JHud levou minha voz favorita da noite direto pro seu time e como ONE CHAIR, ainda não acredito nisso. MaKenzie maravilhosa roubou meu coração, mas ainda tem lugar para a Kennedy e a Audri nesse time. Agora parem e imaginem comigo uma performance em grupo com JHud, Kennedy, Audri e MaKenzie. APENAS QUERO.

#TeamBlake: Mercedes Ferreira-Dias, Kameron Marlowe, Keith Paluso, Michael Lee, Dave Fenley, Rachel Messer e Chris Kroeze.

Pra mim, os destaques ainda são Mercedes, Kameron e Michael, cada um com seu estilo, seja mais R&B, Soul ou até mesmo country, mas sem me manter preso em algo quase robotizado. Se o time do Blake fosse esse, os três seriam meu top 3 com toda certeza.

Agora vocês já pararam pra olhar o exército de cowboys que o Blake está montando? Vocês acham que alguém será capaz de vencê-lo nessa temporada? A JHud tem a resposta:

That’s all folks, e aí, gostaram? Vote aí na enquete na sua performance favorita da noite e estaremos de volta na próxima segunda-feira com mais The Voice.

 

E gostaríamos de reiterar mais uma vez: nossos comentários não são técnicos, comentamos apenas como espectadores. Algumas pessoas entendem mais do que outras, mas no fim, somos todos pessoas comuns assistindo ao nosso reality preferido e compartilhando nossas reações com vocês! Então, por favor, vamos sempre respeitar a opinião dos coleguinhas!

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Thais Pereira

Feminista, leonina com ascendente em gêmeos e lua em virgem, viciada em memes, em Friends e problematizar na internet. Formada em História da Arte, mas consciente que nunca vai trabalhar com isso na vida. Normalmente eu escrevo e falo mais do que deveria. Eu mesma, Thais Mello.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu