Posts Populares

The Voice US: The Comeback Stage (Digital Exclusive) – S15E05/06

O #TeamKelsea está completíssimo!

E enfim, chegamos ao fim da nossa busca pelos 6 retornantes da Kelsea! Durante 3 semanas, a nossa coach digital analisou as audições mal sucedidas, e recrutou seus preferidos para lutarem pela chance de entrar no The Voice!

Kelsea – assim como todo o twist em si – foi uma verdadeira surpresa para mim, pois não esperava gostar tanto! Ela é extremamente doce com todos, e sempre tem conselhos muito astutos. E os artistas não fizeram pouco caso dessa 2ª chance não, viu. Todos eles mostraram grande evolução da audição para o ensaio.

E hoje, vamos conferir os 2 últimos felizardos do Comeback Stage! Para tal ocasião, trago os comentários do meu migo João!

Vamo nessa!

Sam Robbins – “Time In a Bottle” by Jim Croce

Avalie a performance:

Bem morninha, né? Sam tem uma voz legal e escolheu uma música belíssima (que eu nem conhecia). Mas ficou um pouco linear demais. Como disseram os coaches, faltou um “arco de crescimento” da performance… Passar pra próxima marcha, sabe? Mas Sam é muito talentoso mesmo e tem uma voz bem bonita. Boa aquisição pro Comeback!

Madison Cain – “You Oughta Know” by Alanis Morissette

Avalie a performance:

Gente… Que coisa horrível! Olha, eu vinha super curtindo todos os comebacks até aqui, mas o que djabo foi isso? Bem karaokê despretensioso na sexta a noite, né? Audição cheia de falhas, pouca coisa se salvou aqui. E em audições irregulares, ás vezes, o timbre é a única coisa que se destaque, mas aqui nem isso. A voz da menina soou nada além de estridente. Uma pena, viu. Claramente foi escolhida por conta do pai que fez parte da banda Journey, porque por talento não foi não, desculpa falar. Bem desapontada, de verdade.

Comeback Stage: Sam Robbins – “Ain’t Too Proud to Beg” by The Temptations

Luana: Aaaaaa, arrasou, viu?! O que faltou de dinâmica na audição mal sucedida de Sam, sobrou aqui! Adorei que ele conseguiu mostrar várias facetas de sua voz, e até ousou um falsete. Claramente é alguém que tem muita coisa guardada na manga ainda, e isso é animador! A songchoice fugiu um pouco da sequência de músicas atuais que estávamos tendo no Comeback Stage, mas mesmo assim, é completamente compreensível, já que Sam é um artista mais throwback. É até engraçado, porque ser “old school” nesse caso é algo que faz Sam se destacar dos demais. Legal de verdade, um dos preferidos junto com Ele e Lynnea!

João: Eu achei a blind do Sam bem ok quando vi, mas achei que ele merecia uma chance, pois me parecia ser bem promissor. A questão é que agora ele não mostrou nada muito diferente do que ele mostrou na blind. Não que isso seja ruim, até pq a blind não foi ruim, mas poderia ser melhor. Espero que ele cresça mais nessa competição do comeback e prove que o potencial que eu vi nele realmente existe, hahahahaha.

Comeback Stage: Madison Cain – “You and I” by Lady Gaga

Luana: Meu Deus, não dá. Gente, me perdoem se eu estiver sendo muito dura com a Madison. Mas caramba… Ela foi muito ruim DE NOVO. Que bad! Sinceramente, ela destoa completamente dos outros comebacks e isso me deixa bem triste. Houveram pessoas bem legais que acabaram sem essa chance, e ela tá aqui. Mas enfim, sobre o ensaio em si: não entendi como ela conseguiu ficar totalmente sem fôlego no fim da canção se era uma versão acústica e ela estava bem sentadinha. Tenso, viu. Acho que ela vai ser fácil a primeira a rodar, a menos que a produção passa a mão grande devido ao background dela.

João: Eu achei a blind da Madison extremamente fraca e não tinha entendido ela ir pro comeback. Mas ai a Kelsea escolheu ela, colocou pra cantar Lady Gaga, e… Ainda não entendi ela ter voltado, kkkkk. Ai gente, ela não tem um timbre diferente, não tem um alcance muito bom, além de altos problemas de respiração. É isso, Madison eu achei a mais fraca do comeback.

 

 CONSIDERAÇÕES FINAIS

Selecionados da Kelsea: Ayanna Joni, Ele Ivory, Lynnea Moorer, Wyatt Rivers, Sam Robbins e Madison Cain.

E então, temos nossos 6 postulantes ao comeback! Pra mim, o grande destaque segue sendo a Ele Ivory, extremamente cativante e interessante. Mas também temos Lynnea com seu timbre bem peculiar e aveludado, assim como Sam que traz todo o seu old soul consigo.

E já que estamos completos, e semana que vem damos início aos duelos. Vou tentar fazer suposições aqui, vejam se concordam:

Ayanna Joni vs Lynnea Moorer

Ayanna e Lynnea são powerhouses, e suas músicas escolhidas estão ali bem alinhadas. Acho que faria bastante sentido. E eu, particularmente, torceria pela Lynnea!

Ele Ivory vs Wyatt Rivers

Artisticamente talvez eles não tenham muito em comum, mas achei que as escolhas musicais de ambos podem vir a dialogar. Ele está de Selena Gomez e Wyatt de Charlie Puth, dois artistas pop bem atuais. Seria um embate interessante, mas eu estaria com meus pompons a todo vapor torcendo pela Ele, haha.

Sam Robbins vs Madison Cain

E daí, sobra Sam e Madison. Os dois escolheram músicas mais animadas e que mostram mais atitude, meio que faz sentido, né? Sam é muito melhor que Madison, logo eu não esperaria um duelo difícil aqui.

• • •

Enfim gente, é isso! Vocês também já tentaram imaginar como serão os embates? Vai ser difícil, né? HAHAHAHA. Eu gosto bastante da maioria dos selecionados, então, estou esperando por bons confrontos! Sim’bora mudar de fase, né non!

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Luana Medeiros

Imagine só que um dia me foi perguntado quem eu era, e juro, até hoje não sei responder. Mas os fatos são: tenho 21 anos; sou de escorpião; amo meu cachorro e meu gato mais que tudo; estudo Rádio/TV/Internet, ouço Maroon 5; piro no Adam Levine; consigo colocar os pés atrás da cabeça; e - contraditoriamente - por fim, nasci de 7 meses.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu