Posts Populares

The Walking Dead – S08E12 – The Key

EATERS!

Para uma temporada tão fraquinha como essa oitava, precisamos admitir que este episódio foi até bom com relação aos anteriores. Tivemos a aparição de novos personagens, um confronto direto entre o vilão e o mocinho e novos rumos para o futuro da série.

Então vamos começar pelo confronto tão aguardado de Negan e Rick, que acabou rendendo bons diálogos e revelações intrigantes, apesar de ainda assim o confronto terminar de forma previsível assim como nos anteriores. Com a preparação dos grupos para o conflito, Rick decide fazer uma emboscada para conseguir separar Negan do resto de seu grupo. Avançando o carro em direção ao seu inimigo, Rick consegue ser bem sucedido em seu plano, e separa Negan dos salvadores, deixando-os a sós para enfim o confronto acontecer. O interessante antes e durante isso tudo, foi que tivemos uma revelação de Simon, que já está cansado de seguir a sombra de Negan, e acaba juntamente com Dwight fingindo se importar com o ataque. Descobrimos que o salvador está preocupado em seguir adiante, e cansado de seguir as ordens de seu chefe. Dwight no entanto, apenas concorda de forma sútil com tudo isso, obviamente para não ter seu disfarce descoberto (e como eu disse na review anterior, essa volta de Dwight para os salvadores poderia ser de grande ajuda para Rick, e logo em seguida já temos essa possível separação do grupo dos salvadores). Bom, voltando ao protagonista vs antagonista, tivemos aqui a perseguição de Rick a Negan. Apesar da raiva que passamos ao ver que Rick nunca consegue encurralar o Negan, e que ele nunca se vê refém de Rick, tivemos mais um diálogo interessante entre os dois, que se julgam certos em suas visões, mas ambos acabam se tornando monstros de egos super inflados. Novamente Negan toca no assunto de Carl, e propõe para Rick acabar com tudo isso fazendo um acordo, dessa vez um pouco mais “justo”. Claro que o líder de Alexandria não quer saber de mais acordo nenhum com Negan, e ele recusa de forma enfática, querendo somente a morte do mesmo. A luta se inicia dentro de um “easter egg” bem bacana, que foi uma referencia direta ao piloto da série, com a icônica imagem da porta e os dizeres “Don’t Open dead inside”, porém, dessa vez havia escrito em uma porta semelhante os dizeres “eaters” comedores em uma tradução livre. Bom, atacando Negan com a própria lucile em chamas, Rick consegue golpear seu inimigo que acaba revidando e conseguindo recuperar o bastão de volta. O lugar estava repleto de zumbis, e Negan usou isso como vantagem para conseguir distrair Rick e escapar, estratégia que funcionou, já que Negan conseguiu escapar. No entanto, Negan foi na verdade capturado por ninguém mais ninguém menos que Jadis, e agora se vê refém dela.

Como já dito, acho bem chato todo esse confronto entre os dois personagens nunca acabar em nada, sempre um escapando do outro de forma absurda e nada inteligente, e creio que grande parte das críticas à série, se devem a essa prolongação da trama, que está cansativa e pouco cativante. Porém, devemos concordar que seria chato se a série seguisse toda a ordem dos quadrinhos, então é no mínimo interessante ver que a série pretende sempre nos levar para novos rumos. A questão que fica é, o confronto entre esses dois personagens terá um fim (da forma mais literal possível, um morrendo e outro sobrevivendo) ou após tudo isso que acompanhamos em três temporadas, os produtores nos darão um final alternativo? Fica aí essa questão que venho refletindo após alguns episódios da série.

E agora, partindo para o ponto do episódio que para mim despertou a minha curiosidade e esperança para com a série, temos uma nova personagem sendo introduzida na trama, Georgie. A personagem que surge misteriosamente, trazendo um ar de paz, tenta convencer o grupo de Hilltop a fazer um acordo, mas obviamente Maggie recusa em primeira instancia. Levando Georgie para Hilltop como uma refém, Maggie pretendia roubar todo o estoque de comida que a nova personagem tinha em sua van, mas Michonne acaba convencendo Maggie a não fazer isso, e sim realizar o acordo com ela, a fim de iniciar uma nova jornada, já que da última vez que eles se arriscaram tudo mudou. E aparentemente, Georgie é uma pessoa boa, pois como Maggie acabou sedendo e realizando o acordo, percebemos que a misteriosa mulher acabou dando parte de seu estoque para a líder de Hilltop, e disse que ela ainda irá voltar para lá. Ela também deixou de presente para Maggie, um livro chamado “A Key To a Future – a chave para o futuro” além de fazer referência, pode ser uma pista dos rumos que a série tomará nas próximas temporadas.

A questão que aborda essa nova trama é bem intrigante, pois vemos aqui a tentativa de colocar a humanidade de volta nos trilhos. Tanto que Georgie faz uma comparação inteligente, dizendo que os mortos trouxeram à tona o melhor e o pior do ser humano, e o pior tem superado o melhor ultimamente. Como eu já disse aqui em alguma review, as pessoas na série não estão se importando mais com o futuro, e somente com o presente. Georgie pensa de outra maneira, e pelo visto, ela pensa no futuro, e por isso ela não aparenta ser uma pessoa perigosa, pois ela está do lado da humanidade e sua prosperidade. Penso que a inserção dessa personagem pode trazer alguma coisa interessante para a série, pois agora fazendo um comparativo com a HQ, houve uma especulação que Georgie é uma recriação de uma recém personagem da história, e também de uma recente trama, chamada de Nova Ordem Mundial, onde temos um grupo de cerca de 50 mil pessoas (não mais uma comunidade, e sim uma cidade) que buscam aparentemente retrazer a humanidade para o que era. Sendo assim, talvez após a trama de Negan terminar, poderemos ser inseridos nessa nova jornada, e quem sabe teremos de volta alguns elementos que eu particularmente já estou morrendo de saudades, como os grupos indo para as grandes metrópoles e visitando lugares “urbanos” saindo desses campos desolados que a série agora se passa.

Bom pessoal, essas foram as minha impressões sobre o episódio. Peço desculpas pelo atraso, mas assim ficamos por aqui. Até a próxima. 😀 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Ricardo Souza

Tem gente que diz que sou um amorzinho, eu digo que sou um trouxa. Viciado em maratonar séries e ficar na bad depois de assistir tudo em um dia. Amo muito música indie, quando quiser me chamar pra ouvir Florence já sabe onde procurar. Mineiro do interior que não puxa o 'r' quando fala, mas adora um pão de queijo.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu