Posts Populares

The X Factor AU – S07E11/12 – Top 12 Performances and Results

Performances ao vivo, agora o jogo começa para valer.

Olá pessoal, finalmente chegamos nas rodadas ao vivo, onde só os melhores conseguiram chegar. No entanto o caminho fica cada vez mais complicado, e só aqueles que se destacam conseguem chegar até a grande final. Comentando junto comigo, estará meu parceiro de reviews Valber. Então sem mais delongas, vamos ao que interessa.

Iniciando a noite de apresentações temos Georgia. Ela que vem fazendo um ótimo trabalho até aqui, teve a infelicidade de ser o deathspot da noite, e sabemos o quanto isso pode prejudicar nesses realitys.

“Georgia Denton – Hold My Hand”

Musica errada para essas lives. Georgia tentou, mas infelizmente a musica quase não favoreceu seus principais atributos. No entanto, Georgia demonstrou muito carisma e uma ótima vibe para o inicio do show, mostrando que é impossível não amar essa menina hahahah <3 Vamos esperar que ela não seja prejudicada por ser o death, e que o povo de uma chance para essa escolha de musica terrível.

Valber: Fez tudo bem controlado vocalmente, mas não tinha músicas melhores pra ela cantar não!? Era visível que ela não estava à vontade e fiquei meio decepcionado por esperar mais dela.

Partindo para a segunda apresentação da noite, temos The Fisher Boys. Eles vem crescendo cada vez mais em suas performances, mas ainda não me agradam, fora que essa vaga poderia ser de Paris Inc, que eu estaria bem mais feliz… mas ok, vamos a performance.

“The Fisher Boys – Can’t Feel My Face”

Uma baita de uma performance eu diria. Esse cenário e efeitos foram sensacionais, e os rapazes mandaram bem, no entanto, o mesmo tom sempre… aquela sensação de “mesmice” me incomoda muito, não tendo momentos de destaque se não a própria coreografia.

Valber: Não sei se hoje eu estou sendo exigente demais hoje mas não gostei deles também. Individualmente estavam muito bem, mas em conjunto ficou estranho.

Vamos agora com Big T. Esse rapaz canta muito bem, no entanto ele não possui muito controle, soando as vezes meio exagerado. Espero que se ele continuar melhore nesse ponto, mas tirando isso é um ótimo artista.

“Big T – Satisfaction”

Muito afobado, sem controle e sem respiração. Big T muitas vezes se afogou, não conseguindo se movimentar e cantar ao mesmo tempo, isso soou muito ruim aos meus ouvidos. Achei essa a sua pior performance até agora, fora aquela tentativa de tirar a blusa ao fim da musica… oi???

Valber: Antes de tudo, que ousadia mudar o arranjo da música. Sinceramente não gostei nem do arranjo nem da voz dele. A única coisa boa que reparei de bom foi a presença de palco, mas de resto ficou parecendo um cantor de karaokê.

A quarta performance da noite ficou por conta de Dan. Seu brilhantismo nas performances o fez chegar até aqui, mas será que será duradouro?

“Dan Hamill – This Love”

Ótima presença, Dan se soltou como ninguém. Percorreu por todo o local, levantando uma energia e um astral contagiante. Seus vocais foram bons, ficando um pouco abaixo do tom algumas vezes e soltando uma nota não muito agradável. No geral achei uma boa performance, conseguindo manter um certo nível em vista as apresentações passadas.

Valber: Mal peguei o TXF pra ver já vou pegar abuso dele. As vezes menos é mais, pra mim ele fez coisas bem desnecessárias na música como uma nota alta que soou muito estranha. Não foi nada bem.

Chegou a hora do melhor em sua categoria. Jimmy Davis, que possui uma voz incrível, infelizmente não vem agradando muito ao publico (talvez devido suas expressões zero transmitindo pouco ou nenhum carisma). No entanto sua arma é sua voz, e como isso aqui é um concurso de voz e não de carisma… vamos ao que interessa.

“Jimmy Davis – Long Train Running”

Fiquei muito contente com a escolha da musica, Jimmy finalmente começou a sair de sua zona de conforto, largou o violão, e está se ascendendo como um astro do rock (posso ter exagerado aqui.. hahaha). Foi uma ótima performance, fico até tranquilo, pois tenho certeza que depois dessa Jimmy vai seguir em frente crescendo cada vez mais.

Valber: – Amei <3. Sou suspeito a falar porque gosto da música, mas a música caiu muito bem pra ele, mostrou alcance, rouquidão bem interessante.

Hora da nossa angelical Michaela. Estou vendo que muitos não estão gostando dela (como assim?) Mas gente, dizer que sua voz não é um charme é incontestável. Ela possui muita sutileza e destreza em seu canto e isso é seu principal fator X.

“Michaela Baranov – Wildest Dreams”

Bom, infelizmente vou ter que dizer que não gostei de Michaela hoje. Se eu pensar em Wildest Dreams e Michaela, eu logo imaginarei algo muito bom e super gostoso de se ouvir, no entanto não foi isso que aconteceu aqui. A voz de Michaela não se encaixou nos momentos da musica, sua performance foi bem “sofrível” e na parte baixa da musica, ela não conseguiu manter o tom. O que salvou para mim foi que ela ainda assim conseguiu passar emoção, e estava radiante no palco.

Valber: Gosto muito dela, mas hoje não foi muito bem. Fez milagres com a música bons vocais, teve algumas falhas sim, senti que faltou emoção. Ela é uma ótima participante, mas hoje a apresentação não favoreceu.

Hora de lacre bebe! Hahahaha. Louise Adams chegou, então se preparem que lá vem estouro. Louise como já cansei de dizer, é uma das favoritas da competição, possui tantas características ao seu favor que fica até difícil de descreve-las, só assistindo mesmo sua performance para entender.

“Louise Adams – Somebody To Love”

Não poderia esperar menos de Louise. Essa mulher é uma performer maravilhosa, faz tudo de forma tão visceral e emocionante, que me deixa estonteante. Aquela nota final elevou a musica para um outro nível, foi o clímax da performance, fechando com chave de ouro. (Seria blasfêmia comparar Louise com Juliet Simms da segunda temporada de The Voice Us? Sério, as duas são muito semelhantes para mim).  Enfim, só tenho elogios para essa mulher, arrasou!

Valber: Sempre que comento sobre realities musicais com o pessoal eu confundo essa Louise com a Louisa do Uk haha. Eu gostei muito da apresentação dela. Uma performer incrível e que voz foda, Somebody To Love caiu muito bem para ela. Se tornou uma das minhas favoritas.

Lembram quando eu disse que iria gongar os grupos? Pois bem, isso não ocorrerá aqui, devido ser Matt & Jess. Eu gosto muito dos dois, vejo uma grande química (que não necessariamente seja uma “tensão sexual”) mas um amor um pelo o outro que é transmitido por suas vozes.

“Matt & Jess – Heart Of Glass”

Que apresentação linda! Os dois são muito lindos juntos, e transmitem muito amor ao publico juntos. Finalmente consegui reparar mais na voz de Jess, e tenho que dizer que adorei, até porque ela anteriormente estava doente, e agora voltou com tudo soltando todo esse vozeirão. As harmonias deles são realmente boas, Matt consegue controlar muito bem e se destacar ao lado de Jess. Ótima performance, uma das melhores da noite.

Valber: Gostei muito, bem harmônicos. Os dois estavam bem colocados na música. Jess deu uma falhada horrível no final, mas pra mim não prejudicou muito.

Finalmente chegamos na minha preferida hahaha. Mahalia é de longe a mais única da competição, e vem fazendo uma das melhores trajetórias do programa. Sua voz se destaca no meio das outras, e mesmo ela estando a flor da idade, sua voz é de uma alma muito velha, e isso é simplesmente sensacional.

“Mahalia Simpson – Is This You Or Is Ain’t My Baby”

Mahalia sexy, é isso mesmo produção? Mas gente, eu não conhecia esse lado dela, e tenho que dizer que eu adorei hahaha. Nem preciso de dizer que esse tom/lado sexy combina muito bem com esse Jazz que ela possui. Nessa performance super charmosa e colorida, ela saiu de sua zona de conforto e foi brilhante! Mahalia é sem duvidas o grande nome da noite, e o grande nome da competição.

Valber: E vamos a que eu considero a melhor do dia. Uma ótima artista, me lembrou um pouco Juhi (Participante do The Voice Season 5). Foi muito bem e mostrou que não precisa de grandes notas para fazer uma boa apresentação.

Esses sim eu gongarei. In stereo no começo me agradava, mas após a saída de Paris Inc (sim ainda estou muito revoltado) eu finalmente abri meus olhos e ouvidos para eles. Vejam esse performance e tirem suas conclusões.

“In Stereo – King”

O que foi esses grunhidos no inicio da musica? Foi terrível! Agora me digam, quem são os genéricos aqui? Eles estavam muito fora de sintonia nessa performance, muitas vezes a harmonia não combinou, mas mesmo assim, o publico foi a loucura… como lidar?

Valber: Boybands desse estilo não fazem sucesso comigo, não foram mal nem foram excepcionalmente bem. Foram ok.

O penúltimo da noite e ultimo dos boys, é Cyrus Villanueva. Vamos direto ao que interessa, Cyrus canta bem, o publico gosta e anda sendo muito pimpado ultimamente, quem duvida que ele pode chegar na final?

“Cyrus Villanueva – Boyfriend”

Genial o que Cyrus consegue fazer com as musicas! Seria muito dizer que ele é o rei da temporada nesse quesito? Versão maravilhosa de Boyfriend (odeio essa musica). Acho que não nos resta duvidas de que ele vai longe né?

Valber: Que versão foda. Nunca esperaria que algum artista pudesse trabalhar tão bem essa música. O arranjo e a voz ficaram incríveis. Gostei muito, escutaria diversas vezes, bem agradável de ouvir. É mais um que tem minha torcida.

Para fechar a noite, o pimp ficou na categoria dos Overs, com Natalie. Surpreso? Sim! Mas enfim, ela é ótima no que faz e minhas expectativas com ela estão altas, espero não me decepcionar.

“Natalie Conway – Spectrum”

Eu vi uma vez e adorei, depois vi pela segunda vez e meu conceito caiu, depois pela terceira vez vi alguns problemas graves. Natalie “performou” muito bem, mas em algumas notas deu umas desafinadas. No geral ainda gostei, não esperava isso dela, e ainda estou surpreso pelo seu pimp.

Valber: Gostei muito da Natalie, e a performance dela a forma como ela se portou no palco foi linda. Não sei se vocalmente estava tão bom assim, mas adorei.

Fechamos assim a primeira parte da review com todas as apresentações. Vamos agora para a agonia, que é os resultados.

Results

Iniciando a noite, tivemos a performance do top 12, mas infelizmente não consegui achar um vídeo para colocar aqui. :/

performance top 12

Logo depois, tivemos a performance de Jessica Mauboy

VEJA AQUI

Iniciando o momento de tensão, vamos listar por ordem os nomes que estarão na próxima fase.

1.       Big T (Boys)

2.       Mahalia (Girls)

3.       Michaela (Girls)

4.       Louise (Overs)

5.       Cyrus (Boys)

6.       In Stereo (Groups)

7.       Jimmy (Boys)

8.       The Fisher Boys (Groups)

9.       Natalie (Overs)

10.   Matt & Jess (Groups)

A ordem não necessariamente significa a quantidade de votos, até por que nunca que Big T ficaria em primeiro se fosse assim. Sendo assim, Georgia e Dan vão para o “showdown” se apresentarem para decidir a ultima vaga. (Coração partido)

Tivemos uma surpresa na noite, Justin Bieber subiu ao palco para apresentar seu single “What Do You Mean?”…

VEJA AQUI

Vamos agora para Dan vs Georgia. Com Dan indo primeiro, ele fez uma boa versão da maravilhosa musica de Empire State Of Mind, mas sua voz estava claramente abalada, e não seria para menos.

VEJA AQUI

Agora a chegou a vez da maravilhosa Georgia, cantando Ave Maria (oi?) ela conseguiu transmitir emoção e potencia, nessa versão muito boa.

VEJA AQUI

Fiquei muito triste pelos dois, ainda queria ver mais deles, mas é hora de começar as despedidas agoniantes…

VEJA AQUI

E o primeiro eliminado das lives, é o único homem dos overs… Dan Hamill. Triste por ele ter saído, feliz por Georgia ter ficado, e o “dream team” estar completo. No geral, achei as performances mornas, com alguns destaques, como Mahalia, Louise e Matt & Jess. Espero que o nível volte a subir, pois essa temporada começou muito boa. No resta aguardar e torcer para o melhor. Até a próxima pessoal.

ricardo

gostou da matéria? deixe um comentário!

  • gabriel

    Eu achei esse primeiro live muito bom!
    Quando ao B2, não sou fã de nenhum, mas como acho o Dan o pior desse top 12, fiquei feliz! 🙂

    Os overs que no começo da temporada passada eram intocáveis, esse ano já começaram saindo!

  • Everton

    Georgia me lembra muito a Sansa Stark de Game of Thrones, ta sofrendo da mesma crise dos starks tadinha kkk, ela é tão boa e no primeiro live ja mandam ela pro bottom, vai devagar Austrália!

    Dan, voz boa, mais nada que o destaque em termos de carisma… passar bem.

    E como me deixam os três primos australianos da melody (In stereo)? mandando um ‘OOOOOO” HORRÍVEL no início da apresentação (parei o video ali mesmo).

    Os lives começou fraco comparado com a temporada passada, botei muita expectativa, pq tirando os groups, acho que as outras três categorias tem boas chances de vencer.

    Boa review, destaques pra mim Mahalia, Cyrus e Louise foram bem, valorizo comentarios mais pesados kkkk

    • Ricardo Souza

      Everton meu caro muito obrigado pelo comentário. Sabe que nem tinha reparado na semelhança entre Georgia e Sansa hahahahahah E realmente, eu diria para a austrália “seje menas mana” uahsuhasahusahhs. In Stereo foi sofrível mesmo, no inicio eu dava o maior valor para eles, mas agora… E o pior é eles terem caído no gosto do publico de lá -_- Mas enfim, obrigado novamente pelo comentário, prometo que serei mais rigoroso da próxima vez hahahahah. Aparece ai mais vezes 😉

  • ives

    Eu esperava mais, mas a grande culpa é dos jurados (cadê a Natalie???).
    Acho que vocês podem pegar mais pesados nos comentários, pois eles estão merecendo.

    • Ricardo Souza

      hahahahahahaha somos muito bonzinhos né? Pode deixar, que vamos pegar mais pesado com eles. #GongareiOsGrupos #VoltaParisInc hahahaha

  • GENTE AMANDO MATT E JESS!! <3

    Amoo Mahalia, mas prefiro as apresentações anteriores dela, mas foi interessante ver um outro lado dela.

    Vergonha alheia desse In Stereo!! Louise, Cyrus e Jimmy me conquistaram hoje, já torco por eles também.

    Sobre Natalie, eu amo essa música, mas acho que faltou força, e isso não é culpa dela.. kkkk

    • Ricardo Souza

      Vergonha é pouco para o In Stereo Lindo hahahahaah os 3 que você citou arrasaram hoje!

Ricardo Souza

Pensa em uma pessoa que adora ficar em casa para ver séries e filmes... Como se não bastasse, é viciado em jogos e afins (logo nota-se que tenho muitos amigos, risos). Mineiro que ama indie e tem um belíssimo dom de ser trouxa.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu