Posts Populares

The X Factor UK – Aquecimento e Novidades da Temporada

Faltando pouco para começar a temporada vamos ter uma noção do que nos espera.

 

Olá minha gente! É bom estar de volta, principalmente falando sobre o reality que aprendi a amar chamado The X Factor. A nova temporada se aproxima e temos diversas informações já como a bancada dessa temporada, que foi anunciada desde o ano passado, o formato da temporada, os novos participantes e como não pode faltar, os spoilers, graças a ele já sei quem passou no 6 Chair Challenge de cada categoria. Vamos começar isso por partes né.

 

 

Não houve alterações na bancada. Louis, Sharon, Nicole e Simon compõem a bancada dessa e da próxima temporada já confirmada. Durante as audições Sharon e Nicole não vão poder comparecer e quem a substitui é Alesha Dixon, que na verdade eu não faço ideia de quem seja, mas depois de uma pesquisa vi que ela participou do The X Factor de 2008 como jurada convidada, vamos ver como ela se sai nessa temporada. E se na bancada lá não houve mudanças, aqui teve mudanças para essa temporada, vou seguir nos comandos da review e junto comigo vou contar com Gerson (conhecido por fazer as reviews de The Voice US), Tati (que sempre comentou as reviews daqui do Panela e agora vai comandar as reviews daqui também) e Lucas (que chegou a comentar alguns episódios da última temporada e comandou as reviews do The Voice Holanda) e  Rick (que já fez review do Xfactor UK em 2015) e renovei o contrato de Ives que vai continuar comentando com a gente e discordando de boa parte do que escrevo aqui, o que já não é novidade né.

 

 

Seguindo com as novidades, parece que uma coisa que eu sempre critiquei aqui vai acabar. A história de vida dos participantes, não que eu não me interesse, mas em um episódio de 2 horas dedicar 10 minutos em que 5 minutos é sobre a história do participante e 5 somente sobre o artista cantando e vendo se foi aprovado ou não. Simon optou por acelerar por audições mais diretas e segundo fontes como o The Sun, as audições serão “cronometradas” coloquei entre aspas porque não terá um tempo definido, mas os jurados irão ver quando está dando tempo demais as histórias dos candidatos e ir logo para a música. A segunda novidade em relação ao formato do programa é que teremos o Bootcamp, não sabemos se vamos ter grupos pré-formados como aconteceu em 2015 ou se terá grupos formados por participantes pegarem músicas em comum como no ano passado. O 6 Chair Challenge que também sofrerá mudanças. A principal será que nessa fase será apenas o público e o mentor da categoria, os outros três ficarão numa sala reservada somente comentando, nunca tinha parado para pensar nisso, mas não é que achei justo? Os jurados de fato influenciam na decisão final. Eu não vou me aprofundar nesse assunto porque posso acabar dando spoilers.

 

Os lives foram bruscamente reduzidos também. De 9 lives, a partir de agora serão 6. Tudo vai acontecer da seguinte forma: Apresentação, votação ao vivo e eliminação tanto no sábado quanto no domingo. É óbvio que Simon quer recuperar a audiência que perdeu no ano passado né. Nesse caso os participantes irão sofrer um pouco mais tendo que ensaiar duas performances por semana, o que dificulta ainda mais é que os lives do X Factor exigem grandes produções e geralmente são por temas.

 

Eu até poderia terminar o post por aqui, mas resolvi fazer um top 5 sobre os melhores duetos entre os Participantes e Artistas. Diante de 13 temporadas e a cada temporada tem 3/2 finalistas, então ficou bem complicado escolher somente 5.

 

Sam Bailey e Nicole Scherzinger – And Im Telling You I’m Not Going

De início eu não dava nada por esse dueto ou até que Sam destruiria Nicole. O que pelo menos eu não esperava fosse que Nicole cantasse tanto assim, até admito que ela pegou as melhores partes e os grandes momentos da música, mas vamos combinar que não é todo dia que Nicole canta dessa maneira né. O dueto foi maravilhoso, combinou demais a escolha da música tanto para Sam que faz a linha Diva Clássica, quanto para Nicole que pode mostrar todo o seu potencial anteriormente visto em Phanton On The Opera. Foi uma surpresa ver ela alcançando notas como essas do dueto e essas aqui também 

 

Ives: Que saudades de comentar aqui, graças a Deus meu contrato foi renovado, você quer bancada de 2015? Enfim, confesso que esse dueto nem entrou no meu top 5 por motivos de ser mais um show da Nicole do que qualquer outra coisa e na verdade era pra Sam brilhar, mas a jurada canceriana, provavelmente com todos os ascendentes em leão, roubou o dueto. A Nicole é tão imunda que no 2:20 elas estavam dividindo as estrofes, só que ela “cede” o trecho “love me” pra Sam, para ela pegar a maior nota, inclusive é por essas ações em duetos que a Nicole é a jurava mais amada e odiada no x factor, no caso apesar de criticar, eu amo essa mulher.

 

Alexandra Burke e Beyonce – Listen

Sabe quando o artista chama um fã para cantar com ele? Foi exatamente o que eu vi aqui. Alexandra começou muito bem, mas quando Beyonce entrou foi outra postura, não sabia se observava ela cantar, cantava junto ou se chorava. Ela acabou fazendo os 3 e o resultado final foi algo grandioso e bem bonito. Beyonce sempre cedendo uma parte da música para participante brilhar, segurava a mão dela dando segurança. Foi algo bem bonito de se ver e garante lugar aqui também.

 

Ives: SEGURA ESSE DUETO PORRA, a mãe da Blue Ivy veio espalhar todo o seu brilho no meu reality favorito, acredito que o x factor nunca mais trará ela por motivos de ela estar ainda mais famosa e o nosso reality não está em seus dias de glória para gastar dinheiro com alguém tão impactante, por isso vamos nos prender e adorar essa obra prima. Olha como a Bey é generosa, o tempo todo ela faz a Alexandra brilhar, baixando até seu tom na nota final e a parte que elas cantam abraçadas? Arrasaram muito. Amém Sir Carter e Humi.

 

Saara Aalto e Adam Lambert – Bohemian Rhaspody

A dona da temporada passada com um dos duetos mais esperados desde que ele foi anunciado. Foi um dos duetos mais bonitos, ambos brilharam bastante e nesse dueto ficou mais claro um tipo de cumplicidade entre os dois, o sorriso que eles trocavam, a forma que eles se portavam no palco. Realmente um dos melhores duetos que já vi realmente.

 

Ives: Todo mundo que leu as reviews ano passado sabe que eu não suporto a Saara e eu tento deixar a implicância de lado, mas eu não gosto nenhum pouco desse dueto. A Saara é uma ótima vocalista e o Adam melhor ainda, o problema foi a música, precisavam cortar algumas partes e isso tirou a continuidade da música, as mudanças de melodia soaram grotescas, um dueto que não deveria estar aqui.

 

 

Louisa Johnson e Rita Ora – And Im Telling You I’m Not Going

Diante de tantos duetos que vi, esse eu achei um pouquinho fraco. Não por Louisa, mas sim por Rita. Ambas cantaram até bem, mas algumas notas não eram seguradas até o fim, e no final elas perdem o tempo da música, mas deixam algo bem bonito na última nota. Nicole e Sam ainda pisam no dueto com essa música.

 

Ives: Pra mim a Louisa teve a melhor trajetória no x factor, ficou lógico desde o início que a produção a queria como vencedora e devido a isso fomos presenteados com lacre atrás de lacre e chegamos à final e o dueto dela seria com a Leona Lewis, mas a produção resolveu trocar pela jurada e mentora da campeã Rita Ora e a decisão não podia ser mais acertada. A Rita não tem os melhores vocais, mas vê a cumplicidade entre as duas e a forma como a Rita deixou a Louisa ser o centro das atenções foi lindo de se vê.

 

Luke Friend e Ellie Goulding – Anything Could Happen

Quando estava escolhendo as performances para esse top 5, essa performance nem entrou, muito pelo contrário até passou longe. Até curto algumas performances de Luke, mas não sou fã de Ellie.

 

Ives: EU VOLTEI BBs, graças a Santa Rita meu contrato foi renovado e o melhor é que vou começar comentando sobre o melhor act do x factor, para quem não sabe, Luke é a minha maior paixão no x factor e gente, olha essa maravilha, que dueto sensacional. Sempre dizem que a Ellie é bem tímida nos palcos e isso combinou bastante com a presença de palco do Luke, a música e o convidado foram acertos, adorei a diversão no palco e a combinação de vozes por serem bem diferentes ficou interessante, para mim merecia o #1, mas follow the baile.

 

 

 

 

E com isso termino o post, faltando pouquíssimas horas pra começar o The X Factor. E já teve audições liberadas.

 

 

 

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Valber

19 anos, atrapalhado, distraído e começando agora (Não tem paciência, a saída e logo alí). Aqui comentarei todo tipo de reality musical em especial The X Factor, The Voice e Superstar. E como diz uma grande pensadora atual "Quem não gostar do que eu falo, me dá um tiro na cara!"

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu