Posts Populares

The X Factor UK – S12E02 – Auditions 2

The X Factor UK vem superando as expectativas e esse segundo episódio tivemos duas perfomances de grande repercussão e emoção, com direito a surpresas e lágrimas.

Não quero me apressar ou criar falsas expectativas, mas essa temporada está muito boa e está tendo um ótimo começo. Nesses dois episódios já tivemos candidatos que podemos enxergar facilmente no top 12. O episódio de hoje foi marcado por tamanha comoção, acredito que muitos se emocionaram e ficaram com o coração na mão assistindo esse episódio. Hoje terei uma ajuda dupla mais que bem vinda dos meus amigos paneleiros Rick e Netto com seus comentários. sem mais delongas, vamos ver o que rolou nesse segundo episódio.

GROUPS: New Wave – Bye Bye Bye

É o tipico de grupo que mais aparece no TXF de caras cheio de estilo, mas que no fim das contas não cantam nada. Na dança eles foram bem sofríveis, a interpretação foi bem ruim e os vocais?? Péssimos, nenhum tinha uma voz decente que pudesse salvar o grupo e as harmonias não existiam, pareciam um bando de bêbados cantando no karaokê.

RICK: Pose eles tinham, mas só isso mesmo hahaha Foi doloroso de ouvir eles estragando a musica mais famosa de uma das boybands igualmente mais famosas… Sem mais comentários!

NETTO: A dança não era a mais desgraçada, mas as vozes não ajudaram mesmo. Até porque se eles cantando tivessem sido ao menos bom e harmônico, teria compensado quaisquer danças toscas né non? E por um momento pensei que eles iam arrasar, fiquei até passado com essa cagada.

GROUPS: The First Kings – Uptown Funk

Vieram com muita atitude e mostram que sabem dominar bem no palco. A apresentação foi ótima, poucos deslizes vocais, principalmente porque eles estavam dançando também. Eles tem bons vocais, dançam muito bem, tem carisma e uma perfomance no palco impecável, porém sinto ainda que são muito genéricos, acho que eles precisam vir com algo a mais que as outras diversas boybands por aí tenham.

RICK: Felizmente esse grupo não tinha só pose. Um arraso atrás do outro! O grupo está praticamente pronto pro mercado, só precisa de um pequeno empurrão. Performance incrível, e é mais que certeza que esse grupo vai longe! Minha única e pequena critica, seria a de que talvez falte uma voz principal mais potente, mas tirando isso… perfeito!

NETTO: Já chegaram com muita pinta hein? E provaram que vieram com tudo, apesar de uns errinhos aqui ali que podem ter sido decorrentes do nervosismo ou sei lá, mas a apresentação foi bem executada, uma ótima escolha musical, quem não ama Uptown Funk né? Caiu como uma luva pra eles, já quero mais e mais.

GIRLS: Adriana Deco – Boogie Wonderland

Que louquinha mais carismática, rsrs. A dancinha dela foi ótima, bem engraçada e só isso. Não há nada mais a falar dela, eu faria a mesma cara de “Sem comentários” que os jurados fizeram, não há muito o que dizer dessa bizarrice que vai do visual até a dancinha.

RICK: Gente, esse povo tem noção do ridículo não??? Quanto eles ganham pra ir lá pro palco pagar mico? Quero me candidatar a isso também hahahaha

NETTO: Era de se esparar esse furacão brocadeiro, gente do céu. Só me restou rir demasiadamente não só do quanto ela se passou, mas também da cara dos jurados logo após sua apresentação. NEXT!

OVERS: Zaiga Meike – Audition

A Adriana era uma louquinha carismática, já a Zaiga é louca mesmo, tipo a louca de dá medo kkk. O que foi a perninha? Péssimo, bizarro ao extremo.

RICK: Mais uma para a sessão micos. E essa perninha ai filha, ta desconjuntada?

NETTO: PELO AMOR DO PAI! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK O QUE DANADO É ISSO HEIN MULHER? CORTA! Além de tudo phabulosa e atrevidíssma essa mangangá, e Cheryl gaguejando? Gente, sou tão feliz por ter tido a chance de ver isso! Como eu ri com essa compostura finíssima e essa autoconfiança.

GIRLS: Chloe Paige – Crying For No Reason

Ótima escolha musical, a música valorizou muito  a voz da Chloe, além de ser uma música com um arranjo lindo e uma letra bem emocionante, o que combinou bem com sua personalidade doce e emotiva. É uma garota que tem futuro na competição ser for bem instruída e fazer escolhas musicais que valorizem sua voz, que apesar de não ser tão potente, tem uma carga emotiva muito interessante.

RICK: Linda. Cantou lindamente, cometendo alguns deslizes por conta do nervosismo, mas a gente perdoa nénom? Aquele segundo “crying for no reason” dela me atingiu no peito! Mereceu passar.

NETTO: Magnífica! Estou abestalhado com o nível que está esse X Factor, e com ela não foi diferente, bonita, simpática e com uma voz ótima de se ouvir e ainda capaz de fazer muita coisa com a mesma. Gente, as mulheres estão com tudo! Já quero Chloe cantando Lana, por favor.

GROUPS: Impulse – Holding Out For A Hero

Essa apresentação me deixou com duas dúvidas. A primeira é quem canta pior? Porque as duas são muito ruins, tipo irritantes e nada mas nada mesmo afinadas kk. Segundo seria o que foi mais constrangedor? Seria a cantoria que parecia mais dois gatos no cio ou será que foi a dancinha esquisita? kkk próximo pfv.

RICK: Se eu fosse da plateia, eu levaria um mercadinho de tomates, só pra tampar nesse povo que vai lá achar que tá arrasando. Mais um mico para nosso deleite.

NETTO: Me poupe né? Essas duas só podem ser môcas mesmo, elas são loucas? E a dança? Eu fico passado que os jurados ainda são educados com uns presepes  desses, principalmente depois de como eles trataram o amigo de Olly. Impulse e sua audição impulsivamente horrível.

BOYS: Seann Miley Moore – The Show Must Go On

PQP, esse cara me surpreendeu de uma forma muito positiva. Eu acreditava que ele seria mais um joke artist, mas na primeira nota já me impressionou. Sua voz é incrível, cheia de facetas e ele soube usá-las bem na música. O mais incrível é que se ver que o Sean é um artista bruto ainda e se bem lapidado, vai ficar ainda melhor. Teve alguns deslizes vocais, mas no fim da perfomance seus incríveis agudos, falsetes bem colocados na maioria das vezes e a facilidade na transição dos tons me fizeram ficar vidrado na sua perfomance inteira e o mais importante é toda a emoção que é impostada em sua voz e na sua presença de palco. Sem dúvidas essa é umas das blinds do TXF que dificilmente esquecerei. Muito ansioso pra ver o que Sean tem mais para nos mostrar. Sensacional!!!

RICK: The show must go on!!!!!!! Cai da cadeira quando Seann começou a cantar. Não vou mentir não, eu achei que ele era mais um Joke artist, mas ai começou a passar sua história e eu fui ficando “Woow ele SABE cantar!”. Para mim foi a melhor performance do dia sem duvidas. “The show must go on”!

NETTO: Por um momento não esperava que ele fosse fazer uma apresentação tão verdadeira e mesmo que não tenha uma das melhores vozes, Seann é daquele tipo de artista que dá vontade de torcer e você sente determinação, confiança e vulnerabilidade em sua voz. Deu um show! E é ainda um daqueles que a gente não costuma ver por aí, apesar de ter tanta bixa querendo ser rainha da nova era. Parabéns querido, já estou no aguardo da sua próxima apresentação.

BOYS: Josh Daniel – Jealous

Gente que audição foi essa? Essa foi de longe a perfomance mais emocionante até agora dessa temporada e de outras também. O Josh não foi vocalmente perfeito, mas sabe de uma coisa? Isso não importou nem um pouco dessa vez. Josh cantou com tanta emoção que a cada verso eu ia me arrepiando, passou tanta verdade e ao mesmo tanta dor, uma emoção que contagiou a todos que estavam na platéia e na bancada também. Dessa vez até o durão Simmon não se segurou, provavelmente nosso jurado se identificou com a dor de Josh por ter perdido um amigo, já que Simmon um poucos antes das gravações começarem, perdeu sua querida mãe. Foi tudo lindo e perfeito na perfomance e pós a perfomance, Cheryl chorando, Simmon extremamente emocionado foi muito bonito de se ver. Jealous é uma música forte e para poucos e Josh a representou muito bem e com essa perfomance tenho certeza que conquistou muita gente. Encerrou com chave de ouro o programa.

RICK: Jealous do Labrinth é uma das musicas que tocam a gente. Josh pode não ser o melhor cantor, e mesmo com uma ou outra semitonada e a falta do tom acima no poderosíssimo verso de “It’s hard for me to say, I’m jealous of the way” ele conseguiu passar toda a emoção que a musica exige. Performance memorável, que abalou não só a Simon, mas acho que a todos nós.

NETTO: Gente, uau mesmo! Cada nota era um arrepio, nem liguei muito se ele errasse alguma nota, acho que nunca tinha sentido tanto a dor de alguém numa apresentação como senti dessa vez e apesar de não ter percebido logo de cara o motivo de escolher essa música com a intenção dele, ainda assim fez uma das audições mais marcantes da história, chorei junto com Cheryl. E se não bastasse tudo isso, Simon teve uma das reações mais surpreendentes, não quis comentar. Algo me diz que ou Simon vai querer ser mentor dos boys ou distância, pois pelo que estou vendo Josh poderá ir longe e toda vez que ouvir sua voz lembrarei da sua dor.

X-Factor-contestant-Josh-Daniel

Depois dessas audições tão emocionantes, me despeso aqui cheio de esperanças que essa temporada será incrível e que audições tão boas ou melhores que as desses dois dias de audições surgirão nos programas seguintes. Até a próxima e fiquem sempre ligados nas nossas rewiews.

gostou da matéria? deixe um comentário!

  • Simon chorando? :O
    Incrível!
    Acho que Josh não foi essas coisas todas cantando, foi mais por conta da emoção. Mas foi realmente uma performance super emocionante.

    • Concordo contigo Paulo, o Josh nos ganhou pela emoção.

Michel Araujo

Baiano perdido em Aracaju, fã de realities show musicais e séries. Uma personalidade misturada a humor, sarcasmo e uma leve ousadia.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu