E já temos os 24 participantes da próxima fase.

Oi gente! Mais uma review de The X Factor chegando e hoje teremos a conclusão dos 6 grupos que vão para o Judges House e saberemos também quem são os 6 Overs que vão para a próxima fase. No Groups já temos as 6 cadeiras ocupadas e não vejo mudanças ou trocas que vá fazer grande diferença. Já na categoria dos Overs (que eu considero a categoria mais fraca), Simon terá que fazer milagres na sua escolha e espero que tenham surpresas positivas.

Nesse episódio terei novamente os ótimos comentários de Rick. Sem mais, partiu review.

[GROUPS] Silver Tone – A Change Is Gonna Come

Gostei dessa apresentação, por mais que ficou com cara de coral. Mas dessa vez elas não deixaram tão evidente a harmonias e sim a individualidades delas. No geral foi uma ótima performance eu daria uma cadeira a elas, até porque eu não gostei de Mon Amie então eu trocaria por elas e não vejo ninguém mais saindo para dar vaga a elas. E aconteceu o que eu esperava. Nota: 7,5

Rick – Claramente houve uma melhoria… mas mesmo assim, não me agradou. As vezes pareceu que teve uma desordem, cada uma cantando uma coisa, e gritando … Enfim, não gostie. Nota: 7,0

Decisão de Cheryl: Silver Tone OCUPA O LUGAR DE MON AMIE

[GROUPS] Bekln – See You Again

 No início não gostei porque eles não se encontraram na música, mas quando isso aconteceu foi muito bom, principalmente no final em que conseguiram passar a emoção da música. Individualmente e em grupo foram bem o suficiente para ganharem uma cadeira. Eu daria uma cadeira a eles e o trocaria pela sexta ou terceira cadeira. Cheryl colocou eles no lugar de Rumour Has It, o que eu não reclamo. Nota: 7,5

Rick – Achei super boring… Harmonias boas e tudo mais, mas mesmo assim não conseguiu me passar emoção, e novamente teve muitos momentos “gritados”. Nota: 7,5

Decisão de Cheryl: Bekln OCUPA A VAGA DE RUMOUR HAS IT

Gente antes de ir para os Overs sou obrigado a falar dos combos de novo. Se não bastasse o que houve na fase do Bootcamp, agora fazem isso com os grupos? Foram mais ou menos 8 grupos que não chegamos a rever ou até conhecer, pelo que parece nenhum conseguiu ganhar uma cadeira, mas pelo menos fossem exibidos, ter a oportunidade de mostrar o trabalho deles. Se eu achava que o The X Factor UK não tinha como se superar na parte dos combos nas primeiras fases do Bootcamp, parabéns porque numa fase tão importante e emocionante como essa combar candidatos é bem pior. Apenas melhore produção do The X Factor UK.

Depois desse desabafo vou falar dos 6 grupos que ficaram. Menn On Point acho um grupo bom, mas para irem na próxima fase terão que melhorar bastantes pontos, isso serve para The First Kings também. 4th Power e Alien já considero garantidas e Silver Tone e Bekln por mais que sejam amigos chegou a fase em que terão que lutar entre si para provarem qual o melhor grupo gospel. Se eu tivesse que arriscar um top 3 seria Alien, 4th Power e Bekln ou The First Kings.

OVERS

[OVERS] Holly Johnson – Happy

Mas gente, não tinha outra música não? Happy e suas 1000 versões. Indo para apresentação de fato, mas gente o que foi isso? Miga tá tudo bem? Essa música tem um ritmo e tom pra ser seguido e ela arriscou demais em abordar a música de uma forma tão diferente. Errou pela escolha e abordagem da música, mas também quer cantar Happy logo em que fase né, aí não dá. Daria não. Nota: 5,0

Rick – Escolha de musica errada, não favoreceu Holly em nada, parecendo muitas vezes até que ela não era uma boa cantora. Teve sua segunda chance, e infelizmente a desperdiçou. Nota: 7,0

Decisão de Simon: Holly ELIMINADA

[OVERS] Max Stone – Turn Your Lights Down

Ele foi uma surpresa pra mim. Não foi fantástico, mas gostei muito. Deu uma exagerada no meio da performance, pareceu se esforçar demais, ter um pequeno descontrole, mas nada que atrapalhe pelo contrário o fez parecer bem natural e único. Simon fez muito bem em dar a cadeira pra ele.

Rick – Ele é um ótimo cantor, e novamente fez uma ótima versão de Bob Marley. Seu alcance é realmente impressionante, mas o que ele peca às vezes é na emoção. Nota: 8,5

Decisão de Simon: Max Stone OCUPA A PRIMEIRA CADEIRA

[OVERS] Vicki Ann Nath – Stay

E temos a primeira apresentação de qualidade nos overs. A escolha da música foi tão boa para ela, pareceu tão confortável, não fez muito mas gostei. Também daria uma cadeira pra ela. Nota: 8,0

Rick – Eu não me recordava dela, mas olha… adorei! Voz excelente, mostrando potencia e controle. Adorei sua escolha de música também, mostrando que ela é capaz de arriscar em alguns estilos diferentes. Nota: 8,5

Decisão de Simon: Vicki Ann OCUPA A SEGUNDA CADEIRA

[OVERS] Joseph McCaul – Mercy

 Acho que ele chegou até nessa fase porque ele é bem ousado nas escolhas musicais. Quem imaginaria que um cantor de voz característica rouca fosse cantar Mercy e ir bem. Acho justo ter um participante (considerável mediano) mas que pode ousar e surpreender no Judges House. Também daria uma cadeira por mais que eu ache que ele não vá ficar nela até o fim. Nota: 7,0

Rick – Achei Joseph interessante, mostrando uma grande melhora e desenvoltura no palco. A música até que encaixou bem, mas não acho que ele é um forte candidato para os lives. Nota: 8,0

Decisão de Simon: Joseph OCUPA A TERCEIRA CADEIRA

[OVERS] Stephanie McCourt – Never Loved A Men

 Achei a música com um tom pouquinho alto pra ela. Pareceu que ela só gritou na música, exagerou nos agudos, notas altas e isso acho que a prejudicou. Por mais que ela tenha qualidade acho que essa performance a comprometeu. Eu daria não. Mas Simon resolveu dar uma cadeira. Nota: 6,0

Rick – Não me agradou, me soando meio “desafinada” às vezes (ou seria estridente?) Não entendi também Simon ter dado uma cadeira para ela… De qualquer maneira achei bem fraca. Nota: 7,0

Decisão de Simon: Stephanie OCUPA A QUARTA CADEIRA

[OVERS] Kerrie Anne Phillips – Help

Isso sim que é uma apresentação balanceada, com versos no tom confortável, com notas altas, com melismas. Gostei bastante dela e com certeza mereceu ganhar a cadeira. Não sei se hoje excepcionalmente ela foi bem ou se ela tem ido bem nas outras fases porque realmente não lembro dela, mas enfim. Amei. Nota: 9,0

Rick – Uma cantora poderosa, que com toda a certeza derrubou meu forninho porque eu não esperava por isso hahaha. Mas em uma categoria lotada de divas, Kerrie é apenas mais uma no meio da multidão. Nota: 8,5

Decisão de Simon: Kerrie Anne OCUPA A QUINTA CADEIRA

[OVERS] Anton Stephans – A House Is Not A Home

Ele é um ótimo cantor, mas não dá pra vencer só de Drama Card (felizmente). Hoje ele arrasou, mas indo para o retrospecto dele eu não daria a cadeira a ele por não ver uma certa versatilidade nele, tem uma voz bonita, é afinado, mas ele não vai tão bem com músicas agitadas (vide a primeira fase do Bootcamp). Não contesto ele ter ganho a cadeira até porque ele foi bem. Nota: 7,5

Rick – Não consigo gostar de Anton (podem me julgar, ou se juntar a mim na campanha #ForaAnton hahaha). Ok, ele tem uma voz legal, mas não me convence de maneira nenhuma. Acho esse estilo de diva muito desgastado (e digo mais uma vez que as caretas dele me assusta). Nota: 8,0

Decisão de Simon: Anton OCUPA A SEXTA CADEIRA

[OVERS] Tonatha – Impossible

Mais uma música que tá virando clichê cantar em realities musicais. Ela tem uma voz bem carregada no soul e foi muito bem, ao menos eu gostei. Teve a facilidade de se conectar com a música. Ela se mostrou determinada, beirando a arrogância, em falar que tem o X Factor, que tem a voz, o look. Eu daria uma cadeira e a trocaria por Max Stone mas Simon a troca por Stephanie, o que eu não esperava. Até contestaria se ela fosse bem hoje. Nota: 7,5

Rick – Querida, eu até gostava de você… mas acho que tem que abaixar um pouco a bolinha né. Tonatha é boazinha, mas não acho que mereceu uma cadeira, foi muito ultrapassada essa performance dela. Nota: 7,5

Decisão de Simon: Tonatha OCUPA A CADEIRA NO LUGAR DE STEPHANIE

[OVERS] Zen Blyte – Fly Away

Foi bem balanceado. Teve momentos que funcionaram, teve momentos que nem tanto mas no geral eu gostei. Se ele merecia uma cadeira, acho que não. Simon deu a cadeira a ele, eu o trocaria por Joseph, mas Simon novamente surpreende trocando por Vicky Ann. Mas gente muito contestável ela ir embora, mas é legal ter um artista tão original como Zen. Nota: 7,5

Rick – MEU DEUS! Adorei… estou viciado nessa performance de Zen. Ele possui uma vibe muito boa, vocais limpos e  uma presença estonteante. Definitivamente ele é o mais diferente da categoria, e quebra todos os conceitos da mesma. Agora la vai meu desabafo: Como assim eliminam Zen, sendo o único diferente e da categoria (Opa quase me esqueço de Max, mas ok). Quando foi as girls, todos reclamaram que a categoria estava cheia de divas e mimimi, dai Havva chegou para mudar isso. Mas nos overs não foi diferente, só tem divas! Max é o único um pouco diferente ali, e por isso minha revolta por Zen, pois ele era único. Quero Zen de volta, e por protesto, dou Nota: 10!

Decisão de Simon: Zen OCUPA A CADEIRA NO LUGAR DE VICKI ANN

Mas… Simon resolver mudar de ideia e até gostei. Ele fez o que eu tinha falado antes que era trocar por Joseph, o que acho mais plausível essa troca.

Decisão de Simon: Vicki Ann OCUPA A CADEIRA NO LUGAR DE JOSEPH

[OVERS] Hannah Marie Kilminster – Let It Go

No início soou estranho, depois quando entrou a ponte para o refrão ela melhorou. E o grande momento que era o refrão, ela simplesmente arrasou, apesar de ter errado no tempo da música. No geral eu daria uma cadeira a ela, a performance me agradou. Simon resolveu dar uma cadeira a ela e eu trocaria ela por, Max Stone novamente. Simon fez o mesmo e não discordo nem um pouco. Nota: 8,5

Rick – Música terrível! Ela tem potencial, mas pra mim foi tudo buraco abaixo com essa musica. O mais absurdo foi ela ter tirado Max… Nota: 7,5 só pela ousadia.

Decisão de Simon: Hannah OCUPA A CADEIRA NO LUGAR DE MAX STONE

 [OVERS] Jennifer Phillips – Up To The Mountain

E vamos a rainha dos overs, a expectativa dela está bem alta por ser a melhor representante da categoria. MAIS UM SAMBA DAY DA RAINHA DOS OVERS. Na minha opinião ela é a única da categoria que pode bater de frente com qualquer participante das Girls ou Boys. Que controle, potência, rouquidão, afinação. Tudo foi perfeito. Simon não tinha como não dar a cadeira a ela e a trocou por Tonatha. Achei injusta essa troca porque gostei Tonatha. Nota: 10

Rick – A lacradora da categoria. Jeniffer sem duvidas é a melhor voz dali. Ela é tão poderosa nos vocais, e o mais incrível é que ela faz parecer tudo tão fácil. Meu único problema que estou tendo com ela, é esses “improvisos repetidos” que ela fica toda hora no (hey hey hey – oh oh oh), assim como muitos reclamam de Ché (indireta para o senhor Valber hahaha s2) na qual ele fica fazendo o falsete toda, Jeniffer é viciada nessas repetições, e isso me incomoda um pouco. Mas não deixa de ser maravilhosa né nom? Nota: 10

 Decisão de Simon: Jennifer OCUPA A CADEIRA NO LUGAR DE TONATHA

Dessa vez não tem como defender Vicki Ann que por mais que eu gostasse da performance dela, na próxima fase a consideraria completamente descartável.

Decisão de Simon: Tonatha OCUPA O LUGAR DE VICKI ANN

[OVERS] Bupsi – Respect

Minha Over favorita kkk. Amo as apresentações dela, cheia de presença, divertidas e com vocais que eu considero bons. EU AMO ESSAS DANCINHAS KKKKKKKKKKKKKKK. Ela se entrega no palco e isso é notório. Eu sem dúvidas daria uma cadeira a ela. Simon deu uma cadeira a ela, eu a trocaria por Anton ou Zen, mas ele trocou por Tonatha que eu esperava que fosse se garantir na próxima fase. Nota: 10

Rick – E essa dancinha minha gente uahsuahsuahsuahsuahshuahs. Bupsi é um amor e um poço de carisma. Além de tudo tem uma excelente voz, torço para ela chegar longe. Nota: 9,0

Decisão de Simon: Bupsi OCUPA A CADEIRA NO LUGAR DE TONATHA

[OVERS] Neneth Lyons – One Moment In Time

Eu gostei, mas tem cantoras do mesmo estilo melhores que estão na cadeira, não vejo porque trocar ela. Infelizmente daria não. Nota: 7,0

Rick – Mesmo Neneth arrasando, achei que foi uma escolha de musica errada, fora que o tom dela deu umas falhadas. Nota: 8,0

Decisão de Simon: Neneth ELIMINADA

[OVERS] Ebru – If Were A Boy

Não gente, de novo essa música. Sinceramente eu não gostei. Simon resolve dar uma cadeira a ela. Quem saiu pra entrar no lugar dela foi Zen. Rita chegou até a protestar, mas não adiantou. Entre os dois eu eliminaria Ebru realmente. Nota: 6,0

Rick – Foi melhorando a medida que a musica passou, e no fim acabou arrasando. Gosto de Ebru, principalmente de suas “falhadas” na voz, lembrando Sia (Aliás, é uma ótima pedida em… Ebru de Sia). Nota: 9,5

Decisão de Simon: Ebru OCUPA A CADEIRA NO LUGAR DE ZEN

Se pensaram que o top 6 dos Overs já estava pronto se enganaram. Simon chama a produção do programa e pede um participante de volta, de início achava que era Zen que foi o último eliminado mas aí que veio a surpresa. Simon resolveu trazer Max de volta, surpreendendo a todos e resolve dar de volta a cadeira a ele, e quem saiu foi Hannah. Isso significa que ele desfez a troca que pra uns ele pode ter feito uma ótima escolha e pra outros nem tanto assim. Acho os dois com nível semelhante, mas nas performances Hannah me agradou mais só que nos vocais Max mostrou mais recursos. Então qualquer escolha pra mim seria justa.

Decisão de Simon: Max OCUPA O LUGAR DE HANNAH

Agora sim os 6 já foram escolhidos. Max, Anton, Ebru, Bupsi, Jennifer e Kerrie Anne vão para o Judges House. Se eu tivesse que arriscar um top 3 dessa categoria eu escolheria Jennifer, Bupsi e (Anton ou Kerrie Anne), mas os 6 são bem fortes e podem surpreender. Não acho a escolha dessa categoria óbvia como eu achava na categoria dos Boys (que eu nem acho mais pela volta de Mason Noise). Semana que vem teremos a estréia da próxima fase e iremos saber quem irá fazer parte do top 12.

Encerro aqui a review, mas deixo o espaço livre para os comentários de vocês que serão muito bem vindos e respondidos. Acharam a escolha dos grupos justa? Os combos dos grupos foram justos? Expectativa da próxima fase? E uma em especial que eu queria muito fazer semana passada mas achei que seria spoiler. O que vocês acharam da volta do Mason?

Sim o participante polêmico voltou e já ganhou meu favoritismo.

Até a próxima review, abraços a todos.

valber

Valber
Valber

19 anos, atrapalhado, distraído e começando agora (Não tem paciência, a saída e logo alí). Aqui comentarei todo tipo de reality musical em especial The X Factor, The Voice e Superstar. E como diz uma grande pensadora atual "Quem não gostar do que eu falo, me dá um tiro na cara!"
Deixe-nos um comentário!
  • Dan

    Não gostei da escolha dos grupos gospel, acho os dois chatérrimos, de resto ate q tve bom, Overs tbm ñ gostei, Anton é mto chato, não dá, esse Max fraco tbm, as meninas ate q foram bem, Jennifer nem se fala arrasou. uma pena ñ terem passado a apresentação da Sherilyn Hamilton-Shaw adorava ela, assim como adoro Neneth q infelizmente fez uma apresentação fraca. quanto a volta de Maison detestei, depois de tdo oq ele fez não deveria te voltado.

  • Jean César Marinozi

    Jennifer reinou hoje
    Minhas torcidas são para Louise, 4th power, Seann e Jennifer

  • Maria

    Entrei esperando ver vocês falando da rainha da temporada e me deparo com ela na capa do post kkkkk Jennifer minha filha, você dizimou galáxias, hein?!!! Que apresentação poderosa e perfeita! Uma das melhores de todas as temporadas. E não estou exagerando. Concordo com 90% dos comentários desse episódio. Beijos!

  • Guilherme Santos

    Nossa, amo a Jennifer, mas essa foto dela na pagina inicial ficou muito estranha, pois estava muito desproporcional com as outras e chegou ficar feia, pfv tente mudar nas próximas.

    OBS: Unica critica a review, porque gostei de todo o resto, e concordamos em vários pontos.

    • Então Guilherme, a foto realmente ficou desproporcional mas consegui trocar numa boa. Vou ficar mais atento quanto a isso kkkkk. Fora isso fico feliz que tenha gostado do resto e que concorda com o nosso ponto de vista. Valeu pelo comentário.☺

%d blogueiros gostam disto: