E a injustiça reina no segundo episódio dos lives do TXFUK.

E aí pessoal, estou aqui de volta para juntos conferirmos tudo o que aconteceu na segunda semana dos shows ao vivo do reality The X Factor UK. Eu achei que essa semana foi muito superior as perfomances da semana passada, para  nossa felicidade houveram muitas perfomances dignas de serem lembradas e aplaudidas de pé. O tema dessa semana foi “Reinvention”, a princípio eu fiquei muito apreensivo com o tema e temia que houvesses perfomances catastróficas, mas avaliando no geral o saldo foi positivo e bastante animador. Na review de hoje teremos os comentários de Rick que já é cativo aqui nas minhas reviews e do meu parceiro Valber que revesa as reviews comigo. Então, sem mais, vamos conferir tudo o que rolou no episódio!

[GROUPS] 4th Impact – Sound Of The Underground/The Clapping Song

A escolha da música das Girls Aloud eu gostei bastante, a música me lembra das audições dela e o mashup ficou bem legal, mas algo nessa perfomance elas ficaram devendo e deveram ao tema, porque não vi a “reinvention” na música, apenas houve um mashup que não trouxe pra mim nenhuma mudança siginificante. Dessa vez achei elas bem controladas vocalmente e nas coreografias também, o que trouxe alguns pontos positivos mas trouxe também os negativos. Eu achei que as harmonias estavam melhores nessa apresentação, porém senti bastante falta de toda aquela explosão que elas sempre levam pro palco, mas no fim das contas eu gostei da perfomance mas eu esperava mais. NOTA: 8,5

RICK: Bom, performaticamente falando, essa apresentação foi ótima, mas agora vocalmente falando, foi bem ruim. Definitivamente estão meio que “decaindo” o nível… prova disso foi esse deathspot (apesar que eu ainda acho que não será problema para elas por enquanto). Só espero que não aconteça injustiças com elas assim como aconteceu com Alien. NOTA: 8,5

VALBER: Primeiro que elas vieram como Death, isso já não é boa coisa. Vi mais individualidade no grupo e isso foi ótimo porque vi muitas críticas quanto a isso semana passada. A escolha da música foi bem arriscada e elas não renderam tanto como nas outras apresentações, o que eu já esperava a algum tempo. Cheryl melhorou elas em certo ponto mas cagou na escolha da música então achei bem balanceado. Sobre os vocais não estavam ruins, mas não estava mega perfeito. No geral foi legalzinho. NOTA: 8,0

[BOYS] Mason Noise – Teardrops

O Mason foi melhor que a semana passada, porém ainda não foi o bastante pra mim. Ele vinha indo muito bem até as Judges’ House, porém nos lives ele ainda não apresentou algo a nível do que ele fez tão bem em toda a fase do Bootcamp, mesmo com toda a polêmica, ele precisa de uma apresentação mais energética que o permita explorar bem o palco que é no que ele se destaca, porque vocalmente ele foi razoavelmente bem, mas vamos combinar que ele é a voz mais fraca da sua categoria. Bem o ponto positivo é que ouvir a versão original da música e realmente eles tiveram o cuidado de mudar o arranjo e apresentar uma versão mais contemporânea da música. NOTA: 8,0

RICK: Terrível, desafinou no fim da música, que até parecia estar se afogando. Espero que depois dessa performance o Reino Unido acorde e tire esse cara dai logo. NOTA: 7,5

VALBER: Agora sim eu vi o Mason de fases anteriores. Parece que ele leu a última review :v em que eu falei que estava bem estranho, a música não combinava com ele e faltava sensualidade. Nessa performance ele melhorou tudo isso. Eu gostei muito, mesmo ele desafinando no final, a dança eu achei bem dispensável, mas foi ok. Mason melhorou essa semana e ironicamente no app do X Factor ele teve rejeição. Não entendi essa mas… NOTA: 9,0

[OVERS] Anton Stephans – All About That Bass/Bang Bang

Simon definitivamente tá sabotando sua categoria né? PQP, o que foi essa perfomance toda? Anton já tinha mandado mal com All About That Bass e ele vem de novo com ela e agora com direito a uma apresentação bem brega e desagradável de se ver. Não achei divertida, senti muita vergonha alheia por ele, até porque ele possui vocais impecáveis e não precisava se prestar ao papel de Joke Artist. Se antes já não gostava muito dele, agora muito menos. VAAAAAAAAAAAAAZA! NOTA: 6,0

RICK: Gente sério… KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK. Isso foi digno de um Joke artist. Parabéns Anton, você é agora literalmente o rei deles hahahahahahahaha. Não tenho o que dizer dessa performance, se não dar muitas gargalhadas (e ver esse cara vazando logo desse programa por que eu já não aguento mais). NOTA: 6,0

VALBER: SEM OR MUITO OBRIGADO POR ESSE FLOP LINDO, ESPEREI MUITO POR ELE. Tá gente não foi culpa do coitado do Anton, mas se Simon queria cagar sua categoria ele está no caminho certo. Em All About The Bass no bootcamp ele foi sofrível mas a sorte dele que ele pegou um grupo muito forte com um grupo esquecível, Danny Sharples, Gifty (sdds) e Mason. Com uma versão mais… diferente ele foi simplesmente mal. Ele não combina com essa música, não tem uma identificação. Naquele cenário eu cantaria algo mais Royals, a cadeira, o microfone, a iluminação e sem os dançarinos eu acharia bem legal. A sorte de Anton foi ele ter cantado Bang Bang que em comparação com a outra música ele foi até bem. Anton.. ou melhor Simon, melhore. NOTA: 7,0

[GIRLS] Kiera Weathers – Return Of The Mack

Kiera me surpeendeu, sinceramente não esperava isso dela. Gostei muito que ela veio com uma música dançante, estava mais bonita, confiante e sensual, mostrou que ela é mais que uma cantora dramática de baladinhas e que pode vir com uma perfomance mais dançante e despojada, sem contar que a música parecia até outra e a versão ficou muito boa. Vocalmente ela só achei que no início ela começou mais insegura, mas depois seus vocais foram crescendo e no fim ela apresentou ótimos vocais. A crítica feita por Simon que pra ela permanecer no programa ela ia precisar muito mais do que cantar (até citando o caso da Fleur), fez muito bem pra ela e Rita espertamente investiu isso nela e nos mostrou esse lado até então desconhecido da Kiera. Espero que os britânicos não a eliminem agora, porque tô muito curioso para o que ela e a Rita tem a nos mostrar adiante. NOTA: 9,0

RICK: Agora sim Kiera, essa é a artista que eu quero ver. Adorei essa performance, super despojada e “cool”, Kiera mostrando que sabe fazer muito mais do que só baladinhas… arriscando até uns passos hahaha. Realmente me pegou de surpresa, então tiro o meu chapéu. NOTA: 9,0

VALBER: Eu já estava preparado para jogar pedras nela por ter tirado Alien, mas dessa vez eu gostei. Para quem vê o programa ao vivo, como eu, conhece bem a música kkkk. Gostei da voz dela, a dança, o estilo. Tava na zona de conforto dela? Pra mim não e ficar à vontade como ela ficou nessa apresentação foi demais. Gostei muito. NOTA: 8,5

[BOYS] Ché Chesterman – You Can’t Hurry Love

Antes de tudo parabenizo o Ché pela versão da musica, ele soube adaptar bem a música para si e fez um ótimo trabalho com ela. Como sempre ele mandou super bem nos vocais e hoje especialmente o senti mais conectado com a música. Foi aplaudido de pé merecidamente, a única crítica é que acho que o Ché corre o risco de ficar repetitivo, espero que Nick trabalhe mais com ele a presença de palco e que o Ché nos surpreenda com escolhas mais ousadas. NOTA: 9,5

RICK: STANDING OVATION!!! Meu rei dos falsetes não precisa usa-lo toda performance para fazer os 4 jurados ficarem de pé NEH NOM? Como não admirar uma voz dessa? Existe cantores que são feitos para mostrar somente sua voz, e não precisa fazer piruetas, sair voando no palco, ou ter um show pirotécnico no palco para se destacar. Já quero o álbum desse cara, e feats com Sam Smith (sonhando alto) hahahahah . <3 NOTA: 10

VALBER: Olha eu gosto muito do Ché, essa performance ele estava com os vocais perfeitos e pela primeira vez NÃO TEVE FALSETE, teve uma nota alta mas bem suave que ficou bem bonito e que pra mim não foi falsete (opiniões). Uma coisa que eu senti falta foi de uma mobilidade maior no palco, não no sentido de dançar, pular, mas ir para um canto do palco ter uma comunicação com a plateia ir para o outro lado do palco fazer o mesmo. Acho que seria bem bonito se ele fizesse isso, mas a voz dele a forma que ele cantou foi perfeita mas e a forma que ele se portou no palco não foi nada que influenciasse no meu gosto. NOTA: 10

[GIRLS] Louisa Johnson – Billie Jean

É incrível como a Louisa consegue sem me surpreender e superar minhas expectativas. Quando saiu a lista das song choices eu fiquei tenso, porque cantar MJ é um grande risco, mas ela soube representar muito bem essa canção icônica. Ela deixou a música ainda mais cool e a sua perfomance foi digna de GRAMMY, estava muito linda, sexy e confiante, sem sombras de dúvidas ela é o participante mais comercial e a que promete ter futuro pós reality. A melhor da noite, a melhor da temporada e uma das participantes mais completas que já passou pelo reality. LOUISA WINNER <3 NOTA: 10

RICK: Hoje as girls resolveram se soltar, e claro que a rainha delas, faria a melhor performance <3 Louisa, a.k.a lacradora, fez mágica com Billie Jean. Seus vocais são sempre impecáveis, e finalmente eu vi algo que eu já queria ver a muito tempo em Louisa… uma coreografia cheio de SexAppeal . Dona da temporada! <3 NOTA: 10

VALBER: Medo me definiu quando vi que ela ia cantar Billie Jean. Mas no início da performance ele se foi completamente. Ela se mostrou bem artística nessa performance. Tava muito sexy, dançando, sorrindo bastante o que não é novidade kkkk. Louisa se arriscou demais, mas isso valeu muito a pena porque ela foi uma das melhores do dia. Não é uma crítica, foi mais questão de gosto pessoal mesmo, mas achei o vocal dela um pouquinho estridente no final, nada que influencie, mas eu achei que vale ressaltar. Mas foi uma apresentação bem divisora de águas, acho que vão lembrar muito dessa performance mais pra frente porque fora ser uma música famosíssima do MJ e ter inúmeras versões, Louisa soube ser original e não se parecer com ninguém. Foi fodástico. NOTA: 10

[BOYS] Seann Miley Moore – California Dreamin’

Sean é um artista único e que sempre consegue surpreender sempre e dessa vez ele novamente nos entregou uma apresentação ótima que explorou muito bem sua voz. Diferente da perfomance passada, o palco estava simples apenas com telões e as pétalas caindo e isso foi o necessário para ele dá um show, até porque ele não precisa de muito pra dá um show. Soube explorar bem o palco e toda a teatralidade funciona muito bem com ele. Anton aprende com o Sean como ser diferente sem soar ridículo 😉 #ficaadica NOTA: 10

RICK: Meu top 3 dream team um em seguida do outro. Ché, Louisa e agora Seann com essa apresentação teatral maravilhosa! Adoro esse tom “ópera” que ele tem, e sua confiança é majestosa. Arrasa diva divônica! NOTA: 10

VALBER: Vocalmente ele estava muito bem, tava com notas altíssimas muito bem executadas. Mas eu não vi novidade, e ai veio uma dúvida na minha cabeça: Será que ele vai ter algo novo a oferecer nas próximas fases?? Eu realmente não sei responder isso. Enfim, eu gostei em partes. Não sei se é porque esperava mais, mas foi ok. Não deixou a desejar vocalmente, mas o visual eu não sei. NOTA: 8,5

[GIRLS] Monica Michael – Crazy In Love

Depois da bela apresentação da Monica na sua última perfomance, eu tinha grandes expectativas por ela, mas infelizmente ela me decepcionou. O erro já começou pela escolha da música, visto que ela já tem uma versão e essa versão já é bastante famosa, sendo assim percebi que Monica apesar de ter usado o arranjo da versão já conhecida, tentou fazer algumas pequenas mudanças que pra mim não funcionaram. Ela não estava nada confortável no palco e acho que ela poderia ter ido bem melhor, mas dessa vez não me conquistou. NOTA: 7,5

RICK: Estou meio em cima do muro com essa apresentação… eu realmente não sei se gostei ou se não gostei. Acho que para o nível das 4 performances anteriores, Monica corre risco. Mas se formos comparar com Mason e Anton, ela foi melhor. NOTA: 8,0

VALBER: Expectativa: 1000 / Realidade: 400. Isso define exatamente o que foi a performance pra mim. Esperava muito dessa performance, tudo estava a favor de Monica mas quando eu vi a performance eu não gostei. Eu não vi uma originalidade nela. A roupa, a pose dela achei parecido com a Beyoncé. Não sei se ela queria mesclar as duas versões da música. Eu quando vi que ela ia cantar essa música pensei em algo meio Dark, com ela num vestido preto e descendo as escadas, ao menos faria mais sentido. Outra coisa que eu senti falta foi dela se arriscar na música, no final em vez do falsete ela poderia ir numa nota alta como eu vi numa batalha no The Voice Austrália. No geral Monica não fez feio mas ela podia fazer muito mais, mas muito mais mesmo. NOTA: 8,5

[GROUPS] Reggie ‘n’ Bollie – What Makes You Beautiful/Cheerleader

Eles fizeram jus ao tema e deixaram a música do 1D a cara deles e sinceramente ficou muito boa. Aqueles que eu considerava meros Joke Acts e torcia para serem os primeiros eliminados, veem me surpreendendo a cada live nesse episódio sem sombras de dúvidas foram um dos destaques. A apresentação foi legal, divertida e dançante, espero que eles continuem representando bem essa cota de entretenimento que eles ocupam com maestria. NOTA: 9,5 

RICK: Sabe quando a nova versão fica melhor que a original? Pois bem, esse foi um digníssimo caso disso hahahaha. Adorei Reggie, que apresentação FODA! Fiquei arrepiado vendo eles contagiando todo mundo (até eu assisti mexendo o ombrinho –q) Hoje eles provaram que merecem continuar na competição. Já quero mais performances assim <3. NOTA: 9,5

VALBER:  Um amigo meu me mostrou um ponto de vista sobre eles e eu concordo 100%. A evolução de Reggie N Bollie até chegar aqui, quando vi que eles iam cantar essa música eu achei que eles flopariam, mas aí vem eles e dão na minha cara. Que coisa linda eles trabalhando com Cheryl, ver a família deles, o quanto eles são queridos por todos. Eu me senti num especial de ano novo vendo essa performance deles. Eu gostei muito e eles estão evoluindo cada vez mais, cheguei a contestar a escolha de Cheryl, mas hoje eu vejo o quanto ela foi esperta em levar eles. NOTA: 10

[OVERS] Max Stone – Somewhere Over The Rainbow/What A Wonderful World

Quando o tema saiu eu logo imaginei que o Max ia se dá bem, até porque ele já trouxe versões maravilhosas e que se destacam da versão original, mas dessa vez não vi muita originalidade na apresentação dele. Primeiro que esse mashup já existia e as intervenções feitas no arranjo foram muito poucas para poder dizer que foi um versão do Max, a mudança maior foi apenas na questão da abordagem na qual ele usou uma abordagem mais agressiva. Vocalmente ele foi impecável sim e deu um show com seu timbre único, porém pra mim não cumpriu com o que o tema pedia e assim acabou me frustrando. NOTA: 8,5

RICK: Eu estava prestes a criticar Max se ele viesse com mais uma musica transformada em reggae… mas cara, como criticar isso? Ficou maravilhosa essa versão, definitivamente foi sua melhor performance até agora. Merece muito top 10. NOTA: 9,0

VALBER: Eu achei que ia dormir quando ele fosse cantar essa música mas essa versão surf music foi tão legal, ficou uma vibe tão boa que eu escutaria o estúdio várias vezes. Max é outro que vem evoluindo a cada semana que passa. E Simon cada vez mais tem feito bom trabalho com ele, diferente de outros Overs (Anton e Bupsi sabem kkkk). E acho sim que Max pode ir para final se continuar mantendo a qualidade das performances. NOTA: 10

[GIRLS] Lauren Murray – Hold Back The River

É tão bom ver que a Lauren tá tendo uma evolução no programa. Ela já se saiu muito bem no último live e nesse ela veio ainda melhor que antes. Ela cada vez está mais desenvolta e seus vocais venho percebendo que vem melhorando bastante, em especial o controle. Fez uma versão mais gospel da canção que muito bem se encaixou na sua voz, ela conseguiu se destacar bem nesse episódio e fez jus ao encerrar o programa com tudo.  NOTA: 10

RICK: Quando começou a música eu pensei “vixe, não vou gostar, por que sem aquela batida boa a música não funciona”. Pois é meus amigos, eu estava completamente errado. Ficou maravilhosa essa versão, a voz de Lauren preencheu todo o recinto, e aquele coral atrás só contribuiu com isso. Amei Lauren meio que “team jesus” nessa música sem contar que ela estava linda demais <3 NOTA: 9,5

VALBER: Gostei da versão dela. Essa música caiu bem para ela. Quem prestou bastante atenção, viram que ela errou a letra. Mas nada que abalasse a performance. Como Ché eu senti de falta de ela ter explorado mais o palco. Mas eu amei, gostei do coral, gostei da voz dela. NOTA: 9,0

Ranking das Performances: 

[MICHEL]

  1. Louisa Johnson
  2. Lauren Murray
  3. Seann Miley Moore
  4. Ché Chesterman
  5. Reggie ‘n’ Bollie
  6. Kiera Weathers
  7. 4th Impact
  8. Max Stone
  9. Mason Noise
  10. Monica Michael
  11. Anton Stephans

[RICK]

  1. Ché Chesterman
  2. Louisa Johnson
  3. Seann Miley Moore
  4. Reggie N Bollie
  5. Lauren Murray
  6. Max Stone
  7. Kiera Weathers
  8. 4th Impact
  9. Monica Michael
  10. Mason Noise
  11. Anton Stephans

[VALBER]

  1. Reggie N Bollie
  2. Louisa Johnson
  3. Max Stone
  4. Ché Chesterman
  5. Lauren Murray
  6. Mason Noise
  7. Kiera Weathers
  8. Monica Michael
  9. Seann Miley Moore
  10. 4Th Impact
  11. Anton Stephans

VALBER: Sim gente esse é o meu ranking e sim… Reggie N Bollie foram os melhores do dia pra mim, por pouca diferença porque gostei muito de Louisa, Max vem logo depois e Ché que manteve a performance de semana passada. A surpresa foi eu ter colocado 4th em penúltimo, mas realmente foram bem abaixo do que eu esperava, Monica me decepcionou, mas não merece sair e Anton não teve como não colocar em último. Seann em nono lugar porque eu esperava um pouquinho mais, mas esse ranking não seria o meu bottom com os 3 ultimos. Anton sai direto e o bottom fica entre 4th e não sei mais quem kkkk. Seria muito triste ver um embate entre 4th e Monica ou Seann que pra mim foram os piores do dia mas eu colocaria Monica no bottom, e muito provavelmente ela voltaria. Uma curiosidade, foi impressão minha ou Rita e Simon estavam trocando farpas demais nesse episódio. Um criticava o artista do outro, discutiam durante os comentários. A única confusão de jurados que vi e nem foi durante a temporada foi bem depois, que foi entre Adam e Xtina. Mas no geral gostei.

Levando em conta os rankings apresentados, todos nós apostaríamos no Anton como eliminação direta, sendo baseado na apresentação da segunda semana dos lives, já o temível bottom para mim e Rick ficaria entre Monica e Mason e para nosso amigo Valber seria 4th Impact e Sean, não entendi muito bem como ele colocou essas perfomances entre os últimos três lugares, em especial Sean que foi um dos destaques pra mim, mas é a opinião dele né? hahahaha. Apesar disso tudo, eu particularmente não sei o que esperar dos resultados, principalmente depois do choque da última semana que foi ver Alien entre os menos votados, portanto tudo pode acontecer …

RESULTS

É como já era previsto, tudo podia acontecer e o pior aconteceu, PQP, parece até que eu estava prevendo tudo podia acontecer, tendo em visto que a primeira parte da review foi feita antes dos tenebrosos results. Mas antes de vermos a nova cagada dos britânicos, vamos conferir tudo o que rolou antes.

O programa teve início com uma perfomance do top 11 super emocional e intimista, gostei muito e até arrepiou, Fix You é uma música linda e  elas souberam fazer jus a toda leveza da música.

TOP 11 – Fix You

E depois de Ben e Little Mix, hoje foi a vez da talentosa e carismática Fleur voltou aos palcos que um dia já competiu. Em grande estilo, coreografia e atitude, Fleur East apresentou Sax o seu mais recente single lançado. O single é ótimo, tem muito a cara dela, é bem cool, dançante e descolado, bem melhor que o do Ben. Espero que ela faça bastante sucesso!

Fleur East – Sax

Depois dessa apresentação espetacular da Fleur, começou o tão esperado e imprevisível resultados. Olly e Caroline começam então chamando nome a nome, em ordem aleatória, até chegar nos três menos votados, sendo que essa segunda semana dos lives seria uma eliminação dupla.

1. 4th Impact

2. Max Stone

3. Louisa Johnson

4. Reggie ‘n Bollie

5. Monica Michael

6. Ché Chesterman

7. Lauren Murray

8. Anton Stephans

Sendo assim restaram Kiera, Mason (ambos eu já esperava) e Sean (PQP, o que ele tá fazendo aí?). Sinceramente ainda não entendi porque o Sean esteve entre os menos votados e entendo muito menos por qual motivos o Anton não está entre os três menos votados? Não sei o que foi mais injusto, mas o Sean me surpreendeu ali e principalmente porque ele foi um dos destaques da noite anterior. Merda feita, então foi anunciado a eliminação direta e Kiera deixa o programa, injusto visto que ela teve uma grande evolução e foi melhor que outros participantes nas perfomances, mas é até aceitável isso. Bye Kiera, torci muito pra você mas não deu 🙁

Assim segue-se para o bottom 2, Sean e Mason cantarão para tentar permanecer no programa. Eu sem sombras de dúvidas torço para que o Sean fique, até porque era injusto ele tá passando por aquela situação.

[BOYS] Mason Noise – End of the Road

Bem como já falei acho o Mason o participante  com o vocal mais fraco na competição, dito isso eu gosto das perfomances dele quando ele usa o seu diferencial que é toda as coreografias e presença de palco que ele tem, mas ele acabou resolvendo vim com baladinha. Foi até bem, teve alguns deslizes que pode ser aceitável por conta de toda pressão, mas como disse antes mesmo de cantar a minha torcida era do Sean.

[BOYS] Seann Miley Moore – A Song For You

Não entendi porque ele resolveu repetir a música do Bootcamp, talvez ele não estivesse se preparado para o bottom, não esperava esse resultado. Mas, mesmo repetindo a canção, o Sean defendeu muito bem a sua permanência no programa e mostrou o quão talentoso e único ele é. FICAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!

Indo para a votação, cada jurado votou para quem queria mandar pra casa.

SIMON – MASON

CHERYL – MASON

RITA – SEAN

NICK – SEAN

A votação ficou empatada e então foi decidido no Deadlock. E para minha tristeza, raiva e revolta o Sean foi o menos votado e deixa o programa já na segunda semana dos lives.

E assim foi esse episódio, marcado por injustiças e surpresas desagradáveis. Espero e torço muito que os britânicos comecem a votar melhor e permitam que tenhamos uma temporada decente e com finalistas que realmente mereçam vencer o programa. Encerro a review hoje de luto pela saída do talentoso Sean que merecia ir bem mais longe na competição e com a esperança que esses resultados na próxima semana serão justos.

The-X-Factor-UK-2015-Top-11-Tackle-Reinvention-Theme-for-Week-Two-VIDEO

Valeu galera, até o top 9 e continuem ligados nas nossa reviews do The X Factor UK! Abraços e até breve!

Michel Araujo
Michel Araujo

Baiano perdido em Aracaju, fã de realities show musicais e séries. Uma personalidade misturada a humor, sarcasmo e uma leve ousadia.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: