Posts Populares

The X Factor UK – S14E25 – Live Shows 9: Semifinal 1

Uma semifinal de respeito dessa não podemos deixar de ver, viu…

Ainda me lembro da tenebrosa 13ª temporada e agora já estamos na semifinal da 14ª. Passou rápido demais, mas amém que a temporada nos trouxe qualidade vocal, artística, poucas injustiças e ainda uma semifinal com 6 ótimos artistas.

Nessa semifinal, meu favoritismo é claro por Rak-Su, The Cutkelvins e Matt, porém confesso que gosto de todos, até do Lloyd. Espero que eu possa comentar lacres dos meus favoritos, e para me ajudar nos comentários vou contar com a ajuda do Ives e do Mateus, dois dos nossos leitores.

Sem mais delongas, vamos às performances!

[Groups] The Cutkelvins – “Nothing Like You” by The Cutkelvins


Lucas: Com mais uma original, Cutkelvins arrasou novamente. Os vocais estavam bons na maioria das vezes, e a participação maior dos garotos fez com que a performance ficasse ainda mais dinâmica. Além disso, adorei a inserção do rap, que tanto senti falta em algumas performances. Eu adoro o trio, acho eles super originais e mais uma vez corresponderam às minhas expectativas.

Ives: Death spot? Já entendi que a produção quer meus bebês fora, resta aproveitar cada performance. Eu fico muito triste em vê tanto potencial sendo jogado fora, se fosse o formato antigo com um mentor melhor, eles alcançariam tudo que eu vejo neles. Depois de reggaeton, essa foi a performance que menos gostei, achei muito sem graça, eles estavam lindos como sempre, mas a música é um porre. Eu adoraria ver o rapper como líder do grupo em alguma apresentação.

Mateus: Começaram diferente com um dos irmãos começando, muito boa essa musica, tem cara de musica que pode dar certo no mercado… só não sei se é o certo pra esse momento da competição. Esses querem aproveitar o tempo pra se promover..  Tá certo, mas não acredito que possam ganhar.

 

[Overs] Matt Linnen – “Gimme Shelter” by The Rolling Stones


Lucas: Eu fico realmente estressado quando um artista arrasa no palco e nos vocais com uma entrega incrível e vem um cara igual ao Louis criticando algo sem sentido. Como os demais jurados, e espero que a maioria dos nossos leitores, eu achei a performance do Matt simplesmente maravilhosa. Os vocais dele estavam ótimos e seguros, além de diversos momentos que ele criou vocalmente na música, atingindo notas certas nos momentos certos. Além do mais, a presença de palco do Matt foi perfeita. Adorei a música, adorei a performance e já quero na final.

Ives: Estou bem dividido, amo quando mudam o arranjo e combinou super bem com a roquidão do Matt, mas eu amo a versão original eternizada pela Hannah maravilhosa Kirby e pela Sarah o que tenho haver e estava muito animado em ver o Matt saindo da sua zona de conforto. No fim das contas foi uma boa despedida dele.

Mateus: Esse já faz um tempo que tá fazendo hora extra. Como sempre, canta bem, mas não mostra algo que faça merecer ter chegado longe. Foi linear a apresentação. Essa música tem um momento que pode dar um BOOM e ele não conseguiu fazer isso.

 

[Groups] Rak-Su – “Flowers” by Sweet Female Attitude


Lucas: Isso que eu chamo de um grupo foda, viu. Pegaram uma música totalmente desconhecida e conseguiram fazer uma performance tão boa que pra mim ficou bem melhor do que a versão original. O rap mais uma vez ficou perfeito e todos os integrantes hoje foram essenciais para tudo dar certo. Performance muito boa e muito segura de uma boyband que desde que chegou ao programa não decepcionou. Meus campeões!

Ives: Eu havia gostado deles semana passada e hoje o milagre se repete, achei muito legal eles começarem cada um em lado do placo, a animação estava excelente, tudo nessa apresentação me divertiu.

Mateus: Não sei por que, mas desde o começos eu sinto que eles trazem a mesma coisa e não muda nada,, só a música. Acaba sendo mais do mesmo. Não vejo nada de especial no grupo e na apresentação. Cantam bem, têm carisma, mas é sempre o mesmo.

[Girls] Grace Davies – “Life On Mars?” by David Bowie 

Lucas: Quem me conhece sabe o quanto gosto de David Bowie, então eu fique bem animado com a Grace cantando Life On Mars, uma das minhas músicas favoritas da vida. Grace foi tão cuidadosa ao interpretar a música que eu fiquei totalmente imerso na sua performance. Seu belo tom e seu falsete conduziram a performance vocal de forma perfeita, enquanto a sua musicalidade e o piano ali no palco fizeram com que tudo ficasse mais lindo. Na minha opinião, o ponto alto da Grace no programa. Performance incrível!

Ives: Devido ao que restou de acts, eu me vejo torcendo para a Grace ir para final, porém não consigo gostar muito de suas performances, esse miado na voz me incomoda muito, é muito forçado e a Sharon já havia pedido para ela parar, mas a bixa é teimosa. Deixando o miado de lado, esse foi o melhor cover dela, apresentou finalmente sua originalidade.

Mateus: Foi uma ótima escolha de musica. Ela no piano foi lindo, fez as escolhas certas e foi uma apresentação deliciosa de ouvir. Eu até me emocionei vendo ela. Ela fez a apresentação dando o seu melhor e valeu a pena.

[Boys] Lloyd Macey – “Don’t Let the Sun Go Down On Me” by Elton John


Lucas: A escolha da música foi perfeita para Llyod, que apesar de ter tido um começo que não me agradou muito, parecendo até um pouco desconexo, ele cresceu durante a performance e aproveitou de uma forma tão impecável os momentos que a música proporcionou, que me arrisco a dizer que foi a melhor performance do Lloyd no programa. Vocais seguros, afinação na medida e uma música ótima foram os ingredientes para uma performance extremamente boa e correta. No mais, de ponto negativo fica o fato de que pelo estilo musical que Lloyd se propôs a cantar no programa ele deveria ao menos tentar ser menos previsível.

Ives: Eu havia acredito que finalmente ia gostar desse sonífero, pois amo essa música, seria a música que cantaria em uma audição do the voice, mas até nessa música que tem um arranjo incrível e cabe vocais incríveis esse cara conseguiu estragar.

Mateus: Eu não sinto nenhuma emoção no Lloyd,. Desculpa, ele tem uma boa voz, mas  eu não consigo me conectar com. Ele ficou no palco, só ele, e não fez nada demais. Andava pra lá e pra cá e não senti ele confiante pra tudo isso.

[Overs] Kevin Davy White – “Come Together” by The Beatles


Lucas: Esse cara é demais! Vocalmente foi uma performance tão sólida e sem deslizes, que chega a impressionar os vocais desse homem. Performaticamente, perfeito. A força que ele deu à performance foi muito boa, além de um dos elementos principais da apresentação, a guitarra. Muito bom, e não só por hoje, mas pela trajetória, merece muito estar na final.

Ives: É muito bom ver que pelo menos um act conseguiu evoluir com esse formato de merda, se analisarmos por melhores performances a vitória pertence ao Kevin. Olha essa apresentação galera, foi MUITO bom, tudo nela funcionou, mas um lacre adicionado à listado Kevin.

Mateus: Veio com umas das minhas músicas favoritas dos Beatles e mostrou por que está nessa competição e por que merece estar na final. Foi um dos melhores da noite com certeza. Presença de palco, voz, se divertiu na apresentação e deu tudo de sim. Para mim, foi muito bom.

DISCUSSÃO

Na primeira metade do programa tivemos The Cutkelvins abrindo o programa com muita originalidade, Matt trazendo muita força na performance e Grace nos mostrando a delicadeza de uma música maravilhosa. Na segunda metade, Rak-Su com a energia de sempre e a segurança já esperada, veio com mais uma boa performance, enquanto FULANO me surpreendeu e bla bla bla e CICLANO fechou o programa de forma magistral.

Portanto, o programa apresentou um nível muito alto, sendo uma semifinal acima do que eu esperava. Quanto ao ranking das performance, pra mim hoje ficou:

  1. Matt
  2. Grace
  3. Rak-Su
  4. The Cutkelvins
  5. Kevin
  6. Lloyd,

 

Então, segundo meu ranking, com muita pena, o eliminado de hoje seria Lloyd. Como eu já disse, achei a performance dele boa demais, porém, pra mim, ele acabou refém de uma semifinal de alto nível com artistas numa noite inspirada. No entaaanto, nem sempre (quase nunca) o que eu acho é o que o público define rsrs. Por isso, vamos aos resultados dessa primeira noite de semifinal.

RESULTADOS

É com muita injustiça que o eliminado da noite é… Matt Linnen.

Na minha opinião Matt teve a melhor performance da noite, sendo indiscutível sua presença na segunda semifinal. Portanto, pra mim o Matt foi vítima de uma injustiça. que não sei nem se é culpa do método de votação muito rápido ou então do gosto do povo britânico mesmo. Porém, podemos glorificar de pé porque temos uma semifinal bem decente, mesmo com a eliminação do Matt, e provável que a final também seja maravilhosa (já imaginaram o HINO de final: Rak-Su, Grace, The Cutkelvins e Kevin?).

Então é isso, galera. Foi-se mais um episódio de X Factor e vocês continuam aqui conosco. Fiquem a vontade para interagir, dar sugestões, opiniões… terei o prazer de responder.

Fique ligado na gente que a temporada tá boa e tenho certeza que não sou só eu que estou louco para ver o desfecho do programa. Até a próxima!

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lucas Prata

Capixaba, basqueteiro, Coldplayer e apaixonado por séries e filmes. Gosta tanto de escrever que tem um bloco de notas no celular só pra isso. As vezes é meio doido, mas quem não é, né?!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu