Posts Populares

The X Factor UK – S15E09/10 – The Six Chair Challenge

Um verdadeiro tiro no pé na produção do The X Factor.

 

 

Olá minha gente, tudo bem com vocês? Mais uma semana de The X Factor UK chegando e com uma nova fase: The Six Chair CHallenge. Não, pera, não era o Bootcamp? Até semana passada estávamos nas audições!?

 

Sim minha gente, a temporada que já não estava muito boa, ficou ainda pior tirando uma das melhores fases e que dava todo o diferencial do TXF para outros realities. Mas aí vocês me perguntam, o que tem de mais no Bootcamp? A fase de Bootcamp consistia numa grande peneira em que os candidatos que eram bons brilhavam com facilidade, tínhamos as surpresas da competição (sdds Gifty), os imundos brilhavam e geravam tretas (bjs Jodie e Mason Noise) e os jokes acts (que não tinham função nenhuma a não ser dar graça para o programa) eram eliminados. E tudo isso funcionava perfeitamente em uma performance em grupo que era pré-estabelecido pela produção (como aconteceu na temporada em que Louisa ganhou) ou em que cada participante escolhia sua música em um grande painel e ai quem tivesse a mesma música cantava junto (como foi nas duas últimas temporadas).

 

Tirar o Bootcamp foi um grande tiro no pé na produção de uma temporada que já não estava boa. E ir direto para o 6CC teremos apresentações de jokes, front runners e whos (o que eu ainda acho um absurdo porque não temos um apego com alguém que pode ser realmente bom), fora isso já não tínhamos todas as apresentações exibidas com bootcamp, imagina agora sem essa fase, muitas apresentações ficaram pra trás, tempo reduzidíssimo para cada act se apresentar e muitas bombas.

 

Excepcionalmente essa semana teremos uma review só para essa bomba de dois episódios. Como vai funcionar: Eu e Ives comentaremos os dois dias, Nicolas comentará as apresentações de sábado e Thiago vai comentar as performances de domingo. Obviamente vai ficar tudo marcado aqui.

 

 

Sendo assim, vamos falar do Primeiro dia do 6CC

 

No primeiro dia temos as Girls e uma parte dos Overs. Outro grande erro da produção, seria melhor colocar cada categoria em um dia, pra não ficar bagunçado. Cada categoria ficou com um jurado obviamente:

 

Girls: Simon

Overs: Ayda

Groups: Robbie

Boys: Louis

 

Foram dedicados 15 minutos do programa para mostrar as primeiras 7 Girls e Safe Seat, que nada mais é um botão em que o jurado aperta e o candidato vai direto para o Judges House, sendo assim o candidato não corre mais riscos de eliminação nessa fase.

 

Diferente de temporadas anteriores essa fase está bem corrida e com apresentações de 30 segundos ou menos, sendo inviável de ontem comentar. Aqui vamos falar apenas dos aprovados.

 

Girls

Chair 1: Bella Pendold

 

 

Acredito que ela tenha algo de muito bom a acrescentar na competição, sendo que não vi aqui. Eu não acompanho as audições, exceto pela estreia que eu comentei para a review. Teve pontos em que eu gostei muito que foi sua energia, presença de palco que ela teve de sobra. Mas muita coisa também achei bem ruim que foram seus vocais que me agradaram em pouquíssima coisa, me dava a impressão que tava cantando correndo na esteira, enfim. Também tem o fato do Simon dar o safe seat pra ela, o que confirmou a teoria de Ives de alguns acharem  (inclusive eu agora) superestimada. Bella pegou a vaga de Kloe que foi a primeira a se apresentar na categoria, nada marcante e das opções que tinham era a troca mais justa também.

 

 

Ives – EU AMO ESSA MULHER, fã clube Bella BR sim. Entendo o porquê de alguns a acharem superestimada, mas ela é um refresco na categoria, é estilosa, só cantou música “desconhecidas” e se ajoelhou, momento que sempre é bom de material para o x fator, espero muito que esteja nos lives, pois para mim são cinco garotas com praticamente o mesmo estilo e ela.

 

 

Nicolas – Já vi um vídeo no instagram da Bella cantando uma música calminha, e eu tinha amado tanto, mas não sei o que ta acontecendo com ela no programa. O timbre dela é incrível, mas o estilo que ela escolheu seguir não está a favorecendo tanto. Já foi melhor que a audition, mas sei que ela pode melhorar muito.

 

 

Chair 2: Shan

 

 

A gente vê o quanto o peso de uma música influência na decisão. A apresentação em si eu não gostei muito, não vi nada de fator surpresa nela, a não ser o fato dela cantar A Song For You que é uma música dificílima, mas não tive apego nenhum a uma versão tão básica que ela fez. Shan pegou a segunda cadeira, que originalmente pertencia a Georgia, e aí acontece algo típico em Bootcamp, mais na fase de grupos e que eu acho super desagradável. Ela perguntou a Simon se podia dar mais uma chance a ela e chamou o público também, bem Alisan vibes. Simon topou, ela cantou outra música e pegou a terceira cadeira, tirando a vaga de Lanya Matthews, só espero que mais pra frente façam valer a troca.

 

Ives – Como eu disse na Bella, as cinco meninas são do mesmo estilo, mas a Shan é a melhor sem dúvida e o principal motivo disso é a idade, ela já é adulta, conhece sua voz, sabe onde usar cada nota sem parecer exagero, para mim no quesito vocal, ela é a melhor de toda a competição.

 

Nicolas – Shan é a dona de uma das melhores audition da season, então fui assistir essa performance com bastante expectativa, e acabei me decepcionando um pouco. Não achei a melhor escolha pra ela, principalmente essa versão, que foi feita só pra ela soltar uns agudos aleatórios.

 

 

Chair 3: Georgia Burgess

 

Essa cadeira foi decidida no ultimo momento e no episódio 10, foi uma verdadeira dança das cadeiras até ficar fixo com Georgia, inicialmente quem pegou essa cadeira foi April Darby que cantou Angels de Robbie Willians (já é a segunda vez que vejo cantarem essa música, não me façam pegar ranço dela produção), depois April foi trocada por Lanya e aí sim que foi trocada por Georgia. Isso tudo aconteceu no episódio 9, mas se encerrou no 10 graças a um Sing Off. Sobre as apresentações de Georgia, sim ela manda muito bem, mas é mais uma que faz do mesmo e não apresenta nada novo na categoria como Bella e Shan estão arriscando e se propondo a fazer isso.

 

Ives – Quem canta happy hoje em dia? Meu ranço por essa menina só aumenta, extremamente sem graça, não é a melhor vocalista das girls, não dança, não é diferente, não é nada, está ali para ser eliminada nas judges.

 

Nicolas – Eu amei tanto a audition dela, pra ela me decepcionar na escolha de música essa rodada… Mas enfim, vocalmente ela arrasou, e na presença também, único erro foi a música chata mesmo. Georgia é uma das minhas favs, e vejo muito potencial nela. Na segunda performance, novamente mandou super bem, com muita presença e ótimos vocais (dessa vez com uma música melhor). Mesmo nervosa, ela conseguiu arrasar.

 

 

 

Chair 4 – Scarlett Lee

Até chegarmos a Scarlett que foi a ultima ocupante da vaga, ainda tivemos Ava Lily (que assim que ocuparam todas as cadeiras, o publico começou a pedir a trocar ela por qualquer outra participante, e vou ser sincero, de todas é a que menos me passou carisma nenhum. Depois Ava foi trocada por Maria que também tinha perdido sua cadeira. Achei justíssimo Scarlett pegar a cadeira de volta e principalmente voltar agora pois sua categoria está fraca comparado ao ano passado. Em relação a performance tenho que dizer que ela foi muito bem,se encontrou na música só alguns momentos que soltou umas notas altas nada a ver, mas curti muito.

 

 

Ives – A Scarlett é um diamante muito, mas muito bruto, ela precisa ser muito lapidada e ai sim apresentar algo muito bom. Primeiro de tudo, ela é laranja, a produção precisa avisar essa menina que ela está parecendo a Coco Montrese e a maquiagem dela é algo surreal de feio, não tem nada de bom e ela ainda taca uma peruca por cima que só Deus perdoa e agora vamos para o vocal, ela boa e até agora não foi datada, mas ela precisa dominar a voz e saber quando é bom esticar notas, ela está lá cantando conectada e do nada berra, dando mais um susto do que impressionando, é preciso criar um momento para ser bom. Simon, socorre essa menina.

 

Nicolas – Quando ela entrou pensei que era over, misericórdia, já quero todo aquele drama que teve com a Sam Lavery na JH pra ela tirar toda a make e tals. Enfim, a música que ela escolheu é muito complicada, por precisar de um bom vocal e ainda ter um grande apelo emocional. No emocional, Scarlett estava bem, mas os gritos que ela soltou durante a performance quebravam totalmente o clima, e estragaram um pouco a performance.

 

 

Chair 5 – Maria Laroco

 

OBS: O canal oficial do programa não disponibilizou todos os vídeos com apresentações 

Maria mandou muito bem em sua apresentação e aparentemente o público gosta muito dela. Falo pelo fato de que ela estaria eliminada se o público não tivesse o pressionado até chamar ela de volta para o palco e tirar Ava. Até o ultimo instante, quem ocupava a cadeira era Jennifer, mas graças a Scarlett, Simon decidiu fazer um Sing Off entre Maria e Georgia, ambas ficaram e Jennifer acabou saindo.

 

Ives – Estou muito surpreso, pois eu gostei de uma filipina, apesar de cantar Whitney, foi uma música pouco cantada em realitys e ela arrasou na atitude, sem contar que estava linda, gostaria de ter visto o vídeo todo, já que só passou 20 segundos dela cantando.

 

Nicolas – Mais uma que arrasou na audição, e me surpreendeu muito aqui no 6cc. Não imaginava que ela escolheria uma música que precisasse de tanta atitude, mas ela escolheu, e mandou muito bem. Vocalmente não foi a melhor coisa que ela podia apresentar, obviamente, mas ainda assim gostei.

 

 

 

 

Chair 6 – Molly Scot

 

 

Eu acho essa música um SACO, NÃO AGUENTO MAIS. Foi uma boa performance, sendo que ela já era uma das grandes favoritas da categoria. Não tenho nem muito o que falar. Molly pegou a 6 cadeira que pertencia a Seffy, que arrasou com Never Enough e acho que seria interessante ver uma trans chegar mais longe.

 

Ives – Como ela está diferente, só reconheci quando falou o nome. Eu curto ela, para mim é o top 3 perfeito com a Shan e a Bella, mas eu gosto dela mais pelo o que ela pode apresentar do que pelo o que ela apresentou, na audição ela veio como diva e agora foi em uma mais atual, mas forçou tanto a voz que eu achei que ela não ia mais conseguir falar, porém eu vejo muito star quality nela, acho que ela pode trazer umas performances bem animadas se for bem mentorada.

 

Nicolas – Molly tem um timbre bem peculiar, que me agrada muito. Por mais que a música já esteja saturada em reality, preciso dizer que amei essa apresentação. O timbre rasgado dela nas notas altas foi o que me fez gostar muito da performance!

 

—– Balanço Final Girls ——

 

Como todos sabem e devem ter visto no episódios, muitas performances e muitas situações que trariam mais visibilidade ao show foram cortadas. De acordo com o site The X Factor BR, no post de spoiler do 6CC, muitas coisas foram cortadas como por exemplo: Os jurados não gostarem do fundo de música de Molly e pedir pra voltar depois, Robbie criticar April por ter cantado Angels e Ayda ter colocado panos quentes levando pra brincadeira, muitos candidatos tiveram que cantar uma segunda música para conseguir suas cadeiras como Shan, Scarlett e Cleo. O que eu não gostei foi que a produção mostrou o que bem quis e não se importou em mostrar o que realmente aconteceu em momentos de parar músicas ou então de negar cadeiras. Pra quem ta vendo a temporada pela primeira vez, talvez não deva se importar, mas quem acompanha as antigas sabem do que estou falando. Podemos eleger Georgia como imunda da temporada né.

 

 

Overs

 

Vamos a categoria de Ayda agora.

 

Chair 1 – Olatunji Yearwood 

 

OBS: O canal oficial do programa não disponibilizou todos os vídeos com apresentações 

Ele foi ok, mas a todo momento eu me perguntava se ele era um act que podia se levar a sério ou até imaginar ele nos lives. Ele cantou Mambo Number 5 que é uma música bem característica de Joke, a interpretação exagerada, ele jogar o chapéu longe, eu realmente não achei incrível, mas não tenho o que criticar. Incrivelmente Ayda deu a cadeira pra ele e não o trocou mais, sendo ele uma figura certa para o Judges House.

 

Ives – Ayda está louca, ele cantou 20 segundos e desafinou em cada um deles.

 

Nicolas – Ai gente, sério, eu não suporto joke. Ele me lembra muito Reggie n bollie, e isso não é nada bom. Péssima forma de começar os overs.

 

 

Chair 2 – Ricky John

 

 

 

Ricky John acredito que seja o X Factor da temporada. Eu vi muita coisa sobre ele enquanto fazia a review e a história de vida dele, aliado a uma aparência legal e voz boa, esse cara vai muito longe, claro se Ayda não cagar e fazer escolha errada né. Ele cantou Try a Little Tenderness, não achei que foi tão bem não, teve partes de destaques, mas o cara deu uma desafinada do meio pro final que ficou notório que ele tava forçando com a voz. Enfim, ele entrou no lugar de Anthony Monarc, que não era ninguém favorito do público. O cara pegou o Safe seat e a comemoração dele pegando Ayda no colo na frente do Robbie foi ótima kkkk.

 

Ives – MEU ACT CHEGOU, tem minha torcida completa, essa música ela é maravilhosa e ele tem uma rouquidão na voz maravilhosa, me lembra muito o vencedor de 2014, só que melhor. Ayda, meu amor, mentora isso bem, pois ele é sua única salvação.

 

Nicolas – Amo o timbre de Ricky, e my gosh, ele mandou muito bem. Esse início acapella já me convenceu de que ele é um dos melhores overs da season. Além de ter um timbre lindo, é estiloso. Vejo futuro nele. (Ayda maravilhosa indo apertar o golden buzzer).

 

 

Chair 3 – Janice Robinson

 

 

Eu não aguento mais essa música. Na minha opinião Janice fosse a diva disco como mostrou em sua audição. Natural Woman é uma ótima música, a versão que ela fez não foi datada, mas pra pegar no tranco demorou para um… Ela entrou no lugar do italiano Seasor, que até então era o meu favorito da categoria, mas fazer o que né, torcer para um comeback dele.

 

Ives – Chegou a que tem a melhor história e que formaria o top 3 perfeito com o Ricky e a Louise. Ela me lembra muito a maravilhosa da Lilie do US, inclusive a história é muito parecida, só espero que a Janice não tenha o mesmo fim.

 

Thiago – Eu acho ela muito boa, faltou uma coisinha a mais, mas não vou nem reclamar pq vendo o nível dessa etapa essa Performance foi lucro kkkk

 

 

Chair 4 – Louise Setara

Aaaamo que minha outra favorita da categoria está viva, amei demais a performance dela que segue a vibe bem intimista e calma. Só acho que deveria ir numa song mais agitada pra ai sim voltar com algo mais tarnquilo. Louise pegou a cadeira que pertenceu a Panda e anteriormente era de Jacqueline Faye. Jacqueline nunca tinha visto, e de certa forma não iria muito longe, Panda perder a cadeira pra Louise foi até justo, visto que, Panda não estava em um dia inspirado.

 

Ives – Gente, eu to bem surpreso, não dava nada por ela, mas calei minha boca, ela soube onde crescer a voz e onde suavizar, escolheu uma ótima música e tem uma história linda, espero que ela siga um estilo Kree do idol que vai arrasar.

 

 

Nicolas – Que timbre lindo, e que ótima songchoice. Louise mandou muito bem em todos os aspectos, e merecia muito a cadeira nº 1.

 

 

Chair 5: Danny Tetley

 

OBS: O canal oficial do programa não disponibilizou todos os vídeos com apresentações 

Eu não aguento a produção forçando Danny e fazendo esse cara acontecer. A primeira música dele foi horrível  e em vez do cara pegar e cantar uma melhor, ele me canta uma música que foi da audição dele. Que já não era novidade para o público e me deixou bem desanimado.  Ele pegou a cadeira que pertenceu a Burgandy e aconteceu uma imundice típica de Bootcamp. Burgandy simplesmente levantou, pegou a cadeira junto e foi embora. Foi no mínimo inusitado, mas, isso é coisa de Bootcamp gente, eu vejo o 6 Chair Challenge como algo mais sério. Robbie chamou ela e Panda, também eliminada (Danny foi o último a se apresentar da categoria, mas estou mostrando quem ficou pela ordem de cadeiras) para cantarem juntas e formarem um grupo para a competição. Elas cantaram Never Enough (que claramente estão saturando essa música), foram bem, mas já tenho um adendo pra falar dessa dupla: Não vai longe! Se individualmente já não estavam sendo levadas a sério, imagina em dupla e essa temporada não tem Louis Walsh pra salvar não.

 

 

Ives – Eu acho uma vergonha isso que o x fator faz, ele não canta nada, mas os jurados fazem parecer a oitava maravilha do mundo só para carregar a história dele para os lives, ele é muito ruim, parece esses overs das primeiras edições do x fator.

 

Thiago – Ayda tá completamente louca né? Esse carinha matou duas músicas que eu amo MUITO e a Ayda ainda teve a coragem de dar cadeira pra ele e ainda a cadeira de uma das melhores act da categoria flopada dela pqp, mas isso foi maravilhoso pq essa cena da Burgandy levando a cadeira embora junto com ela foi muito iconica e era exatamente o que eu faria huahdusdhusshsu e pra completar teve o Robbie pisando na Ayda, amoooo. Melhor coisa que aconteceu nessa season até agora kkkk

 

 

 

Chair 6 – Giovani Spano

 

OBS: O canal oficial do programa não disponibilizou todos os vídeos com apresentações 

 

 

Acho que foi o participante mais sem sal desse 6 chair challenge. Pra começar o look dele estava bem rocker anos 90 que tirava toda a personalidade dele, Na música ela foi até legalzinho, nada surpreendente e acredito ter candidatos bem melhores que ele. Ele pegou a sexta cadeira que pertencia a Claire Angel que fez uma performance abaixo de sua audição.

 

 

Ives – A Ayda ta muito, mas muito louca de levar isso para judges house, podendo levar o Cesar, ela vai levar isso? Ele foi ainda pior que sua audição, a única parte que curti foi a Ayda melhorando o look dele, já vi que ela vai melhorar muito os acts na próxima fase.

 

Thiago – Ayda tá louca pirada em dar uma cadeira pra essa merda que só falou uma frase e começou a gritar. Ainda tirou uma das que eu mais gostei da categoria até agora pqp sem credibilidade.

 

—– Balanço Geral Overs —-

Para uma categoria que Ayda está cuidando, até que não teve tanta bomba assim. Temos um Top 3 mais que óbvio que é composto por Ricki, Louise e Janice. Mas se algo sai perfeito não é Xfactor né meus amores. Então esperem por Danny, Giovani e Olatunji nos lives porque um dos 3 pelo menos estarão lá. Sobre Ayda eliminar Panda e Burgandy eu achei até sensato, visto que Panda não estava em seu melhor dia e Burgandy, acredito eu, que não ganharia Janice na cota Black Diva se ambas estivessem na mesma categoria. Odiei a eliminação de Seasor, acredito que ele tinha muito a oferecer para a competição, mas foi aquilo que disse na audição dele tinha que fazer algo que misturasse pop e lírico. Só cantar lírico num look hippie não deu certo. Danny e Giovani vão disputar pra ver quem serão os arrastados para os lives, não mereciam nem cadeira.

 

Vamos encerrar agora falando dos Boys que até o momento pegaram a cadeira.

 

 

Boys

Chair 1 – Ollie Swain

OBS: O canal oficial do programa não disponibilizou todos os vídeos com apresentações 

E vamos pra mais uma versão gourmet de um hino agitado. Dessa vez nem TLC se salvou. Não foi nada ohhh que hino, mas foi o suficiente pra tirar AEO, que também tirou Josh!e que estava na cadeira 1.

 

Ives –

 

 

Thiago – gente amei a voz AAA espero que permaneça até o fim, um dos poucos que eu gostei nessa categoria.

 

 

Chair 2 – Nathan Grisdale

Ele cantou Say Something, outra musica super datada, foram 30 segundos de um refrão bem sem graça, até aquele momento ele estava com a segunda cadeira sem pegar o lugar de ninguém.

 

Ives – Odiei ele na audição e amei aqui, o que uma songchoice não faz ne? Sua voz combinou muito com essa música e deu para sentir que ele quer aquela vaga, estou bem surpreso.

 

Thiago – o cara falando parecia que tava mandando um rap ahsaushaus enfim… Achei a performance bem bonitinha, muito curtinha como o resto, mas adorei o que vi.

 

 

Chair 3 – Tommy Ludford

Então girou nessa semana os memes dele caindo do palco, não que eu tenha achado ruim, mas todo o buzz dado em cima dele por ter caído do palco ajudou né. Enfim, ele pegou a terceira cadeira e até então ele então não trocaram ele.

 

Ives -Ed Sheeran Wannabe caiu do palco, é isso que eu posso comentar, ele teve 10 segundos cantando, não tem como criar grandes comentários.

 

 

Thiago – primeiro a gente vê se tá vivo e depois a gente ri KJKJJKKKJKIKKKKKKKKJKJKK coitado. Me identifiquei pq eu adoro cair em público A hsuhsus falando da performance foi até bonitinha e tals, gostei da voz e achei a música bacaninha.

 

 

Chair 4 – Corey Sean

OBS: O canal oficial do programa não disponibilizou todos os vídeos com apresentações 

Corey eu vi sendo mais performer do que cantor. No único tempo em que ele teve pra cantar ele manda o público cantar, claramente falta de sorte. Enfim.

 

Thiago – adorei a iniciativa de fazer alguma coisa diferente pq essa categoria só por deus… Achei a performance legal só por causa dessa movimentada que ele deu e a interação com a plateia mesmo.

 

 

Chair 5 – Armstrong Martins

 

OBS: O canal oficial do programa não disponibilizou todos os vídeos com apresentações 

 

O cara aparenta ser muito bom, a performance que ele fez foi ótima, aquela high note aleatória o garantiu na cadeira e até então não sendo trocado por ninguém.

 

 

Ives – Meu boy favorito, ele canta com uma intensidade surreal, qualquer música ele transforma para o jeito dele, mas acredito que se a produção quiser levar ele longe, vai mudar todo o estilo dele, pois ele aparenta ser muito arrogante.

 

Thiago – essas performances são tão curtas que fica até ruim em falar se eu gosto ou não. Não gostei e nem odiei, achei bem qualquer coisa, mas nada muito diferente dos outros.

 

 

Chair 6 – Anthony Russell

OBS: O canal oficial do programa não disponibilizou todos os vídeos com apresentações 

Amém que não deram o pimp pra esse cara. Ele participou da temporada passada, mas é um act que ao menos eu não tenho o menor apego, não vejo a menor graça e não vejo o porque da produção chamar ele de volta pra fazer acontecer. A história de vida dele rende belos VTs, principalmente agora que Louis, seu mentor, o ajudou com a reabilitação em que ele passou. É a primeira vez que eu vejo uma performance dele depois do ano passado. Aqui ele foi bem, mais contido, mas nada que veja nos lives.

 

 

Ives – Ele cantou 6 segundos, SEIS SEGUNDOS, como comentar algo importante? Só deu para ficar surpreso com aquela nota que ele lançou, não achei que ela alcançasse.

 

Thiago – o canguru apareceu. Olha gostei dos míseros segundos de performance. Mataram o Xfactor bixo, essas Performances tudo picotada são uma vergonha pqp.

 

?? Chair – Brendan Murray

 

Vou ser sincero. ODIEI!! Que performance mais chata e forçada. É algo que claramente não é natural, foi uma fofura forçadissima. A música até que não era datada, mas a interpretação eu não gostei. Ele pegou a cadeira, mas o episódio encerrou no momento em que íamos saber de quem.

 

 

Ives – Eu tenho certeza que o Louis Walsh só aceitou sair do x fator (Para quem não sabe foi quebra de contrato o Simon demitir ele) se esse menino fosse para os lives e os dois milhões de dólares, os dois milhões ele já ganhou, para quem não sabe o Louis é gerente dele. O Brendan tem uma voz irritante né? É muito fina, com certeza estará nos lives e vai para bottom sempre, pois o público odiou ele receber 3 chances.

 

 

Thiago – o que esse menino tem de fofo ele tem de ruim pqp que voz chata e insuportável, fraca e sem graça, performance xoxa e ainda ganha Golden Buzzer. Esse Golden Buzzer até agora tá uma merda pq odiei os 3 e Bella e Brendan foram duas escolhas toscas pq tiveram performances infinitamente superiores. Essa season tá indo de mal a pior e espero real que ela fique melhor na próxima etapa pq até agora só bomba

 

 

 

 

—- Balanço Geral Boys —-

 

Apesar do imenso atraso, bota imenso nisso, eu ainda não assisti o episódio de desfecho dos boys e grupos. Até o momento não me apeguei a nenhum boy. O único que ainda esta em processo de conquista é o Armstrong. De todos os que já vi, foi logo a categoria mais fraca, o que é justo com o jurado que caiu com a categoria. Não teria o menor sentido ver Louis mentorando Overs. Vi tão pouco deles e o fato de nenhum me cativar que o único que eu dou certeza de estar nos lives será Anthony, falo mais pela cota de comeback e a produção querer fazer ele acontecer. Outro que vejo nos lives e vou fazer questão de comentar que odiei cada performance dele é o Brendan, porque oh voz chata, já vejo ele cantando The Power Of a Love, num fundo todo branco com direito a coral e orquestra.

 

 

 

E aqui a gente encerra a nossa review. Foi um grande trabalho organizar isso aqui e tentar explicar de uma maneira que fica condizente de como foi o episódio. A linha de tempo do episódio e da review ficaram diferentes, porque eles dedicavam um tempo a Girls e do nada ia para Overs, ai voltava para Girls de novo e assim permaneceu até o fim. Até a proxima review gente.

 

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Valber

19 anos, atrapalhado, distraído e começando agora (Não tem paciência, a saída e logo alí). Aqui comentarei todo tipo de reality musical em especial The X Factor, The Voice e Superstar. E como diz uma grande pensadora atual "Quem não gostar do que eu falo, me dá um tiro na cara!"

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu