Posts Populares

This Is Us – S02E12 – Clooney

Sobre episódios não muito significantes, se formos usar outros como parâmetro.

Assim como toda e qualquer série, This Is Us também possui seus altos e baixos. Sendo assim, considero este episódio como um dos “baixos”, se bem que seria ótimo se todo material de menor relevância, em relação aos outros obviamente, fosse tão bom quanto os deste seriado maravilhoso. E talvez o fato de “Clooney” abordar memórias e estórias aleatórias, bem como contribuir pouco para o andamento da trama e das storylines dos personagens. Sem contar que cada pauta poderia ser abordada e trabalhada em uma cena, no entanto, ainda tenho de destacar minha admiração pela produção de This Is Us em retratar tudo com muito carinho, trazendo uma trilha sonora encantadora consigo.

Não vou dizer que sou muito fã de Kevin, e por mais que aprecie o trabalho de Justin, seu personagem foi protagonista de cenas e discursos enjoantes. Mas entendo a importância do mesmo na trama, sem esquecer que ele ainda trouxe à tona o profundo de alguns dos seus familiares. A cena do episódio passado em que Rebecca explode é um bom exemplo. Já a sequência final do quinto da primeira temporada, que trazia um desenho e ele explicando-o a Tess e Annie foi um dos seus ápices na série inteira. O que me deixa mais triste em relação a Kevin é que, à medida que vou o conhecendo, me sinto mais confuso e não vejo muito do seu interior sendo mostrado. Gostaria mesmo era de saber e vislumbrar as coisas que o aflige mesmo e qual seu pensamento em relação a isso na íntegra, pois já tivemos oportunidades de acompanhar algo assim em relação aos seus irmãos. Porém, gostaria de destacar que o number one fez um questionamento a Miguel que, acredito, todos estarem interessados em saber. De coração, só gostaria que ele recuperasse o colar de Jack.

Por sua vez, Kate trouxe um dos pontos mais fortes do episódio. Sabemos o quanto ela é uma pessoa difícil, principalmente em termos de socializar e criar laços fraternos, mas neste tivemos a chance de vê-la mais suave. Até porque Madison é bem chatinha, mesmo levando em consideração os problemas dela. Sinto que foi formidável as duas contracenando novamente, assim como conhecer mais um pouco de momentos do passado de Kate.

Já tratando-se de Randall, é sempre magnífica a sensação acompanhá-lo. Vejo-o como sendo o personagem que, assim como Jack, dá atenção especial a coisas que muitos de nós julgam ser fúteis. Tomo como exemplo o poema feito para lady, que acabou nem sendo aquilo que ele esperava.

A princípio pensei que o episódio iria abordar algumas estórias sobre William e seu gato, mas ainda assim fomos agraciados com alguns plots trabalhados em paralelo a isso. Acho muito legal a atenção dos produtores em trazerem a alma de William à tona, mas atualmente tenho interesse em conhecer mais sobre o passado de Beth e ver Tess tendo mais destaque, principalmente agora que ela está chegando na adolescência e depois da sua fuga com Kevin. Acredito que poderia acabar rendendo momentos impactantes protagonizados por personagens que não são tão vistos, mas que gostamos do pouco que conhecemos.

Questionamento: Será que o fato de Jack ter esquecido de lembrar a Rebecca sobre as pilhas vai influenciar em alguma coisa, acabei de ver a promo do próximo episódio e estou intrigado.

No mais, convido-os para assistirem ao vídeo promocional bastante sugestivo do que está por vir, compartilharem suas opiniões sobre o episódio e/ou review e, se possível, darem dicas ou sugestões, pois tudo é bem vindo. Espero encontrá-los em breve, abração e até a próxima!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Antonio Netto

Estudante de Engenharia Química. Pernambucano engraçado, dono de uma gargalhada única e de um sotaque marcante. Apaixonado por comida, séries, química e cálculos. Até gosta de estudar mas, sempre que pode, está pelo mundo curtindo e falando da vida alheia.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu